Comunitária reclama de atraso dos Correios de Petrolina na entrega de mercadoria que comprou pela internet

Os Correios de Petrolina voltaram a ser alvo de críticas. Desta vez a comunitária Elaine Oliveira, que reside na Cohab Massangano (zona oeste da cidade), reclama que fez uma compra pela internet e o prazo para entrega já foi ultrapassado em duas semanas. Até agora, no entanto, nada da mercadoria.

Confiram:

Carlos Britto,

Me chamo Elaine Oliveira e moro no bairro Cohab Massangano. Gostaria de fazer uma reclamação sobre os correios.

Fiz uma compra pela internet em março e o prazo para chegar era até o dia 12/04/2017. Pois bem, até hoje minha compra não chegou. Vejo todos os dias de manhã e à tarde carro e moto dos Correios passando em ruas perto da minha, e não vão deixar a minha compra.

Já liguei várias vezes só falam que a única coisa que sabem é que saiu para entregar. Em uma das ligações a mulher disse que ia colocar no sistema que eu ia pegar lá. Eu simples disse que não, porque comprei pra receber em casa e não pra pegar.

Será que vai ser igual às contas que chegam três, quatro meses depois? Agora em março mesmo chegou a minha casa contas de novembro.

Estou superindignada com essa situação. Falaram também que tem pouco carteiro e que a cidade é grande, pois a cidade é grande mesmo. E por que eles não contratam mais, já que os que têm não dão conta??

Elaine Oliveira/Comunitária

Alerta: depois de caso em Juazeiro, jogo da ‘Baleia Azul’ pode ter feito primeira vítima em PE

Como divulgado no Blog mais cedo, o caso de uma adolescente de Juazeiro (BA), que está desaparecida, o jogo ‘O Desafio da Baleia Azul’ pode ter sido a causa de cortes pelo corpo de outra adolescente, só que em Pernambuco. A garota de 13 anos esteve nesta quarta-feira, 19, acompanhada da mãe, na Gerência de Polícia da Criança e do Adolescente (GPCA), em Paulista, na Região Metropolitana do Recife.

De acordo com o delegado Jorge Ferreira, a jovem estaria sendo ameaçada por um grupo de pessoas e já tem, inclusive, lesões pelo corpo. “Aqui em Pernambuco é o primeiro caso oficialmente que chega à polícia. E a gente tem que ser célere”, destacou. Segundo o delegado, parte do material de investigação também será mandada para a Polícia Federal (PF), já que o grupo atua em todo o Brasil. Os cortes fariam parte de etapas do Desafio da Baleia Azul. A mãe da adolescente, que não teve a identidade revelada, disse que ficou preocupada e ficou sabendo do envolvimento da filha após a irmã mais velha da garota ver a menina se mutilando.

“Na rede social a gente verifica que tem as siglas e na perna dela ela fez as siglas F57, e nos braços ela fez os arranhões”, relatou a mãe. “Quem mandou ela fazer, mandou fazer 13 arranhões, que é de acordo com a idade dela”, completou.

A adolescente teria iniciado o Desafio da Baleia Azul na segunda-feira (17). Ela já havia cumprido uma tarefa e se mutilado por não ter cumprido outra. A mãe da garota soube, nesta quarta-feira (19), do envolvimento da garota. “Fiquei com medo de perder minha filha“, contou a mãe. “O que a gente mais vê nas reportagens é que o último desafio é a morte”, apontou.

O Desafio da Baleia Azul                                   

Um grupo de criminosos por trás do jogo da Baleia Azul desafia meninos e meninas por meio de redes sociais a realizar tarefas que vão desde assistir a filmes de terror, madrugada a dentro, a automutilação e suicídio. O jogo teria começado na Rússia, no ano de 2015, e já levou adolescentes a se matar, o que leva a polícia a investigar casos no Brasil. Quem induzir ou auxiliar de alguma forma o suicídio pode ser condenado de dois a seis anos de reclusão. No caso de a indução ser praticada por uma menor de idade, o pai ou responsável está sujeito a pena. (Com informações do Portal da Rádio Jornal)

Rejeitada no senado proposta que proíbe limite de dados em internet

Autor de um projeto de lei que tem como objetivo garantir à população acesso ilimitado à internet banda larga fixa, o líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), trabalhou pela aprovação de uma proposta semelhante, no plenário da Casa, que vai proibir o corte do serviço após o alcance do limite estabelecido. A matéria, que seguiu para a Câmara dos Deputados no fim da última semana, susta decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que permitiu às operadoras de internet acabar com os planos ilimitados de dados.

