Ipubi: Secretário vai à Câmara discutir melhorias na infraestrutura da cidade

Em Ipubi (PE), Sertão do São Francisco, a sessão ordinária de hoje (9) na Câmara Municipal foi movimentada. Os vereadores receberam o secretário municipal de Obras e Urbanismo, Helem Marcos, que foi à Casa discutir ideias e possíveis soluções referentes a esgotos, infraestrutura das estradas, calçamento de ruas, entre outros temas. As propostas englobam as zonas urbanas e rural do município.

Foram tratadas também de melhorias no trânsito da cidade, nas feiras livres e valorização das praças. Sobre o distrito de Serra Branca, Marcos assegurou que o serviço de iluminação pública será intensificado. Como já vem acontecendo, em todas as sessões um secretário da gestão do prefeito Chico Siqueira (PSB) vai à Casa Legislativa para apresentar as demandas do município. (foto/divulgação)

Vereador chama a atenção para a situação da Ilha do Fogo em Petrolina

Um dos símbolos da região e ponto tradicional do Vale do São Francisco, a Ilha do Fogo – que fica entre os municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) – tem uma série de necessidades a serem executadas em sua estrutura para que realmente se consolide como destino turístico.

Diante de sua importância histórica, a melhoria da Ilha do Fogo está na ordem do dia do vereador Aero Cruz (PSB), que chama a atenção para ordenamento e obras de infraestrutura na Ilha após visitar o balneário. O socialista assegurou que tem provocado essa discussão com a secretária Maria Elena (de Cultura, Turismo e Esportes). Inclusive ele revelou que a visita que fez à Ilha do Fogo foi acompanhada por técnicos da pasta.

Aero também pretende chamar o prefeito de Juazeiro, Paulo Bonfim (PCdoB) e os vereadores da vizinha cidade baiana para se integrar a essa recuperação de um dos cartões postais do vale.

 “O que vem funcionando são as pessoas, que mesmo com imensos problemas, visitam o espaço. Vamos buscar nos reunir na Comissão de Obras e convidar os colegas vereadores”, frisou. Aero listou o que é prioridade na ilha, como a construção de banheiros, grades de proteção e melhorias no acesso, serviços que precisam ser executados com maior urgência.

Imip promove melhorias na estrutura da UPAE de Petrolina

A diretoria da Unidade de Pronto Atendimento e Atenção Especializada de Petrolina (UPAE), gerida pelo Imip, está concluindo esta semana mais uma etapa de melhorias na sua infraestrutura que beneficia funcionários e pacientes. Foram duas mudanças importantes que melhoram o fluxo de medicamentos, a assistência farmacêutica e o ambiente destinado ao repouso dos profissionais da casa.

A primeira delas refere-se ao investimento na concepção de uma nova farmácia central, antes localizada em uma sala menor próxima à recepção do Pronto Atendimento. “Tínhamos um espaço livre e optamos por utilizá-lo de forma que atendesse à nossa necessidade mais imediata que era a de oferecer um local adequado à dispensação de medicamentos. Dessa forma nós otimizamos o serviço do farmacêutico, dos auxiliares de farmácia e técnicos de enfermagem, trazendo a farmácia central para perto das salas de medicação e observação; e com isso ainda ganhamos uma sala de fracionamento que irá funcionar no local da antiga farmácia”, informa a coordenadora geral da Unidade, Ana Beatriz Mota Aguiar.

A segunda, e não menos importante conquista, refere-se às melhorias realizadas no repouso. “Colocamos poltronas e divisórias em uma área ociosa do repouso que oferecerá mais privacidade e conforto na hora do descanso, tanto dos diaristas quanto dos plantonistas. Então, agora além do quarto com camas, nós temos uma antessala com luz baixa e poltronas confortáveis” ressalta.

Para o farmacêutico, as melhorias são relevantes e valorizam o trabalhador. “A gente se sente privilegiado por trabalhar em um local que pensa no usuário e no funcionário. A nova farmácia permite uma organização melhor, uma fluidez maior e um contato visual mais amplo. Então, o que já era bom ficou ainda melhor”, destaca Carlos Augusto. O profissional ainda lembrou que a farmácia satélite, que funciona no bloco cirúrgico, também recebeu melhorias: “Conseguimos trocar alguns mobiliários e aprimoramos a organização, permitindo uma maior funcionalidade do local”. O setor de repouso também passou por reforma. Para a assistente administrativa Helenita Florêncio, a palavra que define o sentimento é valorização “Com certeza nos sentimos respeitados e privilegiados com essas ações”, afirma.

