Petrolina e Juazeiro liberam vacina contra a gripe para toda a população

A Campanha de Vacinação contra Gripe encerra-se na sexta-feira (9) em todo Brasil. Dessa forma, as Secretarias de Saúde de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA) informaram que a partir da próxima segunda-feira (12) a imunização estará aberta para toda população dos dois municípios, até que o estoque esteja encerrado.

Este ano, o público-alvo da campanha foi composto por gestantes, mulheres que realizaram parto há menos de 45 dias, idosos, crianças entre 6 meses e menos de 5 anos, profissionais de saúde, professores, indígenas e doentes crônicos com prescrição médica. As vacinas estão disponíveis nas unidades de saúde das duas cidades.

Grupos prioritários têm até amanhã para se vacinar contra gripe em Petrolina

Quem pertence aos grupos prioritários e ainda não se vacinou contra a gripe deve se apressar. A campanha acaba nesta sexta-feira (9) nas unidades de saúde de Petrolina.

O público-alvo da campanha é formado pelas crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, idosos maiores de 60 anos, indivíduos de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (comorbidades) e professores das redes pública e privada. Os postos de saúde da sede funcionam das 8h às 17h. Na zona rural, das 8h às 13h.

Vacina contra gripe prossegue apenas para grupo prioritário em Juazeiro

A Secretaria de Saúde de Juazeiro (BA) informou que, neste momento, a Campanha de Vacinação contra Gripe continua voltada apenas para os grupos prioritários. O quantitativo de vacinas disponíveis no município não é suficiente para atender toda à população. Por isso, a ampliação da oferta da vacina para todo o público dependerá do envio de novas doses pelo Ministério da Saúde.

A Campanha de Vacinação contra Gripe seguirá até esta sexta-feira (9). O público-alvo é composto por gestantes, mulheres que realizaram parto há menos de 45 dias, idosos, crianças entre 6 meses e 4 anos, profissionais de saúde, professores, indígenas e doentes crônicos com prescrição médica.

Ministério da Saúde reforça estoque de vacina contra a gripe em PE e AL

Para reforçar a assistência prestada à população de 57 municípios afetados pelas enchentes em Pernambuco e Alagoas, o Ministério da Saúde enviou 13 toneladas de medicamentos e insumos, que chegaram nesta semana nos estados.  Ao todo foram enviados 51 kits, que serão distribuídos entre as cidades que sofreram com as fortes chuvas, beneficiando cerca de 76,5 mil pessoas moradoras nos municípios atingidos.

Cada kit pesa cerca de 250 quilos e tem capacidade para atender até 1.500 pessoas ao mês. São 30 tipos de medicamentos e 18 tipos de insumos, incluindo antibióticos, anti-inflamatórios, ataduras, entre outros.

O Ministério da Saúde também enviou, como procedimento de rotina, 375 mil frascos de hipoclorito – utilizado como suporte no tratamento de água para o estado de Pernambuco. Caso seja solicitada uma cota extra, poderão ser encaminhadas novas quantidades como parte do estoque estratégico do composto químico mantido pela pasta.

Nesta semana, está previsto o envio de 100 mil doses de vacina dT, 100 frascos de soro antiofídico, 200 frascos de soro crotálico. Um laboratório móvel da Funasa também está apoiando o estado na análise da qualidade da água para consumo humano, garantindo assim que a água distribuída a população seja segura.

Força SUS

Além do envio de medicamentos e insumos estratégicos, a pasta enviou representantes da Força Nacional do SUS para apoiar na avaliação dos danos em saúde e outras medidas de vigilância. A Força foi criada em novembro de 2011, para agir no atendimento às vítimas de desastres naturais, calamidades públicas, situações de risco epidemiológico e desassistência, quando for superada a capacidade de resposta do estado ou município.

Desde a sua criação, a Força participou de 28 missões de apoio em caso de desastres naturais, na gestão de grandes eventos e desassistência provocada por tragédias.

