Frutas voltam ao cardápio do Restaurante Popular na próxima semana

Usuários do Restaurante Popular de Petrolina que andam reclamando em veículos de comunicação locais da falta de frutas no cardápio no estabelecimento podem aguardar boas notícias. É que na próxima semana o fornecimento estará normalizado. Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do município (SEDESDH), desde que foi reinaugurado o restaurante Popular vem servindo refeições completas e balanceadas sempre acompanhadas por suco de frutas.

Já com relação à distribuição da fruta in natura, a SEDESDH salienta que o fornecimento será feito através do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), o qual iniciará a distribuição já na próxima semana, obedecendo o calendário programado para a entrega dos produtos.

Workshop debateu novas normas e técnicas de produção e comercialização de frutas para a região

Um encontro para debater a melhor fora para agilizar a produção e comercialização de frutas. O tema foi pautado no I Workshop sobre Critérios Técnicos, Comerciais e Legislativos na Produção e Comercialização de Frutas, ocorrido na terça, 7,  no Nobile Suites Del Rio Petrolina. O evento foi realizado por meio da parceria da Adagro – Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco e a Argofruta Comercial Exportadora LTDA.

 O objetivo do Workshop foi conscientizar e orientar os produtores que comercializam suas frutas com através da Argofruta para praticarem as melhores técnicas de produção e comercialização, visando a qualificação dos seus frutos nos aspectos de saudabilidade,  segurança alimentar, sabor e sustentabilidade, atendendo as exigências de toda a legislação vigente.

Os temas em destaque foram: Demandas Nacionais e Internacionais de Consumo de Frutas-Cenários e Tendência; Certificação Fitossanitária. Nathalia Laranjeira; Uso dos Agrotóxicos na Produção de Frutas-Segurança Alimentar e Preservação Ambiental. Artur Gonçalves; Importância do Atendimento aos Critérios Técnicos, Comerciais e Legislativos na Comercialização de Frutas. Antonio Feitosa.

Para os participantes, o evento reuniu informações importantes e necessárias como normas e leis vigentes para a produção e comercialização de frutas, como também orientou sobre as exigências do mercado nacional e internacional de frutas no cenário atual e futuro.

Associação dos Comerciantes do Residencial Vivendas inova e cria feira para vender frutas e legumes

legumesA Associação dos Comerciantes do Residencial Vivendas (Acovipe), em Petrolina, inovou e criou uma ‘Feira Livre’ para vender frutas, legumes e hortaliças fresquinhos na comunidade. Único residencial da cidade a ter este tipo de iniciativa, a primeira feira já vai ser realizada neste domingo (14), a partir das 7h.

Segundo a Acovipe, a ideia de realizar a feira surgiu da necessidade dos moradores, visto que o residencial fica muito distantes da área central de Petrolina e muitos não têm como se deslocar para outros locais para comprar esses alimentos. A iniciativa busca beneficiar não apenas os moradores dos residenciais, mas também as comunidades vizinhas.

Chuvas afetam qualidade e elevam preços de frutas e verduras no Mercado do Produtor de Juazeiro

Devido às últimas chuvas, o preço de muitas frutas e verduras comercializadas no Mercado do Produtor de Juazeiro (BA) tem variado bastante. Além do reajuste, falta também qualidade nos produtos.

Cenoura, tomate e abóbora, por exemplo, são alguns dos que mais aumentaram o preço nos últimos dias, pois as chuvas prejudicaram as produções e também o transporte das mercadorias.

Em alguns boxes, o preço do saco da cenoura pode chegar até R$ 100, mesmo preço da caixa do tomate. A goiaba também teve um aumento considerável, podendo ser encontrada a caixa de 20 quilos por até R$ 50.

Feiras

Esses preços acabam afetando os pequenos comerciantes de feiras da cidade, que precisam gastar mais para revender os produtos em suas bancas. Já o consumidor tem que mexer no bolso para levar os produtos para casa.

Frutas do Vale do São Francisco serão exportadas novamente para África

cargueiro petrolinaAssim como nos anos anteriores, o Vale do São Francisco terá ligação novamente com o continente africano a partir do Aeroporto Internacional Senador Nilo Coelho, em Petrolina, destinado a escoar a produção de frutas da região.