Para Humberto, é inadmissível que um órgão público criado para defender o interesse do cidadão atue contra a sociedade. “Atualmente, as empresas prestadoras não precisam sequer fornecer o serviço com 100% da velocidade contratada, bastando que a média mensal chegue aos 80% do previsto no contrato. E, mesmo assim, ainda querem prejudicar o dia-a-dia de grande parte dos brasileiros, que utilizam a internet para o trabalho, estudo e lazer“, resumiu o senador.

O parlamentar avalia que a internet é, hoje, o principal meio de comunicação para uma parcela significativa da população e, diante desse cenário, é indispensável garantir o direito à contratação de serviços de conexão à internet sem franquias de consumo.

“Dessa forma, iremos eliminar os problemas que poderiam surgir das restrições de uso existentes nos contratos com franquias limitadas. Temos de garantir, especialmente aos mais pobres, a possibilidade de trabalhar com continuidade o seu acesso à internet, sem qualquer tipo de limitação por franquia e sem cobranças abusivas“, afirmou.

A iniciativa de Humberto tem grande respaldo dos brasileiros. Pesquisa DataSenado mostrou que 99% dos internautas são contra a limitação de dados na internet de banda larga fixa. Mais de 608 mil pessoas participaram de enquete, um recorde para o Senado.

Um abaixo assinado online no site do Avaaz, em menos de uma semana, também reuniu mais de 1,6 milhão assinaturas contra a medida da Anatel. O projeto de lei nº 174/2016, aprovado no Senado é de autoria de Ricardo Ferraço (PSDB-ES) e teve apensado outros projetos similares, como a proposição de Humberto.

Matrículas na rede estadual da Bahia prosseguem até dia 31/01

Até o dia 31 de janeiro o Governo da Bahia realizará as matrículas na rede estadual de ensino. Nesta quinta (26) estão se matriculando os concluintes dos anos finais do Ensino Fundamental (5º e 9º ano). Amanhã (27) será a vez dos novos estudantes do Ensino Fundamental e suas modalidades se matricularem.

Na segunda (30) e terça-feira (31), a matrícula é direcionada para novos alunos do Ensino Médio e suas modalidades, devendo ser realizada presencialmente em qualquer unidade da rede estadual de ensino. O ano letivo na rede estadual começa no próximo dia 6 de fevereiro.

Até esta quinta-feira, os alunos podem ser matriculados também pela internet, para as redes municipais das seguintes cidades: Itabuna, Nordestina, Barreiras, Barro Preto, Barrocas, Brejões, Camaçari, Catu, Dias D’Ávila, Encruzilhada, Eunápolis, Feira de Santana, Glória, Gongogi, Ipirá, Itaberaba, Itapetinga, Lamarão, Luís Eduardo Magalhães, Macajuba, Madre de Deus, Mundo Novo, Paulo Afonso, Porto Seguro, Salvador, São José da Vitória, Serrinha, Simões Filho e Vitória da Conquista. As informações são da assessoria.

 

Contribuinte poderá atualizar CPF pela internet a partir desta segunda

A partir desta segunda-feira (16), o contribuinte poderá atualizar seu CPF pela internet. A Receita Federal oferecerá, na página do órgão na rede mundial, um formulário eletrônico que permite a alteração instantânea de dados como nome, endereço, telefone e título de eleitor.

Segundo a Receita, o serviço estará disponível 24 horas por dia e poderá ser usado tanto por brasileiros como por estrangeiros residentes no Brasil, independentemente da idade. O órgão estima que 191 milhões de contribuintes serão beneficiados pela ferramenta. O novo serviço será gratuito. Atualmente, o contribuinte que deseja atualizar o CPF precisa ir a uma unidade dos Correios, da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil e deve pagar R$ 7 de tarifa de serviço.

Também a partir de amanhã a Receita lançará os novos modelos de comprovante de inscrição e de situação cadastral no CPF, que continuarão a ser emitidos na página da Receita Federal. A principal mudança está na forma de autenticação, que será feita por meio de QR Code, tipo de código usado em dispositivos móveis.

Atualmente, os comprovantes podem ser emitidos na página da Receita na internet. No entanto, de acordo com o órgão, o serviço é pouco usado porque a autenticação exige que os dados do documento (número de inscrição, código de controle, data da emissão e hora da emissão) sejam informados na íntegra para validação. Os dados dos comprovantes CPF com o QR Code serão validados em tempo real com as informações constantes na base de dados da Receita Federal. (fonte: Agência Brasil)

Deputado Lucas Ramos passa a ter página oficial na Internet

lucas-ramos3O deputado estadual Lucas Ramos (PSB) aproveitou sua confraternização com amigos e representantes da imprensa de Petrolina, na última sexta-feira (9), para anunciar uma novidade. Ele agora está com uma página oficial na Internet.

