Campo Alegre de Lourdes divulga programação junina e do aniversário da cidade

O município de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, divulgou a programação dos festejos juninos e do aniversário da cidade. Com o slogan “O São João da Bahia termina aqui!”, serão sete dias de festas que se iniciarão no dia 29 de junho, com abertura no Bairro Pedro Alcântara.

O encerramento acontecerá no dia 5 julho, no 55º aniversário de emancipação política do município, que será realizado no Centro de Lazer. Os recursos são provenientes da Bahiatursa (Governo do Estado), de emendas parlamentares e de patrocinadores que a prefeitura buscou e fechou a parceria. Entre as atrações estão Iohannes, Banda Cheiro de Amor, Marlus Viana (ex-Calcinha Preta) e Chicabana.

Acompanhe a programação completa:

Quinta-feira (29 de junho) – Marlus Viana / Atração Local (Bairro Pedro Alcântara);

Sexta-feira (30 de junho) – Guilherme Dantas / Chicabana (Centro de Lazer);

Sábado (1º de julho) – Brucelose / Vulcão Aceso (Centro de Lazer);

Domingo (2 de julho) – Forrozão das Antigas / Atração Local (Centro de Lazer);

Segunda-feira (3 de julho) – Atrações Regionais (Praça da Orla);

Terça-feira (4 de julho) – Iohannes / Ytalo Maciel (Centro de Lazer);

Quarta-feira (5 de julho) – Cheiro de Amor / Atração Local (Centro de Lazer).

Prefeituras de Casa Nova e Campo Alegre estão entre as 63 que precisam prestar contas do ano passado, alerta TCM

As Prefeituras de Casa Nova e Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, estão entre as instituições alertadas pelo presidente do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), Francisco de Souza Andrade Netto, a cumprir o prazo para a prestação referente ao ano de 2016. Ao todo 63 prefeituras, 15 câmaras municipais e 10 entidades estão na mira do órgão judiciário – sem contar ex-gestores.

O prazo legal para a prestação das contas se encerrou no dia 31 de março. Andrade Netto já alertou que, quanto maior o atraso, mais graves serão as sanções imputadas.

Ele explicou que as contas das prefeituras devem ser apresentadas de forma eletrônica, através do e-TCM – disponível no site do tribunal -, para que sejam imediatamente encaminhadas às câmaras municipais, que têm a obrigação legal de deixar em disponibilidade pública, para análise de qualquer cidadão interessado, pelo prazo de 60 dias, antes de começar a tramitar no TCM, que fará o julgamento ao final do processo. O presidente da câmara, ao receber as contas do Poder Executivo, deve anexar as do Poder Legislativo, que também ficaram em exposição pBública.

“Os prazos são constitucionais e, portanto, o não descumprimento impõe punição que poderá ter consequências no próprio exercício de funções públicas”, informou. A lista das instituições pode ser conferida no site do tribunal (www.tcm.ba.gov.br).

Campo Alegre de Lourdes poderá ganhar unidade do Detran-BA

O município de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, poderá ser beneficiada com uma Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran). A indicação ao Governo do Estado, com esse objetivo, foi apresentada na Assembleia Legislativa (AL-BA) pelo deputado Roberto Carlos (PDT).

Segundo o parlamentar, demandas relacionadas ao setor são um problema antigo em Campo Alegre, que possui aproximadamente 30 mil habitantes.

“A 8ª Ciretran de Juazeiro, circunscrição em que Campo Alegre de Lourdes é inclusa, também tem uma grande demanda, o que compromete a realização de um atendimento satisfatório. Sem falar na distância e no custo, que implica aos cidadãos se deslocarem para Juazeiro sempre que precisam de atendimento do órgão”, afirmou Roberto Carlos. (Foto/reprodução arquivo)

Recuperação de estrada entre Remanso e Campo Alegre de Lourdes exige atenção redobrada de motoristas

Motoristas que circulam entre os municípios de Remanso e Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, devem ficar atentos ao transitar pela estrada.

A via está passando por recuperação, com homens e maquinário ao longo do trecho, exigindo maior atenção para evitar acidentes. A foto foi enviada por um leitor do Blog.

