Vereador Gabriel Menezes quer barrar “assistencialismo à saúde” praticado na Câmara de Petrolina

Uma prática antiga na Câmara Municipal de Petrolina encontrou uma voz que pretende colocar o tema na ordem do dia no Poder Legislativo. Trata-se do vereador de primeiro mandato, Gabriel Menezes (PSL), da bancada da oposição na Casa Plínio Amorim. Conforme argumentou, ele sempre achou essa prática negativa e que já o incomodava antes de se eleger. O tradicional ‘jeitinho’ que parte dos vereadores petrolinenses pratica para atender eleitores, em troca da longa espera dos cidadãos comuns, é para o parlamentar, uma forma desleal para com os demais petrolinenses que penam em filas nos postos e hospitais públicos para conseguir uma consulta ou um exame por mais simples que seja.

“A meu ver, isso está errado e vou focar nessa discussão na Casa Plínio Amorim. Não é justo uma pessoa comum, contribuinte como todas, esperar pela realização de um exame ou o resultado em média um, dois meses, porque vereadores assumiram essa prática de arrumar um jeito e furar a ordem de espera, conseguindo o mesmo procedimento em tempo ágil. Isso não pode acontecer. Essa prática está errada e vamos discutir isso sim”, frisou Gabriel.

Superintendente da Codevasf diz na Câmara que lei garante à Compesa operar sistemas de abastecimento em Petrolina

O superintendente da 3ª Regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em Pernambuco, Aurivalter Cordeiro, esteve nesta terça-feira, 23, na Câmara de Vereadores, falando das ações voltadas para a área irrigada de Petrolina, acessibilidade à água e projetos atuais e futuros que irão beneficiar os 60 municípios de sua atuação no Estado. Aurivalter atendeu convite do presidente da Casa, vereador Osório Siqueira (PSB). (mais…)

Depois de Cristina, Ronaldo Silva trava embate com Gilmar Santos na Câmara de Petrolina

Mais uma sessão de embates na Câmara de Petrolina nesta quinta-feira, 18. Outra vez o bate-boca foi entre um tucano e um petista. Quem protagonizou o embate foi mais uma vez o vereador Ronaldo Silva (PSDB), que já trocado farpas com a colega vereadora Cristina Costa (PT) na sessão de quinta, 11. Hoje ele discutiu com outro petista, o vereador Professor Gilmar Santos. (mais…)

‘Rolo compressor’ da bancada da situação aprova projetos do Executivo que entraram de última hora na Casa Plínio Amorim

Parece que a bancada do governo voltou a falar a mesma língua na Câmara de Petrolina. Nesta quinta, 11, durante sessão ordinária, bem diferente da reunião de terça, 8, a bancada de situação mostrou unidade e usou seu ‘rolo compressor’ ao emplacar dois projetos do Poder Executivo que entraram de última hora na pauta da reunião. Os dois textos foram aprovados. Um por 20 votos, que concedia crédito suplementar para o prefeito Miguel Coelho (PSB) quitar o pagamento do perdão das dívidas do Pronaf; o outro, por 18 votos, sobre aquisição de crédito especial, fora do orçamento municipal,  teve as abstenções dos vereadores Cristina Costa e Professor Gilmar Santos (ambos do do PT).

A sessão, iniciada às 9h, se estendeu até às 14h justamente pelas matérias pautadas de última hora, que levaram a vereadora Cristina questionar alguns pontos e justificar a abstenção dos petistas ao texto que concede ao prefeito Miguel Coelho (PSB) adquirir crédito especial de mais de R$ 640 mil para a implantação do centro da coleta seletiva do município.

“Não posso votar no que não tenho segurança. Sou até defensora da causa dos catadores, mas da forma como chegou o projeto, não tenho como votar, prefiro me abster”, ressaltou a petista, levando o apoio do colega Gilmar.

Cristina disse que o prefeito enviou uma mesma mensagem para os dois projetos. “Esse Novo Tempo tem enviado as coisas de última hora e não posso aprovar um projeto em que o município vai buscar crédito fora do orçamento”, explicou a petista. O crédito será enviado à Secretaria Municipal de Direitos Humanos para a implantação do centro.

