Gente procurando gente: Prefeitura procura família de idosa encontrada nas ruas de Petrolina

Desorientada e encontrada vagando nas ruas de Petrolina na última quinta-feira (25), uma idosa recebeu ajuda a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos (SEDESDH), que está à procura de seus familiares.

Segundo equipes da assistência social da prefeitura, a mulher foi localizada no Centro da cidade e não possui qualquer documento. A idosa apresenta dificuldades de se comunicar. Apesar disso, afirmou se chamar “Aparecida” e ser moradora do Bairro São Gonçalo.

A mulher tem recebido assistência na Casa de Passagem Bom Samaritano. Quem tiver qualquer informação sobre seus familiares, deve ligar para o número  (87) 3861-9877. (foto/divulgação)

Gente procurando Gente: Pastor apela a familiares de idoso de Exu perdido no Pará

Em nota enviada ao Blog, o pastor George Rodrigues, da cidade de Parauapebas (PA), apela a familiares de um idoso natural de Exu (PE), no sertão do Araripe, para que mantenha contato. O mesmo encontra-se na cidade paraense e com a saúde bastante debilitada.

Confira:

Carlos Britto, bom dia.

Se encontra comigo um senhor por nome de Antonio Lourenço dos Santos, filho de José Lourenço dos Santos e Maria Teodora de Jesus, com data de nascimento em 30/05/1947.

O mesmo se encontra com a saúde debilitada, estado psicológico não favorável. Não tem ninguém aqui por ele, da família. Ele é natural da cidade de Exu, conforme identidade.

Fico agradecido se puderes obter alguma informação e nos passar algum contato de seus familiares para fazer o procedimento.

Grato,

Pastor George Rodrigues /(094) 9 81645178 – WhatsApp.

“Gente Procurando Gente”: Mulher que foi adotada faz apelo para encontrar mãe verdadeira em Afogados da Ingazeira

Nascida em Afogados da Ingazeira (PE), no Sertão do Pajeú, e adotada por uma mulher de São Paulo, no ano de 1977, Gessiane Cecília da Silva está à procura da família biológica. Ela conta que foi adotada com 24 horas de vida.

Nasci no dia 11/09/1977 na Maternidade de Afogados da Ingazeira. A única coisa que sei é o primeiro nome de minha mãe (Graça), ela me entregou com 24 horas de nascimento para minha mãe adotiva (Dora), que já faleceu”, relata.

Gessiane explicou como sua mãe adotiva a conheceu. “Elas se conheceram através da minha irmã (Josefa) que estudava em um colégio onde minha mãe (Graça) fazia as refeições. Minha mãe adotiva foi visitar a casa da minha mãe de sangue e viu que ela já tinha outra filha, na época com 2 anos. Fui registrada somente um mês depois no cartório de Bizarra.

A mãe verdadeira de Gessiane ainda tentou pegá-la de volta, mas foi tarde demais. “Quando eu tinha 1 ano minha mãe de sangue foi me pegar de volta, mas acabamos vindo para São Paulo. Nunca tive notícias dela e gostaria muito que compartilhassem minha história para que minha mãe ou alguém que a conheça e saiba da nossa história possa nos ajudar a nos encontrar”, pede.

Quem tiver informações sobre a família de Gessiane Cecília da Silva pode entrar em contato pelos telefones (11) 2742-4744 / 2703-2720.

“Gente Procurando Gente”: Blog estreia hoje coluna que buscará ajudar pessoas que procuram por parentes desaparecidos

Além da TV, uma das mais importantes ferramentas disponíveis hoje no Brasil para ajudar familiares de pessoas desaparecidas é a internet. Pensando nisso, o Blog do Carlos Britto estreia hoje (14) a coluna “Gente Procurando Gente”, um espaço que buscará ajudar pessoas que têm parentes desaparecidos.

Com essa nova proposta do Blog, as famílias terão a oportunidade de mostrar a foto do parente desaparecido e ainda contar as circunstancias do desaparecimento. O nosso objetivo é levar esperança aos familiares que sofrem a angústia do desaparecimento de um ente querido e não encontram apoio na busca.

Quem tiver informações sobre os desaparecidos ou quiser divulgar algum caso no Blog, pode entrar em contato através do telefone (87) 3862-1224, pelo WhatsApp (87) 99646-1045 ou ainda pelo email: contato@carlosbritto.com.

Vale frisar que é importante que seja enviada uma fotografia da pessoa desaparecida, bem como as informações pessoais da mesma e quais as circunstâncias do desaparecimento. É importante frisar, também, que todo desaparecimento deve ser comunicado, antes, à polícia.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br