Equipe da Secretaria de Saúde faz campanha de alerta contra DSTs durante Carnaval de Petrolina

Dados do Ministério da Saúde apontam que no Brasil, 260 mil pessoas sabem que têm o vírus HIV e não se tratam. Outras quase 112 mil sequer sabem. Por este motivo, festas populares como Carnaval são sempre oportunas para campanhas de conscientização. Em Petrolina não está sendo diferente. Uma equipe da secretaria, por meio do Conselho de Testagem e Aconselhamento (CTA), vem orientando os foliões sobre a importância de se prevenir não apenas contra Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), praticando sexo seguro, como também evitar uma gravidez indesejada.

Segundo o coordenador do Centro de Testagem e Aconselhamento, Anderson Andrade, nesses dois primeiros dias foram entregues 20 mil preservativos.

“Estamos reforçando a campanha do Ministério da Saúde, e continuaremos nesses últimos dias. Nossa equipe está sendo abraçada pelas pessoas que estão recebendo as orientações e as camisinhas“, frisou. A previsão é de que até amanhã (28), encerramento do Carnaval, cerca de 60 mil preservativos sejam entregues aos foliões por 28 funcionários do CTA. (com informações da assessoria/foto divulgação)

Bloco ‘Quem Disse que a Gente Não Vinha’ quer aproveitar Carnaval de Petrolina para alertar sobre violência contra mulher o ano inteiro

Carnaval é irreverência e animação, mas também pode ser sinônimo de conscientização. Há oito anos o Bloco ‘Quem Disse que a Gente Não Vinha’ carrega essa proposta para as ruas de Petrolina, no intuito de chamar atenção dos foliões para a violência contra as mulheres, problemática cada vez mais preocupante em todo o país. Este ano não vai ser diferente.

O bloco desfilará na abertura dos Festejos de Momo da cidade, que acontecerá neste sábado (25). A concentração dos participantes será às 16h, na Praça Maria Auxiliadora. Em seguida, às 17h, eles percorrerão as ruas de Petrolina em direção ao centro histórico, na Praça da 21 de Setembro – tradicional foco do Carnaval petrolinense – ao som da orquestra Metais de Ouro.

De acordo com a secretária municipal executiva da Mulher e Acessibilidade, Talita Andrade, durante todo o percurso do bloco os integrantes distribuirão panfletos e mostrarão faixas alusivas ao combate à violência de gênero. Ela explica que esse planejamento, que começou em janeiro, não é apenas para o Carnaval, mas para o ano inteiro.

O bloco sairá apenas no sábado, mas durante os quatro dias de festa a Secretaria de Desenvolvimento Social terá um estande no Polo Centro, onde serão distribuídos mais panfletos sobre o tema. “A gente entende que a conscientização e a educação da população são fundamentais para que as mulheres fortaleçam seus direitos e que todos compreendam que agressão é crime”, ponderou. Embora a maioria dos integrantes do ‘Quem Disse que a Gente Não Vinha’ seja de mulheres, a agremiação está aberta a qualquer cidadão. As expectativas de Talita, inclusive, são de que o número de participantes supere o ano passado, quando o bloco levou às ruas cerca de 800 pessoas.

Maria da Penha

A coordenadora regional/Núcleo Sertão do São Francisco da Secretaria Estadual da Mulher, Normeide Farias, explica que essa parceria entre Estado e município ganha destaque em períodos festivos tradicionais, a exemplo do Carnaval. Esse trabalho faz parte justamente de uma das campanhas, “Violência Contra a Mulher é Coisa de Outra Cultura”. Ela fez questão de destacar o diferencial deste ano, quando – além da Secretaria Executiva da Mulher – a Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Esportes também abraçou fortemente a causa. E não é à toa. A Pasta é comandada por Maria Elena Alencar, uma das defensoras mais ferrenhas dos direitos das mulheres em Petrolina.

Normeide também destaca o apoio do 5° Batalhão de Polícia Militar (BPM) e o engajamento nessa causa de outros segmentos da sociedade, a exemplo de ONGs, sindicatos e instituições de ensino locais. Ela lembra que o assassinato de mulheres em Petrolina preocupa bastante. Em 2015, dez delas foram mortas, mesmo número do ano passado. Por esta razão, Normeide ressalta a importância da Lei Maria da Penha, criada em 2006, que veio para garantir os direitos das mulheres e punir com rigor seus agressores.

Ela acredita, inclusive, que o aumento no número de denúncias sobre violência de gênero tem mais a ver com a mudança de mentalidade das mulheres do que com o fato de os homens terem perdido o medo da lei. Normeide ressalta ser importante quebrar de vez a concepção machista e patriarcal de décadas passadas, quando as mulheres aceitavam passivamente ter seus direitos violados. “Elas precisam cada vez mais enfrentar o medo e procurar as autoridades para denunciar essas agressões”, completou.