O Ministério da Saúde possui, ainda, laboratórios móveis para análise da qualidade da água, telefones satelitais, equipamentos e nove unidades móveis de Posto de Atendimento Avançado (PAA), em caso de necessidade. Possui também estoque adicional de ampolas de soro para uso em acidentes com animais peçonhentos e kits de diagnóstico para leptospirose.

Para que a Força Nacional do SUS seja acionada, o município ou o estado deve decretar situação de emergência, calamidade ou desassistência, solicitando o apoio do Ministério da Saúde. Com isso, é deslocada uma equipe para a chamada missão exploratória, quando profissionais vão até o local para fazer um diagnóstico da rede de saúde e verificar a necessidade de apoio em relação a equipamentos, insumos e profissionais de saúde.

 

Pernambuco não ampliará público da campanha de vacinação contra a gripe

Em nota, a Secretaria de Saúde de Pernambuco esclareceu que não ampliará o público-alvo da campanha de vacinação conta a gripe. Na nota, a Secretaria informa que, neste momento, a campanha continua voltada apenas para o púbico alvo já definido – crianças entre seis meses a quatro anos, gestantes, mulheres que tenham realizado parto há menos de 45 dias, idosos maiores de 60 anos, doentes crônicos (mediante prescrição médica), profissionais de saúde , indígenas e professores dos ensinos básico e superior em atividade. A medida vem sendo adotada, inclusive, por outros Estados do País.

A ampliação da oferta da vacina contra a gripe para a população em geral dependerá do envio de novas doses pelo Ministério da Saúde, já que o quantitativo disponível no momento não é suficiente para atender toda a população pernambucana. Até a manhã deste sábado, 3, Pernambuco tinha um balanço de 1.999.494 pessoas imunizadas contra a influenza.

Esse quantitativo representa 85,8% do total de 2.329.874 de pessoas inclusas nos grupos prioritários. A meta é imunizar, no mínimo, 90% dessa população. A campanha segue até sexta, 9.

Campanha de vacinação contra a gripe não atinge meta e é prorrogada

A campanha de vacinação contra a gripe, programada para acabar nesta sexta-feira (26), foi prorrogada até o dia 9 de junho. O motivo foi a baixa procura pela dose.

Podem receber a vacina gratuitamente crianças de 6 meses a menos de 5 anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias pós parto, idosos, trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, além de pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independe da idade.

Em Juazeiro (BA), as pessoas que se enquadram no público-alvo têm mais duas semanas para procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua casa, entre 8h e 14h. Já em Petrolina, os postos de saúde da sede funcionam das 8h às 17h. Na zona rural, das 8h às 13h.

Campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira em Petrolina e Juazeiro

Quem faz parte do grupo prioritário e ainda não se vacinou contra a gripe, tem até esta sexta-feira (26) para ir a um posto e garantir a sua proteção em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). O público-alvo da campanha no País é de 54,2 milhões de pessoas. Desse total, 58,2% foram vacinadas, segundo o Ministério da Saúde.

Podem receber a vacina gratuitamente crianças de 6 meses a menos de 5 anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias pós parto, idosos, trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, além de pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independe da idade.

Segundo a Secretaria de Saúde (Sesau) de Juazeiro, após o fim da campanha, as doses serão administradas apenas para o reforço das crianças entre 6 meses e 5 anos incompletos. As pessoas que estão no público-alvo devem ir a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua casa, das 8h às 14h.

Em Petrolina, os postos de saúde da sede funcionam das 8h às 17h. Na zona rural, das 8h às 13h. A Secretaria de Saúde disse que a vacina está disponível em todas as unidades do município. Depois que a campanha terminar, somente se houver disponibilidade.

Vacinação contra a gripe ainda não atingiu meta e preocupa Secretaria de Saúde de PE

A Secretaria de Saúde do Estado está preocupada com o pouco comparecimento dos pernambucanos aos postos e unidades de saúde para serem imunizados contra as influenzas A (H1N1), A (H3N2). A campanha segue até 26 de maio, mas somente 46% do público alvo da campanha foi atingido.

Vale lembrar que quem tomou a vacina em campanhas realizadas em anos anteriores deve voltar aos postos para ser imunizado, pois a validade é só de um ano. Cerca de 1,5 milhão de pessoas ainda devem ser protegidas. Os pernambucanos podem procurar a vacina num dos mais de 5 mil postos de vacinação espalhados em todos o estado.

