Criminosos explodem agência do Banco do Brasil de Moreilândia

Criminosos explodiram a agência do Banco do Brasil da cidade de Moreilândia (PE), no Sertão do Araripe, na madrugada de hoje (8). Segundo informações,  cerca de 15 homens chegaram à agência por volta das 2h e colocaram dinamites na sala dos terminais de autoatendimento.

A explosão foi tão forte que destruiu parte do prédio e o local começou a pegar fogo. O Corpo de Bombeiros foi acionado para apagar as chamas. Várias cápsulas de arma de grosso calibre foram encontradas no local. Não se sabe ainda se os bandidos conseguiram levar o dinheiro que estava nos caixas e no cofre da agência.

Antes de deixarem a cidade, os bandidos ainda teriam trocado tiros com a polícia. Não há informação sobre feridos. O bando fugiu em direção ao estado do Ceará. Buscas estão sendo feitas no município do Crato, Região do Cariri, na manhã desta quinta-feira. A agência está isolada e vai passar por perícia. (foto/divulgação)

Agência do BB no Centro de Petrolina encerra atendimento uma hora antes do normal e revolta clientes

Clientes da agência do Banco do Brasil (BB) da Avenida Fernando Goes, no Centro de Petrolina, não conseguiram conter a revolta na tarde de hoje (2), após uma polêmica decisão da gerência em encerrar as atividades ao público uma hora antes do expediente normal.

O atendimento da agência na cidade, que normalmente vai das 11h às 16h, hoje ficou apenas até às 15h. Quem estava na fila não se conteve e soltou o verbo contra a gerência.

Além do tempo perdido, muitos clientes com contas a vencer terão de pagar com juros, uma vez que expediente bancário, agora, só a partir da próxima semana. A gerência, por sua vez, alegou que havia ainda muitas pessoas dentro da agência e não tem como pagar hora extra dos funcionários. Ocorre que apenas o Banco Central (BC) tem a prerrogativa de encerrar o expediente antes do horário determinado. Haja bronca.

Bandidos assaltam agência do Banco do Brasil de Campo Formoso

A agência do Banco do Brasil (BB) da cidade de Campo Formoso, no norte da Bahia, foi assaltada na tarde de ontem (17). De acordo com informações, três homens chegaram à agência e se passaram por auditores do banco, pedindo para falar com o gerente.

Logo após, eles renderam o segurança e buscaram o cofre, que já se encontrava fechado, através do sistema automatizado. Como não conseguiram chegar ao cofre, levaram todo o dinheiro dos caixas. A polícia só foi acionada depois que o grupo deixou a agência. Imagens de câmeras de segurança devem ajudar nas investigações. Ninguém ficou ferido. Não há informações sobre o valor levado pelos bandidos.

Banco do Brasil passa a negociar dívidas de produtores rurais do Nordeste

A partir desta semana, os produtores rurais do Nordeste que possuem dívidas com o Banco do Brasil (BB) já podem negociá-las junto à rede bancária da agência. A novidade foi confirmada pelo deputado federal Guilherme Coelho (PSDB) que esteve diretamente com presidente da instituição, Paulo Rogério Caffarelli, e o vice-presidente de Agronegócios, Tarcísio Hübner.

 “O BB já fornecia informações sobre os descontos que cada produtor terá, mas somente agora os nossos sistemas estão operacionalizando os débitos e liquidando as dívidas”, explicou a diretoria do Banco.

O parlamentar destacou que a notícia é bastante aguardada pelos produtores rurais que têm dívidas com a instituição bancária, inclusive os de Petrolina. “Agora mais produtores vão limpar seu nome junto ao banco, e poder fazer novos investimentos, trazendo mais trabalho e renda para a região”, celebrou o deputado. A negociação é resultado da Lei 13.340/2016, e garante descontos de até 95% nas dúvidas de produtores rurais do Nordeste. (Foto: Ascom)

 

 

Banco do Brasil é o mais reclamado do País, segundo ranking trimestral do Banco Central

O Banco do Brasil liderou as reclamações entre clientes no primeiro trimestre deste ano, segundo ranking divulgado nesta sexta-feira (5) pelo Banco Central (BC). Em segundo lugar está o Bradesco e, em terceiro, a Caixa Econômica Federal. O ranking levou em conta os bancos com mais de quatro milhões de clientes.

