Um reencontro de ‘duas feras’ dos anos dourados do futebol de Petrolina

O futebol de Petrolina viveu anos dourados nas décadas de 70-80. Muitos craques desfilaram vistoso futebol nas tardes e noites do velho estádio da Associação Rural, hoje chamado de Paulo Coelho. Um encontro neste domingo, 13, reuniu dois grandes expoentes desse tempo que não volta mais: O craque Carlyle e o grande goleiro Godofredo.

Dois excelentes profissionais que tratavam a bola com todo cuidado. Valeu o encontro e as várias histórias.

Copa do Nordeste: Juazeirense tem desfalques e conta com estreia para duelo contra o Sport neste sábado

A Desportiva Juazeirense segue a preparação para o duelo contra o Sport, neste sábado (11), às 20h30, na  Ilha do Retiro, no Recife, capital pernambucana. A partida é válida pela Copa do Nordeste e o ‘Cancão de Fogo’ ainda luta pela classificação à próxima fase. Ontem (9), dois turnos de trabalho em Juazeiro. Pela manhã, academia e à tarde, treino com bola no Adauto Moraes.

O técnico Carlos Rabello tem vários problemas para escalar a equipe, unida para driblar as dificuldades, vencer no Recife e chegar à última rodada com chances de avançar ao mata-mata. O goleiro Tigre, os laterais Ávine e Nen, o volante Waguinho e o atacante Danilo Bala estão vetados pelo Departamento Médico. Assim, Otávio segue na meta do Cancão. O treinador aproveitou as atividades do dia para testar algumas opções. O zagueiro Michel fez dupla com Braz no setor defensivo e o meia Rafael Sayão, récem-contratado, treinou entre os titulares e deve fazer a sua estreia na Ilha do Retiro.

No ataque, Rabello formou a dupla com Júnior Chicão e Emerson Bahia. A delegação viaja amanhã, às 6h, para Recife. À tarde, o grupo finaliza a preparação em local ainda indefinido. O preparador de goleiro Clailton Ribeiro, contratado para o lugar de Leandro Camargo, que deixou o clube após o jogo contra o Fluminense, assumiu o posto e viaja com a delegação. (foto/divulgação)

‘Fera Sertaneja’ muda identidade visual

 

As mudanças continuam no Petrolina Social Futebol Clube. Na última sexta-feira (3) a diretoria do clube conheceu e aprovou a nova identidade visual da ‘Fera Sertaneja’. Todo o projeto foi desenvolvido pela Re9 Online junto a equipe de Marketing e Comunicação do clube que inovou o escudo, os uniformes e até o mascote, xodó da torcida.

Todo um estudo foi desenvolvido para que o novo escudo continuasse a trazer as referências da região, mas com uma nova roupagem, com a finalidade de engrandecer mais ainda o nome da equipe e da cidade. Mesmo com as mudanças, as cores que caracterizam o tricolor sertanejo, o verde, vermelho e o amarelo foram mantidos, entretanto todo o material está mais moderno indo de encontro às referências de equipes internacionais.

Com todas essas novidades, o próximo passo será a confecção destes novos uniformes que futuramente serão usados pelos jogadores do Petrolina sob o comando do técnico Andrade e pela torcida, que tem tudo para se tornar a maior do interior de Pernambuco.

Juazeirense encerra preparação para duelo contra Jacuipense nesta quinta-feira

A Desportiva Juazeirense encerrou na manhã desta Quarta-feira de Cinzas (1°/03) a preparação para encarar a Jacuipense, amanhã (2), às 20h30, no Joia da Princesa, em Feira de Santana. O técnico Paulo Sales, que aproveitou o período de Carnaval para fazer os ajustes na equipe, liberou um recreativo no Adauto Moraes e relacionou 20 jogadores para a partida.

A principal novidade é o atacante Júnior Chicão, de fora das últimas três partidas do Cancão em decorrência de uma lesão muscular. Com o centroavante de volta, Sales ainda estuda a melhor escalação para o duelo de amanhã.

Um duelo que é decisivo nas pretensões do Cancão dentro do Baiano. Uma vitória contra a Jacuipense deixa a equipe na quinta colocação e a apenas dois pontos do quarto colocado Vitória da Conquista, que já jogou na rodada. A Juazeirense é a atual sexta colocada do cinco pontos. A delegação segue no início da tarde desta quinta para Feira de Santana.