O público-alvo da campanha contra a gripe deste ano são idosos a partir dos 60 anos, crianças entre 6 meses e menos de cinco anos, profissionais de saúde, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, adolescentes e jovens entre 12 e 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, professores, gestantes os mulheres até 45 dias após o parto e povos indígenas.

Quem estiver gripado, mas sem febre, pode tomar a dose. A vacina contra a influenza é contra-indicada apenas para quem é alérgico a ovo ou teve reação alérgica grave ao tomar a vacina, que é gratuita.

 

‘Dia D’ de vacinação contra a gripe acontecerá neste sábado em Petrolina e Juazeiro

Neste sábado (13) acontecerá o ‘Dia D’ de vacinação contra a gripe. Em Petrolina, a abertura do evento será na Unidade de Atendimento Multiprofissional Especializado (AME) Júlio Andrade, do Bairro Cacheado. A Secretaria de Saúde estará disponibilizando 44 pontos de vacinação; na zona urbana funcionará de 8h às 17h e na área rural de 8h às 13h. No município, aproximadamente 56 mil pessoas fazem parte do público a ser vacinado até o dia 26 de maio.

Em Juazeiro, todos os postos de saúde da sede e do interior do município vão abrir as portas, das 8h às 14h. A solenidade de abertura do evento será às 9h, na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Bairro Alto da Aliança. A meta do município é vacinar 47 mil pessoas que se enquadram nos grupos prioritários.

O público-alvo dessa campanha é composto por crianças de 6 meses a menos de 5 anos, gestantes, mulheres no período de até 45 dias pós parto, idosos, trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, além de pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independe da idade.

A campanha, que começou no dia 18 de abril, segue um cronograma para vacinação do público-alvo, mas, a partir do ‘Dia D’ todos os grupos estão livres para procurar os postos de saúde. Assim como em Petrolina, a vacinação contra gripe em Juazeiro também seguirá até 26 de maio. A vacina garante proteção contra três tipos de vírus: H1N1, H3N2 e B.

Lagoa Grande: Professores das redes pública e privada são incluídos na Campanha de Vacinação contra Gripe

A Secretaria de Saúde de Lagoa Grande (PE), no Sertão do São Francisco, deu início à campanha nacional de vacinação contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circulam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B. A novidade deste ano é que foram incluídos também como prioritários os professores da rede pública e privada – além dos profissionais da saúde das duas redes.

No dia 13 de maio (sábado) em todo o Brasil o ‘Dia D’ da Vacinação.

Além dos professores e profissionais da saúde, o público-alvo da campanha continua sendo crianças de 6 meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias; gestantes; puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto); idosos a partir de 60 anos; e em alguns casos, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independente de idade). O atendimento é das 8h às 14h.

Os trabalhadores da agricultura e do comércio que se enquadram no público-alvo, mas não podem comparecer nos horários, deverão procurar o PSF mais próximo de sua residência no próximo dia 27, das 17h às 21h (como já acontece toda última quinta do mês).

Vacina contra a gripe estará disponível em Petrolina a partir de segunda-feira

Começa na próxima segunda-feira (17), em Petrolina, a Campanha Nacional de Vacinação Contra Influenza. Para a realização da campanha a Secretaria de Saúde do município encerrou, nesta quarta-feira (12), um treinamento com cerca de 100 profissionais que realizarão o procedimento nas unidades básicas.

Segundo a coordenadora do Programa Municipal de Imunização (PMI), Alexsandra Santos, os profissionais tiveram todas as informações sobre a vacina, datas e público-alvo. “Na primeira semana, vamos ofertar apenas para os profissionais de saúde das redes pública e privada. É importante lembrar que é necessário apresentar um comprovante de vínculo, que pode ser a carteira de classe, portaria, crachá ou contracheque. A meta é vacinar pelo menos 90% de cada grupo prioritário. Não sabemos ainda a quantidade de vacina que será destinada para o município, porém, essas doses vão vir fragmentadas, ou seja, toda semana receberemos um quantitativo”, explicou.

