Armando Monteiro encerra giro pelo Sertão do Estado reunindo-se com prefeito de Salgueiro

O senador e provável candidato a governador de Pernambuco em 2018, Armando Monteiro Neto (PTB), encerrou sua maratona de visitas políticas pelo Sertão do Estado reunindo-se, na manhã de ontem (21), com o prefeito de Salgueiro, Clebel Cordeiro (PMDB). Armando destacou a importância do principal município do Sertão Central e ratificou a parceria com a gestão. “Vim reafirmar os compromissos que tenho com Salgueiro e oferecer a nossa parceria ao prefeito Clebel, que já é nosso parceiro”, destacou.

“Armando foi um dos primeiros a colocar emendas para o município. O cadeado está sendo quebrado, estamos recebendo todos que queiram contribuir para o desenvolvimento de Salgueiro. A reunião foi muito proveitosa, estabelecemos parcerias que logo estaremos anunciando“, disse Clebel.

Além do senador, também participaram da reunião o vice-prefeito Dr.Chico Sampaio; o deputado federal Silvio Costa (Avante), o estadual Augusto César (PTB); os vereadores Ednaldo Barros (PTB) e André Cacau (PT); além de vários secretários da administração municipal, do ex-prefeito Cornélio Parente Muniz e do ex-vice Dr. Cacau. (Foto: Assessoria PMS/divulgação)

 

 

Prefeito de Salgueiro assume postura “independente” e poderá ou não apoiar Paulo Câmara em 2018

Em Salgueiro (PE), no Sertão Central, o prefeito Clebel Cordeiro (PMDB) é dos que adotaram, no Estado uma postura “independente” em relação ao Governo Paulo Câmara. Além dele,  Raquel Lyra (Caruaru) e Anderson Ferreira (Jaboatão dos Guararapes) assumem a mesma postura.

Significa que tanto poderão marchar com Paulo Câmara à reeleição, em 2018, como apoiar a provável candidatura do senador Armando Monteiro (PTB). (Fonte: Inaldo Sampaio/foto reprodução)

Salgueiro: Prefeito recebe críticas por contratar empresa barrada em licitação

O prefeito de Salgueiro (PE), Clebel Cordeiro (PMDB), está sendo questionado nas redes sociais após a publicação, no Diário dos Municípios (Amupe), da contratação da empresa Vale do Norte, da Bahia, com dispensa de licitação para executar serviços de limpeza urbana. A empresa seria alvo de denúncias de irregularidades em outras cidades.

O contrato mensal é de R$ 433.453,17 por mês, maior valor em relação a empresa anterior, a Construtora Lazio, que custava aos cofres públicos R$ 369.700,00 mensais, ou seja R$ 63.753,00 a menos.

A Vale Norte foi inabilitada por falta de documentos na licitação, que ocorreu no dia 10 de julho. Ainda assim, foi contratada com dispensa de licitação, o que surpreendeu pela decisão em escolher quem fora barrado pela própria Comissão de Licitação por não atender requisitos mínimos necessários.

O processo licitatório do lixo da cidade já é objeto de denúncia junto ao Ministério Público. Os vereadores da oposição protocolaram denúncia cobrando investigação rigorosa do MPPE. (Fonte: Blog do Magno/foto arquivo divulgação)

Campus da Univasf em Salgueiro: Quem é o ‘pai’?

A expansão da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), com a confirmação na última sexta-feira (14) de um campus no município de Salgueiro (PE), Sertão Central, começa a ganhar contorno político. O atual prefeito Clebel Cordeiro (PMDB), que está completando seis meses de gestão, evidentemente comemorou bastante a notícia.

Mas o ex-prefeito Marcones Libório de Sá (PSB), o qual lidera o grupo que comandou o município por 20 anos, não quer que o adversário seja o único ‘pai’ da conquista em tão pouco tempo de mandato. Pelas redes sociais, Marcones espalhou imagens de audiências em Brasília (DF), cobrando uma decisão do governo federal sobre o assunto.

O Campus de Salgueiro contará, inicialmente, com os cursos de Ciência da Computação e Engenharia da Produção. (Foto/arquivo divulgação)

 

 

Presidente de honra do Carcará, Clebel anuncia que está deixando futebol após final polêmica do Pernambucano

Um dos mais revoltados com a vitória do Sport sobre o Salgueiro, ontem (28), por 1×0, no Estádio Cornélio de Barros, pelo segundo e decisivo jogo da final do Campeonato Pernambucano, o atual prefeito da cidade e  presidente de honra do Carcará, Clebel Cordeiro, tomou uma medida radical.

