Polícias Militar e Civil reforçam união para combater onda de violência em Juazeiro

As Polícias Militar e Civil de Juazeiro (BA), através do Comando de Policiamento Regional Norte (CPRN) e da 17ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), respectivamente, estão intensificando o trabalho em conjunto para combater a onda de criminalidade que se espalhou pela cidade nos últimos meses.

Na manhã e hoje (19), o coronel Alfredo Nascimento reuniu-se na sede do CPRN com a delegada titular de Polícia Civil de Juazeiro, Lígia Nunes, para discutir ações ostensivas e investigatórias no combate a crimes no município.

Durante o encontro, ficou definida a intensificação do trabalho em conjunto das duas polícias, no serviço de investigação e reforço nas operações que já atuam no município, a exemplo da Legionários do Norte.

O combate à criminalidade tem sido prioridade para as policias, que atuarão de forma planejada, através de intervenções enérgicas no policiamento ostensivo e velado, na busca de dias ainda mais tranquilos para a sociedade Juazeirense”, informou o CPRN, em nota.

Recentemente, o prefeito Paulo Bomfim se reuniu com a delegada Lígia Nunes. Na oportunidade, o gestor se colocou disponível para parcerias. Já a delegada solicitou apoio estrutural ao prefeito, para que o trabalho dos funcionários sejam otimizados. O prefeito assegurou que vai colaborar no que for preciso e possível com o trabalho das polícias.

Comando da PM no Norte da Bahia destaca resultados positivos no trabalho da Rondesp

A diminuição no índice de crimes no norte da Bahia decorre, naturalmente, dos resultados de uma proposta de programa de comando elaborada especificamente pelo Comando de Policiamento Regional Norte (CPRN), tomando como direção estudos relacionados à ambiência criminal local, cujo nome é “Um Norte para todos”. O programa possui como referência o resultado de pesquisas e estudos prévios e diagnósticos, que se voltaram à análise e verificação de crimes no que diz respeito a suas peculiaridades, motivações possíveis, e a maneira que ocorrem.

A capacitação do efetivo e a interação com as demais forças policiais, Ministério Público, Poderes Judiciário e Executivo, veículos de comunicação de massa e, sobretudo, as representações comunitárias foram primordiais para que as ações implementadas pelo programa fossem de produtos e estratégias eficientes e eficazes no enfrentamento da criminalidade local.

Neste contexto a Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT)/Norte, mais conhecida como ‘Rondesp Norte’, instalada em Juazeiro em julho de 2015, vem se destacando no cenário da Bahia, com índices de produtividade superior às demais CIPTs, demonstrando aumento da produtividade operacional e responsabilidade com a segurança pública, através do empenho do comando do CPRN e da Rondesp, bem como da tropa aguerrida pertencente a referida unidade.

A Rondesp Norte possui como objetivo o combate a crimes de violência e tráfico de drogas em áreas urbanas. Além do investimento na qualidade profissional, os policiais são incentivados diariamente com palestras e conversas, que também colaboram no desenvolvimento do seu trabalho.

Resultados

Os resultados registrados em Juazeiro e na região norte refletem a consumação de um planejamento de trabalho desenvolvido especificamente pelo CPRN e, alinhado com a doutrina institucional ‘Polícia e Comunidade na Corrente do Bem’, traz, na certeza de redução de índices criminais de forma geral, o aumento progressivo da sensação de segurança, em toda a sua circunscrição de responsabilidade“, destaca o CPRN, em nota. (foto/arquivo divulgação)

5º BPM intensifica ações e aumenta em 250% número de apreensão de armas de fogo

arma-de-fogo-revolverUm levantamento apresentado hoje (23) pelo 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM) apontou aumento de 250% no número de apreensões de armas de fogo em Petrolina, Afrânio e Dormentes – área de atuação do 5º BPM. O comparativo foi feito no mesmo período do mês de setembro (1º a 22), dos anos de 2015 e 2016.

Conforme o 5º BPM, em setembro do ano passado foram registradas quatro apreensões de armas de fogo. Já em setembro saltou para 14 armas aprendidas.

“Esse trabalho continua sendo uma estratégia de prevenção e combate à criminalidade. Por essa razão, o 5º BPM tem atuado de forma contínua através de abordagens e operações que visam a contribuir para melhorar a segurança pública”, diz o Comando. (foto/divulgação)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br