Melhorias

De acordo com Ana Beatriz, apesar da UPAE ser uma unidade nova, com menos de quatro anos de funcionamento, busca constantemente melhorar seus serviços e a infraestrutura. “Temos uma equipe de manutenção predial que faz parte do nosso quadro e busca realizar vistorias diárias, mas vez ou outra percebemos que intervenções maiores precisam ser realizadas e não medimos esforços até concretizá-las. É dessa forma que nós fazemos a diferença”, concluiu. (Foto: Ascom)

População do Parque Massangano reclama de esgotos, mato e falta de iluminação

Uma realidade ainda cruel em alguns bairros de Petrolina: problemas como esgoto a céu aberto e mato, gerando com isso uma invasão de muriçocas nas residências. Uma das comunidades atingidas por essa situação é o Parque Massangano, na zona oeste.

Em nota enviada à redação do Blog, um morador reforça as críticas quanto aos esgotos e foca sua preocupação com a saúde das crianças do bairro, pois muitos moradores passam com os pneus na lama suja e estacionam dentro das casas, levando perigo para os filhos.

O Parque Massangano tem também sofrido com a falta de iluminação pública. Com tantas demandas, só resta à população local apelar para que ações públicas alcancem o bairro. E logo. (Foto: Divulgação)

 

Codevasf investe R$ 2 milhões para modernizar projeto de irrigação comunitária em Petrolina

 

O projeto de irrigação comunitária no Povoado de Ponta da Serra, situado a aproximadamente 30 km de Petrolina, está prestes a ganhar fôlego novo. A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) está investindo R$ 2 milhões na construção, reforma e ampliação das adutoras principal e secundária e em obras de manutenção e limpeza do reservatório – uma ação que vai melhorar, para as mais de 50 famílias da comunidade rural, as condições de produção de frutas como manga, acerola, goiaba, mamão e melancia, além do feijão.

São 53 lotes e uma área total irrigada de 106 hectares. “Com a ação da Codevasf, poderemos direcionar o valor que gastamos mensalmente para reparar o sistema em investimento na produção”, comemora Jeniscélio Coelho de Lima, presidente da Associação dos Irrigantes de Ponta da Serra. “Nossas tubulações já possuem 20 anos de uso, estão desgastadas. Por isso, comumente temos vazamento e problemas no abastecimento”, conta.

De acordo com o produtor, a obra vai não apenas reparar os danos atuais, mas também permitir que os irrigantes comunitários de Ponta da Serra experimentem avanços no projeto.

Hoje nós empregamos cerca de 50 pessoas por semana, mas esse número não aumenta pelo fato de não termos segurança, já que a situação do projeto não é ideal. Com a reforma e ampliação que a Codevasf está fazendo, certamente iremos aumentar o número de postos de emprego. Além disso, esperamos economizar de R$ 2 mil a R$ 3 mil por mês em consumo de energia, recurso que será investido na modernização e produção dos nossos lotes”, planeja.

Fortalecimento

O Superintendente Regional da Codevasf em Pernambuco, Aurivalter Cordeiro, afirma que a Companhia tem agido no sentido de fortalecer a produção familiar e os projetos de irrigação comunitários de Pernambuco. “Além dos R$ 2 milhões aplicados na reforma e ampliação da adutora de Ponta da Serra, recentemente nós assinamos a regularização da concessão de tomada d’água daquele projeto. Isso facilitará qualquer empréstimo que eles queiram fazer junto às instituições financeiras”, aponta. (Foto: Ascom/divulgação)

Lucas Ramos anuncia recursos do FEM em aniversário de Ipubi

 

Ao completar 55 anos de emancipação política nesta quinta-feira (02), o município de Ipubi, no Sertão do Araripe, foi presenteado com o anúncio de R$ 300 mil para investimentos na melhoria da infraestrutura do município em áreas estratégicas. Os recursos foram garantidos pelo deputado estadual Lucas Ramos (PSB), por meio de emendas parlamentares à Lei Orçamentária Anual.

O montante será aplicado no município através do FEM (Fundo Estadual de Apoio ao Desenvolvimento Municipal) e em ações de infraestrutura hídrica sob responsabilidade da prefeitura. “Estamos contribuindo com o prefeito Chico Siqueira para que o município possa oferecer melhores serviços e realizar obras que vão mudar a realidade na zona urbana e também na área rural”, enfatizou Lucas.

