Estudante de 17 anos acusa professor de abuso sexual no CETEP de Juazeiro e diz que direção tentou ‘abafar’ ocorrido; gestora nega omissão

Um professor do curso técnico de Enfermagem do Centro Territorial de Educação Profissional do Sertão do São Francisco (CETEP), em Juazeiro (BA), foi denunciado por uma estudante menor de idade que o acusa de assédio sexual. O fato, de acordo com a jovem, de 17 anos, aconteceu no último dia 13 de junho, dentro da própria instituição, que fica localizada no Bairro São Geraldo. A estudante relata que foi chamada pelo professor até o laboratório de enfermagem, quando percebeu que não tinha ninguém no local. “Inicialmente, fiquei na porta ao perceber que não havia ninguém no laboratório, o mesmo insistiu para que entrasse, assim fiz, ao entrar pediu para olhar meu joelho e insistiu para que deitasse na maca e tirasse minha calça, nesse momento me recusei e reafirmei que não havia nada de errado com meu joelho, no instante estava nervosa e o professor estava rindo“, afirma. (mais…)

Exemplo: Menino de 9 anos que ensina a mãe a ler ganha concurso da Rede Municipal de Petrolina

Ele tem apenas 9 anos de idade e já é exemplo para muita gente grande. Klebson Barbosa, que estuda na escola Luiza Castro, Bairro João de Deus, zona oeste da cidade, foi o vencedor do concurso de ‘melhor aluno leitor’ da rede municipal de Petrolina. ‘Festa de Aniversário’, crônica de Luiz Fernando Veríssimo, foi o texto que deu a vitória ao pequeno estudante. (mais…)

Soteropolitana de nascimento e petrolinense de coração, estudante de Odontologia vira ‘fera’ no fisiculturismo

Natural de Salvador (BA), mas petrolinense de coração, a estudante de Odontologia Jade Gouvêa praticamente está pronta para seguir sua profissão universitária. Mas a paixão pelas atividades físicas a levou a trilhar outro caminho.

Juntamente com o namorado, Renan Peres, ela criou um perfil nas redes sociais – o Instablog@fitemcasal –, onde compartilham toda a rotina saudável de alimentação e exercícios. Isso, porém, ainda era pouco para os dois.

Há poucos meses Jade e Renan decidiram iniciar a vida de atletas de fisiculturismo, com uma preparação e dedicação fora do comum, que levou Jade a conquistar, no último domingo (28), o título de vice-campeã estadual na categoria Bikini Fitness, do Campeonato Baiano de Fisiculturismo.

Sem dúvida, uma história de foco, companheirismo, dedicação e que inspira mais de 54mil pessoas. Que o casal continue nesse ritmo! (Foto/divulgação)

Estudante da Uneb promove campanha para permanecer por 3 meses na Itália em projeto de pesquisa

A estudante de Pedagogia da Universidade do Estado da Bahia (Uneb)/Campus Juazeiro, Luana Canário de Almeida, foi selecionada para participar de um projeto de pesquisa fora do País. Ela irá para a Universidade de Padova, na Itália, e terá que ficar por lá três meses. Por isso iniciou uma campanha pelas redes sociais e na região para conseguir ajuda financeira para a sua estada, já que não tem como custear as despesas sozinha.

“A Uneb se comprometeu com os custos das passagens ida e volta. Mas moradia, alimentação, deslocamentos e demais despesas são por minha conta”, revelou Luana. A estudante contou que o projeto contribuirá muito para a sua formação profissional e por esta razão resolveu criar a campanha.

“Além de conhecer as metodologias de ensino e pesquisa diferentes da minha realidade, poderei contribuir aqui no Brasil com o que eu aprender lá”, frisou. Ela ressalta que uma das ações da campanha é encontrar pessoas que estejam dispostas a contribuir com qualquer valor. “Pode ser R$ 10, R$ 20, R$ 30, R$ 50, R$ 100 ou quanto sentir que pode colaborar. Vai me ajudar a realizar esse passo muito importante em minha trajetória. Vocês com certeza estarão realizando comigo esse sonho”, acrescentou Luana.

