Zona rural de Petrolina registra chuvas

Como este Blog havia divulgado ontem (22), a previsão da meteorologia acabou se confirmando. A Zona Rural de Petrolina registrou chuvas na manhã desta terça-feira (23).

Segundo informações repassadas, na comunidade de Uruás choveu 13 mm; há também registros de precipitações pluviométricas em Izacolândia, Baixa Fechada, Cristália, Manteiga, Capim e Rajada – entre outras áreas.

As chuvas também chegaram a Ouricuri (PE), no Sertão do Araripe.

Sertão do Pajeú: Barragem de Brotas pode ‘sangrar’ com volume de chuvas do último fim de semana

Motivo de preocupação no começo do ano, devido à estiagem que reduziu de forma drástica sua capacidade de armazenamento de água, a Barragem de Brotas, no Sertão do Pajeú, vive outro momento agora e continua ganhando volume, podendo ‘sangrar’ com a continuidade das chuvas na região. Um volume ainda maior de água chegou nas últimas horas ao reservatório, um dos principais do Pajeú, fruto das precipitações pluviométricas do último fim de semana.

O nível da água na parede do reservatório aumentou bastante e já é possível vislumbrar, caso mais chuvas caiam nos próximos dias, a possibilidade de que a barragem venha a transbordar, o que não acontece há muito tempo. Segundo o chefe do setor de distribuição da Compesa, Washington Jordão, desde a última semana que a água de Brotas voltou a ser aproveitada para distribuição em Afogados da Ingazeira e Tabira.

A última medição indicava um percentual de 28% da capacidade do reservatório, “já superado com as últimas precipitações”, acrescentou Jordão. (Foto- Reprodução internet)

Céu nublado e possibilidade de chuvas para Petrolina, diz meteorologia

O tempo nublado do dia de ontem (30/04) em Petrolina poderá se repetir esta semana, inclusive com a presença de chuvas. É o que preveem os principais institutos de meteorologia do país.

A temperatura mínima deve variar entre 23°C e 24°C, enquanto a máxima deve oscilar entre 31ºC e 34ºC.

Chuvas ajudam a encher barragens no Sertão e Agreste de Pernambuco

As recentes chuvas ocorridas em Pernambuco, se ainda não foram as ideais, ao menos serviram para aliviar um pouco o sofrimento das famílias em algumas cidades do interior atingidas pela estiagem. Três barragens localizadas no Sertão e uma no Agreste voltaram a armazenar água graças às chuvas na última semana.

Em Custódia, no Sertão do Moxotó, a Barragem de Marrecas (foto), que estava em colapso desde novembro de 2014, conseguiu acumular ontem (17) 1,4 milhão de metros cúbicos (m³) de água, o que corresponde a 6,49 % da sua capacidade de armazenamento e vai permitir que a Compesa reative o sistema de abastecimento da cidade.

No Pajeú, a Barragem do Rosário, que secou em dezembro de 2015, começou a armazenar água do Rio da Volta, e a Barragem de Brotas, situada em Afogados da Ingazeira, e que estava inoperante há oito meses, acumulou 20% da sua capacidade total.

As chuvas também levaram boas notícias para uma cidade do Agreste. A Barragem de São Sebastião, que entrou em colapso em fevereiro deste ano, recuperou 20% da sua capacidade total, e até o final desta semana volta a abastecer a população de Panelas pela rede de distribuição. Que essas boas notícias continuem. (Foto: Ascom Compesa/divulgação)

 

Itapetim: Mais de 12 horas de chuva faz açude romper e abrir cratera em rodovia

As chuvas que atingiram o Sertão do Pajeú nesta madrugada de quinta-feira, 13, levaram o principal açude de Itapetim a romper. Com a força das águas, o reservatório – que tem capacidade para receber até 1 milhão de metros cúbicos (m³) de água – abriu uma cratera de cerca de 20 metros no meio da PE-263 que leva o município a ter acesso a cidades vizinhas.

O rompimento também fez com que o distrito de São Vicente, na zona rural de Itapetim, ficasse ilhado.