Lista de relacionados:

Goleiros: Tigre e Otávio
Laterais: Nem, Lucas, Marquinhos e Elton Lira
Zagueiros: Braz, Emerson, Michel
Volantes: Waguinho, Capone, Patrik e Jean Carlos
Meia: Everlan
Atacantes: Júnior Chicão, Robert, Danillo Bala, Sassá, Emerson Bahia e Diego Ceará

(foto/divulgação)

Ex-jogador profissional de futebol é o novo diretor de Esportes da Prefeitura de Sento-Sé

A Diretoria de Esportes da Prefeitura de Sento-Sé, no norte da Bahia, tem um ex-jogador profissional de futebol como novo titular. João Carlos Rocha, ou simplesmente “Dão”, foi vice-campeão brasileiro, campeão baiano pelo Esporte Clube Vitória, campeão catarinense pelo Avaí e Figueirense, além de ter feito o milésimo gol da Copa do Brasil.

Em Sento-Sé, investimentos em esporte – sobretudo o futebol – são prioridade, inclusive legalizados por uma Lei Municipal. Dão, agora, terá a chance de alavancar o meio esportivo municipal e mostrar um bom trabalho para revelar talentos locais. (foto/divulgação)

Amistoso entre o time do Santa Luzia x Seleção de Santa Cruz movimenta domingo no bairro

Será neste domingo, 5, a partir das 8h, o amistoso entre o time do bairro Santa Luzia contra a Seleção de Santa Cruz, município do sertão do Araripe. O amistoso acontecerá no Clube do Bairro Tacio Ítalo e deve movimentar os moradores e amantes do futebol da comunidade, localizada na zona norte de Petrolina. A realização é do Centro Comunitário do bairro.

“O esporte é uma de nossas propostas para que os moradores do nosso bairro tenham opção de lazer e diversão. Convidamos o time da cidade de Santa Cruz, que prontamente atendeu nosso convite. Também é uma forma de revelar novos talentos para o nosso futebol”, disse o presidente do Centro Comunitário do Santa Luzia, Francisco Luiz de Souza.

Copa do Nordeste: Estreia da Juazeirense será contra o River (PI) nesta quinta-feira

A Desportiva Juazeirense vai estrear na Copa do Nordeste 2017 nesta quinta-feira (26) contra o River (PI). A partida acontecerá às 20h30, o Lindolfo Monteiro, em Teresina. A equipe de Juazeiro (BA) convocou 20 atletas para o confronto.

No grupo da Juazeirense estão, além do River, o Sport Recife e o Sampaio Correia. Duas equipes se classificam para a próxima fase após jogos de ida e volta dentro do grupo. A Juazeirense é comandada pelo técnico Quintino Barbosa.

Nova diretoria da Fera Sertaneja quer reescrever tempos de glória do futebol petrolinense

O Petrolina Futebol Clube, ou Fera Sertaneja – como é mais conhecido pela sua apaixonada torcida – já chegou a figurar entre os cinco principais times de Pernambuco. O ano foi 2012, quando representou a cidade à altura na elite da competição estadual daquele ano, o que também lhe garantiu uma vaga na Série D do Campeonato Brasileiro da Série D. Mas desde então, por conta de sérias dificuldades financeiras e da falta de patrocinadores, o clube mergulhou num ostracismo completo. Assim como o futebol da cidade, de maneira geral. Mas a nova diretoria da Fera Sertaneja pretende reescrever essa história, estimulada sobretudo pelas glórias que o clube já teve.

De acordo com o atual presidente do Petrolina, Cirineu Ribeiro (o ‘Ribeiro da Hidrofort’), o trabalho de reestruturação começa pela parte administrativa, mas pretende separar futebol de política.

Sem mencionar nomes, ele afirmou que todas as gestões anteriores deram sua parcela de contribuição ao Petrolina, “umas mais, outras menos”. O problema, segundo Ribeiro, é que levaram a política para dentro do clube.

Ele disse que irá buscar apoio do atual prefeito Miguel Coelho, inclusive no sentido de solicitar a ele que o clube possa assumir o Estádio Municipal Paulo de Souza Coelho. Também vai propor a colaboração de outras forças políticas na cidade, mas deixando claro que a Fera Sertaneja não é para ser utilizada como bandeira partidária. Caso contrário, não atrairá o empresariado local. “O clube é para representar a cidade, tirar a molecada da rua, forma talentos. E o empresário não irá investir, colocar sua marca, onde não vê credibilidade”, pondera.

Parcerias

Inspirando-se em cases esportivos próximos e que deram certo, a exemplo do Salgueiro e da Juazeirense, Ribeiro mostra-se otimista em trazer dias de glória novamente para o futebol petrolinense. E em prazo relativamente curto. “Eu sonho alto. Quero, em cinco anos, colocar o Petrolina na Primeira Divisão do Brasileirão. Temos cidade e porte para isso”, declarou Ribeiro, espelhando-se na Chapecoense, que é de uma cidade bem menor que Petrolina. “Não sei jogar futebol, mas sei administrar e vou colocar pessoas capazes de enaltecer nosso futebol”, pontua.