Após o polêmico resultado, Clebel já tinha chamado de “vergonha” o que aconteceu ontem. Nesta quinta (29), pelo seu perfil no Facebook, ele foi mais além e declarou estar deixando definitivamente o futebol. Resta saber se a decisão é só momentânea,  por conta do clima ainda quente da decisão.

Confiram abaixo o desabafo de Clebel:

 

Salgueiro: Após impasse, Prefeitura anuncia retomada das obras de residencial do ‘Minha Casa, Minha Vida’

Em Salgueiro (PE), no Sertão Central, as obras do Residencial Santo Antônio, do ‘Minha Casa, Minha Vida’, serão retomadas na próxima segunda-feira (26) após um impasse que travou o programa. O anúncio foi feito ontem (22) pelo prefeito Clebel Cordeiro, que esteve reunido com uma comissão formada, entre outras pessoas, por beneficiários do residencial e representantes da Caixa Econômica Federal. Clebel, inclusive, esteve recentemente em Petrolina pedido o apoio do senador Fernando Bezerra Coelho para tentar resolver o impasse.

O residencial, que deveria ter sido entregue em agosto de 2016, situa-se à margem esquerda da BR-116, sentido Ceará, nas imediações do Sítio Barriguda. O atraso na entrega já gerou protestos, a exemplo do fechamento da rodovia de acesso. Ao todo, 878 famílias são beneficiadas pelo empreendimento. (foto/divulgação)

Prefeito de Salgueiro sofre mais uma baixa no seu secretariado

O prefeito de Salgueiro (PE), no Sertão Central, Clebel Cordeiro (PMDB), sofreu mais uma baixa na sua equipe de governo. Rafaela Alencar entregou o cargo de secretária de Desenvolvimento Social na última semana, mas só deixará a Pasta nesta sexta-feira (16). Quem assume é a psicóloga Patrícia Duarte, que ocupava a Coordenadoria da Mulher.

A este Blog, a assessoria da Prefeitura disse que Rafaela alegou não ter se identificado com a “coisa pública, nem com a política“. Apesar disso, a assessoria garante que ela “realizou um excelente trabalho” durante os seis meses à frente da Pasta de Desenvolvimento Social.

Clebel Cordeiro sela aliança política com FBC e diz: “Estamos quebrando o ‘cadeado velho’ de Salgueiro”

O senador Fernando Bezerra Coelho e o ministro Fernando Filho (ambos do PSB) terão o apoio, na campanha de 2018, de um novo aliado na principal cidade do Sertão Central. Trata-se do prefeito de Salgueiro (PE), Clebel Cordeiro (PMDB).

Ao se reunir ontem em Petrolina com FBC, para tentar resolver um impasse na liberação de 878 unidades do ‘Minha Casa Minha Vida’ em Salgueiro, Clebel deixou claro o que pensa sobre a força política do líder socialista.

“Quando nós demos a palavra de quebrar ‘o cadeado velho’ de Salgueiro, foi na hora em que estamos levando os Coelhos para Salgueiro. Nosso município vai se desenvolver porque acreditamos nisso”, afirmou o peemedebista.

Senador FBC e prefeito de Salgueiro tentam resolver impasse na liberação de unidades do ‘Minha Casa Minha Vida’

Cumprindo agenda em Petrolina nesta terça-feira (13), o senador Fernando Bezerra Coelho (PSB) recebeu em sua residência, no Condomínio Portal das Águas, o prefeito de Salgueiro (PE) Clebel Cordeiro (PMDB).

Os dois discutiram, juntamente com representantes da Caixa Econômica, uma forma de resolver o impasse na liberação das 878 casas do Residencial Santo Antonio. Também fez parte do encontro Michelly Brito, da comissão das famílias.

O residencial faz parte do Programa ‘Minha Casa, Minha Vida’ e deveria ter sido entregue em agosto de 2016. A empresa alega que a obra ainda não foi concluída porque houve atraso no repasse de recursos da Caixa.

 

Com resgate cultural, Prefeitura de Salgueiro divulga atrações do São João 2017

A programação do São João 2017 de Salgueiro (PE), no Sertão Central, foi divulgada oficialmente pelo prefeito Clebel Cordeiro no dia de ontem (10).

