Evento em Juazeiro neste final de semana discutirá sobre a valorização da vida

O Conselho Regional Espírita (CR17) realizará em Juazeiro (BA) o 18° Fórum Espírita de Debates. Com o tema ‘Valorização da Vida e Prevenção de Suicídio’, o evento acontecerá neste sábado (25) e domingo (26), no Auditório da APLB/Sindicato, localizado na Rua Cícero Feitosa, nº 166, Bairro Alagadiço, área central da cidade.

O Fórum terá início no sábado, à tarde, das 14h às 17h30. E no domingo, pela manhã, das 8h30 às 12h. Durante o evento, a temática será abordada por psicólogos, psicanalistas e outros especialistas. A entrada é gratuita.

Sintepe debate Reforma da Previdência no STR de Dormentes

 

Colocando em prática um dos encaminhamentos para a suspensão da greve dos professores estaduais na segunda, 20, o Sintepe, regional Petrolina, iniciou a agenda pública de eventos contra a proposta de emenda à constituição da Reforma da Previdência. O primeiro ato ocorreu nesta quarta-feira, 22, em Dormentes, no sertão do São Francisco.

O debate aconteceu na sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais do município. Conforme o diretor regional do Sintepe, Robson Nascimento, o calendário de debates e discussões contra a PEC terá continuidade em outros municípios atendidos pelo Sintepe na região

Em Dormentes, o evento contou com a parceria do Sindicatos dos Professores do município e teve além dos trabalhadores e trabalhadoras presentes, alunos e professores, além das vereadoras, Cosminha, Socorrinha e Detinha. (Foto: Ascom)

Reforma Previdenciária será pauta de debate na Facape

A Proposta de Emenda Constitucional – PEC – da Reforma da Previdência será pauta de discussão na Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) nesta terça-feira (21). A instituição organiza uma Mesa Redonda para discutir o tema e seus impactos na vida dos trabalhadores brasileiros.

O evento, que será aberto ao público, acontecerá no auditório principal da Faculdade a partir das 19h, com entrada franca.  De acordo com a organizadora do  debate, a diretora Acadêmica da Facape, Vânia Lasalvia, o objetivo é promover um bate-papo sobre as principais dúvidas que envolvem a Reforma e seus desdobramentos para os contribuintes. “Abriremos as portas da nossa Faculdade para todos que desejam discutir a Reforma e tirar dúvidas a respeito”, antecipa Vânia.

Participarão da Mesa Redonda os professores Chirley Vianna – diretora Administrativa Financeira da Facape,  Bábara Alves de Amorim, Weslei Adileu e outros convidados.

PEC

Entre alguns pontos polêmicos da PEC da Reforma Previdenciária estão fixar idade de 65 anos, para homens e mulheres, para requerer aposentadoria e elevar o tempo mínimo de contribuição de 15 anos para 25 anos. A proposta ainda revoga aposentadoria especial de professores do ensino fundamental e médio (os de universidades já foram equiparados aos demais servidores) e policiais civis.

Para servidores públicos com menos de 50 anos (homem) e 45 anos (mulher), valerão as novas regras, com idade mínima de 65 anos. Outro ponto controverso é a inclusão de políticos e militares na medida.

 

 

 

Em Juazeiro, Dia Mundial da Água terá debate sobre o potencial de aproveitamento da água da chuva

Em comemoração ao Dia mundial da água, dia 22 de março, o Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA) e a Associação Brasileira de Captação e Manejo de Água de Chuva (ABCMAC) realizarão o seminário “Em defesa da Água de Chuva”. O evento acontecerá na manhã nesta quarta-feira (22), no auditório Antônio Carlos Magalhães, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), bairro São Geraldo, em Juazeiro.

O evento pretende abordar o potencial da água de chuva na região, sua importância e qualidade, tendo com público-alvo pesquisadores, educadores, estudantes, profissionais, técnicos, representantes de órgãos governamentais e não-governamentais. Visando instigar a adesão de mais agentes de pesquisa e difusão de tecnologias de captação e manejo, bem como fortalecer a cultura do uso de água de chuva no Semiárido brasileiro, o seminário vai contar com dois painéis temáticos: “Desbloquear o potencial da água de chuva” e ”A água da chuva é boa e confiável”.

O seminário conta com parceria da Uneb e com apoio de entidades e movimentos da sociedade civil. Para participar é necessário credenciamento, que terá início às 8h. O encerramento das atividades acontecerá ás 12h30.