Campo Alegre de Lourdes: Prefeitura mobiliza sociedade para a criação do Conselho Municipal de Segurança

A nova gestão de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, apoiada pelo Ministério Público Estadual e com participações do Poder Legislativo, Polícias Civil e Militar, instituições financeiras, entidades de classes, Organizações não Governamentais (ONGs) e a população formou, ontem (23), o Conselho Municipal de Segurança.

Durante o encontro, realizado na Biblioteca Municipal, foi debatido o grave problema de violência na região e a vulnerabilidade das instituições financeiras – a exemplo do Banco do Brasil (BB) -, que funciona limitadamente, diminuindo a circulação de dinheiro, o que prejudica todos os setores da economia local.

Na ocasião o prefeito Enilson Marcelo (PCdoB), além de representantes das entidades e vários moradores, expuseram a sensação de insegurança que assola o município, principalmente a zona rural, que sofre com roubos e furtos de animais, invasões e assaltos aos comércios e residências.

Também foram indicados pelos segmentos da sociedade civil representantes para formar o Conselho Municipal de Segurança, que tem a finalidade de discutir, analisar, planejar e acompanhar a solução dos problemas de segurança do município, bem como desenvolver campanhas educativas e buscar a integração e a cooperação entre as entidades locais voltadas à segurança pública. O projeto para formação do Conselho será encaminhado à Câmara Municipal de Vereadores. (foto/divulgação)

Lideranças políticas do norte baiano pleiteiam melhorias para o sistema de saúde local

Prefeitos de três cidades do norte baiano, juntamente com o deputado Zó (PCdoB), se reuniram ontem (19) com o secretário de Saúde do Estado, Fábio Villas Boas. O encontro teve como objetivo pleitear melhorias para o sistema de saúde dos municípios.

O secretário ouviu atentamente o pleito de representantes de cada município, pontuando o que poderia ser atendido em médio prazo. Vilas Boas também se comprometeu em viabilizar equipamentos e apresentou sugestões para priorizar a saúde da população nos municípios, reduzindo assim o custo financeiro como transporte de pacientes para outras cidades. O secretário delegou os assessores especiais, Cássio Garcia e Petrivone Sampaio, para fazer o diagnóstico e acompanhar as demais solicitações.

Participaram do encontro os prefeitos Enilson Rodrigues (Campo Alegre de Lourdes), Humberto Ramos (Chorrochó) e Lindomar Dantas (Uauá). Também estiveram presentes a secretária de Saúde de Uauá, Aline Ribeiro;  o vice-prefeito de Chorrochó, Dilan Oliveira; a secretaria de Saúde, Sheila Araújo; e o vereador Joelson Moreira. (foto/divulgação)

Codevasf avança com obra de abastecimento d’água no norte baiano

Segue em ritmo acelerado a execução, pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), do sistema integrado de abastecimento de água de Campo Alegre de Lourdes, no norte baiano. A obra, cuja primeira fase da execução já está em cerca de 95%, conta com recursos federais da ordem de R$ 79,6 milhões. Quando concluído, o sistema prevê atender com água tratada cerca de 40 mil pessoas de 71 localidades no norte da Bahia.

O empreendimento foi tema de reunião entre o diretor de Desenvolvimento e Infraestrutura da Codevasf, Marco Aurélio Diniz, o superintendente da 6ª Regional da Companhia em Juazeiro, Misael Aguilar Neto, prefeitos municipais, representantes da Embasa (Empresa Baiana de Águas e Saneamento), da empresa responsável pela execução das obras e da Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia) na sede da 6ª SR.

A expectativa da Codevasf é de que a adutora principal do sistema de abastecimento, a estação de tratamento de água e as estações de bombeamento, compreendidas entre a captação e o município de Campo Alegre de Lourdes, sejam concluídas até o final de junho. Após isso começará o período de testes e pré-operação para atender à sede de Campo Alegre de Lourdes.

Marco Aurélio Diniz informou que, até o final de janeiro, uma equipe de técnicos da Codevasf, junto com profissionais da Embasa e da empresa responsável pela obra, estará no local. “A obra vai atender mais de 20 mil habitantes já na primeira etapa, e acabar com a necessidade de fornecimento de água por caminhões-pipas”, ressalta.

