Obra da PE-499, entre Cabrobó e Terra Nova, é aguardada por motoristas há mais de 30 anos

A PE-499, mais conhecida como “Rodovia da Cebola”, que liga as cidades Cabrobó e Terra, no Sertão do São Francisco, continua rendendo aborrecimentos há mais de 30 anos. Com quase 32km de extensão, a estrada oferece riscos aos motoristas e gera prejuízos aos produtores, que enfrentam dificuldades para escoar a produção.

A rodovia deveria ser a principal rota entra os dois municípios (Cabrobó e Terra), mas devido ao atual estado, sem asfaltamento, a população tem que trafegar por caminhos mais longos, precisando percorrer mais de 150km, ao invés de percorrer apenas os 32km que ligam as duas cidades.

A PE-499 também é caminho de integração entre o Sertão do São Francisco e o Sertão Central e Araripe, tornando o caminho mais curto, contribuindo com o plano de interiorização do desenvolvimento do Estado. A obra da estrada já foi promessa de campanha de inúmeros políticos, mas nada saiu do papel. Com a palavra, o governo do Estado. (foto/reprodução)

Assaltante de bancos e carros-forte morre após confronto com a polícia em Cabrobó

Um dos maiores assaltantes de banco do Nordeste morreu após confronto com a Polícia Militar em Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, na tarde de ontem (26). Nilo Moreira Moraes, que também era acusado de assaltar carros-fortes, possuía vários mandados de prisão e estava acompanhado de um bando.

Ele foi localizado pelo Batalhão Especializado de Policiamento do Interior (Bepi), no Sítio Santa Cruz, zona rural de Cabrobó, onde morava. Na ação, o chefe da quadrilha foi atingido, mas seus comparsas fugiram pela Caatinga. Com Nilo foi encontrada uma espingarda calibre 12.

Após o tiroteio, a polícia socorreu o assaltante até o hospital da cidade, mas ele não resistiu aos ferimentos. Nilo também era acusado de matar policiais em diferentes ocasiões. Entre as vítimas estão um PM, um cabo e um soldado de Terra Nova (PE), também no Sertão do São Francisco.

Cabrobó: MPPE recomenda ao prefeito Marcílio Cavalcanti exoneração nos casos em que se configuram nepotismo

O Ministério Público de Pernambuco (MPPE) recomendou ao novo prefeito de Cabrobó, no Sertão do São Francisco, Marcílio Cavalcanti, efetuar no prazo de 30 dias a exoneração de todos os ocupantes de cargos comissionados ou funções de confiança que sejam cônjuges, companheiros ou parentes consanguíneos ou afins, até o terceiro grau do prefeito, do vice, dos secretários municipais e de todos os demais agentes públicos investidos nas atribuições de chefia, direção e assessoramento no âmbito desses Poderes.

Marcílio Cavalcanti deve, ainda, proceder com as rescisões de todos os contratos por tempo determinado que se enquadrem nas condições de nepotismo. Deve ser remetida à Promotoria de Justiça de Cabrobó, dentro de 10 dias após o fim do prazo para efetuar as exonerações (30 dias), a cópia dos atos de exoneração e rescisão contratual de todos aqueles que se encontrem nas situações de nepotismo.

O atual gestor deve adotar uma série de medidas em suas respectivas pastas, dando ciência e determinando o seu cumprimento aos demais agentes públicos que detenham a atribuição de nomear e exonerar ocupantes de cargos comissionados e funções de confiança na administração municipal direta e indireta. Entre as medidas recomendadas está a abstenção em proceder tanto com nomeações para cargos em comissão e funções de confiança, quanto em contratações – sejam elas temporárias, por excepcional interesse público, sejam mediante dispensa ou inexigibilidade de licitação, nas condições que configurem nepotismo, como também em circunstâncias que caracterizem o ajuste para burlar a proibição à prática do nepotismo, mediante reciprocidade nas nomeações ou designações (conhecido como ‘nepotismo cruzado’).