Osório

Questionado sobre projetos que entram na pauta de última hora com a situação não dando “brecha” para questionamentos da oposição, o presidente da Casa, vereador Osório Siqueira (PSB) negou quebra do Regimento Interno. Pelo Regimento, um projeto de lei tramita no mínimo 15 dias, mas conforme Osório, tendo o parecer técnico das comissões de Finanças e Justiça e Redação, cabe à Mesa acatar ou não na pauta.

“Estão dentro da legalidade, porque as comissões deram os pareceres favoráveis. Cabe à Mesa Diretora colocar ou não os projetos em pauta. O presidente da Mesa tem prerrogativa para isso e está completamente dentro do Regimento”, disse Osório.

Câmara de Serra Talhada adia votação de contas do ex-prefeito Carlos Evandro

A Câmara de Vereadores de Serra Talhada (PE), sertão do Pajeú, realizou sessão ordinária na noite desta segunda-feira (8). Na oportunidade foram apresentados vários requerimentos solicitando do Executivo a pavimentação asfáltica de diversas de bairros da cidade, a construção de passagens molhadas no interior e a implantação de lombadas em vias públicas do município. Mas a votação das contas de 2008 do ex-prefeito Carlos Evandro foi retirado de pauta.

A mudança na Casa  Manoel Andrelino Nogueira  se deu porque o Tribunal de Contas do Estado (TCE) mudou seu parecer e devolveu as contas para nova avaliação da Câmara de Vereadores. A votação foi adiada por solicitação do vereador Gilson Pereira. “Pedi o adiamento porque o processo tem quase cinco mil páginas. É preciso analisar para que não haja prejuízo a ninguém“, disse Gilson.

O presidente da Câmara, Nailson Gomes, falou sobre o adiamento da votação. “Em 2014 o Tribunal de Contas recomendou a rejeição das contas do ex-prefeito Carlos Evandro, mas houve recurso da defesa do ex-gestor. Agora o Tribunal acatou o pedido, mas manteve o parecer prévio pela rejeição, só ressaltando que as contas de gestão deveriam ser reavaliadas pelos vereadores, por isso as contas iriam novamente para votação hoje. Mas o vereador Gilson Pereira apresentou pedido de vistas e adiamos o prazo para que todos os vereadores tenham tranquilidade para fazer sua avaliação“, explicou Nailson.

Outras discussões importantes foram a solicitação do recapeamento da PE-365, que liga Serra Talhada a Triunfo, apresentada pelo vereador Zé Raimundo, em virtude do alto índice de acidentes que estão ocorrendo no local devido às condições da estrada, e a solicitação de contratação de médicos pediatras para o Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães (Hospam),  feita pelo vereador André Maio. (Foto: Ascom)

 

 

Câmara promove campanha para ajudar tratamento de saúde de líder comunitário em Petrolina

Vereadores, servidores, amigos e lideranças comunitárias de Petrolina, estão juntos numa ação solidária para ajudar o ex-presidente da Associação de Moradores do bairro Loteamento Recife, zona leste da cidade, Juvêncio da Gama. A campanha, oficializada nesta sexta-feira, 5, data em que é comemorado o dia do líder comunitário em Petrolina, visa ajudar Juvêncio no tratamento contra o câncer.

Juvêncio passará por um procedimento que custará em média R$ 30 mil e, apesar de contar com a ajuda da Farmácia do Estado, precisa dessa colaboração para custear as demais despesas do tratamento, por isso o Legislativo Municipal e os amigos e amigas, lideranças comunitárias da cidade, resolveram entrar nessa missão solidária.

Os vereadores e funcionários da Casa Plínio Amorim que se interessarem em ajudar Juvêncio, basta procurar o setor financeiro da Câmara e autorizar o desconto do valor que for ajudar no salário. Já os demais amigos e amigas do líder comunitário, podem depositar qualquer valor no Banco do Brasil, agência 0963-6/ Conta Corrente nº 69075-5, titular da conta, Juvêncio Antônio da Gama.