Na região, outras cidades foram beneficiadas com a chuva, como a cidade de Afogados da Ingazeira. No município, choveu mais de 50 milímetros durante a madrugada, sendo que durante todo a quarta já tinha chovido 12 milímetros na cidade. (Foto: JC Online)

 

 

 

Semana Santa com possibilidade de chuvas em Petrolina

A segunda-feira (10) começa com céu pacialmente ensolarado em Petrolina, mas o clima deve mudar um pouco no decorrer da semana.

De acordo com a meteorologia, existe possibilidade de chuvas leves no final de Semana Santa – Sexta-feira da Paixão (14), Sábado de Aleluia (15) e Domingo de Páscoa (16). A temperatura mínima deve oscilar entre 24ºC e 25ºC, e a máxina entre 33ºC e 34ºC. (foto/arquivo)

Principal reservatório do Pajeú inicia recuperação após as chuvas

As chuvas ocorridas no Sertão do Pajeú nas últimas semanas finalmente começaram a impactar no maior reservatório de Afogados da Ingazeira. A barragem de Brotas, concebida na década de 70 para dar segurança hídrica à cidade e parte da região, iniciou sua recuperação. O cenário para quem mora na região já começa a mudar.

Ainda é pouco, diante da capacidade total do reservatório. Mas conforme moradores da região, aumenta a esperança de um ano melhor, depois de anos de seca que fizeram com que a barragem entrasse m colapso total no começo do ano, ficando só com 5% de sua capacidade..

A Compesa ainda não avaliou tecnicamente a possibilidade de voltar a usar a água de Brotas para dar suporte à distribuição em Afogados e Tabira. Atualmente as Adutoras do Pajeú e Zé Dantas cumprem esse papel. (Com informações de Anchieta Santos/para o Blog)

 

 

 

Mesmo após chuvas, Embasa mantém racionamento d’água em oito municípios do norte baiano

Apesar das chuvas ocorridas no norte baiano nos últimos dias, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) mantém o abastecimento de água em regime de racionamento em oito municípios (Senhor do Bonfim, Jacobina, Jaguarari, Caldeirão Grande, Andorinha, Itiúba, Ponto Novo e Filadélfia) e em Angico (Mairi) e Umbuzeiro (Mundo Novo) e estuda reduzir a oferta de água em Campo Formoso, Antônio Gonçalves, Saúde, Caém, Serrolândia, Capim Grosso e São José do Jacuípe.

Conforme dados coletados na terça-feira (4), as barragens que abastecem estas localidades não tiveram mudanças significativas, apresentando os seguintes níveis de armazenamento: Ponto Novo (23,9%), Pindobaçu (43,2%), Aipim (50,2%), Prata (19,9%), Pedras Altas (24%), Cachoeira Grande (32,9%), Itapicuruzinho (0,4%) e São José do Jacuípe (12,3%).

Segundo o gerente Regional da Embasa, Vinícius Araújo, o cenário ainda é preocupante. Ele disse que as chuvas ainda não foram suficientes para repor a água das barragens que abastecem a região, “por isso é necessário continuar contando com a cooperação da população na adoção de hábitos racionais do uso da água”, explicou Vinícius. Para conter a crise hídrica, a Embasa já estuda abastecer Itiúba através da Barragem de Rômulo Campos, Andorinha com água do Rio São Francisco via Sistema de Pilar, e Senhor do Bonfim e Jaguarari por meio de outras formas alternativas de abastecimento.

Chuvas enchem açude e fazem alegria de comunidade rural em Afrânio

Se as chuvas estão fazendo a alegria de milhares de famílias na zona rural de Petrolina, o cenário não é diferente em Afrânio (PE), município do Sertão do São Francisco.

Por lá, o período chuvoso está enchendo importantes açudes na área de sequeiro, a exemplo do da comunidade de Poção (foto). Depois do sofrimento com a estiagem, o momento agora é de festejar e agradecer.

Chuvas caem forte na zona rural de Petrolina e deixam estradas quase intransitáveis

As chuvas tão esperadas na zona rural de Petrolina trouxeram com elas uma velha dor de cabeça para quem precisa se deslocar pelas estradas de acesso às localidades e distritos.

Na região de Atalho e Cristália, por exemplo, o aguaceiro deixou as estradas vicinais quase intransitáveis por conta da lama, que dificulta o trajeto dos veículos. Os moradores da região já vinham reivindicando da prefeitura ações de recuperação dessas vias.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br