Deve ainda ser exigido para o nomeado ao cargo de provimento em comissão ou função de confiança, quando da posse, a declaração por escrito e sob as penas da lei não ser cônjuge, companheiro, parente consanguíneo ou afim até o terceiro grau do prefeito, do vice-prefeito, dos secretários municipais, bem como de todos os demais agentes públicos investidos nas atribuições de chefia, direção e assessoramento. A recomendação foi expedida pelo promotor de Justiça de Cabrobó, Carlos Eugênio Lopes. (fonte: MPPE /foto: arquivo Blog)

Sobre empossados em concurso da prefeitura de Cabrobó, ex-prefeito rebate atual e garante: “Cumpri uma determinação judicial”

O ex-prefeito de Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, Auricélio Torres (PSB), rebateu o atual gestor, Marcílio Cavalcante (PMDB), que alegou aos empossados no concurso público de 2012 que a gestão passada descumpriu um parecer técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE), recomendando que não convocasse os concursados. De acordo com Auricélio, ele cumpriu uma determinação judicial que mandava convocar todos os aprovados no concurso realizado em 2012, na gestão de Eudes Caldas. Conforme Auricélio, antes da convocação dos 92 concursados, foram demitidas cerca de 300 pessoas, entre contratados e comissionados. Mesmo empossados, os aprovados ainda não assumiram seus respectivos cargos.

Acompanhe a nota enviada pelo ex-prefeito:

Não tomamos nenhuma medida de cunho político ou de apadrinhamento familiar, e sim cumpri com uma determinação judicial que mandava convocar todos os aprovados do último concurso, que foi realizado em outubro de 2012, na gestão de Eudes Caldas, e homologado em 29/11/2012.

Coincidentemente, o prazo para expirar a validade do concurso ficou para o final do nosso mandato, 29/11/2016 (prorrogamos o mesmo por mais 2 anos).

Sabíamos nós que estávamos ultrapassando os limites de gastos com pessoal, preconizados pela LRF. No entanto, consultando nosso departamento jurídico, fomos informados de que decisão judicial não se discute, cumpre-se.

Saliento ainda, que, antes da convocação dos 92 concursados, demitimos cerca de 300 pessoas, entre contratados e comissionados.

Pra finalizar e resumindo: Não houve má fé da nossa parte para com nosso município, já que equacionamos a conta entre contratados e demitidos. Outra coisa: quem gosta de Cabrobó, joga no mesmo time. Em consequência, não torce contra. Por outro lado, fizemos justiça para com aqueles que estudaram e batalharam para conquistarem uma vaga naquele concurso.

Auricélio Torres/Ex-prefeito

Cabrobó: Falta dinheiro para chamar concursados e sobra para comissionados

Em Cabrobó (PE), Sertão do São Francisco, o prefeito Marcílio Cavalcante (PMDB) nem bem sentou na cadeira e entrou na política, e já fez o que os políticos tradicionais fazem: evita os concursados para beneficiar sua tropa.

Este Blog publicou ontem que um grupo de servidores aprovados num concurso público realizado em 2012 para cargos na Prefeitura de Cabrobó (PE) vive um drama. Empossados ainda no governo anterior, eles foram impossibilitados de exercer suas funções pela atual gestão, que alega comprometimento de despesas da máquina administrativa com a folha de pessoal, acima do permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Marcílio justifica que no momento a prefeitura está comprometida em 66% com a folha dos servidores – 12% acima do que recomenda o limite prudencial da LRF.

Isso parece ser apenas discurso, já que o prefeito acaba de aprovar na Câmara de Vereadores um projeto de cargos e salários para os cargos de confiança. Em português claro, não tem dinheiro para concursados, mas para os amigos tudo pode.

Na cidade, alguns já apelidaram o prefeito de “Fraquilho Cavalcante”, prometem ir às ultimas consequências na luta por seus direitos.

Enquanto isso os vereadores aliados do prefeito e eleitos pelo povo se calam e preferem agradar o gestor.

