Mobilização contra reformas de Temer e “perseguição” a Lula acontecerá hoje em Petrolina

Mais uma mobilização promovida pela Frente Brasil Popular será realizada em Petrolina. O ato público acontecerá nesta quinta-feira (20), em frente à sede da prefeitura municipal, na Avenida Guararapes, Centro da cidade, a partir das 16h.

Os manifestantes irão reforçar o protesto contra as reformas trabalhista e previdenciária, proposta pelo Governo Temer, e contra o que consideram “perseguição” ao ex-presidente Lula. O ato também pedirá novamente a renúncia de Michel Temer e a realização imediata de eleições diretas no País.

Frente Brasil Popular de Petrolina inicia mobilização para o ‘Fora Temer’ e ‘Diretas já’

Reunidos na noite desta quinta, 18, integrantes da Frente popular de Petrolina definiram os próximos passos do grupo que abrange mais de 20 entidades – entre sindicatos, movimentos sociais e partidos de esquerda – da região. O encontro foi agendado diante dos novos escândalos políticos envolvendo o nome do presidente Michel Temer, que foi delatado pelos donos da JBS dando aval para a compra do silêncio do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, o qual está preso e foi condenado a 15 anos dentro da operação Lava Jato.

Segundo o médico Aristóteles Cardona, que integra a Consulta Popular e coordena a Frente no município, além de mobilizar contra as reformas da Previdência e trabalhista, o foco será os protestos do ‘Fora Temer’  e pelas eleições ‘Diretas Já’, antecipando o pleito presidencial, que no calendário nacional está marcado para o próximo ano.

“Tiramos uma semana de atividades, começando domingo, 22, a partir das 7h, na feira da Areia Branca, quando faremos panfletagem, dialogando com a sociedade sobre a pauta do Fora Temer e diretas já para restabelecer a democracia em nosso país”, frisou Aristóteles.

Ele informou ainda que foi tirada um comissão que marcará a Frente de Petrolina no ‘Ocupa Brasília’, ato que está ocorrendo na capital federal para pressionar a saída de Temer da presidência.

Manifestantes tomam as ruas de Petrolina em dia nacional de mobilização

As ruas de Petrolina foram palco de protestos nesta manhã de sexta, 31, no dia nacional de mobilização nacional. O movimento foi puxado pela Frente Brasil Popular de Petrolina que é formada por 18 instituições no município. O ato reuniu trabalhadores, sindicalistas, funcionários públicos, líderes comunitários e políticos de partidos de esquerda. A pauta principal do protesto foi contra o projeto terceirização no mercado de trabalho em todas as áreas, proposta aprovada pelos deputados federais na semana passada, além das reformas da previdência e trabalhista. A caminhada saiu da Praça do Bambuzinho, centro da Cidade.

O movimento realizou a primeira parada em frente à Prefeitura Municipal. Com música, palavras de ordem e até uma ciranda, os trabalhadores cobraram dos parlamentares da região, um compromisso com os trabalhadores na defesa dos seus direitos. “Estamos aqui para pressionar os deputados federais de Pernambuco a votarem contra a reforma da previdência. Não vamos esquecer de quem não tomar uma posição a favor dos direitos conquistados pelos trabalhadores”, declarou a vereadora Cristina Costa, do PT.

Durante a caminhada, foram distribuídos folhetos com as novas regras para a aposentadoria de acordo com o PEC 287 que tramita no Congresso Nacional, para conscientizar a população do retrocesso a proposta representa para as categorias. Todas as centrais sindicais decidiram por uma greve geral no país por tempo indeterminado, começando dia 28 de abril.

“A greve geral é um protesto dos trabalhadores do Brasil contra a terceirização e a PEC da reforma da previdência com a participação de todas as centrais sindicais e movimentos sociais “, explicou Walber Lins, presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindisemp). (Foto: Ascom)

 

Frente Brasil Popular em Petrolina mobiliza participantes para dia de protestos neste 31 de março

A Frente Brasil Popular  em Petrolina integra a lista de entidades que promovem nesta sexta, 31, um dia de manifestação em todo o Brasil contra os projetos de reforma trabalhista e previdenciária, bem como contra a terceirização que foi aprovada semana passada na Câmara e agora está tramitando no senado.

Conforme o coordenador da Frente, o médico Aristóteles Cardona, um grande ato reunirá sindicatos, movimentos sociais, políticos e partidos de esquerda e quem mais se contrapor a agenda de reformas do governo federal que atingem em cheio os trabalhadores brasileiros.