Parcerias para a empreitada ele diz já contar, a exemplo dos jogadores Petrus (ex-Corinthians) e Nixon (Flamengo), que mostraram disposição em indicar jogadores e comissão técnica para a Fera. Ele também esperar colocar em prática a figura do sócio-torcedor, que ajudará a aumentar a receita do clube.

Escolinha

Responsável por sensibilizar Ribeiro para esse projeto, o Professor e policial Márcio Matias, que é o vice-presidente da Fera, reforçou que a ideia é também implantar uma escolinha de futebol.

Segundo ele, ao mesmo tempo em que tiraria a garotada dos riscos das drogas e da violência na periferia, a escolinha teria a função de fortalecer a base do Petrolina. “Queremos principalmente criar uma categoria de base, para que esses meninos do Terras do Sul, São Jorge, Mandacaru, dos projetos de irrigação, terem uma oportunidade. Já pensou se a gente pudesse revelar um Neymar da vida?”, completou.

Sem vínculos partidários na cidade, Ribeiro da Hidrofort e Professor Matias encapam um sonho perfeitamente possível de se concretizar. E para isso esperam contar com o apoio dos desportistas e dos petrolinenses, de maneira geral. “Estamos em busca de ter um futebol à altura da cidade”, finalizou Ribeiro.

Quarta-feira e final de semana de futebol dão lugar ao luto pela Chapecoense

chapecoense-luto

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu adiar a segunda partida do Grêmio contra o Atlético Mineiro pela final da Copa do Brasil, marcada para hoje (30), e a 38ª e última rodada do Brasileirão, que aconteceria neste final de semana, por conta do trágico acidente aéreo que matou quase toda a delegação da Chapecoense, na madrugada de ontem (29), na Colômbia. A entidade também decretou luto oficial de sete dias.

Seguindo o exemplo, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) também suspendeu todas as suas competições. A entidade enviou nota à imprensa, solidarizando-se com as famílias das vítimas.

“Em decorrência do trágico acidente acontecido na última terça-feira 29.11 que vitimou 71 pessoas, dentre elas a delegação da Associação Chapecoense de Futebol e jornalistas que viajavam para realizar a cobertura da partida de ida das finais da Copa Sul-Americana, a FBF – Federação Bahiana de Futebol decretou luto oficial de sete dias e suspendeu as atividades relacionadas ao futebol, inclusive a rodada das semifinais do Campeonato Intermunicipal de Futebol. Com isso, não haverá a partida entre Itaberaba e Santaluz, que seria transmitida ao vivo pela TVE Bahia e pelo portal do Irdeb – tve.ba.gov.br no dia 04.12. O Irdeb – Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia se solidariza com as famílias das vítimas, lamenta o ocorrido e torce pela recuperação dos sobreviventes”, diz a nota.

Não caberia outra iniciativa das federações, a não ser essa. O futebol é motivo de alegria, mas no momento só há espaço para o sentimento de tristeza de um país arrasado por essa tragédia. (foto: Reuters)

Copa de futebol movimentará Bairro Terras do Sul neste sábado

A 2ª Copa ‘C.T Bola na Rede’ promete mobilizar mais uma vez o Bairro Terras do Sul, zona norte de Petrolina, neste sábado (12). Sete times brigam pelo título.

Participarão do campeonato as equipes da Escola Ana Nery, C.T Bola na Rede, Colégio Castro Alves, Colégio Manancial, C.T Fut Show, Escolinha de Futebol Dantean e Escolinha de Futebol Nota 10.

O evento é aberto a toda comunidade e será realizado no Clube C.T Bola na Red,e durante todo o dia.

Artigo do leitor: “A sepultura e os coveiros do futebol em Petrolina”

estadio paulo souza/Foto reprodução InternetNeste artigo enviado ao Blog, o radialista Marcelo Damasceno faz uma análise mordaz, mas realista, do decadente futebol de Petrolina.

Confiram:

O futebol de Petrolina foi sepultado sorrateiramente. Da prometida cota surreal e surrupiada por gente ruim em lidar com grana pública. Viramos as baronesas expostas do Rio São Francisco. Além do fracasso retumbante no escasso futebol, esse prefeito Júlio Lossio (PMDB) brigou com céu e terra para repassar a um esperto consórcio imobiliário o Estádio Paulo Coelho. Seduzindo vereadores displicentes com ilusória praça esportiva em outro lugar distante, ao sabor de seu São João dum vale.