Para quem quiser contribuir com a estudante, os dados bancários são: Banco do Brasil, agência 0069-8; Conta-Corrente 77930-0; ou Caixa Econômica Federal, agência 3586; Operação 013; Conta-Poupança 8450-3. As duas contas estão no nome da estudante, Luana Canário de Almeida. (Foto/divulgação)

Pai de atleta petrolinense busca ajuda para bancar despesas de filho durante intercâmbio no Canadá

O atleta Alfredo Ferreira Lima Neto, de 15 anos, está prestes a representar Petrolina no Canadá. Ele é um dos quatro jovens petrolinenses que farão intercâmbio esportivo e cultural pelo programa ‘Ganhe o Mundo Esportivo’ (PGME) 2017. O problema, porém, é que as despesas (estadia no país) serão todas dos esportistas e a família de Alfredo não tem condições para mantê-lo por dois meses no Canadá, período em que ocorrerá a competição. O embarque está previsto para julho.

Para realizar o sonho de Alfredo, seu pai, Jurandir Cardoso Lima, está em busca de dinheiro e patrocinadores para ajudar nas despesas do jovem no Canadá. “Eu sonho em vê-lo nos Jogos Olímpicos ou num Mundial. Corro atrás disso todos os dias. O sonho dele é ser reconhecido como atleta, e é por isso que eu estou nessa campanha. Ele compete há dois anos e tem bons resultados, por isso foi escolhido. Agradeço qualquer ajuda. Não temos condições financeiras e peço ajuda aos empresários e pessoas que se sensibilizem com meu filho”, apela.

Vinte atletas da rede estadual de ensino de Pernambuco farão o intercâmbio. Para serem selecionados, os jovens tiveram que atender a critérios de idade, médias escolares e resultados esportivos. Alfredo Neto, que é aluno do Colégio da Polícia Militar (CPM)/Anexo I e faz parte da Associação Petrolinense de Atletismo (APA), compete há dois anos e já tem várias conquistas. A última foi em Simões Filho, na região Metropolitana de Salvador (BA), onde foi campeão e vice-campeão em competições de Atletismo. O jovem também está no ranking brasileiro Sub-16 de Atletismo. Alfredo está no nono ano do ensino fundamental.

Assim como na edição de 2016, o programa desta temporada oferece um período de estudo e treinamento nos principais centros de excelência em educação e alto rendimento esportivo fora do País. A relação dos alunos-atletas que vão participar da edição 2017 do intercâmbio cultural e esportivo foi oficializada pela Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco. Quem quiser contribuir para que Alfredo Neto faça a viagem, basta entrar em contato pelos números (87) 98823-5072 e 8862-6767.

Secretaria rescinde contrato de servidor acusado de assediar aluna em escola municipal de Petrolina; Polícia investiga caso

Gerou forte repercussão pelas redes sociais o caso de um servidor da Escola Eliete Araújo, da rede municipal de Petrolina, acusado de assédio sexual a uma aluna de apenas 10 anos. A Secretaria de Educação (Seduc) já se pronunciou sobre o fato.

Em nota enviada ao Blog, a Seduc informou que desde a última sexta-feira (7) o servidor já não faz parte dos quadros da escola. “O professor auxiliar de atendimento pessoal, contratado em 2016, acusado de assediar uma aluna na Escola Eliete Araújo, teve seu contrato rescindido. Seu afastamento foi determinado e sua entrada na unidade escolar foi proibida após solicitação da direção local, por identificar a conduta do colaborador como não condizente com sua função”, afirmou a nota.

A Seduc ressaltou ainda que está prestando toda assistência à criança e à sua família, além de acompanhar o caso, que está sendo investigado pela polícia. O acusado pelo assédio não teve o nome divulgado.

Artigo do leitor: Estudante da Univasf critica condutor de ônibus da universidade que o ignorou em parada

O estudante da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Vladimir Nunes, lamenta um episódio ocorrido na noite de ontem (9), em Juazeiro (BA), após o ônibus da Univasf não ter parado para ele, apesar de o estudante ter feito sinal para que parasse.

Confiram:

Caro Carlos Britto,

Venho ao seu Blog expressar minha completa indignação e sensação de humilhação em relação ao constrangimento sofrido no início da noite desta quinta-feira, 09/02. Sou estudante do curso de Ciências Biológicas da Univasf, mas moro e trabalho em Juazeiro. Apesar das dificuldades decorrentes da tentativa de conciliar trabalho e estudo, faço o possível para conseguir “dar conta” dessas duas atividades.