Lucas acrescentou que as ações em infraestrutura hídrica, por exemplo, terão um reforço com a liberação de horas máquina para limpeza e recuperação de barreiros e barragens. Além de acompanhar o prefeito Chico Siqueira, Lucas Ramos participou das comemorações pelo aniversário de Ipubi ao lado do deputado federal Fernando Monteiro (PP), de vereadores e lideranças políticas.

Na ocasião, foram entregues pela prefeitura uma ambulância semi-UTI e três veículos 0Km para as ações em saúde, além da nova Sala de Estabilização do Hospital Municipal Marcelino da Silva Mudo, que leva o nome de Paulo José Sarmento, o ex-vereador Zé Bolinha, falecido em janeiro passado.

Lucas Ramos aproveitou para verificar a nova rodovia PE-590, construída para ligar o centro de Ipubi aos distritos de Serra Branca e Serrolândia. Com um investimento de R$ 32 milhões, a estrada de 25 km recebeu asfalto, guardrail nas margens, sinalização vertical e horizontal. (Foto: Ascom)

Ministro vai ao Araripe discutir geração de energias renováveis e infraestrutura para a região

O ministro das Minas e Energia, Fernando Filho, esteve nesta sexta-feira (24) em Araripina, no Sertão do Araripe, onde debateu sobre a geração de energias renováveis. O Araripe é um dos principais polos do Nordeste neste setor, pois já abriga um importante parque eólico, e há empresas interessadas em aumentar a capacidade produtiva no local. O ministro foi recebido pelo presidente da Câmara de vereadores, Evilásio Mateus, pela deputada estadual Socorro Pimentel e pelo prefeito Raimundo Pimentel (PSL).

“Posso garantir, conhecendo os números do setor como pude conhecer no ministério, que os melhores ventos do Brasil estão no interior do Nordeste: Piauí, Bahia, Ceará e Pernambuco. São ventos que têm constância e ritmo. Esta região tem muito potencial na geração de energia, tanto eólica e solar”, afirmou o ministro.

Segundo Fernando Filho, ao final do primeiro semestre o Ministério das Minas e Energia deve promover um leilão para compra de energia eólica e solar. A expectativa do ministro é que os Estados nordestinos possam figurar como vencedores e maiores beneficiados destes investimentos.

“Além das questões pertinentes à geração de energia, me prontifiquei a ajudar o prefeito para a obtenção de recursos em Brasília”, declarou. Depois do encontro em Araripina, Fernando Filho seguiu para Ipubi, onde conversou com o prefeito Chico Siqueira (PSB) sobre ações de infraestrutura. Durante o exercício do mandato de deputado federal, o ministro destinou mais de R$ 1 milhão para obras no município. “Fernando Filho é um grande parceiro nosso e vem nos ajudando com recursos por meio de suas emendas. Isso é importante para nossa cidade”, salientou o prefeito Chico Siqueira. (Foto: Ascom)

Araripina: Secretaria de Educação apresenta relatório de escolas e diz que situação da rede municipal é precária

A Secretaria de Educação  de Araripina, no Sertão do Araripe,  recebeu nesta segunda (16), o relatório completo do levantamento realizado nas escolas municipais. Foram vistoriadas 17 escolas e creches da sede, distritos e zona rural. A vistoria técnica – que também analisou a rede hidrossanitária, elétrica, além de questões logísticas e relação da população com as unidades públicas – constatou sérios problemas na estrutura física dos estabelecimentos de ensino.

Entre as principais irregularidades encontradas estão a falta d’água, banheiros sem a menor condição de higiene, risco de desabamento do teto, ferragem e fiação elétrica expostas, além de cisternas quebradas e portas danificadas. Os locais de armazenamento da merenda escolar também estão inadequados.

A infraestrutura comprometida das escolas e creches municipais é mais um dos fatores que influenciaram os altos índices de evasão escolar nos últimos anos, conforme avaliou a equipe que comanda a educação da principal cidade do Araripe. Com a palavra, a gestão anterior. (Foto: Ascom/PMA)

Infraestrutura precária da BA-210 facilita ocorrência de acidentes

acidente-ba-210-juazeiro-curacaA morte de um motociclista na BA-210 (foto), em direção ao município de Curaçá, no início deste mês, expõe um perigo crônico. A pista não tem acostamento e o mato, em alguns trechos, invade a rodovia, encobrindo as placas de sinalização.

Para completar, o estado precário da pavimentação colaborada para tragédias desse tipo. “Fizeram um reparo ‘meia-boca’ no asfalto, por ocasião da Festa do Vaqueiro de Curaçá, mas os buracos já estão voltando. Ocorrem muito acidentes por lá”, alerta um leitor do Blog. E ao menos por enquanto esse cenário não deve mudar. Lamentável.