O projeto prevê captação de água por meio de flutuante no reservatório e Sobradinho, e também a construção de uma estação de tratamento de água. Em Campo Alegre, além da sede municipal, o projeto prevê levar água para 52 localidades; outras 19 seriam atendidas no município de Pilão Arcado. “Essa água é um sonho de 54 anos de toda a população campo-alegrense, visto que não temos fornecimento regular de água potável”, destaca o prefeito Enilson Marcelo Rodrigues.

Empreendimento

O empreendimento contempla sete subsistemas – dois em Pilão Arcado e cinco em Campo Alegre –, que serão compostos por adutora, elevatória, reservatório, rede de distribuição e ramais. O sistema prevê ainda 371 km de adutoras e subadutoras, e 120 km de redes de distribuição para levar água até as residências. “Acredito na inclusão social produtiva e econômica a partir de uma agricultura familiar estruturada e motivada em seu princípio básico, que é o trato à terra como instrumento produtivo econômico, social e ambiental, comprometido com a sustentabilidade dos recursos naturais e com as gerações futuras”, afirma o superintendente regional da Codevasf, Misael Aguilar Neto. (foto: Ascom/divulgação)

Campo Alegre de Lourdes: Sem condições de atendimento, Hospital Municipal é interditado

A população de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, está sem atendimento médico no Hospital Municipal da cidade. Por conta disso a unidade teve de ser interditada para higienização. O prefeito Dr. Enilson (PCdoB), acompanhado da secretária de Saúde, Aline Almeida, e de alguns Vereadores, médicos e profissionais da área fizeram uma visita ao hospital e constataram diversas irregularidades e precariedades, o que justifica a interdição, confirmando o relatório da equipe de transição elaborado na entrega do órgão no primeiro dia do novo governo.

O hospital está tomado pelo mau cheiro, tem material infectado e lençóis usados no chão. Faltam macas e aparelhagem de emergência, equipamentos básicos para o pronto atendimento e todos os tipos de medicamentos. Faltam, por exemplo, esparadrapo, equipo, escalpe, gases, seringas, compressas. Medicamento de urgência só existe Buscopam”, disse a prefeitura, em nota.

Com relação à estrutura da unidade médica, a nova gestão afirma que “as paredes contêm rachaduras e infiltrações e há uma parte do teto sem forro, deixando o bloco cirúrgico totalmente exposto, o que possibilita uma infecção hospital. A sala de raio-x, nestas mesmas condições, está imprópria para uso. O gerador de energia também está quebrado”, segundo a nota.

Medidas

Será solicitada uma vistoria da Vigilância Sanitária nos próximos dias para que, se necessário, seja promovida a interdição total do Hospital Municipal para correção das irregularidades que põem em risco pacientes e funcionários. A nova gestão já informou que não permitirá que a população seja prejudicada. A unidade ficará com atendimento suspenso por 15 dias para higienização, manutenção e período para elaboração das licitações para a compra de matérias e medicamentos. Os serviços de atendimento serão transferidos para o posto de saúde (antigo Sesp), ao lado do hospital. (foto/divulgação)

Projetos de irrigação e abastecimento no norte da Bahia são tema de reunião entre presidente da Codevasf e governador

A presidente da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Kênia Marcelino, reuniu-se nesta semana com o governador da Bahia, Rui Costa (PT), na sede do governo do estado, em Salvador. A pauta da reunião incluiu encaminhamentos sobre o projeto de irrigação Baixio de Irecê, o Sistema Integrado de Abastecimento d’Água de Campo Alegre de Lourdes e o Canal do Sertão Baiano.

O projeto de irrigação (foto), situado no município de Irecê, deverá ter área total irrigável de 48 mil hectares. As etapas 1 e 2 do projeto, atualmente em processo de implantação, somam 16 mil hectares e devem ser destinadas ao cultivo de frutas e grãos. Entre outras atividades estão sendo realizados, nas etapas 1 e 2, o desmatamento e a elaboração de projetos dos sistemas de irrigação. Esses projetos devem viabilizar a obtenção de financiamento bancário para preparo do solo, aquisição de equipamentos e plantio.