Os principais motivos de reclamação de bancos nos três primeiros meses do ano foram irregularidades relativas à segurança, sigilo ou legitimidade das operações (a maior quantidade de reclamações nesse quesito foi direcionada à Caixa), oferta ou prestação de informação inadequada (liderada pelo Bradesco) e débito em conta não autorizado pelo cliente (o mais reclamado foi o Banco do Brasil).

O BC informou que o ranking, disponibilizado há 14 anos, passará por mudanças. A primeira delas já está implementada: de bimestral a divulgação passará a ser trimestral. “Detectamos que a elasticidade maior quanto ao prazo permite uma massa crítica mais qualitativa das reclamações”, disse o diretor de Relacionamento Institucional e Cidadania do BC, Isaac Sidney.

A divulgação também passará a ter quadros comparativos, a partir do próximo trimestre. Desta forma, o cliente que acessar o ranking poderá verificar se a instituição mudou de posição na lista. Outras mudanças, ainda em fase de preparação, serão a criação de uma lista separada para financeiras e de um ranking positivo. “Também permitiremos ao cidadão dar uma nota em pesquisa de satisfação”, explicou Sidney.  De acordo com o diretor, o ranking exclusivo para financeiras deve-se à importância que esse tipo de instituição adquiriu. “A gente tem percebido que as reclamações que chegam ao BC têm sido endereçadas também às financeiras. Os estudos estão avançados internamente. Será divulgado pela primeira vez no segundo semestre. A periodicidade será semestral”, acrescentou.

No caso do ranking positivo, será criado este mês um grupo de trabalho para definir os critérios de avaliação, com participação de representantes do Banco Central, Ministério Público e de órgãos e entidades de defesa do consumidor.

Explicações

O Banco do Brasil informou, por meio de nota, que aproveita as manifestações de seus usuários para melhoria do atendimento e de seus produtos e serviços. Sobre o ranking do Banco Central no primeiro trimestre, o BB afirma que “já implementou um conjunto de ações que permitirão ao banco retornar ao seu nível histórico nesse ranking, ficando fora dos primeiros colocados”.

O Bradesco disse que monitora as manifestações e prioriza o encaminhamento de soluções. Segundo o banco, as reclamações são acompanhadas de perto pela Ouvidoria e há investimento em ações como treinamento de colaboradores, infraestrutura e correção de falhas.

A Caixa afirmou que valoriza a opinião dos clientes e utiliza as informações como subsídio para melhoria e modernização de seus processos de atendimento. “A Caixa revisa permanentemente seus serviços e produtos, priorizando a redução das reclamações e o aumento das soluções”, destacou em nota a instituição financeira.

Cedro: Polícia frusta tentativa de assalto a agência do Banco do Brasil

Policiais militares do 8°Batalhão conseguiram impedir uma tentativa de assalto à agência do Banco do Brasil na cidade de Cedro (PE), Sertão Central. O fato ocorreu entre uma e duas da madrugada de hoje (27). Segundo informações do 8°BPM, o bando era formado por dez a 12 assaltantes. (mais…)

Clientes do Banco do Brasil em Petrolina não conseguem sacar dinheiro no autoatendimento eletrônico

Quem procurou sacar dinheiro nas agências do Banco do Brasil (BB) em Petrolina, neste final de semana, deu com ‘os burros n’água’. Simplesmente não havia cédulas disponíveis para saque no autoatendimento eletrônico em nenhuma das agências dos principais pontos da cidade (entre estes as Avenidas Fernando Góes e da Integração).

A única opção dos clientes do BB foi o River Shopping, e ainda assim em caixas 24 horas – aqueles que servem a vários bancos. Informações dão conta de que o Bradesco não está muito diferente. Saques, somente nas agências do Centro. Na GRE e na Avenida Monsenhor Ângelo Sampaio, a situação é parecida.

Se o problema é o risco de bandidos explodirem esses caixas, isso não se justifica porque é dever do Estado garantir aos cidadãos um mínimo de segurança para que possam sacar seu dinheiro com tranquilidade.

Bandidos usam até sinalizador de navio para assaltar agência do BB em Serrita

Um assalto no início da madrugada desta quinta-feira (6), em Serrita (PE), no Sertão Central, teve como alvo a agência do Banco do Brasil (BB) da cidade. Cerca de 15 bandidos, usando quatros veículos, levaram o terror à população local. Durante a ação criminosa, eles efetuaram centenas de disparos de fuzis e de espingarda calibre 12. A maior quantidade de disparos aconteceu contra a Delegacia de Polícia Civil.