Essa mesquinhez política e abandono geral do nosso futebol cooptou muitos coveiros. Desde a segunda gestão de Guilherme Coelho até o mandato de Odacy, de 1997 a 2008, Petrolina com seus pobres dançou ao repertório amador e de mau gosto de tantos dirigentes de um futebol vencido. Agora, em 2016, observamos a chorar nossos craques do passado e do futebol competitivo da nossa terra.

Os dirigentes acabam de anunciar que não contem com eles nem com o Clube Petrolina, afundado em crise e débitos. É uma incômoda e insensível falta de apoio e empreendedorismo profissional. O clientelismo pobre, aliado aos demagogos irresponsáveis que mais se serviram do Petrolina Futebol Clube. Ao invés de servir, foram servidos. A quantia de 300 mil reais do erário municipal, com anuência da Câmara Municipal, foi pulverizada entre notas fiscais e papo-furado de entrevistas à imprensa local.

Agora, com seu futebol esquartejado e largado no meio do caminho, a periferia que ama e pratica esse apaixonante esporte some do mapa de lazer e entretenimento. Uma desmedida irresponsabilidade com seu universo do futebol e da alegria dominical. Desde o campeonato pernambucano ao sonho das divisões nacionais, assistimos a esse comunicado de luto com nosso futebol.

Marcelo Damasceno/Radialista

Crônica de um futebol fadado ao ostracismo

estádio paulo coelho_640x457Não é de agora que o futebol de Petrolina agoniza. Mesmo numa época em que tinha tudo para ficar na vitrine, não conseguiu. A cidade já teve o Primeiro de Maio do Atrás da Banca, em meados da década de 90, como o primeiro clube a jogar na elite do Campeonato Pernambucano.

O Petrolina repetiu o feito posteriormente, indo mais longe ainda. O time chegou a figurar entre os cinco melhores do estado, chegando até a participar da Série D do Brasileirão. Nada disso, no entanto, foi suficiente.

Sem aporte financeiro, nem qualquer apoio, a diretoria da Fera Sertaneja já comunicou à Federação Pernambucana de Futebol (FPF) que não participará este ano da Série A2 do campeonato regional. O futebol de Petrolina, pelo visto, parece fadado ao ostracismo. A realidade é dura. E triste também.

Série D do Brasileirão: Juazeirense volta a vencer o São Raimundo e está nas oitavas de final

A Desportiva Juazeirense foi até Santarém, no Pará, ontem (7), para enfrentar o São Raimundo e voltar com a vaga nas oitavas de final da Série D do Brasileirão. Um empate no Colosso do Tapajós bastava, mas o ‘Cancão de Fogo’ foi além. Com autoridade, voltou a vencer os paraenses, dessa vez por 3×1.

No domingo passado, no Adauto Moraes, em Juazeiro (BA), a Juazeirense já havia vencido por 2×1. Na próxima fase, o Cancão irá encarar o Moto Club-MA. O inédito acesso à Série C ficou mais próximo.

Juazeirense desperdiça chances contra Botafogo, sofre gol no final e se despede da Copa do Brasil

A missão era difícil e a Desportiva Juazeirense lutou muito para torná-la possível. Em mais um bom jogo contra o Botafogo, o Cancão de Fogo perdeu por 1×0 da equipe carioca no estádio Los Lários, em Duque de Caxias, interior do Rio de Janeiro, e se despediu da inédita participação na Copa do Brasil.

A Juazeirense entrou com tudo na partida. Com uma marcação sob pressão, o Cancão encurralou o Botafogo no campo de defesa e teve várias oportunidades de gol na primeira parte do primeiro tempo. No entanto, a equipe de Juazeiro não conseguiu manter o ritmo, tomou um gol no final e está fora da competição.

O Cancão de Fogo só volta a campo agora no dia 12 de junho contra o Icasa, no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro (BA), em sua estreia na Série D do Brasileirão. (foto/reprodução Fox Sports Brasil)

Copa do Brasil: Com direito a homenagem, Juazeirense vai em busca de missão quase impossível contra o Botafogo

Vencer o Botafogo por dois gols de diferença no Rio de Janeiro e avançar de forma inédita à terceira fase da Copa do Brasil. Esta é a dura missão que a Desportiva Juazeirense terá diante do clube carioca, logo mais às 19h30, no estádio Los Larios, em Duque de Caxias.

Na primeira partida, realizada em Juazeiro na última semana, o Botafogo derrotou o Cancão de Fogo por 2×1. Mesmo assim, o time de Juazeiro se manteve na disputa. Caso devolva o placar, a Juazeirense leva a decisão para os pênaltis. (mais…)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br