Curaçá: Suspeito de matar a própria filha é encontrado morto

Em Curaçá, no norte da Bahia, Carlos Alberto Oliveira, de 44 anos, principal suspeito de matar a própria filha, Ana Carla da Silva Oliveira, de 16, foi encontrado morto nesta quarta-feira (19). Segundo informações, o corpo dele foi encontrado pendurado numa árvore, com uma corda envolta do pescoço, aparentando ter morrido em decorrência de enforcamento.

O suspeito estava foragido desde a última segunda-feira (17), mesmo dia em que o corpo da jovem foi encontrado numa casa de farinha, no povoado de Curralinho, próximo ao distrito de Riacho Seco, na zona rural. A garota também estava com uma corda envolta do pescoço. O corpo de Carlos Alberto foi localizado hoje, próximo ao local onde sua filha estava.

O Blog tentou contato com a Delegacia de Polícia Civil (PDC) local, mas ainda não obteve êxito. O Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Juazeiro (BA) foi acionado e deverá se dirigir ao local para realizar a perícia e fazer a remoção do corpo. A Polícia Civil (PC) vai prosseguir com as investigações. (foto/reprodução)

Curaçá: Adolescente é encontrada morta e pai é principal suspeito do crime

Uma adolescente de 16 anos foi encontrada morta nesta segunda-feira (17), próximo ao distrito de Riacho Seco, zona rural de Curaçá, no norte da Bahia. Segundo informações da Delegacia de Polícia Civil (DPC) local, a vítima, Ana Carla da Silva Oliveira, estava dentro de um imóvel com uma corda envolta do pescoço, aparentando ter morrido em decorrência de enforcamento.

A polícia já iniciou as investigações, mas a principal suspeita é de que o autor do crime seja o próprio pai da jovem, de 44 anos. De acordo com a DPC local, o homem fugiu e teria levado os documentos da filha. Ainda não se sabe o que teria acontecido. A Polícia Civil está aguardando a chegada de peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Juazeiro, para a remoção do corpo. Outras informações pelas próximas horas. (foto/reprodução Facebook)

Criança de 2 anos morre enforcada após tentar sair pela janela de casa

janelaUma criança de apenas dois anos morreu no último sábado (14) após ficar presa na janela de sua casa na rua 7 do bairro João de Deus, na zona oeste de Petrolina. Segundo informações de familiares, a mãe teria deixado a criança dormindo enquanto foi ao supermercado. ao retornar encontrou a criança com a cabeça presa na janela do quarto.

A avó da criança, Maria Narcisa, disse em entrevista que a criança chegou a ser levada ao Hospital Dom Malan/Imip, mas não resistiu e faleceu. (foto/ilustração)

Família questiona morte de homem dentro de cela em delegacia de Petrolina

manuel alexandreFamiliares do jovem Anderson dos Santos Alexandre, de 27 anos, que foi encontrado morto em uma cela da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Petrolina (213ª Circunscrição), localizada no bairro Ouro Preto, zona oeste da cidade, na última quinta-feira (4), questionam a morte do mesmo, que tinha sido preso sob acusação de furto.

O pai da vítima, Manuel Alexandre (foto), disse não acreditar na possibilidade de seu filho ter cometido suicídio – primeira hipótese na linha de investigação da Polícia Civil. “Anderson não tinha motivos para se enforcar”, disse Manuel, questionando: “Ele estava com hematomas, cortes na cabeça – que não tinham, e o olho roxo. Apesar de tudo, eu confio na polícia. Mas eu quero saber o que aconteceu com meu filho.

Manuel Alexandre também disse que seu filho foi preso acusado de ter furtado uma carteira. “Ele não precisava desse dinheiro. E tudo isso aconteceu por causa de uma carteira, que tinha 50 reais dentro”, informou.

Ele disse que vai processar o Estado. “Vamos colocar um advogado para resolver isso. Ele estava sob proteção da polícia, morreu dentro de um órgão do Estado, então isso vai ter que ser resolvido. Eu esperava o Rio São Francisco secar, mas não enterrar um filho dessa maneira”, lamentou.

Investigação

De acordo com informações da Polícia Civil, que já trata o caso como suicídio, segundo nota divulgada ontem (5), já “foram adotados os procedimentos de praxe na elucidação do fato. Foi feita a perícia na cela onde esteve o suspeito por e o corpo foi levado para exame também no IML (Instituto de Medicina Legal)”.

Ainda de acordo com a nota, “todos os laudos e informações serão reunidas em inquérito policial já instaurado para apurar os fatos da ocorrência de suicídio”, finaliza a nota.

O IML confirmou a este Blog, ainda ontem, que a causa da morte foi asfixia por enforcamento. No entanto, o laudo completo com todas as causas da morte só deve ficar pronto na próxima quinta-feira (11). (foto/Sérgio Lopes)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br