Presidente da Codevasf e Fernando Bezerra anunciam fim da PPP do Pontal

No primeiro ato de governo do prefeito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), ocorrido nesta segunda-feira, 2, o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) e a presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Kênia Marcelino, trouxeram uma boa notícia para os produtores locais. O distrato com a empresa que detinha a concessão do Projeto Pontal. Conhecido como a PPP do Pontal, o modelo que sempre recebeu críticas dos agricultores, já passará para o modelo tradicional de implantação, como já existe nos perímetros Nilo Coelho e Maria Tereza.

A expectativa é que ainda esse ano seja anunciado a conclusão das obras do projeto e a ocupação do Pontal que está parado sem produzir a quase 15 anos. Perguntado se era uma surpresa para a região esse anúncio da mudança de modelo com o distrato feito com a empresa ganhadora da concessão no Pontal, o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), informou que já tinha falado a respeito cinco meses atrás na posse do atual superintendente da Codevasf em Petrolina, Aurivalter Cordeiro.

“Na realidade não foi surpresa. A gente já disse na posse de Aurivalter que iriamos rever o modelo, um pleito que vinha sendo defendido pelo deputado federal Guilherme Coelho. Foi um acordo amigável. Os empresários desistiram da implantação do projeto e a Codevasf está ultimando a celebração do distrato, o que vai permitir que seja feita a licitação das áreas já no modelo tradicional”, frisou FBC.

Investimentos

Conforme estudos da Codevasf, serão necessários R$ 150 milhões para a conclusão do Projeto Pontal para iniciar a licitação das áreas. Bezerra Coelho afirmou que esperar trazer o presidente Michel Temer (PMDB) à Petrolina para anunciar esses investimentos e outras ações que deverão ser celebradas entre a União e a Prefeitura de Petrolina.

“Vamos trabalhar também junto ao ministro Dyogo Oliveira (Planejamento) para colocar o Pontal de volta no PAC e assina garantir os investimentos necessários para concluir e fazer o Pontal produzir”, acrescentou o senador. A presidente da Codevasf, Kênia Marcelino, que visitou o Pontal antes do ato do prefeito Miguel Coelho ocorrido na 3ª superintendência do órgão em Petrolina, revelou que o órgão já inicia de imediato os estudos para que o distrato ocorra de forma ágil os lotes passem a ser ocupados.

“Estamos discutindo com o Incra a situação da ocupação que hoje está na área, para que seja feita de forma muito tranquila a reintegração de posse e assim iniciarmos o processo de estudos de conclusão da obras necessárias ao início da produção no Pontal”, registrou a presidente.

O deputado federal Guilherme Coelho considerou o distrato um avanço fundamental para que o projeto Pontal irrigue as terras da região. “A presidente nos traz uma notícia fantástica, que vai trazer prosperidade a muitas pessoas que receberão um lote irrigado. Meu pai (ex-deputado Osvaldo Coelho) lutou contra essa PPP em seus últimos anos de vida, e agora o sonho de Osvaldo foi realizado”, festejou o deputado.

Vídeo Blog: Em discurso de despedida, Maria Elena ratifica lealdade ao grupo do senador FBC

Em tom de despedida, Dr.Pérsio diz aguardar gesto do grupo de FBC após eleição de Miguel Coelho

persio-confraternizacao2

Prestes a encerrar seu mandato na Casa Plínio Amorim, o vereador Dr.Pérsio Antunes (PV) reuniu num almoço de confraternização, realizado na tarde de ontem (18) no Petrolina Palace, seus amigos, correligionários e companheiros de partido. Apesar do tom de despedida, o vereador deixou a entender que ainda aguarda uma sinalização positiva do grupo do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), do qual faz parte, em relação ao empenho do PV para eleger Miguel Coelho como prefeito do município. (mais…)

Empolgados com início de nova gestão, socialistas de Afrânio saem em busca de melhorias para município

socialistas-afranio-fbc

Os socialistas de Afrânio (PE), no Sertão do São Francisco, não escondem a ansiedade para o início da nova gestão, que terá Rafael Cavalcante (PMDB) como prefeito. Eles acreditam que o alinhamento com os governos estadual e federal deve trazer boas-novas para o município, que foi administrado há 40 anos pela família da atual prefeita Lúcia Mariano (PTB). (mais…)

Vereador Manoel da Acosap reúne-se com FBC em Brasília: Caminho de volta?

fbc-e-manoel-da-acosap

Quem se encontra em Brasília (DF) é o vereador Manoel da Acosap (PTB). Ele até conseguiu espaço na agenda do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) para uma reunião com o socialista. E ficou empolgado.

“Conversamos sobre muita coisa boa para Petrolina”, afirmou Manoel a este Blog. Detalhe: o vereador já foi do grupo de FBC, mas nas eleições deste ano seguiu com o deputado federal Adalberto Cavalcanti (PTB), que disputou a prefeitura.

Perguntar não ofende: será que Manoel está fazendo o caminho de volta?

FBC recebe em seu gabinete prefeitos pernambucanos eleitos e mostra otimismo para 2017, mas faz alerta

fbc-e-prefeitos-eleitos

O senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE) recebeu nesta quarta-feira (19) no gabinete, em Brasília (DF), dez prefeitos pernambucanos eleitos no primeiro turno ou reeleitos, no último dia 2. Quatro deles são do PSB: João Luís Ferreira Filho, o “Joãozinho” (Limoeiro); Marcello Maranhão (Ribeirão); Tácio Pontes (Parnamirim); e Geomarco (Dormentes).