Falta de infraestrutura e segurança pública serão temas de mais uma Agenda 40 do PSB no bairro João de Deus nesta quinta

Após visitar sete localidades de Petrolina, o PSB realiza, hoje (31), mais uma Agenda 40 para ouvir os moradores em  um dos bairros mais populosos da cidade, o João de Deus. O ciclo de debates terá como temas principais segurança pública e infraestrutura urbana. A reunião terá início às 19h, próximo à Escola Eneide Coelho.

Segundo o presidente do PSB de Petrolina, deputado Miguel Coelho, a expectativa é de grande participação popular. “Estamos mobilizando e convocando lideranças comunitárias da região. João de Deus é um bairro muito importante e estratégico para a cidade. Portanto, é fundamental ouvir os moradores dessa região para construir um programa para retomada do desenvolvimento de Petrolina“, explica o socialista.

O partido já realizou encontros para ouvir as comunidades de São Gonçalo, Idalino Bezerra, Jardim Amazonas, José e Maria, Cosme e Damião, Projeto Nilo Coelho e Uruás. O PSB ainda organizou, neste ano, um seminário com participação de prefeitos socialistas para debater soluções para grandes cidades. (foto: André Santos/divulgação)

Presidente da Associação de Moradores do bairro Pedro Raimundo cobra melhorias para comunidade

Recém-empossado como novo presidente da Associação de Moradores do bairro Pedro Raimundo, zona norte de Petrolina, Jefferson Barbosa cobra benefícios para aquela localidade. Em entrevista a este Blog, ele disse que a comunidade não tem infraestrutura, falta iluminação pública e segurança, além de problemas relacionados a esgotamento sanitário e falta de incentivo para os jovens.

Queria que todos os setores da prefeitura chegassem junto das associações, porque a gente precisa deles e eles precisam da gente. Eles deveriam abraçar essa causa, pois as associações [comunitárias] não estão sendo valorizadas”, comentou o presidente.

De acordo com Jefferson, a prioridade no momento é a reforma da sede da associação, localizada na Rua 22. Para isso, ele acredita que a obra será feita com recursos dos próprios comunitários. Ele também falou sobre a situação do canal que corta a comunidade, que estaria deteriorado e, à noite, o problema se agrava devido à escuridão no local. O problema, diz Jefferson, se repete na Avenida José Maciel, que estaria sem iluminação pública.

Outro problema destacado por ele é em relação aos esgotos estourados. “A comunidade inteira sofre com esse problema. O pessoal da Compesa desobstruiu uma boca de lobo numa determinada rua, mas quando vão embora o problema volta a acontecer. Eles deveriam ficar atentos a isso, pois pagamos caro por uma coisa que não temos“, pontuou.

Segundo o presidente, a comunidade também sofre com uma onda de assalto. Ele pediu uma maior atuação da polícia no Pedro Raimundo. “A gente precisa que a polícia faça mais rondas pelo bairro, pois assaltos estão acontecendo durante o dia.

Projetos e minicursos

Coordenador dos programas ‘Escola Aberta’ e ‘Aluno Colaborador’ na Escola José Raulino Sampaio, no Vale do Grande Rio, comunidade vizinha, Jefferson pretende implantar os projetos no bairro Pedro Raimundo. Segundo ele, os programas consistem em instruir os estudantes com problemas comportamentais, onde são desenvolvidas estratégias para a solução de problemas e assim diminuindo o “negativismo” observado nesses estudantes.

Como maneira de incentivar os jovens, Jefferson Barbosa informou que vai procurar o Senai e o Sebrae para a realização de minicursos na sede da Associação. Além disso, aulas de zumba, de capoeira e de artesanato também estão previstas para movimentar a associação.

Vila Marcela sofre com chuvas e traz à tona cenário parecido com outros bairros de Petrolina

vila marcela chuvas

A quantidade de chuvas dos últimos dias em Petrolina ainda é motivo de comentários na cidade, principalmente quando se trata de infraestrutura (ou da falta dela).

O Bairro Vila Marcela, na zona norte, é um bom exemplo. O toró da última sexta-feira (22), como registrou a leitora Francinete Panta Nery, deu uma noção do quanto a comunidade precisa de melhorias. E Não é de hoje.

O pior é que muitos outros bairros estão na mesma situação da Vila Marcela. Lamentável.