Realizada primeira audiência na Alepe sobre reforma da previdência

A primeira audiência pública da Comissão Especial da Previdência Social da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aconteceu hoje (20). Os deputados Silvio Costa Filho (PRB) e Lucas Ramos (PSB), presidente e vice-presidente, respectivamente, e Rodrigo Novaes (PSD), relator do colegiado debateram a reforma proposta pelo Governo Federal.

Participaram da rodada de palestras neste encontro parlamentares, especialistas no assunto, membros do judiciário pernambucano, além de representantes da sociedade civil. Os membros da comissão informaram que a intensão é ouvir a sociedade pernambucana e fornecer a contribuição do Legislativo na discussão nacional a respeito da temática.

Os deputados destacaram que é necessário um aprofundamento do tema, pois as informações “são muito desencontradas”. Eles ainda disseram que é preciso ter “prudência” para que as futuras gerações não sejam prejudicadas. “O que se fala é que, mesmo com a maioria aliada no congresso nacional, o projeto não passa sem sofrer emenda”, disse Lucas Ramos.

Proposta

A proposta que está tramitando na Câmara dos Deputados eleva o tempo de contribuição de 15 anos, para, pelo menos, 25 anos, com necessidade de 49 anos de contribuição para se aposentar com 100% do benefício. A idade mínima passa a ser 65 anos.

Univasf promoverá debate sobre redes sociais e relacionamentos nesta segunda-feira

O Núcleo de Estudo e Pesquisa em Fenomenologia, Esporte e Educação (NEPFEE), vinculado ao Colegiado de Psicologia da Univasf da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), irá realizar o debate “Fios e Furos: a existência humana em tempos de relações sociais”, nesta segunda-feira (20), às 19h. O evento acontecerá na sala NT 04, também conhecida como Sala Azul, do Campus Sede, e contará com a participação do professor Alexandre Reis, da psicóloga do Centro de Estudos e Práticas em Psicologia (CEPPSI) Melina Pereira e da jornalista Erica Daiane. O evento é gratuito e aberto à comunidade.

Quem tiver interesse em receber certificado deve chegar ao local entre 18h30 e 19h para realizar um cadastro com preenchimento de nome e e-mail. No debate, serão apresentados diferentes olhares dos pesquisadores convidados sobre o tema principal. “Nós queremos fazer uma reflexão sobre o modo que as mídias sociais afetam os relacionamentos na sociedade atual”, conta Erika Epiphanio, professora do Colegiado de Psicologia e coordenadora do NEPFEE.

Este é o quarto debate realizado pelo NEPFEE, que, desde 2015, busca promover espaços de discussão duas vezes por ano. Os outros temas já abordados foram a violência nas escolas, o corpo na sociedade contemporânea e o esporte como ferramenta de desenvolvimento para pessoas com deficiência. De acordo com Erika, o projeto tem alcançado um público diversificado. “Nós já tivemos a presença de alunos da Universidade e até mesmo de educadores das escolas públicas”, conta.

Abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes reúnem especialistas em debate na Faculdade Maurício de Nassau

A  Faculdade Maurício de Nassau de Petrolina, realizou na noite desta quarta, 15, debate sobre abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes. A atividade foi conduzida pela professora Ariana Andrade, na disciplina ‘Noções de Direito’. Estudantes dos cursos de Administração e de Ciências Contábeis participaram do encontro.

A professora Ariana, que é bacharela em Direito, abriu o evento frisando que o abuso sexual é um problema grave no Brasil e que mais de 80% dos casos acontecem no âmbito familiar, por iniciativa de parentes da própria vítima. “Quase 70% dos casos não são denunciados; por isso, ainda precisamos falar dos direitos das crianças e dos adolescentes e promover esses debates nas universidades, além de buscar meios de sensibilizar a sociedade”, alertou.

O aluno Matheus Carvalho, do curso de Ciências Contábeis, lembrou que os direitos das crianças estão previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente – ECA. “O Artigo 5 deixa claro que nenhuma criança ou adolescente pode ser objeto de qualquer forma de negligência, discriminação, exploração, violência e crueldade. No entanto, o que vemos é que em muitos lugares as crianças são sujeitadas a venderem seus corpos”, destacou.

Em seguida, Marcelo Barbosa, estudante de Administração, citou o 18 de maio – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, frisando que nessa data, há 43 anos, uma menina de 8 anos de idade foi sequestrada, violentada e assassinada, no Estado do Espírito Santo. “Até hoje o caso não foi totalmente solucionado”, lembrou Marcelo.