Contudo nesta quinta-feira, exatamente às 18h05, no ponto de ônibus do Bairro Alto do Cruzeiro, ao lado da avenida, aguardando o ônibus “A” da Univasf, que deveria chegar a este local às 18h13, conforme itinerário atualizado que segue no link, fui surpreendido por completo ao pedir sinal ao motorista para que parasse e o mesmo me ignorou e seguiu seu trajeto, sem fazer a curva para entrar na parada de ônibus.

Imagine minha sensação de impotência e humilhação, carregado do peso dos livros, depois de ter trabalhado durante toda a manhã e tarde da quinta feira, aguardando ansiosamente pegar o ônibus para ir à biblioteca do Campus Juazeiro e utilizar 4 preciosas horas da noite para atualizar meu estudo semanal. O mesmo veículo, segundo o itinerário, chega ao Campus Juazeiro às 18h25. Sem um centavo sequer no bolso, voltei arrasado para meu local de trabalho para tentar estudar lá mesmo.

O episódio deixa transparecer que talvez, para o estudante pobre, não haja tanto respeito ou garantia de prestação de um serviço que deveria ser garantido a todos os estudantes. Ando de ônibus porque preciso, mas tenho certeza de que muitos de meus colegas ricos, que dispõem de veículo próprio, chegam no horário certo às aulas e aos estudos. Que episódio vergonhoso!

Espero que mais nenhum estudante precise passar pela mesma situação que passei.

Vladimir Nunes/Estudante de Ciências Biológicas – Univasf

Estudante de Petrolina do programa Ganhe o Mundo conta nas redes sociais como está sua rotina na Nova Zelândia

A estudante Mariana Menezes de Souza, do 3° ano do ensino médio da Escola de Referência Clementino Coelho (EREMCC), em Petrolina, postou em suas redes sociais como está sua rotina na Nova Zelândia, país para onde foi selecionada dentro do programa ‘Ganhe o Mundo’ 2017, iniciativa do Governo de Pernambuco – por meio da Secretaria de Educação. O embarque da estudante aconteceu na semana passada, junto com os outros colegas de escolas públicas estaduais que também integram o programa esse ano.

(mais…)

Mãe de estudante morta no IF Sertão-PE afirma que filha inalou substância tóxica

Nove meses após a morte da estudante Samara Andrade Bezerra, de 18 anos, ocorrida nas dependências do IF Sertão-PE campus Petrolina, no Bairro Jardim São Paulo (zona oeste da cidade), uma nova informação pode provocar uma reviravolta no caso. A mãe de Samara, Cleomilda Andrade dos Santos (foto), contesta a versão inicial sobre o óbito, de que a jovem teria desmaiado e batido com a cabeça no vaso sanitário. Segundo Cleide do Nova Vida I, como a comunitária é mais conhecida, a causa mais provável é a de que sua filha tenha sido intoxicada por inalação de cianeto (ou cianureto) de potássio.

Ela revelou que teve acesso ao celular de Samara, à época do fato, no qual aparecem fotos, tiradas pela estudante, de um produto químico que estava manuseando – e que provavelmente seria o cianeto.

Cleide disse ter entregado o celular à Polícia Federal (PF) em Juazeiro (BA), que baixou todas as fotos e descartou a suposta versão sobre a morte da jovem. “Hoje estou contando porque vi as imagens. Vi um professor entregando cianeto à minha filha, dentro do laboratório. A escola mentiu pra gente”, desabafou a mãe, ao Blog.

O celular ainda está com a PF, que entrou no caso. Ela disse ter recebido, semana passada, um laudo médico do Instituto Médico Legal (IML), o qual foi encaminhado para a PF. Cleide informou que, quando receber as cópias do laudo, comprovando o óbito por inalação de substância tóxica, irá até o IF-Sertão-PE mostrar a verdadeira causa da morte de sua filha. Procurada pela reportagem, a direção do Instituto afirmou que só irá se pronunciar oficialmente, até por orientação da PF, assim que tiver acesso ao exame toxicológico realizado pela Polícia Civil no Recife (PE). No entanto, o IF assegura que em nenhum momento saiu do Instituto a versão de que a jovem teria morrido por ter batido com a cabeça no vaso sanitário enquanto estava no banheiro.