Sem grandes atrações, o evento vai resgatar as raízes nordestinas, com muito forró pé-de-serra. A festa, que tem como tema “A tradição nordestina se encontra aqui”, acontecerá de 23 a 30 de junho no espaço da Casa do Sanfoneiro.

Entre as atrações, Ivanildo do Acordeon, Tonho da Mutuca, Os 3 do Cariri, Epitácio Pessoa, Zeca do Acordeon e Joãozinho do Exu. A programação completa pode ser conferida acessando aqui.

Oposição em Salgueiro pega no pé do prefeito Clebel

Os vereadores de oposição não estão facilitando para o prefeito de Salgueiro (PE), no Sertão Central, Clebel Cordeiro (PMDB). Um dos motivos continua sendo o reajuste salarial dos servidores municipais da educação, saúde, além de agentes de trânsito e profissionais de nível superior, técnicos entre outros. De acordo com o gestor, o município não tem como conceder reajuste.

Numa audiência pública realizada nesta semana para debater o assunto, Clebel voltou a ser criticado por alguns vereadores. O secretário de Planejamento e Administração do Município, Geraldo Júnior, participou do encontro e disse ter ficado magoado com o tratamento pelos servidores.  Citou a crise econômica como fator impactante na economia do município.

Clebel também já teve uma baixa no seu governo. O farmacêutico e empresário Edilton Carvalho entregou o cargo de secretário de Saúde antes mesmo dos 100 dias de governo. Ele pediu exoneração, mas o estranho é que Edilton  vinha com seu trabalho aprovado pela população. Parece que Clebel vai ter que se virar nos trinta. (foto/divulgação)

Ex-prefeito de Salgueiro rebate críticas do atual gestor sobre dívidas herdadas

O prefeito de Salgueiro, Clebel Cordeiro (PMDB), divulgou na última terça (16) uma nota informando que herdou, da gestão anterior, débitos de mais de R$ 2 milhões junto à Receita Federal, referentes ao exercício de 2012, decorrentes de compensações indevidas. Afirma ainda na nota que, em decorrência deste fato, o município estava inadimplente, ocasionando bloqueio de recebimento de recursos. Também em nota, o ex-prefeito Marcones Libório (PSB) rebateu.

Segundo ele, ocorre que os valores em questão estiveram retidos, indevidamente, pela RFB (Receita Federal do Brasil) nas cota partes do FPM (Fundo de Participação dos Municípios), fato ocorrido de julho de 2011 a julho de 2013, sendo obrigatório aos municípios realizarem as compensações para não gerar pagamento em duplicidade, conforme planilha e extratos anexos.

​”Os valores objetos dessas compensações foram auditados pela Receita Federal e se encontram com a exigibilidade suspensa, em razão de defesa administrativa. Inclusive, esses mesmos procedimentos foram questionados pelo Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco, na Prestação de Contas de 2012, julgadas e já aprovadas pelo TCE“, lembrou Libório.

Na nota, o ex-prefeito informa que  restaram afastadas as irregularidades relativas ao não recolhimento de contribuições dos servidores ao RPPS e ao não repasse das contribuições patronais do regime geral de previdência social” (acordão TC 0207/17) ​”Lamentável como uma administração irresponsável e incapaz esquece as promessas de campanha e não demonstra o menor respeito e preparo para gerir nossa Salgueiro, valendo-se de artifícios midiáticos para esconder a sua incompetência administrativa.”, escreveu.

Defesa

Marcones frisa que o município de Salgueiro teve 16 anos de “história limpa, transparente e com gestão de alta qualidade, respeitada e premiada em nível nacional”, valorizando políticas de saúde, educação, resíduos sólidos, transporte escolar, pagando em dia fornecedores, prestadores de serviço e principalmente os seus servidores, garantindo-os uma política exclusiva de aumento anual de seus subsídios e vencimentos.

​Na verdade, a herança para a atual gestão, somadas todas as contas municipais, entre elas fundos de educação, de assistência, de saúde, de previdência e da própria Prefeitura, foi de quase R$ 30 milhões em caixa. ​Como num passe de mágica, o município entra em calamidade financeira gerando enxurrada de dispensa de licitação que somam mais de R$ 5 milhões, representando 82% das processos licitatórios realizados até a presente data, além de um carnaval milionário sem prestação de contas, o que demonstra falta de transparência e respeito com a população e principalmente a seus eleitores”. O ex-gestor diz que, “com tranquilidade e com calma”, manterá o acompanhamento na defesa de Salgueiro.”Seremos firmes em encaminhar todas essas calúnias à Justiça, sem medo”, conclui Marcones.