O Sistema Integrado de Abastecimento d’Água de Campo Alegre de Lourdes, em execução pela Codevasf, deverá beneficiar mais de 30 mil pessoas e envolve investimentos de R$ 79 milhões.

O Canal do Sertão Baiano, por sua vez, é um projeto cujos estudos de viabilidade e anteprojeto de engenharia estão em fase final de elaboração. O Canal deverá ter extensão de 317 quilômetros e assegurar suprimento hídrico às bacias hidrográficas Tatauí, Salitre, Tourão/Poções, Itapicurú e Jacuípe, na Bahia, com captação no Rio São Francisco. (foto/divulgação)

Moradores comemoram chegada das chuvas no norte baiano

chuva-campo-alegre-de-lourdesA chegada das chuvas, ainda que em pouca quantidade, foi suficiente para trazer de volta a esperança do povo sertanejo no norte da Bahia. Como este Blog publicou ontem (13), a chuva começou a cair em Juazeiro. Mas em outras cidades da região, o clima também já começou a mudar.

Nas cidades de Campo Alegre de Lourdes e Remanso, por exemplo, as chuvas já fazem a alegria dos moradores. Uma boa notícia é que, segundo a meteorologia, o tempo deve permanecer chuvoso na região pelos próximos dias. Um alívio. (foto/reprodução WhatsApp)

Morador de Campo Alegre de Lourdes busca família após perder contato há quase 20 anos em Ibimirim

genilvaldoGenivaldo José Rifirino, de 41 anos, mora em Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, e nunca perdeu a esperança de reencontrar seus familiares que residem em Ibimirim (PE), no Sertão do Moxotó, de onde ele saiu quando ainda era adolescente.

Ele trabalhava num circo e, durante a passagem por Campo Alegre de Lourdes, ficou. O motivo, no entanto, não foi explicado. O tempo foi passando, ele se casou e constituiu família, mas o sonho de rever os parentes continua vivo.

Amigos de Genivaldo entraram em contato com este Blog para contar sua história. Os pais de Genivaldo se chamam Antônio Cirino Rifirino e Iracema Maria da Conceição. Ele tem duas irmãs: Maria de Fátima e Josiane. Segundo Genivaldo, sua mãe morreu quando ele era bem pequeno.

Genivaldo não tem condições financeiras de ir até Ibimirim. Ele mora no Centro de Campo Alegre de Lourdes. Quem tiver alguma informação sobre seus familiares, pode entrar em contato através do telefone (74) 9 9913-1388. (foto/divulgação)

Campo Alegre de Lourdes: A falta de compromisso, as denúncias e o descaso com a população

campo-alegre-de-lourdes-bahia

O desgaste e as inúmeras denúncias contra a atual administração em Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, têm provocado um enorme sofrimento para a população de pouco mais de 30 mil habitantes.

Diante da alarmante situação, a população – que vive oprimida – não sabe muito a quem recorrer. A cada dia que passa, mais notícias negativas surgem. A última, por exemplo, foi registrada esta semana, quando o Ministério Público Estadual (MP-BA) deflagrou uma operação para coibir irregularidades na educação e prendeu servidores municipais por desvio de dinheiro.

O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA) também é outro órgão que já detectou inúmeras irregularidades, punindo com multas a atual gestão.

Quem mora em Campo Alegre de Lourdes afirma que outras mazelas – como falta de infraestrutura e a precariedade nos serviços de saúde – deixam a cidade ainda mais abandonada. Para completar ainda carrega o triste estatus de ser a única do Estado abastecida 100% com carros-pipas, e os governos municipal, estadual e federal parecem não se importar muito com isso.

Campo Alegre está situada na divisa com o Piauí. Embora esteja dentro da área de influência do Vale do São Francisco, fica a 120 km de distância do rio. Não é cortada por nenhum curso de água permanente e localiza-se no chamado ‘polígono da seca’. Na região não há viabilidade para perfuração de poços e a única solução para abastecimento humano, de forma permanente, é a captação no Rio São Francisco. Por conta disso, a população é severamente castigada.