“Vamos nos concentrar na Praça do Bambuzinho a partir das 8h30, em seguida sairemos em caminhada até a agência do INSS onde faremos uma plenária pública no local”, anunciou o coordenador que comemora o crescimento do movimento na cidade e o envolvimento da população nos atos cotra o governo e suas retiradas de direitos.

Frente Brasil Popular sai às ruas de Petrolina contra mudanças do Governo Temer

mobilizacao-petrolina2

Integrantes da Frente Brasil Popular reforçaram na manhã desta sexta-feira (11) o ato público nacional contra as mudanças propostas pelo Governo Michel Temer para recuperar a economia do país. A mobilização teve início na Praça do Bambuzinho, Avenida Souza Filho, no Centro da cidade, e contou com a participação de 35 organizações – entre sindicatos, movimentos estudantis, representantes de igrejas e militantes de esquerda. (mais…)

Frente Brasil Popular divulga calendário de atividades em Petrolina

frente-brasil-popular-petrolinaCerca de 40 militantes da Frente Brasil Popular de Petrolina (coletivo formado por diversas organizações sociais da região), reuniram-se no auditório do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrolina (Sindsemp), na noite de ontem (24), para traçarem os próximos passos do grupo na cidade.

A Frente Brasil Popular, que se destacou nacionalmente na luta contra o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), “propõe o fortalecimento do combate aos ataques contra os direitos trabalhistas, apoiando todas as formas de luta que representem a resistência popular“, destaca o movimento, em nota.

A Frente definiu por apoiar e divulgar o calendário de lutas, que já foi iniciado hoje (25) com um debate sobre a PEC 241 na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

Acompanhe o calendário:

Quinta-feira (27)

8h – Ato dos secundaristas (organizado pela Uespe);
10h – Debate do Conselho Municipal de Saúde sobre a PEC 241 – Auditório da Secretaria Municipal de Saúde;
18h – Reunião dos sindicatos para construir o Dia Nacional de Paralisações;

Sexta-feira (28)

– Reunião do Comitê de Educação da Frente Brasil Popular (a confirmar local)

Segunda-feira (31)

19h – Reunião da Frente Brasil Popular. Local: Sindsemp.

Sexta-feira (11/11)

– Dia Nacional de Paralisação.

Frente Brasil Popular lança Comitê de Saúde em Petrolina

comitê saude frente brasil popular petrolina

Foi lançado na última quarta-feira (14), no auditório da Biblioteca da Univasf, o Comitê de Saúde da Frente Brasil Popular de Petrolina. Segundo representantes, o intuito é realizar atividades relacionadas à luta referente ao “golpe” contra a presidente Dilma Rousseff e à defesa do Sistema Único de Saúde (SUS), ameaçado por medidas propostas pelo atual governo interino.

(mais…)

PRF confirma suspensão de tráfego na Ponte Presidente Dutra para realização de ato público da Frente Brasil Popular

manifestante ponteA 6ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Petrolina, confirmou a interrupção no tráfego da Ponte Presidente Dutra, que liga a cidade a Juazeiro (BA), começando às 17h30 até 18h30 desta segunda-feira (11), para um ato público promovido por integrantes da Frente  Brasil Popular.

O evento deverá contar com a presença do ex-presidente Lula. Segundo informou a PRF, a expectativa de público informada pelos organizadores do ato público é de aproximadamente 15 mil pessoas. (foto/arquivo Blog)

Ex-presidente Lula deverá estar em Petrolina na próxima semana para manifestação “contra o golpe”

lula50O ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva deverá estar em Petrolina na próxima semana (dia 11), para um ato público promovido pela Frente Brasil Popular (FBP), batizado de ‘Semiárido contra o Golpe’. O evento contará com o apoio da Articulação do Semiárido do Nordeste (ASA), informou a assessoria do Partido dos Trabalhadores (PT).

A mobilização será a segunda promovida pela Frente Brasil Popular em Pernambuco. A primeira começará já nesta segunda (4), a partir das 15h, na Praça do Bambuzinho, Avenida Souza Filho, no Centro da cidade.

Trata-se da ‘Caravana da Democracia’, que sairá de Petrolina percorrendo vários municípios do estado, do Sertão ao Litoral, contra o governo interino do vice-presidente Michel Temer (PMDB) e em defesa dos direitos sociais e trabalhistas conquistados nos últimos anos que se encontram ameaçados pelo Governo Temer.