A Cargolux, empresa aérea internacional de transporte de cargas, será a responsável pelos voos com destino à África, mais especificamente à cidade de Acra, capital de Gana. Ao total foram solicitados, até o fechamento desta matéria, 12 voos entre Petrolina e Acra, sendo o primeiro já na madrugada da próxima quarta-feira (23).

Porém, diferentemente dos anos anteriores, dos 12 voos ao continente africano, somente um é de fato “extra”. Os demais são os atuais voos regulares, que já ocorrem nas madrugadas das terças para as quartas-feiras, mas que tiveram seu destino alterado de LUX (Luxemburgo) para ACC (Acra). Com essa mudança, o trilho do voo passará a ficar da seguinte forma: Luxemburgo – Campinas (SP) – Curitiba (PR) – Petrolina (PE) – Acra (GANA) – Luxemburgo.

O único voo extra até o presente momento solicitado será na madrugada do dia 14/11, tendo horário previsto para pouso a 1h35 da manhã, vindo direto do Aeroporto de Viracopos, fazendo o seguinte trilho: Luxemburgo – Campinas – Petrolina – Acra – Luxemburgo. (fonte/foto: PNZ Potter)

Culturas de clima temperado no Semiárido serão discutidas durante Fenagri 2014

Fenagri seminárioA 25ª Feira Nacional da Agricultura Irrigada (Fenagri 2014), programada para acontecer entre os dias 28 e 31 de maio em Petrolina, vai suscitar o debate sobre a introdução de culturas de clima temperado no Semiárido. O evento será realizado pela Embrapa, no dia 29 de maio, no auditório do Senai, Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio.

Pesquisadores, produtores e especialistas em mercado de frutas de clima temperado vindos de várias partes do país deverão discutir os principais resultados destas culturas, que já estão sendo produzidas em escala comercial e representam um futuro promissor para o Vale do São Francisco.

Para se ter uma ideia, em dezembro do ano passado um produtor do Núcleo 3 do Projeto Senador Nilo Coelho colheu 40 toneladas de maçã com resultados comerciais bastante satisfatórios.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Semiárido, Paulo Roberto Coelho Lopes, serão apresentados vários trabalhos com os cultivos da macieira, pereira e caquizeiro. Também estão programadas avaliações técnicas e perspectivas dos cultivos das maçãs, peras e caquis produzidas na região. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no local do evento ou através do site: www.fenagri2014.com.br, no link: http://www.cpatsa.embrapa.br/eventos/inscricao-fenagri2014. (Fonte/foto: CLAS Comunicação) 

Embalagens inovadoras para frutas são apresentadas na Semiárido Show

EmbalagensEmbalagens inovadoras para serem utilizadas na comercialização de frutas estão sendo apresentadas na Semiárido Show 2013. Elas foram desenvolvidas pela Embrapa Agroindústria de Alimentos, pelo Instituto Nacional de Tecnologia (INT) e pelo Instituto de Macromoléculas (IMA) da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Na composição, até 30% do material plástico pode ser substituído por fibras da bucha vegetal e do pseudocaule de bananeiras e mamoeiros. A ideia é reduzir o passivo ambiental gerado pelo consumo de plásticos nas embalagens, volume que cresce a cada dia em função da oferta de produtos frescos de qualidade ou minimamente processados e prontos para o consumo.

As embalagens testadas foram desenvolvidas para frutas como morango, mamão, caqui e manga. São alimentos suscetíveis a impactos e que têm grande perda durante as etapas de pós-colheita, embalagem, transporte e oferta ao consumidor. De acordo com o pesquisador Antônio Gomes Soares, só as perdas no setor de frutas podem chegar a 35% devido às injúrias que inviabilizam a comercialização.

“Daí nossa preocupação de não só desenvolver embalagens menos agressivas ao meio ambiente, mas também mais adequadas para a acomodação das frutas”, destacou.

As embalagens já estão em validação e ajustes dos processos de fabricação no polo frutífero de Nova Friburgo (RJ) e de Petrolina. A expectativa dos pesquisadores é chegar até o final do ano com embalagens validadas e estimativas de custo-benefício para poder oferecer o projeto de novas embalagens biodegradáveis e anatômicas às empresas do Brasil e do exterior.

Quem quiser conferir de perto a novidade, pode visitar a Semiárido Show, na Embrapa Semiárido, das 8h às 17h. O evento termina amanhã (1º/11). As informações são da assessoria. (Foto/divulgação)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br