Univasf emite nota de pesar pela morte de estudante de Medicina

A reitoria da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) emitiu nota de pesar pela morte da estudante Fabiana Araújo Miranda, na noite de ontem (21). Ela ficou gravemente ferida após um acidente automobilístico na cidade de Tanquinho, Região Metropolitana de Feira de Santana (BA), no último dia 8 de janeiro.
Acompanhe a nota:

É com grande pesar que a Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) comunica a morte de Fabiana Araújo Miranda, ocorrida na noite de ontem (21), na cidade de Salvador (BA). Fabiana, aluna da Univasf, graduanda do curso de Medicina estava hospitalizada desde o último dia 8 em decorrência de acidente automobilístico em viagem a Juazeiro (BA), onde iria participar da cerimônia de colação de grau no dia 12 deste mês. No veículo estavam os seus pais, Augusto de Jesus Miranda, que permanece internado em unidade hospitalar em Feira de Santana (BA) e Heloísa Miranda de Araújo, que faleceu imediatamente após o acidente.

Neste momento de consternação para toda a comunidade acadêmica, a Reitoria se solidariza com familiares e amigos pelas vidas ceifadas neste triste episódio. Fabiana Araújo Miranda também será lembrada pela sua dedicação e importantes conquistas durante sua trajetória acadêmica na Univasf, pela sua motivação e alegria partilhadas com todos no convívio diário. A Reitoria está em contato com a família de Fabiana para obter informações de horário e local do velório e sepultamento.

Julianeli Tolentino de Lima/Reitor

Telio Nobre Leite/Vice-reitor

Morre estudante de Medicina da Univasf que sofreu acidente automobilístico

Faleceu neste sábado (21) a estudante Fabiana Araújo Miranda, que ficou gravemente ferida após um acidente automobilístico na cidade de Tanquinho, Região Metropolitana de Feira de Santana (BA), no último dia 8 de janeiro.

Fabiana cursava Medicina na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) e vinha de carro de Salvador, com seus pais, para a festa de formatura da turma. A mãe da estudante morreu no acidente. Ela e o pai sobreviveram, mas ficaram em estado grave. Duas pessoas que vinham no outro veículo envolvido na tragédia também morreram.

Fabiana estava internada num hospital de Salvador. Familiares e amigos dela se mobilizaram, por meio das redes sociais, em busca de doadores de sangue para a estudante.

Estudante da Univasf sobrevivente de tragédia na Bahia precisa de doações de sangue

A estudante de Medicina da Universidade federal do Vale do São Francisco (Univasf), Fabiana Araújo Miranda, sobrevivente de um acidente ocorrido no último domingo (8) na cidade de Tanquinho, região de Feira de Santana (BA), está precisando de doações de sangue.

Fabiana mora em Salvador (BA) e se dirigia da capital baiana com sua mãe e seu pai para Petrolina, onde seria realizada a festa de colação de grau da turma. Três pessoas morreram no acidente (entre elas, a mãe da jovem) e quatro ficaram feridas.

Familiares e amigos da estudante estão realizando uma campanha nas redes sociais para conseguir doadores de sangue, pois Fabiana vai realizar uma cirurgia delicada. As doações (de qualquer tipo sanguíneo) podem ser feitas em hemocentros de Juazeiro, Feira de Santana e Salvador.

Para doar sangue, a pessoa deve apresentar documento oficial com foto, pesar acima de 50 quilos, estar descansado (ter dormido pelo menos seis horas na noite anterior), não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores, e evitar comidas gordurosas nas quatro horas que antecedem a doação e ter entre 16 e 69 anos. O Hemoba de Juazeiro funciona de segunda a sexta, das 7h30 às 11h30, e das 14h às 17h, na rua Joaquim Bispo dos Santos, s/n°, Bairro Santo Antonio – por trás do Hospital Regional (HRJ). Quem deseja outras informações pode ligar para o número (74) 3611-7532. (foto/divulgação)

Aluno da UPE de Petrolina cobra pagamento de bolsas

Um estudante do curso de Ciências Biológicas da Universidade de Pernambuco (UPE), campus Petrolina, está na bronca com o governador Paulo Câmara (PSB). Ele cobra do Governo do Estado o pagamento de bolsas permanência destinadas a alunos de menor poder aquisitivo da instituição. O valor da bolsa é de R$ 260,00. Conforme a carta aberta do aluno, que preferiu não se identificar, temendo represálias da direção da instituição, o pagamento aos bolsistas da UPE em Petrolina não é feito desde 30 de setembro de 2016.