Em Cabrobó, servidores empossados em concurso são impedidos de trabalhar e atual prefeito justifica: “Folha está comprometida”

Um grupo de servidores aprovados num concurso público realizado em 2012 para cargos na Prefeitura de Cabrobó (PE), Sertão do São Francisco, vive um drama. Empossados ainda no governo anterior, eles foram impossibilitados de exercer suas funções pela atual gestão, que alega comprometimento de despesas da máquina administrativa com a folha de pessoal, acima do permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Um dos candidatos, Marcelo Oliveira, tomou posse no último dia 29 de dezembro de 2016 – a dois dias de terminar o mandato do ex-prefeito Auricélio Torres. Ele contou que no último dia 2 de janeiro, ao chegar para o trabalho, foi orientado pela equipe do novo gestor a aguardar por mais dez dias. “Eles argumentaram que teriam de localizar todos os aprovados em suas devidas secretarias”, contou.

Passado esse prazo, no entanto, Marcelo soube outra história. “Já tive informações, do próprio prefeito, que ele vai cancelar o concurso”, lamentou. Ele afirma que muitos dos aprovados, por conta da posse, até largaram seus empregos para assumir seus cargos. Outros chegaram a alugar casa em Cabrobó, e agora não sabem o que fazer.

Revoltada, Géssica Maria – outra aprovada no concurso – diz ter esperado por quase quatro anos para ser convocada, e agora corre o risco de ficar sem seu emprego.

Justificativa

O atual prefeito recebeu alguns dos aprovados em seu gabinete, na última segunda-feira (16). O Blog conseguiu ter acesso a uma parte da conversa. Num dos trechos, Marcílio Cavalcanti justifica que no momento a prefeitura está comprometida em 66% com a folha dos servidores – 12% acima do que recomenda o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Marcílio disse ainda ao grupo que o ex-prefeito descumpriu um parecer técnico do Tribunal de Contas do Estado (TCE), recomendando que não convocasse os aprovados. O atual gestor disse ainda que não haveria condições de emitir um documento comprobatório de que os aprovados se apresentaram ao trabalho, porque eles foram empossados na gestão anterior.

O prefeito não fala em cancelar concurso e deixa claro que não tem intenção de prejudicar nenhum dos servidores, mas só poderá pensar na contratação dos mesmos após receber um relatório do TCE-PE. Caso contrário corre o risco de cometer improbidade administrativa, perder seus direitos políticos e até ser preso. Ele também ressaltou que caso os aprovados decidam entrar na justiça, apoiará a decisão. “Isso é um direito de vocês”, declarou.

O Blog reserva espaço ao ex-prefeito Auricélio Torres sobre o assunto.

Empresária que morreu após lipoaspiração em Petrolina teria sido vítima de embolia, diz amiga

É muito forte o clima de comoção em Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, por conta da morte da empresária Uilma Fontes, de 37 anos, ocorrida na noite de ontem (10) em Petrolina. Uilma faleceu após passar por uma cirurgia de lipoaspiração numa clínica particular da cidade. Uma amiga da família, Waleska Caldas, foi a primeira a chegar à clínica após tomar conhecimento do fato. Ela aguardou o restante dos parentes da empresária, que vinham de Cabrobó, para tentar localizar o endereço de uma irmã de Uilma, que trabalha numa concessionária de veículos em Petrolina.

Com a presença de todos os familiares na clínica, a médica explicou que a empresária teve “morte súbita” após a lipoaspiração. “Estava tudo bem, mas ao término do procedimento ela veio a óbito. Ainda tentaram reanimá-la por mais ou menos 70 minutos, mas infelizmente aconteceu a tragédia”, contou.

A família deu entrada num B.O (Boletim de Ocorrência) ainda na noite de ontem, na Delegacia de plantão em Petrolina. O corpo já passou por uma autópsia no Instituto Médico Legal (IML). Segundo Waleska, o médico legista descartou uma possível perfuração em algum órgão vital da empresária durante a cirurgia, atribuindo a causa do óbito a uma “embolia gordurosa”. Waleska contou ainda que a amiga fez praticamente todos os exames pré-operatórios necessários antes de se submeter ao procedimento.