Artigo do leitor: “Me decepcionei quando cheguei a Petrolina”

líder comunitário marcosNeste artigo enviado ao Blog, o leitor Marcos André (foto) mostra todo seu desencanto com Petrolina, e acredita que as coisas ainda podem piorar se a população não ficar atenta.

Confiram:

Sou líder comunitário do bairro Cosme e Damião e no momento estou há dois anos estudando em Brasília, irei me formar em gestão de recursos humanos pela faculdade SENAC-DF.

Sempre acompanho a minha terra, o meu povo usando a Rádio Jornal, o Blog do Carlos Britto, dentre outros sérios e comprometidos com notícias reais e verdadeiras dos acontecimentos cotidianos de Petrolina e região.

Antes de falar sobre a situação real de Petrolina, eu fiz uma visita pessoalmente nas principais ruas da cidade, nos bairros mais populares e antigos de Petrolina. Senti-me envergonhado. Não pelo local, não pelo povo, mas sim pelo descaso do Poder Executivo Municipal.

É inadmissível a real situação encontrada. Destaco ainda a dúvida se realmente eu estou na Petrolina do site da prefeitura municipal, pois a mesma destaca obras e mais obras, pavimentos e mais pavimentos asfálticos. Onde? Quando? Quais ruas? Petrolina foi clonada. Essa Petrolina que a prefeitura mostra no site é fictícia, é virtual, irreal e imaginária. Essa Petrolina do site da prefeitura diverge da realidade cotidiana do nosso povo.

Na Petrolina da realidade ainda tem um cardápio antigo e indigesto, o povo ainda come poeira. Na Petrolina da realidade, o povo ainda é forçado a ser atleta, tem que saltar esgotos, lama e lixo espalhados pelos canteiros centrais dos bairros periféricos.

É muito buraco nas ruas com restos de asfaltos, é tudo muito mal sinalizado, a noite mal iluminada, mal definido, mal orientado e mal organizado. Tá precisando com urgência refazer planos estratégicos de curto, médio e longo prazo. É necessário tomar um novo rumo, uma nova direção, uma nova visão, uma visão futurista de uma cidade progressista. Com capacidade de planejar uma cidade de estrutura sólida, eficiente e eficaz.

O que dizer do nosso caótico trânsito, que já estava ruim e a cada dia fica pior? Gente, não é necessário ser formado em engenharia de trânsito para se perceber que a faixa exclusiva para ônibus foi um grave erro. Não dá, a cidade não foi planejada para tal estrutura, não existe um cidadão motorista que aprove tal mudança errônea e sem planejamento das consequências aos demais usuários. Quem definiu tal faixa? quais os critérios usados para essa vergonhosa decisão? sem contar nos semáforos anti-deficientes visuais e de outras naturezas. Cadê a acessibilidade dessa cidade? calçadas deterioradas e com obstáculos impedem cadeirantes de percorrer ao menos 30 metros.

Daí podem responder: chegaram 22 ônibus adaptados para cadeirantes. Que bom! graças a Deus. Demorou, e foi muito. Já deveríamos estar bastante avançados na acessibilidade. Mas não. Para o prefeito é motivo de festa, de comemoração, de desfilar com a frota, soltar fogos e ostentar com o bem público, que não passa da sua obrigação concedê-lo a quem de direito.  E para eleitores conscientes e interpartidários não se pode congratular uma obrigação do Poder Executivo. Já chega a crise de caráter político vivenciada por todo país.

Chega de governos que governam com palavras e promessas. É necessário ação, atitude.

Não existe uma obra sequer de grande infraestrutura em nossa cidade! se não fosse a iniciativa privada com a inauguração de uma grande loja com uma estátua de simbologia estrangeira, o negócio estava pior ainda. E pra ganhar estatus o prefeito foi para inauguração da loja, como se a mesma fosse um órgão municipal. E mais uma vez ostentando, dessa vez com um bem que não lhe pertence, e nem ao público. Que apesar dos empregos gerados, se não obtiverem lucro eles deixam a cidade e as fotos tiradas com o prefeito, de lembrança.

Onde a nossa cidade vai chegar com falta de projetos estruturais para a solidificação do seu crescimento? Quem conseguiria definir Petrolina 2020, Petrolina 2030 ou Petrolina 2050?