Também estiveram com o senador os eleitos para a gestão dos municípios de Camaragibe, Demostenes Meira (PTB); Mirandiba, Rose Cléa Máximo (PSD); Lagoa Grande, Vilmar Cappellaro (PMDB); São Joaquim do Monte, Joãozinho Tenório (PSDB); Santa Cruz do Capibaribe, Edson Vieira (PSDB); e Belém do São Francisco, Professor Licínio (PSD). Além de agradecerem pela audiência com o socialista, os prefeitos conversaram com sobre as perspectivas políticas e econômicas para os próximos meses.

“Eu acredito em um cenário mais positivo para o país”, destacou FBC. “O governo federal tem demonstrado empenho em ajudar os estados e municípios a superarem esta crise econômica, que deve dar sinais de efetiva melhora no início do próximo ano”, afirmou o senador, que é o primeiro vice-líder do governo no Senado pelo Bloco Parlamentar Socialismo e Democracia. Durante as conversas com os prefeitos, ele alertou, contudo, que os novos gestores precisam ser cautelosos com os gastos públicos. “É imprescindível que as finanças e as despesas sejam organizadas porque o primeiro ano de gestão municipal deverá ser de prudência”, observou.

Elismar Gonçalves nega que esteja voltando ao grupo de FBC, mas garante: “Dá para ter uma boa convivência com Miguel”

elismar

O prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PMDB), poderá perder mais um dos seus na Câmara de Vereadores. Não bastassem as especulações em torno do Major Enfermeiro (PMDB), que foi reeleito no último domingo (2), há quem garanta que outro reeleito, Elismar Gonçalves (PMDB), também estaria ensaiando uma volta ao grupo do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB).

Tais articulações têm o objetivo de garantir ao prefeito eleito, Miguel Coelho (PSB), a maioria na Casa Plínio Amorim que ele não teve nas urnas. Elismar, no entanto, nega que esteja mudando de camisa. “Agora eu sou oposição e continuarei na oposição”, declarou.

Elismar ressaltou que isso não o impedirá de apoiar projetos enviados por Miguel ao Legislativo Municipal, que venham para desenvolver Petrolina. “Ao contrário do que os meus colegas que fizeram oposição ao prefeito Julio Lossio, eu apoiarei Miguel nos projetos que sejam benéficos para nossa cidade”, ponderou.

O vereador disse ainda que Petrolina “está acima de interesses políticos” e  que não há mais espaço para “disputas apequenadas”. Pelo perfil calmo que marcou seu primeiro mandato, Elismar assegurou que, mesmo na oposição no ano que vem, “dá ao menos para ter uma boa convivência” com o socialista.

Surpresa

Um dos mais cotados a não retornar à Casa, Elismar admitiu ter ficado surpreso com o bom desempenho nas urnas ao obter 2.264 votos, sendo o 13° mais votado. Ele acredita que sua reeleição foi fruto do trabalho realizado pela cidade, em especial nas suas bases eleitorais na zona rural – Bebedouro, Nova Descoberta e comunidades da área ribeirinha. “O povo da minha região correspondeu”, avaliou.

Ao citar Lossio na Lava Jato, Ronaldo Cancão defende ex-aliado FBC

ronaldo cancão

Ex-aliado do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB), o vereador reeleito Ronaldo Cancão (PTB) garantiu que sua postura, a partir do ano que vem, é de oposição ao prefeito eleito Miguel Coelho (PSB). Será mesmo?

Pelo menos na sessão plenária desta terça (4), ele já deu pistas de que não deverá ser, assim, tão opositor. Ao comentar de que teve uma “baita surpresa”, na Delegacia da Polícia Federal (PF), em Juazeiro (BA), na semana passada, por saber que o juiz Sérgio Moro intimou duas pessoas ligadas à Prefeitura de Petrolina, além do próprio Julio Lossio (PMDB), na Operação Lava Jato, Cancão soltou o verbo.

Ele disse que a denúncia refere-se à quantia de R$ 1 milhão do Instituto de Gestão Previdenciária (Igeprev). “O prefeito está indiciado, juntamente com dois gestores dele. Então, ninguém aqui tem moral para falar de ninguém”, desabafou, justificando o fato de o senador ter sido denunciado pelo procurador da República, Rodrigo Janot, na Lava Jato. Para os analistas de ocasião, as declarações do vereador já dão uma pequena mostra de que ele já está se reaproximando, sem sentir, do grupo de FBC.

FBC lembra Eduardo Campos ao defender afastamento definitivo de Dilma: “Pecha injusta”

fbc3“Fica claro que a pecha de pessimistas que nos imputaram era equivocada e injusta”. Do senador Fernando Bezerra Coelho (PSB-PE), ao defender ontem (30) no Senado o impeachment da presidente Dilma Rousseff, lembrando que seu partido decidiu desembarcar do governo da petista porque o ex-governador Eduardo Campos, em 2013, já alertava para a política econômica do Governo Dilma. (foto/divulgação)

Senador FBC está inscrito para reta final do julgamento de Dilma

FBCAo contrário de ontem (29), o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) está inscrito nesta terça-feira (30) para julgar o processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff.

O parlamentar pernambucano será o 51° na lista dos senadores que irão analisar as denúncias contra Dilma e dar seu voto.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br