Velório e sepultamento   

O corpo de Uilma deve ser transportado para Cabrobó, pela empresa funerária, por volta das 15h de hoje (11). O velório acontecerá na residência da empresária, durante o restante do dia e a madrugada desta quinta-feira (13). O sepultamento acontecerá amanhã às 8h, no Cemitério Antigo da cidade. (foto/reprodução Facebook)

Sistema de esgotamento sanitário de Cabrobó será concluído em breve

A população da área urbana de Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, será beneficiada em breve com a conclusão do sistema de esgotamento sanitário, que está sendo construído pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf). Nesta quinta-feira (5) o titular da 3ª Superintendente Regional (SR) da Codevasf em Petrolina, Aurivalter Cordeiro, acompanhado de técnicos da Companhia e da prefeitura municipal, fez os testes no sistema, que envolveu um investimento federal de R$ 13,8 milhões.

O sistema tem capacidade de coletar, transportar e tratar 69,4 litros por segundo de esgoto e deverá atender a uma população urbana de cerca de 27,8 mil habitantes. “Saneamento significa redução da mortalidade infantil, longevidade, saúde da comunidade, principalmente quando se vai conseguir atender à quase totalidade da população da sede de Cabrobó”, destacou Cordeiro.

O sistema é composto por quatro bacias onde estão implantadas quatro estações elevatórias de esgoto. A obra também inclui rede coletora com extensão total de 16,3 km, 2.422 ligações domiciliares e 24,5 km de ligações condominiais, além de uma estação de tratamento composta por duas lagoas de estabilização, sendo uma lagoa facultativa e uma de maturação. (Fonte/foto: Ascom Codevasf)

Prefeito eleito de Cabrobó anuncia secretariado e gera mudanças na Câmara Municipal

O prefeito eleito em Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, Marcílio Cavalcante (PMDB), bateu o martelo e anunciou nesta terça-feira (27) os nomes que irão compor seu secretariado. A futura administração municipal contará com nove pastas  no primeiro  escalão.

As indicações de Marcílio também vão resultar em mudanças na Câmara Municipal. É que o vereador eleito Marcos de Neuma (PMDB) vai assumir a Secretaria de Ação Social, abrindo espaço para o suplente, Paulo Gonçalves, na Câmara de Vereadores – onde Paulo deve atuar como líder do Governo.

A lista completa do secretariado é a seguinte:

Secretaria de Infraestrutura – Ex-Prefeito Edgar Caldas;

Secretaria de Administração e Finanças – Raphael Bravo;

Secretaria de Saúde e Vigilância Sanitária – Michele Caldas;

Secretaria de Educação – Lorena Sampaio;

Secretaria da Mulher, Cultura, Esporte e Lazer – Maria Virlane M. Saraiva;

Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente – Glênio Nogueira;

Secretaria de Ação Social – Marcos de Neuma;

Secretaria de Assuntos Indígenas – Valdemar Gavião;

Secretaria de Planejamento, Turismo e Desenvolvimento Econômico – Elionai Filho;

Superintendente da Receita Municipal – Felipe Brito;

Diretor do Hospital Municipal – Arnóbio de Sá Gonçalves;

Diretor do Procon – Antônio Neto.

Cabrobó: Prefeitura convoca aprovados em concurso de 2012 para a assinatura de posse

A Prefeitura de Cabrobó (PE), no Sertão do São Francisco, publicou edital de convocação dos aprovados no concurso público realizado pela gestão municipal em 2012. Os convocados devem comparecer ao departamento de Recursos Humanos da prefeitura para a assinatura de posse em seus referidos cargos. O prazo é até esta sexta-feira (30).

No ato, os aprovados deverão estar com os documentos descritos nos Anexos II e III do Edital 001/2012. A Diretoria de Recursos Humanos funciona de segunda a sexta-feira, de 8h às 13h, e fica localizada à Rua 13 de Maio, por trás da Igreja Católica da Sagrada Família.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br