Por lá, os moradores dizem que o coronelismo ainda predomina. O único banco da cidade funciona de forma limitada e o medo da população é constante. A pergunta que fica é: a população de Campo Alegre de Lourdes não merece a atenção de seus representantes? (foto/reprodução)

Campo Alegre de Lourdes: Operação prende servidores públicos por desvio de mais de R$ 1 milhão da educação

escola-campo-alegre-de-lourdes-verba-desviada

Servidores públicos envolvidos em um esquema fraudulento que desviou mais de R$ 1 milhão dos cofres públicos de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, foram presos ontem (1º), durante a operação ‘Menos Corrupção, Mais Educação’. Todos os servidores foram afastados dos seus cargos.

Coordenada pelo Ministério Público estadual (MP-BA), por meio do promotor de Justiça de Remanso, Rafael Santos Rocha, a operação comprovou a formação de uma organização criminosa que vem desviando verbas da educação do município há dois anos. Ao todo, foram cumpridos 16 mandados de prisão, busca e apreensão. Entre os bens apreendidos estão veículos dos envolvidos e diversas folhas de cheque que estavam de posse da secretária de Educação. Além dela, foram presos quatro diretores de escolas.

As fraudes foram constatadas depois que o promotor Rafael Rocha lançou no município o programa ‘O MP e os Objetivos do Milênio: Saúde Mais Educação’ e iniciou visitas às escolas. A falta de estrutura das unidades educacionais levou a Promotoria a apurar o destino das verbas, por meio de um procedimento investigatório criminal que revelou as fraudes.

Apoio

A operação contou com o apoio das Polícias Rodoviária Federal (PRF), da Militar (PM) e Civil (PC) dos municípios de Campo Alegre de Lourdes e de Remanso, que cumpriram os mandados expedidos pelo juiz Dario Gurgel. (foto/divulgação)

Banco funcionando em horário reduzido e sem dinheiro em caixas é rotina em Campo Alegre de Lourdes

Após inúmeros assaltos, a agência do Banco do Brasil (BB) de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, continua funcionando em horário reduzido, causando problemas para a população.

Além da redução do horário de atendimento, é comum os caixas ficarem sem dinheiro, principalmente nos finais de semana. A informação é do deputado estadual Zó (PCdoB) e do prefeito eleito Enilson Rodrigues (PCdoB).

Em busca de reforço no policiamento para o município, eles estiveram em Salvador para uma conversa com o secretário de Segurança Pública do Estado, Maurício Teles Barbosa, que garantiu que o Governo do Estado fará o possível para cooperar e traçar parcerias.

Segundo Enilson Rodrigues, a meta para janeiro de 2017 é formalizar apoios de cooperação com a polícia. Até lá, porém, a população vai continuar no prejuízo. (foto/arquivo reprodução)

Governo estuda operacionalização de sistema de abastecimento d’água em Campo Alegre de Lourdes

reuniao-sihs-bahia

De forma a concretizar o sonho dos moradores de Campo Alegre de Lourdes, no norte da Bahia, de ter água potável nas torneiras, o Governo do Estado estuda a viabilidade técnica e econômica para que a operacionalização do tão esperado sistema de abastecimento e esgotamento sanitário, coordenado pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), seja de responsabilidade da Embasa, empresa ligada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS).

Campo Alegre de Lourdes é a única cidade baiana em que ainda falta chegar água à sede. Com a operacionalização pela Embasa, a obra do sistema de abastecimento deve ser acelerada e entregue o quanto antes. A intervenção beneficiará 70 povoados e um total de 33.341 pessoas. Os investimentos são da ordem de R$ 79.626.105,61.

De acordo com o secretário Cássio Peixoto, trata-se de uma obra de extrema importância para os moradores de Campo Alegre de Lourdes e região e que, de fato, chegará para mudar a realidade de milhares de famílias. O gestor explica que a implantação do sistema está, gerencialmente, subdivida em duas etapas.

A primeira envolve a captação, tratamento, adução e distribuição para as localidades rurais de Pilão Arcado e Campo Alegre de Lourdes, além do abastecimento da sede desta última. Já a segunda fase levará água até o distrito de Angico dos Dias, passando por diversas localidades ao longo do trajeto. “E é certo que a adutora do Rio São Francisco, que possui 94 quilômetros, permitirá que água de qualidade chegue para toda a população”, comemora o secretário. As informações são do Governo do Estado. (foto/reprodução)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br