Hemope lança campanha para reforçar estoque de sangue em todo o estado durante o Carnaval

Com o período de férias emendando com o Carnaval, a Fundação Hemope observou que o estoque de sangue da unidade em todo o estado está baixo e com a proximidade da folia, é necessário um reforço para atender a população. Por isso, foi lançada nesta terça-feira, 14, uma campanha na sede do órgão no Recife que visa atrair mais doadores para ampliar o estoque principalmente durante a festa momesca.

A campanha além de cartazes e divulgação institucional, também será feita pelas redes sociais. Os profissionais do Hemope irão reforçar o convite via redes sociais para atrair novos doadores e atrair que já doou. Os tipos sanguíneos que mais precisam de reforço no Hemope são os negativos dos tipos A e O, mas doadores de todos os tipos também serão importantes para reforçar o estoque do litoral ao sertão.

Pode ser doador quem tiver a partir de 16 anos, nesse caso tendo a autorização de um responsável por ser menor; ter mais de 50 Kg, estar bem de saúde, dormir bem, não ingerir bebida alcoólica e está bem alimentado.

O Hemope recebe doadores das 8h às 16h30, de segunda à sexta-feira. Quem quiser agendar a doação basta ligar para 08000811535.

Campanha busca angariar recursos para custear alimentação especial de adolescente com doença rara em Petrolina

A família do adolescente Pedro Rodrigues Medrado Neto, de 16 anos, morador do Bairro Mandacaru, zona norte de Petrolina, está numa campanha para angariar recursos e suprir as necessidades do garoto, que sofre de uma doença rara: a encefalite viral, contraída há mais de um ano. O jovem está paralisado e pesa pouco mais de 20 quilos.

A alimentação que o garoto precisa para sobreviver custa em torno de R$ 2.500 por mês, mas sua família não tem condições de arcar com essa e outras despesas. Hoje está faltando quase tudo.

De acordo com a família, a alimentação que Pedro necessita deveria ser fornecida pelo Governo de Pernambuco, mas a Secretaria Estadual de Saúde não estaria cumprindo o que determinou a justiça. João Guilherme, que é amigo da família, se disponibilizou a arrecadar as doações, caso os voluntários não tenham como entregar. O contato dele é o (74) 98808-1737. Quem quiser fazer as doações diretamente à mãe do adolescente, pode se dirigir até a residência da família, localizada na Rua 12 do bairro Mandacaru, nº 641. Fica ao espaço aberto a algum representante do Governo de Pernambuco. (foto/divulgação)

Bombeiros militares da região se engajam em campanha contra PEC que impõe perdas à categoria

Bombeiros militares da região se mobilizam contra um artigo da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 287, que segundo a categoria, vai implicar em muitas perdas para esses profissionais. Por conta disso, eles se engajaram numa campanha, batizada ‘Bombeiros pedem socorro’, e querem o apoio da sociedade civil organizada através de uma petição para barrar o artigo 42 da PEC 287 (no artigo abaixo há um link para quem quiser assinar a petição).

Confiram:

Agora somos nós, Bombeiros Militares, que pedimos socorro através deste canal de comunicação. Estamos levando a você, cidadão, a informação que querem sacrificar ainda mais os Bombeiros Militares do Brasil.

Nós, Bombeiros militares, que estamos 24 horas por dia, 7 dias por semana, 30 dias por mês, 365 dias por ano, em prontidão para levar um serviço de qualidade a todos que nos acionam em momentos difíceis. Pedimos a sua ajuda para retirar o artigo 42 do Projeto de Emenda Constitucional 287 de 2016, denominada PEC 287. Essa alteração inseriu erradamente os Bombeiros Militares Estaduais.

A PEC 287 busca uma reforma na previdência, mas querem estender a uma corporação várias perdas não aplicadas aos militares, que já não têm muitos direitos, pois dos 34 direitos trabalhistas os Bombeiros Militares possuem apenas 6 destes direitos. Ressaltamos que durante a carreira, 63% dos bombeiros têm ou terão câncer devido ao contato com substâncias tóxicas, conforme estudo do San Francisco Firefighters Cancer Prevention Foundation.

De acordo com estudos, depois de 30 anos de serviço nós, Bombeiros Militares, vivemos no máximo 4,7 anos de vida; vale mencionar também que os Bombeiros Militares com mais de 10 anos de serviço já tiveram algum nível de contato com secreções em ocorrências, e que muitos adquiriram doenças. Em 30 anos um socorrista pode ter visto mais de 1000 mortes e geralmente mais de 70% dos bombeiros vão para a reserva remunerada com dificuldades psicológicas/psiquiátricas.

Para tentar combater essa injustiça nós, Bombeiros Militares Estaduais do Brasil, criamos o portal “Bombeiros Pedem Socorro”, com o intuito de conseguir o seu apoio que tanto admira nosso serviço diariamente.

Por nós, ajude e assine a petição em apoio aos Bombeiros Militares.