A Companhia da Polícia Militar também foi atacada. Os policiais não reagiram ao assalto por estarem em menor número e terem sido surpreendidos pela quadrilha. As viaturas e as fachadas dos prédios foram fuziladas.

Com extrema facilidade, os acusados explodiram a agência e a sala do cofre. Ainda não se sabe o valor exato roubado, mas as primeiras informações dão conta de que passam de milhões de reais. Após a ação, eles surpreenderam ainda mais ao lançar um sinalizador de navio, que serviu para anunciar que o assalto foi exitoso.

Segundo informações policiais, a cada sequência de disparos eles se utilizavam de um código: um gritava “OOUUUUUUUUUUU” e comparsa respondia “TRRAAAAAAAAA”, iniciando os tiros de fuzis.

A Polícia de Salgueiro (PE) foi interceptada por um bloqueio de carros incendiados próximo a Varzinha, a 5 km de cidade. O ataque aconteceu por volta de 1h da manhã e durou apenas 30 minutos.

Fuga

Os bandidos encerraram o assalto cinematográfico fugindo em direção ao município do Cedro (PE). (fonte/foto: Radar 365)

Ipubi: Prefeito cobra celeridade na reabertura da agência do Banco do Brasil atacada por bandidos

O prefeito de Ipubi (PE), no Sertão do Araripe, Chico Siqueira (PSB), está lutando pela reabertura da agência do Banco do Brasil (BB), que foi explodida por bandidos no último dia 29 de março. O gestor se reuniu com o Superintendente do BB da cidade, Eliezio Ferreira, oportunidade em que discutiram medidas de segurança e estabeleceram a reabertura parcial da agência até os próximos 30 dias.

Apenas serviços burocráticos, ao exemplo de cartões de banco, retirada, solicitações, senhas, abertura de contas, dúvidas, entre outros serão feitos, menos qualquer ação que envolva dinheiro devido o cofre ainda não está pronto para o recolhimento.

A instituição financeira exerce papel de fundamental importância na economia do município. Milhares de pessoas não poderiam ficar prejudicadas diante dessa atitude criminosa sem precedentes. O prefeito disse confiar nas autoridades competentes para salvaguardar o direito à segurança e à integridade do povo ipubiense.

Afrânio: Depois de assalto, agência do BB continua fechada e comerciantes e entidade se mobilizam

Desde que foi alvo de criminosos em janeiro de 2017, a agência do Banco do Brasil (BB) de Afrânio (PE), sertão do São Francisco, ainda não foi reaberta, o que vêm provocando grandes transtornos à população, bem como prejuízos à economia do município.  Para realizar os serviços bancários, os moradores precisam se deslocar para as cidades de Petrolina (PE) ou Paulistana (PI), e isso já afeta o comércio local, que sente a diminuição das vendas.

Tentando reverter a situação, os dirigentes da Associação Comercial se reuniram para cobrar uma posição do Banco do Brasil. Os dirigentes receberam apoio da  Câmara de Dirigentes Lojistas de Petrolina (CDL)/Núcleo Afrânio, comerciantes e moradores, que realizaram um ato em favor da abertura da agência do BB.

O presidente da CDL Petrolina (NDL Afrânio), Manoel Vilmar, e o diretor executivo, Valdivo Carvalho, participaram do ato em favor da abertura da agência em apoio aos comerciantes e moradores do município. A entidade solicitou uma audiência com o prefeito de Afrânio, Rafael Cavalcanti, pedindo a intervenção do chefe do executivo para mobilizar a segurança pública e cobrar a reabertura da agência. Com a palavra, o Banco do Brasil. (foto/divulgação)

Prefeito de Afrânio reúne-se com representantes do BB e propõe ajuda para restaurar agência assaltada

Quatro dias após mais um assalto à agência do Banco do Brasil (BB) de Afrânio (PE), no Sertão do São Francisco (foto), o atual prefeito Rafael Cavalcanti reuniu-se com o superintendente regional do BB em Petrolina, Eliézio Vasconcelos, e com a gerente da agência de Afrânio, Glenda Mirtys. Na reunião Rafael colocou a administração municipal à disposição do banco, no que for necessário, para agilizar as obras de reforma, que ficou parcialmente destruía com a explosão, e diminuir os prejuízos causados à cidade por conta do fechamento da agência.

O prefeito comprometeu-se também em enviar projeto de lei à Câmara Municipal, tornando obrigatória a identificação dos hóspedes em hotéis e pousadas da cidade. Além disso, foi assegurada a instituição do Conselho Municipal de Segurança Pública e a retomada do funcionamento pleno das câmeras de monitoramento, que não estão funcionando devido à falta de pagamento ao fornecedor pela gestão passada.