Outros alunos também opinaram sobre o assunto e destacaram as formas de denúncia do abuso e da exploração sexual: disque 100; Conselho Tutelar, Vara da Infância e da Juventude e no Ministério Público.  (Foto: Ascom)

Sertânia debate violência contra a mulher e cumprimento de medidas protetivas

A Gerência de Penas Alternativas e Integração Social (Gepais), da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, promove nesta quarta-feira (15), às 10h, em Sertânia, sertão do Moxotó, o primeiro encontro com cumpridores de medidas alternativas monitorados pelo órgão em 2017.

Na ocasião, a equipe multidisciplinar irá debater sobre a Lei Maria da Penha, na Central de Apoio às Medidas e Penas Alternativas (Ceapa) do município, na Defensoria Pública, localizada na Rua Raul Guimarães, nº 40, 1º andar – Centro.

A reunião faz referência ao mês da mulher e irá abordar também os tipos de violência, questões de gêneros e a legislação vigente envolvendo a lei que garante proteção das mulheres contra qualquer tipo de violência doméstica.

A Gepais fiscaliza e monitora os cumpridores e através das Ceapas – que atuam diretamente nas Comarcas e Juizados Especiais Criminais -, e semestralmente realiza encontros para discussão de temáticas que envolvem o papel da justiça e do cidadão.

Atividade em Sobradinho estimula debate sobre Reforma da Previdência entre agricultores

Beneficiamento de frutas, importância da associação, produção e armazenamento de alimento para animais (forragem, silo). Essas foram algumas das temáticas discutidas na atividade coletiva com agricultores do município de Sobradinho, no norte da Bahia, assessoradas pelo projeto de Assessoria Técnica e Extensão Rural Sustentabilidade (Ater). Com o tema “Organização da Produção”, a atividade aconteceu na última terça-feira (21), no Centro Comunitário Antônio Conselheiro, centro da cidade.

O tema central do encontro foi uma demanda apontada pelos agricultores durante a visita de campo, realizada pela colaboradora do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA), Nadja Oliveira Costa. Uma das vertentes abordadas no debate da organização da produção foi com foco na organização para a comercialização e sua contribuição na permanência dos agricultores no campo.

Durante a discussão, também foi exposta a ameaça contra a aposentadoria especial, destinada ao homem e a mulher do campo. A reforma da previdência, proposta pelo atual governo através da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16, prevê diversas mudanças que colocam em risco a seguridade social da população. Uma das alterações é em relação à idade mínima para ter direito à aposentadoria. Hoje a idade necessária é de 60 anos para mulheres e 65 anos para homens, da área urbana; já para os trabalhadores do campo é de 55 anos para as mulheres e 60 para os homens. Com a reforma da previdência a idade para os trabalhadores rurais será elevada para 65 anos, para ambos os sexos. Além disso, agricultores serão obrigados a contribuir com a previdência de forma individual e periódica pelo prazo mínimo de 25 anos.

Associativismo

A importância do associativismo também esteve presente no encontro, enfatizando a necessidade dos associados se envolverem no dia-a-dia da associação comunitária, pensando e decidindo de forma coletiva os benefícios e as soluções de problemas e dessa forma fortalecendo a comunidade. A equipe do IRPAA presente na atividade expôs que “é essa união e organização das comunidades uma forte ferramenta na luta contra as ameaças e as negações de direitos da população, principalmente da zona rural, que é resultado de muita pressão social”. (foto/divulgação)

Ipubi: Alvo de questionamentos, taxa de esgoto vira debate na Câmara de Vereadores

 

O valor da taxa de esgoto em Ipubi (PE), Sertão do Araripe, vem sendo questionado no município e acabou virando tema de debate na Câmara de Vereadores. A Casa vai em busca de uma solução junto à Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). A cidade paga 80% de taxa de esgoto, um encargo alto para a população.

“A taxa que é cobrada pela Compesa, muito alta, não condiz com a realidade de boa parte dos cidadãos ipubienses“, disse o presidente da Câmara, vereador Afonso Barros.

Barros sugeriu a realização de uma audiência pública para que todos os órgãos competentes e sociedade possam resolver os problemas junto à Compesa, dentro de um diálogo franco entre as partes envolvidas. A reunião, além do debate sobre a taxa de esgoto e apresentação de outras propostas dos vereadores, também escolheu por votação os líderes das bancadas de situação e oposição. Leontina Delmondes foi eleita líder da situação, e Osmar Gomes vice-líder. Já Damázio Pulquério tornou-se líder da oposição, enquanto Deinha Fabrícios ficou como vice-líder. (foto: Ascom)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br