Através do endereço eletrônico www.lucasramospe.com.br, os cidadãos – sobretudo eleitores do socialista – vão poder acompanhar o trabalho rotineiro de Lucas.

Nas mídias digitais, Lucas já mantém uma página no Facebook (/lucasramosoficial), Twitter (@LucasRamosPE) e Instagram (@LucasRamosDeputado) com conteúdo atualizado pelo próprio deputado e por sua equipe de comunicação. Nas redes sociais, os seguidores podem comentar, compartilhar e expressar opiniões sobre a atuação do parlamentar.

 

 

Afrânio: Comerciantes denunciam golpe de falso anúncio de venda de eletrodomésticos

golpe-internet-olxComerciantes de Afrânio (PE), no Sertão do São Francisco, denunciam que criminosos estão aplicando um golpe pela internet, criando anúncios falsos de vendas de eletrodomésticos com preços abaixo do mercado. Os golpistas usam nomes e endereços de lojas que realmente existem na cidade para conseguir enganar os consumidores, que fazem depósitos em dinheiro, mas não conseguem ter os objetos.

Os comerciantes descobriram que tinham o nome de suas lojas usadas irregularmente quando começaram a ser procurados por pessoas dizendo ter comprado eletrodomésticos após um anúncio num conhecido site de vendas online. Alguns deles já tinham feito depósitos como adiantamento para retirar os objetos, mas percebiam que a publicidade era falsa quando chegavam aos estabelecimentos comerciais e descobriam que tinham caído em um golpe.

Televisores, celulares, geladeiras e outros produtos são anunciados na página. Através do WhatsApp, o suposto vendedor troca informações com os ‘clientes’ e aplica os golpes. “A gente está sendo prejudicada, porque em vez de se ocupar com clientes, tem que atender os que se deslocam de Petrolina, explicar tudo… E o telefone também não para de tocar”, relata a funcionária de uma loja divulgada no perfil falso na internet. A mulher, que preferiu não se identificar, disse que a maioria das pessoas enganadas é de Petrolina. Ela acredita que o golpista também seja de Petrolina.

Após descobrirem que até o CNPJ da loja estava sendo usado nos anúncios, representantes do estabelecimento foram à Delegacia de Afrânio e fizeram um Boletim de Ocorrência (BO). “No site tem a opção de denúncia, eu faço e eles não retiraram”, relatou a representante da loja, afirmando que o estabelecimento não faz esse tipo de venda online. (foto/divulgação)

Leitor cobra empresas do ramo de internet em Petrolina a orientar funcionários no momento da instalação do serviço

instalação internet

As empresas do ramo de internet em Petrolina deveriam oferecer mais segurança aos seus funcionários no dia a dia do seu trabalho. Pelo menos é essa a observação de um leitor do Blog, que constatou uma prática que pode se tornar um risco.

Na foto registrada, ele chama atenção para um funcionário que está instalando o serviço de internet. O profissional sobe no poste e não há nenhum tipo de sinalização de que esteja fazendo o serviço. “Um risco utilizar a rua sem sinalizar o local”, alfineta o leitor.

Artigo do leitor: Ex-secretário Heitor Leite defende amplo debate sobre mudanças na educação, antes das críticas

coronel-heitor-leiteNum artigo enviado a este Blog, o ex-secretário de Educação de Petrolina, Coronel Heitor Leite, acredita que tanto a PEC 241 (que restringe gastos públicos por um período de 20 anos) como a MP 476 (que reforma o Ensino Médio) merecem um amplo debate, antes de serem criticadas.

Acompanhem:

O Brasil, exemplo emblemático de país latino, tem enraizado na cultura de seu povo o vetor passional em praticamente tudo o que faz. Vive intensamente as discussões, ama e odeia cegamente, aprecia manifestar seu pensamento. Sob o ponto de vista do comportamento social, somos muito suscetíveis a influências, opiniões e lideranças.

O advento da internet veio ao encontro de nossas necessidades de manifestação. Não por acaso conquistamos uma posição de destaque mundial na quantidade de acessos à rede mundial de informação. Essa estatística possui muitos aspectos positivos, desde o incentivo à capacidade crítica, passando pelo exercício de cidadania, até as possibilidades de articulação e organização social.

Mas uma reflexão se faz necessária. Para um povo que pouco lê, pouco pesquisa e tende a submeter as análises racionais aos ímpetos das paixões, as mídias sociais podem, se utilizadas de maneira irresponsável, proporcionar um desserviço ao nosso desenvolvimento. Num ambiente em que opiniões desprovidas de contexto ou conhecimentos técnicos são divulgadas de forma repetitiva, à medida em que ganham adeptos, podem se transformar em tendências, sob a denominação de opinião pública, e gerar pressões populares sabe lá a serviço de quem! Isso ocorre muito no futebol.