Votação de requerimento acirra debate entre os vereadores Gabriel Menezes e Ronaldo Cancão

Mais uma sessão na Câmara de Vereadores de Petrolina, nesta quinta-feira (4), terminou num debate acirrado. Os protagonistas da vez foram os vereadores Gabriel Menezes (PSL), da bancada de oposição, e Ronaldo Cancão (PTB), do grupo governista. Cancão criticou com veemência um requerimento de Menezes, que pedia informações sobre critérios de autorização para a realização de eventos privados em espaços públicos como o Pátio de Eventos Ana das Carrancas, mantido pela prefeitura municipal. (mais…)

Sem saber que Odacy e Lucas não foram convidados para audiência pública sobre Compesa, Osinaldo critica ausência de deputados

Um dos vereadores a usar a tribuna da Câmara de Petrolina durante a audiência pública que discutiu serviços de saneamento e atuação da Compesa em Petrolina, realizada ontem, 25, Osinaldo Souza (PTB) não poupou críticas aos deputados estaduais Odacy Amorim (PT) e Lucas Ramos (PSB), representantes do município na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), por estarem ausentes na discussão. Outra reclamação do petebista foi a falta também de um representante da Agência Reguladora do Estado (Arpe) na audiência pública.

“Por ser um órgão estadual, seria interessante estarem presentes. Não vimos interesse por parte dos deputados, nem da Arpe de participar do debate”, frisou o vereador.

A vereadora Cristina Costa (PT), autora do requerimento da audiência pública junto com o vereador Cícero Freire (PR), explicou ao colega que realmente não houve convites aos deputados por entender que eles não poderiam participar, por estarem em dia de reunião legislativa na Alepe. Quanto à Arpe, a vereadora acredita que a Armupe (Agência Reguladora de Petrolina) estava no debate, o que atendia a organização.

“Mas na sessão itinerante da Câmara, que acontece nesta quinta, dia 26,  no bairro Santa Luzia, fizemos questão de convidar todos os deputados, o prefeito Miguel Coelho, secretários, para debater esse assunto que há anos tira o sono dos moradores daquela região de Petrolina”, explicou.

Contrato

Em seu discurso na audiência pública, Osinaldo também sugeriu ao prefeito Miguel Coelho (PSB) rever o contrato do município com a Compesa. “Se tem mistério em rever essa concessão com a Compesa não sei, mas o que vemos é que nenhum prefeito conseguiu mudar essa situação e se conseguisse, Petrolina poderia estar bem melhor no quesito saneamento básico”, avaliou Osinaldo.

Petrolina: Vereadores não presidem a própria audiência pública proposta por eles

Um fato no mínimo curioso ocorre no final da manhã e início de tarde desta terça-feira, 25. Autores da audiência púbica que acontece agora na Câmara de Petrolina e que trata dos serviços de saneamento e taxa de esgoto e da atuação da Compesa no município, os vereadores Cícero Freire (PR) e Cristina Costa (PT) não presidem a audiência. No centro da mesa diretora está o vereador Manoel da Acosap (PTB), que é primeiro secretário da Casa Plínio Amorim.

Geralmente, nas casas legislativas, quem solicita audiência pública, reuniões, sessões solenes – entre outros itens – também é quem preside o ato. Perguntado aos autores por que não estavam comandando a própria audiência pública, nem Cícero nem Cristina souberam ou pelo menos não quiseram responder.

Concurso da Câmara: Osório autoriza licitação de empresa responsável pelo certame

 

O presidente da Câmara de Petrolina, vereador Osório Siqueira (PSB), confirmou em conversa com o Blog que já autorizou o processo de licitação da empresa responsável pela realização do concurso público da Casa.

Serão mais de 20 vagas nos três níveis de ensino: fundamental médio e superior. Vale lembrar que este será o primeiro concurso da história do Legislativo Municipal.

“Já autorizamos sim, e em breve será conhecida a empresa que fará o primeiro concurso da história do Poder Legislativo de Petrolina. Agora está mais perto”, concluiu Osório.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br