Confiram:

Minha manifestação é contra a forma que o governador do estado de Pernambuco Paulo Câmara vem tratando a educação de nível superior (UPE), Desde o dia 1º de outubro de 2016 que o governador não paga as bolsas permanência da UPE Campus Petrolina. As últimas foram pagas dia 30 de setembro de 2016. Por isso chamo a atenção do deputado Lucas Ramos, do prefeito de Petrolina Miguel Coelho pra tentar resolver isso.

Senhor governador essas bolsas se o senhor não sabia, serve para ajudar alunos de baixa vulnerabilidade a permanecer na instituição, bolsa essa que alunos pagam aluguéis, luz, transporte e ate mesmo xerox. Se formos analisar, o senhor tem um palácio e carros do governo e nós alunos bolsistas, não temos.

Isso é uma vergonha para o Estado de Pernambuco. O que é uma bolsa de R$ 260,00 e ainda viver atrasada? Quero te dizer senhor governador que educação não só é feita com professor em sala de aula não. Precisamos de pesquisa, ensino e extensão.

Estudante de Medicina que se formaria em Petrolina fica gravemente ferida após acidente automobilístico

Um grave acidente automobilístico ocorrido no último final de semana, no interior da Bahia, deixou três pessoas mortas e duas gravemente feridas. A tragédia aconteceu nas imediações da localidade de Tanquinho. Uma das sobreviventes é a estudante Fabiana Miranda.

Ela cursa Medicina na Universidade Federal do Vale do São Fancisco e se dirigia de Salvador (BA) com sua mãe e seu pai para Petrolina, onde seria realizada a festa de colação de grau da turma. As primeiras informações, ainda desencontradas, dão conta de que o veículo em que vinham a estudante e os pais colidiu contra outro. Dois ocupantes desse carro vieram a óbito. A mãe de Fabiana, que estava no outro veículo, também faleceu.

A jovem e o pai dela foram encaminhados a uma UTI em estado grave, mas não há detalhes sobre o hospital para onde foram levados.

Estudante da Univasf conquista 1º lugar em premiação na Espanha

janielle

A estudante do curso de Engenharia Agrícola e Ambiental da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) Janielle Souza Pereira conquistou o 1º lugar na categoria Melhor Trabalho de Final de Graduação (Mejor Trabajo Fin de Grado – TFG), no concurso Premios Internacionales de Incendios Forestales 2016. A premiação, ocorrida recentemente, foi organizada pela Fundação Pau Costa e a Junta de Castilla La-Macha, ambos na Espanha, com patrocínio da Red Eléctrica de España.

O trabalho, intitulado “Efeito da queima controlada sobre aspectos físicos, químicos e microbiológicos do solo”, teve a atividade de campo realizada nos Montes de Zuera, localizados no Vale Médio do Ebro, região nordeste da Espanha, e consistiu em avaliar como tais aspectos podem servir como indicadores da qualidade destes. O experimento resultou no trabalho de conclusão de curso (TCC) de Janielle, apresentado em março deste ano.

A premiação ocorreu durante as Jornadas Técnicas sobre Las Nuevas Tecnologías en la Gestión del Fenómeno de los Incendios Forestales , realizadas na cidade de Toledo, de 16 a 17 de novembro. Foram considerados no concurso os critérios avaliativos de originalidade, desenvolvimento do tema, integração de novas tecnologias, organização da informação e relevância social.

O experimento da estudante foi realizado durante o período em que participou do programa Ciência sem Fronteiras, em 2014 e 2015, e contou com a orientação da professora da Univasf, Vanessa Polon Donzeli, e dos professores do campus de Huesca da Universidade de Zaragoza, David Badía e Clara Martí. Para Janielle, receber o prêmio foi uma honra e uma surpresa. “Não imaginava que ao concorrer com pessoas de todo o mundo eu obteria o prêmio, mas me dediquei, tentei e o resultado chegou. Foi uma realização pessoal e profissional, que me motivou a seguir o caminho da pesquisa”, destacou. (fonte: Ascom Univasf/foto: arquivo pessoal)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br