“Recebi do superintendente regional o compromisso de empenho para resolver a situação o mais rápido possível junto ao Banco do Brasil. Irei também ao presidente da instituição em Brasília, para reforçar agilizar esse pleito”, comentou o prefeito, após o encontro.

Sertânia: Atual prefeito pediu a gerência do BB que bloqueasse cheques do antecessor uma semana antes de sua posse

Ângelo Ferreira (PSB/foto), o novo prefeito de Sertânia (PE), no Sertão Central, pediu ao Banco do Brasil, uma semana antes de sua posse, que bloqueasse os cheques assinados pelo ex-prefeito Guga Lins (PSDB).

A gerência local, no entanto, indeferiu seu pedido porque o mandato do antecessor só se encerraria em 31 de dezembro de 2016. (com informações de Anchieta Santos/para o Blog/foto reprodução)

Afrânio: Prefeito atua para evitar fechamento de agência bancária após novo assalto

O prefeito de Afrânio, sertão do São Francisco, Rafael Cavalcante (PMDB), disse ao Blog que está muito preocupado, uma vez que já tinha recebido informações que se um outro assalto ocorresse, o Banco do Brasil iria encerrar as operações na cidade. E mais um assalto aconteceu na madrugada deste sábado, 7.

Rafael revelou que já entrou em contato com a Secretaria de Defesa Social de Pernambuco e quer que o governador Paulo Câmara se pronuncie, além de órgãos fiscalizadores e de segurança. “A cidade não pode perder os serviços do Banco do Brasil, que é a única agência bancária a operar no município”, disse o prefeito. Rafael lembra que o problema da segurança não é da Prefeitura nem da população, que não pode sofrer esse prejuízo.

“Esperamos soluções imediatas e estou em defesa da comunidade, que corre o risco de não poder fazer mais suas transações bancárias como saques, depósitos. A população não pode ser penalizada com a perda desse serviço, desse direito”, ressaltou o prefeito.

Sem limites: Bandidos voltam a explodir caixas eletrônicos no Estado e mais uma vez em Afrânio

As explosões em caixas eletrônicos voltaram a assustar os moradores de Afrânio (PE), no Sertão do São Francisco. A investida dos assaltantes desta vez ocorreu por volta de 1h da madrugada deste sábado, 7, e atingiu a agência do Banco do Brasil e os Correios local. Fortemente armados com fuzis, cerca de 20 homens ainda fizeram de reféns oito pessoas que passavam próximo ao local das explosões, que atingiram também o cofre do banco.

“Eles chegaram em quatro veículos, tocaram fogo num carro na pista para impedir a chegada do policiamento. Estavam com armas longas e curtas de grosso calibre. Um dos reféns chegou a ser ferido de forma acidental durante a fuga dos assaltantes, mas não corre risco de morte. Todos tomaram destino ignorado“, relatou o tenente Romilson Teles, do 5º BPM.

Há dois anos, a cidade já tinha sofrido com as mesmas explosões nos caixas do BB em duas ocaisões, e uma nos Correios. Conforme relatos dos moradores, as explosões e os tiros provocados pelos assaltantes foram ouvidos por quase toda a cidade. Afrânio é mais um município pernambucano que sofre com a falta de segurança e o desaparelhamento das polícias em Pernambuco. A cidade é coberta por apenas três policiais, o que deixa a comunidade ainda com mais medo.

Plano de Aposentadoria do Banco do Brasil tem adesão em Juazeiro

O Banco do Brasil (BB) anunciou que vai redimensionar sua estrutura já para os primeiros meses de 2017. Em todo o país, 379 agências serão transformadas em postos de atendimento e 402 serão desativadas.

Devido à mudança, 9.409 funcionários aderiram ao Plano Extraordinário de Aposentadoria Incentivada, sendo 19 funcionários em Juazeiro (BA), onde sete já foram homologados. Atualmente, a rede de atendimento  no município conta com três agências. Após as novas medidas, a agência que fica localizada no Shopping Águas Center,área central, será transformada em posto de atendimento.

O conjunto de medidas faz parte de uma reorganização institucional, que será implementada em 2017. Para aderir ao plano, os servidores precisavam estar aposentados pela Previdência Social ou ter 50 anos de idade e, no mínimo, 15 anos de trabalho no banco.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br