Todos somos técnicos, conhecemos tática e estratégia, temos convicções e emitimos nossas críticas sem rodeios. Não temos formação para questionar aspectos da preparação física, emocional ou tática do time. Mas isso não nos impede de sentenciar comissões técnicas, atletas ou dirigentes, principalmente depois de conhecermos os resultados.

O mesmo ocorre com as questões que envolvem a educação. Trata-se de um assunto que permeia nossas vidas. Em geral, temos filhos que estudam, frequentamos permanentemente os bancos escolares, direta ou indiretamente, e nos sentimos aptos a emitir opiniões, o que é um direito e um dever de cidadania. Mas, convenhamos, esse contexto não transforma usuários em especialistas.

A condução da educação exige preparo, conhecimento da realidade, estudo detalhado das leis que a regem e um alto grau de estratégia. Formar mestres, proporcionar instalações adequadas, desenvolver ambientes propícios à formação, valorizar profissionais, envolver comunidades e familiares, reter os alunos na escola, compreender o jogo político e conquistar os resultados desejados exige muito mais do que se pensa.

A estruturação do ensino médio, por exemplo, depende de uma ampla discussão que já se arrasta por aproximadamente vinte anos. Complexa por natureza, influenciada por correntes políticas e ideológicas, amplamente discutida ao longo desses anos, contempla a visão dos profissionais de educação e precisa ser implementada urgentemente, à luz do adequado emprego dos recursos públicos, com absoluto comprometimento dos gestores e fiscalização de legisladores e populares.

Nesse contexto, penso, a PEC 241 (Teto de Gastos Públicos) e a MP 476 (Reforma do Ensino Médio) proporcionam boa oportunidade para aperfeiçoar as questões em pauta. Infelizmente, várias pessoas que sequer leram seus conteúdos já se posicionaram. Sensibilizados por argumentos pontuais e por vezes desconexos, reverberam frases que vão formando um senso comum artificial, o chamado “pensamento popular”, que inviabiliza a discussão construtiva, crítica e fundamental para a formulação das soluções desejadas. A quem isso interessa?

Os movimentos estudantis, por exemplo, naturais grandes interessados no assunto, poderiam reivindicar uma ampla discussão, analisar conteúdos, contrastar linhas de pensamento, propor pesquisas e lutar pelo esclarecimento das posições existentes. Curiosamente, permaneceram adormecidos durante anos, em meio ao processo de desestruturação do ensino no país. Trocado o governo, acordaram e decidiram irrestritamente criticar, iniciando um movimento de paralisação de suas próprias aulas, o que não fizeram quando propostas semelhantes foram lançadas em passado recente.

As pressões advindas da internet, as manipulações de opiniões e os interesses escusos devem ser percebidos por todos. Manifestações reacionárias e isoladas são insuficientes para construir o país que desejamos. Tanto no futebol quanto na educação, todas as contribuições são bem-vindas e necessárias.

Cidadania e democracia pressupõem conhecimento, esclarecimento e ampla discussão. Limitar gastos, priorizar recursos e otimizar o emprego dos meios em prol da estratégia consagrada pelas urnas deve ser um senso comum entre eleitores e eleitos. Atender à população com um planejamento estruturado, sustentável, coerente e transparente é a missão imposta a todos nós e não podemos perder a oportunidade.

A reforma ora discutida não é obra do acaso.  Reflete, em verdade, a maturidade, consciência e responsabilidade de parcela expressiva da população, que há tempos deseja verificar o zelo pelas contas do país com os mesmos cuidados de suas casas. Na contramão disso, populistas e oportunistas, como o “intelectual” Faustão,  apregoam o assistencialismo de momento, com o preço de um futuro instável e previsivelmente ingovernável. É chegada a hora de decidir o futuro, enquanto ainda é possível pagar a conta das inconsequências e se permitir sonhar com dias melhores!

Heitor Bezerra Leite/Ex-secretário de Educação de Petrolina

Chesf e Rede Nacional de Ensino e Pesquisa assinarão acordo de cooperação para garantir internet de alta velocidade a instituições no NE

tecnologia-da-informatica-9A Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) e a Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP) – organização social vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e mantida pelo MEC, MinC, Saúde e Defesa – assinam nesta segunda-feira (19), às 11h, um acordo de cooperação técnica para acelerar a oferta de infraestrutura avançada óptica para a educação e pesquisa em todo o Nordeste.

Essa ação vai beneficiar o acesso à internet de alta velocidade da comunidade acadêmica, incluindo centros de pesquisa, faculdades, institutos superiores, hospitais de ensino e centros de educação tecnológica. É mais um avanço importante nessa área”, afirmou o ministro da Educação, Mendonça Filho, que participa da assinatura.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br