Senhor prefeito, respeite a grandeza de Petrolina, respeite a história da nossa cidade. Se o senhor só tem capacidade de fazer creches do Nova Semente, um programa louvável da sua gestão não tenha vergonha de renunciar ao cargo de prefeito e assumir a Secretaria da Criança ou de Cidadania; se o senhor só tem capacidade de ceder terrenos para o governo federal fazer o ‘Minha Casa Minha Vida’, não tenha vergonha de renunciar e assumir a Secretaria de Habitação. O que não dá pra aceitar é ver a cidade jogada, abandonada como se não tivesse uma autoridade competente!

Pergunto mais uma vez: onde a nossa cidade vai chegar com a falta de projetos estruturais para a solidificação do seu crescimento? Quem conseguiria definir Petrolina 2020, Petrolina 2030 ou Petrolina 2050?

Pela realidade descrita e vivenciada, essa não é a prioridade do governo municipal. Talvez essa desatenção, esse abandono da cidade, seja consequência de uma visão eleitoreira para se descobrir quem será o sucessor do mesmo. Talvez estejam ocupando as primeiras cadeiras nos principais eventos e marketeando o rosto do possível futuro prefeito, que por imposição de poder é de obrigação que seja da base aliada do prefeito.

Se você achou que 2015 foi ruim, se prepare. O seu voto pode tornar 2016 em diante ainda pior!

Marcos André/Leitor

Deputado discute com governador obras de infraestrutura em Floresta e Carnaubeira da Penha

kaio maniçoba e paulo câmara

A execução de obras de infraestrutura no Sertão pernambucano marcou um encontro entre o governador Paulo Câmara (PSB) e o deputado federal Kaio Maniçoba (PHS-PE), na sexta-feira (30). O encontro foi realizado no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, e contou com a presença do secretário da Casa Civil, Antônio Figueira.

O governador conversou com Kaio sobre a duplicação da estrada que dá acesso ao município de Floresta, no Sertão de Itaparica, e sobre a retomada das obras que ligam a cidade à Carnaubeira da Penha, também no Sertão de Itaparica.

Através de sua página oficial no Facebook, Kaio disse que “a boa notícia é que vamos dar ordem de serviço ainda este ano”. O deputado disse, ainda, que se comprometeu a colocar as emendas de sua autoria para que as obras saiam do papel e transformem a vida dos moradores da região, que serão os principais beneficiados. (foto: Wagner Ramos/SEI/divulgação)

Moradora desabafa contra falta de infraestrutura na Tapera: “Terra sem lei e abandonada”

TaperaNum desabafo enviado ao Blog, a comunitária Patrícia  Oliveira conta que mudou-se recentemente para a Tapera, na área ribeirinha de Petrolina, e afirma estar sofrendo com a falta de infraestrutura no local. Além da problemas pontuais como iluminação e transporte, a comunitária também reclama de um antigo problema: O som alto que incomoda tantos moradores. Preocupada com a situação, Patrícia pede atenção às autoridades.

Acompanhem:

Acabo de me mudar para uma casa que fica na estrada da Tapera, considerada pela Prefeitura de Petrolina como “expansão urbana”. Há uma semana mudei para essa casa e já percebo alguns problemas relacionados ao abandono da Prefeitura, tais como coleta de lixo; transporte público; buracos na estrada; falta de iluminação e sinalização na via de acesso.

Estou reclamando, pois venho pagando todos os impostos obrigatórios exigidos pela prefeitura. Noto que algumas coisas funcionam diariamente, como ​blitz da PM ou da polícia de trânsito na rodovia, para fiscalizar veículos. Todos os dias de manhã e pela tarde há uma viatura parada.

Mas meus vizinhos da Ilha do Massangano colocam música em um volume absurdo, isso começa na sexta à noite, vai até o sábado, initerruptamente. Ou seja, neste domingo, por exemplo, e o som não foi desligado hora alguma. Cadê a fiscalização?

não existe lei do silêncio para Ilha do Massangano e imediações?  Não tem quem fiscalize, mas há uma viatura diariamente para parar carros? Onde estão esses fiscais? Olha que moro próximo à estrada e escuto tudo, mesmo com portas fechadas e ar condicionado ligado.

Não entendo por que o tratamento para essa parte da cidade é diferente. Estou numa área turística da ​cidade e parece mais uma terra sem lei e abandonada pelos gestores públicos. Todos precisam de descanso e respeito, afinal moramos em uma sociedade que possui leis, não é mesmo?

Caso contrário, eu mesma poderia agir de qualquer forma, na certeza de impunidade. As pessoas podem ouvir música no seu horário de folga, mas eu não sou obrigada a ouvir também, 24 horas ininterruptamente.

 Patrícia  Oliveira/Comunitária

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br