Utilidade pública: Amigos iniciam campanha para tratamento de saúde do Palhaço Gasparito

Ele criou um projeto social em Petrolina para acolher crianças e jovens no Bairro Dom Avelar e comunicadas vizinhas, se dedicando com afinco a sua missão. Agora é ele, Fagner Bezerra Cabral – ou Palhaço Gasparito – quem precisa de ajuda e apoio dos petrolinenses, e de todos que o conhecem, para custear um tratamento de saúde. Fagner tem 24 anos e foi diagnosticado recentemente com um câncer, já tendo iniciado tratamento.

Para ajudar Fagner, um grupo intitulado ‘Amigos do Palhaço Gasparito’ está se mobilizando para conseguir recursos para tratamento deste jovem, que criou um dos personagens mais queridos do Vale do São Francisco. O tratamento depende de muitos despesas: exames, consultas e medicamentos. A família de Gasparito não possui condições financeiras suficientes, por isso o apelo dos amigos para quem já fez tantas campanhas pelo próximo e que precisa ficar bem para voltar a alegrar ainda mais crianças e jovens de bairros carentes de Petrolina.

Quem quiser colaborar pode depositar o valor que puder numa conta da Caixa Econômica Federal, que foi aberta para doações. A agência é 2991, operação 013, conta poupança número 19.713-7, em nome de Fagner Bezerra Cabral. Conforme amigos de Gasparito que estão à frente dessa campanha, qualquer quantia depositada será bem vinda.

Comunidade do Residencial Nova Petrolina receberá campanha de combate à violência contra a mulher

Uma parceria entre Prefeitura de Petrolina e Governo de Pernambuco pretende conscientizar a população sobre a necessidade da preservação dos direitos da mulher. O alvo da iniciativa será a comunidade do Residencial Nova Petrolina, do Programa ‘Minha Casa, Minha Vida’. A ação acontecerá neste sábado (28), a partir das 8h30, na praça principal do residencial.

Durante a mobilização, que faz parte da Campanha ‘Basta de Violência Contra a Mulher’, equipes ligadas à Secretaria Executiva da Mulher e Acessibilidade farão uma caminhada para chamar atenção sobre esse tema.

A ação também será marcada pela distribuição de panfletos e a realização de um ‘adesivaço’, cujo objetivo é alertar para a importância de denunciar casos de violência contra a mulher.

 

Bodocó: Secretaria de Saúde promove Campanha de Rastreamento da Hepatite C

A Secretaria de Saúde de Bodocó (PE), no Sertão do Araripe, realizou, na segunda-feira (23), a Campanha de Rastreamento da Hepatite C. O principal objetivo foi identificar a infecção pelo vírus da hepatite C por meio de testes rápidos, promovendo o diagnóstico precoce, fator crucial para o sucesso da terapia, já que o vírus pode permanecer por mais de 20 anos no organismo sem manifestar-se.

Foram administrados 230 testes rápidos para pessoas com idade a partir de 15 anos. Além dos testes, a equipe de profissionais de saúde realizou atendimento para aferição de pressão arterial, distribuição de preservativos, gel lubrificantes, folders e prestou informações sobre saúde à população.

A ação, que aconteceu na Praça José Gomes de Sá, foi fruto da parceria entre a Vigilância em Saúde/Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

A Hepatite C é uma doença silenciosa e raramente sintomática. Por isso, a importância de identificá-la na fase precoce, reforçar os alertas para a prevenção e detecção da doença. A doença é causada pelo vírus VHC, que leva à inflamação do fígado e é transmitida principalmente por sangue contaminado. De acordo com dados do Ministério da Saúde, a Hepatite C é um dos maiores fatores de risco para cirrose e câncer de fígado. Recomenda-se às mulheres grávidas a realização do exame pré-natal, pois o vírus pode ser transmitido ao bebê. (foto/divulgação)

Hospital Universitário promove campanha de doação de livros

O Hospital Universitário (HU) de Petrolina lançou uma campanha de doação de livros da linha infanto-juvenil. O objetivo é utilizar as publicações em ações terapêuticas da unidade. A feira de doação de livros do HU acontece este mês e se estende até fevereiro.

Podem ser doados livros paradidáticos novos ou usados, que enriquecerão o acervo da bibliotecaerapêutica e assim servirem como instrumento para tratamento dos pacientes do hospital. A iniciativa é parte de um programa de extensão promovida pelo HU. A biblioterapia, através da literatura, colabora com o tratamento dos pacientes proporcionando lazer e aliviando as tensões causadas pelo período de internamento.

Os familiares também participarão da terapia, já que também são afetados pelas condições do ambiente hospitalar. Os livros podem ser entregues na recepção de funcionários do HU-Univasf de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 12h.

 

 

River Shopping inicia primeira liquidação do ano

Até o fim das férias acontecerá a ‘Liquida Mais’, a primeira liquidação de 2017 do River Shopping, em Petrolina. São oferecidos descontos imperdíveis em vários segmentos – como calçados, vestuário, eletroeletrônicos, entre outros produtos.

A campanha será divulgada na TV, outdoor, rádio e internet. O shopping estima um aumento de 9% no fluxo de clientes, em comparação ao mesmo período do ano passado. O River Shopping fica na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, nº 100, Centro.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br