Pela manhã, com o apoio da Frente em Juazeiro (BA), os participantes serão recebidos com um café da manhã no espaço de convivência da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), no campus localizado na cidade baiana. Na universidade acontecerá uma reunião ampliada da FBP, a partir das 9h, com a participação da militância, entidades ligadas aos trabalhadores e agricultores, estudantes, detentores de mandatos dos partidos que fazem parte da FBP e dirigentes partidários, dos movimentos sociais e sindicatos que integram a Frente na região.

Roteiro

A Caravana partirá de Petrolina para cidades como Ouricuri, Salgueiro, Surubim, Garanhuns, Caruaru e Recife, quando será encerrada dia 13 com um grande ato na capital, que também contará com Lula.

Frente Brasil Popular repudia ato de violência registrado em acampamento no centro de Petrolina

imagesOs integrantes da Frente Brasil Popular (FBP), que defendem a permanência da presidente Dilma Rousseff, passaram por um grande susto na noite desta sexta-feira (29).

O grupo, que permanece no ‘Acampamento Popular pela Democracia e Contra o Golpe’, montado na Praça Dom Malan, Centro de Petrolina, foi vítima de agressão durante a realização da plenária das Mulheres na noite de ontem, quando quatro homens não identificados invadiram o espaço e agrediram os membros. Em nota enviada ao Blog o grupo repudiou a ação.

Acompanhem:

Nós, organizações que compõem a Frente Brasil Popular Petrolina, repudiamos veementemente o fato ocorrido na noite dessa sexta-feira, 29 de abril, no Acampamento Popular pela Democracia, instalado no Centro de Petrolina, Praça Dom Malan.

Durante a realização da plenária Mulheres pela Democracia, quatro homens em duas motos invadiram o espaço da praça em alta velocidade, com agressão verbal e tentativa de violência física.

É inconcebível que tal ação tenha ocorrido em um espaço amplo, democrático e pacífico como tem sido o Acampamento Popular pela Democracia há três dias, desde seu início, em 27 de abril.

Não há dúvida que a ação é mais um exemplo da intolerância que vêm sofrendo os grupos organizados de esquerda no Brasil, que com o objetivo de superar os desafios da atual conjuntura, qualificam o debate político no país. 

A Frente Brasil Popular Petrolina reafirma seu compromisso com a democracia e a luta dos povos. Não nos acovardaremos diante do ocorrido. Pelo contrário, reforçamos a nossa luta, nossa unidade e nosso dever com a construção do Projeto Popular.

Frente Brasil Popular Petrolina

Sábado será de mobilizações em Petrolina

manifestação PSOL PCBA manhã deste sábado (30) será de mobilizações em Petrolina. Uma delas é promovida pela Frente Brasil Popular, que sairá às ruas contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff. O evento é parte da programação do ‘Acampamento Popular pela Democracia e Contra o Golpe’ montado desde quinta-feira (28) na Praça Dom Malan, ao lado da Catedral, no Centro da cidade.

A programação inicia-se a partir das 8h com uma concentração no acampamento. Por volta das 10h, os manifestantes sairão em caminhada pelas principais avenidas. A concentração será na Praça Dom Malan.

No mesmo dia, mas em outro ponto da cidade, a Frente de Esquerda Socialista, formada pelo PCB e PSOL, se reúnem a partir das 9h na Praça do  Bambuzinho para reivindicar melhores condições de vida para os trabalhadores. Segundo a organização, o ato terá como pautas principais a privatização da saúde, o aumento de passagens e a retirada de direitos da classe trabalhadora nas esferas nacional, estadual e municipal.

O movimento propõe a construção de uma jornada de lutas para barrar o ajuste fiscal, as demissões e a terceirização, reivindica educação e saúde pública de qualidade, tarifa zero, estatização e controle do transporte público, o combate à poluição do Rio São Francisco pelo agronegócio, além de saneamento e da construção do poder popular tendo como moldes o socialismo

Participarão do ato público representantes da Associação dos Trabalhadores do SUS-PE (Astra SUS), Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Petrolina (Sinticon), Sindicato dos Trabalhadores do Comércio de Petrolina (Sintcope), Seção Sindical dos Docentes da Universidade do Vale do São Francisco (SindUnivasf) e Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol).

