Mais de 900 cirurgias foram realizadas na UPAE em Petrolina

Cirurgia UPAEA Unidade Pernambucana de Atenção Especializada (UPAE) divulgou hoje (27) o boletim com o número total de cirurgias eletivas realizadas desde a sua inauguração, em agosto de 2013. Até a última segunda-feira (24), foram mais de 900 procedimentos de pequeno e médio porte efetuados nas mais diversas especialidades.

A unidade possui um bloco cirúrgico, com três salas de cirurgias, funcionando de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h – além da clínica cirúrgica com capacidade para 10 leitos pós-operatórios, local onde o paciente pode permanecer durante o período de 24 horas. De acordo com a enfermeira responsável pelo setor, Ana Carolina Freire, os procedimentos ocorreram em sete especialidades.

“Com o trabalho dos profissionais da unidade, conseguimos efetuar as cirurgias nas áreas de cirurgia geral, cirurgia vascular, dermatologia, oftalmologia, proctologia, gastroenterologia e urologia”, destacou.

Todos os procedimentos realizados são eletivos, ou seja, são cirurgias programadas. “Nossos pacientes são encaminhados pelos profissionais do ambulatório e após o diagnóstico são direcionados para a realização das cirurgias”, explica Ana Carolina.

A agenda cirúrgica é disponibilizada mensalmente para a Secretaria Estadual de Saúde (SES), atendendo aos pacientes do SUS dos municípios de Petrolina, Afrânio, Cabrobó, Santa Maria da Boa Vista, Lagoa Grande, Dormentes e Orocó, todos no Sertão do São Francisco. (Fonte/foto: Ascom UPAE)

Pernambuco receberá incremento de R$ 8,5 milhões para realização de cirurgias eletivas

CirurgiaUma boa notícia para os cerca de 3,5 mil pacientes que aguardam uma cirurgia na fila de grandes hospitais do Recife e do interior: o Ministério da Saúde vai distribuir, até 2014, em Pernambuco, o montante de R$ 8,5 milhões que serão investidos na saúde pública, com o intuito de diminuir o tempo de espera dos pacientes, que supera 30 dias – gerando custos incalculáveis aos cofres públicos.

Dos R$ 8,5 milhões destinados ao Estado, R$ 3,4 milhões serão para cirurgias de catarata e R$ 671,7 mil para tratamento de varizes, cirurgias ortopédicas e nas áreas de urologia, oftalmologia e otorrinolaringologia. Os outros R$ 4,3 milhões atenderão as demandas apresentadas pelos gestores estaduais. O Estado também poderá receber incrementos adicionais que serão distribuídos mediante análise de produção.

De acordo com a presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde de Pernambuco (Conasens), Ana Cláudia Callou, o repasse dos R$ 8,5 milhões será uma importante iniciativa para diminuir os transtornos das grandes filas de espera. “Resolver não vai, mas irá dar maior celeridade”, destacou.

Ela ainda informou que na próxima semana o Conasens e a Secretaria Estadual de Saúde estarão reunidos para definir quais hospitais estaduais e municipais receberão a verba, assim como os valores. De acordo com Ana Cláudia, a população poderá sentir na prática essa celeridade nas cirurgias em até 40 dias. (Fonte: Folha de PE)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br