Salgueiro: Atual prefeito afirma que pendência da gestão passada impede município de atrair recursos

Em Salgueiro (PE), a gestão anterior à do prefeito Clebel Cordeiro (PMDB/foto) poderá ser obrigada a se explicar na justiça do porquê de ter realizado compensações tributárias no período de 2012, as quais não deveria ter feito. Mas já que fez, também não ter dado nenhuma justificativa. Por conta disso, a atual administração foi surpreendida por uma notificação, em forma de multa, da Receita Federal (RF), no valor de R$ 2,2 milhões.

Segundo informações, a Receita tem documentos confirmando que em 2016, a gestão municipal foi notificada por diversas vezes para prestar esclarecimentos acerca das compensações realizadas em 2012. No entanto, não houve nenhuma resposta, o que levou o auditor a fazer um auto de infração.

Tal pendência colocou a Prefeitura de Salgueiro no Cadastro Único de Convênios (Cauc) – uma espécie de ‘Serasa’ das Prefeituras. A atual gestão recorreu e está esperando a decisão da RF. Enquanto isso não ocorre, a prefeitura tem esbarrado em dificuldades para receber as emendas que foram conseguidas por Clebel junto a deputados e senadores da região. Mais detalhes sobre esse impasse podem ser conferidos no link: Ministério da Fazenda – Dívida. Com a palavra, a gestão passada. (Foto/arquivo reprodução)

Prefeitura de Salgueiro fará São João ‘enxuto’ para conter gastos

Diferente dos anos anteriores, a festa junina deste ano em Salgueiro (PE), no Sertão Central, será mais ‘enxuta’, apenas com atrações locais. Pelo menos é o que o prefeito Clebel Cordeiro (PMDB) anda dizendo nos meios de comunicação locais.

O motivo, conforme o gestor, é por conta da contenção de gastos, visto que a prefeitura não tem condições financeiras para arcar com uma grande festa.

Salgueiro: Durante reunião com servidores, prefeito diz não ter como conceder reajuste

Em Salgueiro (PE), no Sertão Central, o prefeito Clebel Cordeiro e o vice-prefeito, Dr.Chico Sampaio, receberam na manhã desta quarta-feira (3), em seu gabinete, uma comissão do comando de paralisação, formada pela presidente do Sindicato dos Servidores Municipais (Simsesal), Edvane Teixeira, agentes comunitários de saúde, engenheiros e professores. Os servidores cruzaram os braços nesta quarta, 3, reivindicando repostas do Executivo à proposta de reajuste da categoria.

Durante o encontro, o prefeito apresentou as contas do município, pediu para que os funcionários voltassem ao trabalho e deixou bem claro que, neste momento, o município não tem como conceder reajuste.

“Aos professores eu tenho como dar o reajuste, porque a verba vem do Governo Federal. O governo municipal, neste momento, não tem como conceder um centavo que seja de reajuste ao servidor municipal. Caiu a receita do município em mais de 60%. Ano passado, nos quatro primeiros meses, o governo arrecadou pouco mais de 4 milhões, e neste quatro primeiros meses, arrecadamos um pouco mais de 2 milhões de reais, então foi uma queda na receita grande”, disse o prefeito.

Receita Federal

Clebel revelou ainda que a Prefeitura de Salgueiro tem uma dívida com a Receita Federal do ano de 2012, dentro do Serviço Auxiliar de Informações para Transparências Voluntárias (CAUC), dívida esta, que foi dividida em 12 parcelas, no valor de R$ 180 mil e o município tem que pagar.

Eu tenho um compromisso com o povo dessa terra. Estou sendo muito sincero com vocês, eu não tenho como conceder esse reajuste. Não vou enganar ninguém, se eu disser que darei não tenho como cumprir, assinalou Clebel.

A informação não foi muito bem aceita pelos servidores que insistem no reajuste.

“Pedimos um reajuste de 6,74% em fevereiro e não foi acatado. Em um momento em que todos estão em luta, em prol de reajuste para todas as categorias, o prefeito só oferece reajuste para  a educação. Não é justo oferecer aumento para uma única categoria e deixar as outras sem nada. Não vamos aceitar”, disse Edvane Teixeira. O prefeito marcou uma nova reunião com a comissão para o dia 18. (Foto: Ascom)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br