A partir do dia 24 de abril, a vacinação será para o público-alvo da campanha – formado pelas crianças de seis meses a menores de cinco anos, gestantes, puérperas, idosos maiores de 60 anos, indivíduos de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (comorbidades) e professores das redes pública e privada.

A coordenadora ainda orientou sobre os mitos e verdades em relação a vacina. “Existe uma recomendação para quem tem alergia a ovo. Porém, é importante reforçar que quem tem algum tipo de alergia, informe à técnica da unidade. Já em relação a adoecimento, principalmente de gripe após a vacina, não existe nenhuma relação, é apenas uma coincidência”, esclareceu. A vacina garante proteção contra três tipos de vírus (H1N1, H3N2 e B) e estará disponível em todas as unidades de saúde da família. O Dia D da vacinação contra a gripe acontecerá em 13 de maio.

Ministério da Saúde antecipa campanha de vacinação nacional contra a gripe

 

Com casos de gripe fora do período no País, o Ministério da Saúde resolveu antecipar a campanha nacional de vacinação contra a gripe. A antecipação será para 10 de abril com a vacina atendendo os profissionais de saúde e 17 de abril para o público alvo. Ano passado a campanha iniciou no dia 30 de abril. A vacina deste ano incluirá também como público alvo professores da rede básica e do ensino superior de instituições públicas e privadas.

A vacina contra a gripe é destinada ainda a idosos acima de 60 anos, crianças até cinco anos de idade, gestantes, povo indígenas, portadores de doenças crônicas, adolescentes entre 12 e 21 anos que cumprem medidas socioeducativas, presos e funcionários do sistema prisional.

O Ministério da Saúde também vai antecipar o envio das vacinas aos estados onde os casos de gripe fora de época já preocupam.

Moradores voltam a reclamar de falta de vacina contra gripe em Petrolina

Moradores de Petrolina não encontraram a vacina contra gripe nos postos de saúde da cidade nesta terça-feira (31). De acordo com relatos enviados a este Blog, houve um grande desabastecimento na maioria das unidades, deixando muita gente preocupada, visto que a campanha – que já foi prorrogada – termina nesta sexta (3/06).

O mesmo problema já havia ocorrido no início do mês, quando este Blog publicou matéria sobre o caso.

Em relação à nova demanda, a reportagem voltou a entrar em contato com a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde, que ficou de enviar um esclarecimento sobre o assunto. No entanto, a assessoria adiantou que o desabastecimento se deve à falta de repasses das vacinas pelo Governo de Pernambuco.

Secretaria de Saúde de Petrolina prorroga campanha de vacinação contra gripe H1N1

vacinação-A vacinação contra a gripe H1N1 foi prorrogada em Petrolina até o dia 3 de junho. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, até o momento já foram vacinadas 42.832 (75,81%) das pessoas que fazem parte do grupo prioritário. A meta é vacinar 80% do público-alvo contra os vírus H1N1, H3N2 e B.

A campanha é direcionada a idosos, gestantes, crianças de seis meses a menores de cinco anos, trabalhadores da saúde, puérperas (mulheres com até 45 dias após o parto), pessoas com doenças crônicas não transmissíveis, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

As Unidades de Saúde funcionam de segunda a sexta, das 8h às 17h (zona urbana) e das 7h às 14h (zona rural). (foto/divulgação)

Secretaria de Saúde de Petrolina não recebe doses necessárias de vacinas do Governo de PE e decide cancelar Dia ‘D’ contra a gripe

Vacina-Gripe-AA Secretaria de Saúde de Petrolina decidiu cancelar o Dia ‘D’ da Campanha de Vacinação contra a Gripe, que deveria ocorrer neste sábado (30).

De acordo com a assessoria da pasta, O motivo é que a Secretaria Estadual de Saúde não enviou o quantitativo de doses necessário para realizar a mobilização.

“Informamos ainda que a campanha segue normalmente e as Unidades de Saúde estão abastecidas com a vacina”, ressalta a pasta municipal, em nota enviada à imprensa.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br