Coordenador estadual do MST e presidente da CUT-PE abrem nesta quarta em Petrolina Acampamento Democrático Popular

acampamento frente brasil popularO coordenador estadual do Movimento dos Sem Terra (MST), Jaime Amorim, e o presidente da Central Única dos Trabalhadores em Pernambuco (CUT-PE), Carlos Veras, abrem às 19h desta quarta-feira (27), em Petrolina, o Acampamento Democrático Popular. O ato acontece na ‘Tenda da Democracia’, que será erguida na estrutura do acampamento montada na Praça Dom Malan, próximo à Igreja Catedral, Centro da cidade.

O  acampamento é uma proposta da Frente Brasil Popular (FBP) realizada em todo o país. O movimento prossegue até domingo (1) quando está previsto um grande ato em defesa dos trabalhadores por conta do Dia do Trabalho.

Até o domingo haverá programação diária no acampamento, com oficinas diversas, música, artesanato, plenárias, debates e atos culturais à noite – que terão a presença de artistas engajados e simpatizantes da FBP na região.

O acampamento será aberto com as falas de Veras e Amorim, entre outras lideranças das organizações que formam a FBP na cidade. O movimento foca ações contra o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff e reforça a importância da democracia no país “como vetor essencial de liberdade e respeito à população”. As informações são da assessoria.

Integrantes da Frente Brasil Popular se concentrarão no auditório do STR para acompanhar votação do impeachment

propesto 1

Os integrantes da Frente Brasil Popular (FBP), que defendem a permanência da presidente Dilma Rousseff e os princípios democráticos no país, tiveram um final de semana intenso em Petrolina. Logo mais a partir das 14h, eles deverão se concentrar no auditório do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, na Avenida das Nações, para acompanhar a votação na Câmara dos Deputados.

Ontem (16) e sexta-feira (15) a mobilização aconteceu pelas ruas da cidade, por meio de panfletagens. Na quinta (14), um ato político-cultural que atraiu cerca de 300 pessoas foi promovido no auditório da Univasf (foto), o evento, além de criticar o que a frente considera “tentativa de golpe”, contou com apresentações culturais e shows de Mariano Carvalho e João Sereno. O poeta e cantador Maviael Melo, que não pôde estar presente, organizou a participação dos músicos.

Frente Brasil Popular promove hoje mobilização pró-Dilma em Petrolina e Juazeiro

Após manifestantes contrários ao governo da presidente Dilma Rousseff tomarem às ruas nos últimos dias, representantes da Frente Brasil Popular prometem realizar uma mobilização pró-Dilma na tarde desta sexta-feira (18) em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA). O protesto em Petrolina está previsto para começar a partir das 15h na Praça do Bambuzinho, onde os manifestantes devem sair em defesa do governo Dilma.

Segundo os representantes, a defesa é pela democracia brasileira e os direitos sociais conquistados ao longo dos governos do ex-presidente Lula e da presidente Dilma.

A vereadora Cristina Costa (PT) – que faz parte da Frente Brasil Popular – diz que o partido também é contra a corrupção, mas que a democracia precisa ser respeitada.  “Nós vivemos num país democrático e isso é importante. Nós do PT também queremos o fim da corrupção, não adianta a gente ser contra a corrupção só de cima. Somos contra a parcialidade do juiz Sérgio Moro. Moro se perdeu neste ponto e além disso que moral Eduardo Cunha tem para encaminhar um impeachment?”, questionou Cristina Costa.

Em Juazeiro, defensores da administração petista se reunirão no centro da cidade. A concentração será na Praça Dedé Caxias, na Avenida Adolfo Viana, também às 15h, de onde os manifestantes sairão em caminhada, percorrendo as principais ruas centrais. O grupo utilizará faixas e cartazes para reafirmar que “Não vai ter Golpe”.

Na cidade baiana, o grupo também defenderá os direitos sociais e trabalhistas. Segundo os organizadores, a mobilização é em defesa da democracia. Entidades e movimentos sociais também devem se juntar ao manifestantes.

Frente Brasil Popular planeja ato em Petrolândia contra impeachment de Dilma

movimentoA Frente Brasil Popular  realizará na próxima sexta-feira (18) um ato em defesa do governo e contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff, em Petrolândia, no Sertão pernambucano.

Segundo os organizadores, o movimento acontece em  defesa da democracia e contra o “golpe”. A mobilização está marcada para acontecer a partir das 7h com concentração em frente ao fórum eleitoral na Av. Auspício Valgueiro Barros (próximo a Escola 6 de Março).

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br