Atraso em pagamento de ‘sementeiras’ gera discussão na Casa Plínio Amorim; prefeitura esclarece

Um dos integrantes da bancada de oposição na Casa Plínio Amorim, o vereador Domingos de Cristália (PSL) criticou ontem (11) um suposto atraso no pagamento dos salários das ‘sementeiras’ – as funcionárias que trabalham nas creches do Nova Semente em Petrolina. Num tom duro, Domingos afirmou que essa “não era a realidade” do programa na gestão passada, do ex-prefeito Julio Lossio (PMDB), que sempre pagou em dia as sementeiras.

Mas o governista Ronaldo Cancão (PTB) não gostou e revidou o comentário. Embora tivesse admitido o atraso, Cancão atribuiu os problemas enfrentados pela atual gestão à “herança maldita” do governo anterior. “Não está sendo fácil ter de pagar mais de R$ 150 milhões de dívidas, e ainda ter de administrar o município”, alfinetou.

A Prefeitura de Petrolina, por sua vez, justificou que o atraso só foi apenas de dois a mais do prazo legal de pagamento. De acordo com a administração, o dinheiro já está na conta e até o final do dia de hoje (12) as sementeiras receberão seus salários. O responsável pelo pagamento das funcionários é o Petrape, a exemplo da gestão passada.

Funcionárias reclamam de atraso de salários do Nova Semente; Petrape revela que pagamento deve ser feito até sexta

Profissionais do Programa Nova Semente que fazem parte das ações da educação infantil em Petrolina estão apreensivas. Conforme informações enviadas ao Blog, as sementeiras não receberam até esta terça-feira, 9, os salários do mês de abril. E quando perguntam ao Petrape, empresa responsável pelas contratações do programa, a informação é que não houve ainda o repasse da prefeitura para a empresa quitar o pagamento das funcionárias.

As sementeiras se dizem preocupadas, porque sem os salários elas não têm como quitar os compromissos do mês e querem uma posição dos responsáveis.

Em contato com o presidente do Petrape, José Vieira da Silva, ele diz que recebeu informação da Secretaria Municipal de Finanças de Petrolina que o repasse do convênio entre o município e a empresa deve ser feito até dia 10 – portanto nesta quarta-feira (10), e que no máximo dia 12, sexta, os salários estarão nas contas das ‘sementeiras’.

Estamos reiniciando e reorganizando o trabalho no programa para que voltemos a pagar até o quinto dia útil do mês. Essa é a nossa expectativa. Entrando o repasse do convênio, o Petrape organiza os pagamentos, sem problema”, assinalou Vieira.

 

Salgueiro: MPF realizará audiência sobre atraso de entrega de unidades do ‘Minha Casa Minha Vida’

O Ministério Público Federal (MPF) irá promover uma audiência pública para tratar das pendências na construção do Residencial Santo Antonio, que integra o programa ‘Minha Casa Minha Vida’, em Salgueiro, no Sertão Central. O evento será realizado no próximo dia 19 de abril, no auditório da Gerência Regional de Educação de Salgueiro do município, a partir das 13h30, e será presidido pelo procurador da República Marcos de Jesus.

O empreendimento se situa à margem esquerda da BR-116, sentido Ceará, nas imediações do sítio Barriguda. De acordo com o MPF, não foi feita a entrega das casas prevista para o segundo semestre de 2016, conforme contrato assinado entre as famílias beneficiárias e a Caixa Econômica Federal (CEF). O atraso gerou protestos, com o fechamento da BR-116 e de vias da cidade de Salgueiro. Ao todo, 878 famílias são beneficiárias do empreendimento.

O evento é aberto. Além dos expositores convidados ou notificados, haverá número limitado de vagas para quem quiser fazer uso da palavra, definido com antecedência. O tempo para cada manifestação dos inscritos será determinado na própria audiência, não devendo ultrapassar cinco minutos.

As informações obtidas durante o evento sobre a finalização da obra e a entrega das moradias serão analisadas pelo procurador da República no âmbito do inquérito civil que trata do caso.

Foram convidados ou notificados pelo MPF para participar da audiência pública, representantes dos beneficiários, da Secretaria Nacional de Habitação do Ministério das Cidades, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), da CEF, da Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH), da Polícia Rodoviária Federal e da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), bem como da Prefeitura e da Câmara de Vereadores de Salgueiro. Também foi expedida notificação para a empresa encarregada das obras, a Constantini Construções Ltda.

Inscrições

Quem pretende fazer exposição na audiência deverá se inscrever até 17 de abril, através do e-mail prpe-prm-salgueiro@mpf.mp.br, do telefone (87) 3871-6660 ou presencialmente na sede da PRM/Salgueiro (Rua Arcôncio Vieira, 129, Nossa Senhora das Graças).

Correios de Petrolina deixam de entregar mais de 1 milhão de correspondências

A situação do atraso na entrega de correspondências por meio dos Correios em Petrolina está cada dia pior. Segundo informações do diretor do sindicato dos funcionários do órgão na cidade, Antônio Lyra, hoje o atraso já chega a mais de 1 milhão de correspondências. O dirigente sindical conta que o órgão que funcionava com 50 profissionais, hoje atende a uma população de quase 350 mil habitantes com menos de 27 funcionários e não se repõe ninguém desde 2011.

“A solução seria a realização de concurso público. Muitos funcionários estão de licença, passaram em outros concursos, outros se aposentaram através do plano de demissão incentivada e não foi reposto ninguém. É uma situação alarmante”, denuncia Lyra. O diretor disse que mesmo com as mudanças ocorridas para melhorar o serviço, nada mudou.

“Do jeito que está, não existe perceptivas de melhora e a situação pode até piorar caso não haja o concurso”, concluiu.

Funcionários de terceirizada da Codevasf continuam reclamando de salários atrasados; Companhia diz estar isenta de responsabilidade

No dia 8 de dezembro do ano passado, funcionários de uma empresa terceirizada da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf) em Petrolina, a JM Engenheiros e Consultores Ltda, procuraram o Blog para denunciar um atraso de seis meses nos seus salários, à época. Mais de dois meses depois disso, eles voltaram a entrar em contato com o Blog para afirmar que a situação, infelizmente, continua a mesma. Ou seja, os funcionários estão desde de junho de 2016 sem receber.

Segundo relatos, o cenário é dramático. “Existem funcionárias gestantes sem poder fazer pré-natal por não ter recebido proventos; funcionários que perderam plano de saúde, adquiriram débitos em cartões de crédito e bancos devido à falta de proventos; outros que tiveram de trancar curso na faculdade por atraso de mensalidades; e funcionários que hoje têm seu veículo financiado em busca e apreensão, por falta de pagamento, entre outros”, diz um dos denunciantes.

A reportagem procurou a 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf, a qual voltou a justificar que a responsabilidade pelo pagamento dos funcionários é da JM, conforme o seguinte link: Nota Codevasf Petrolina.

A 3ª SR ressaltou ainda que as obrigações contratuais entre a Companhia e a terceirizada estão em dia e que a empresa disporia de recursos para quitar as pendências com os funcionários. A Codevasf revelou que o contrato com a JM está suspenso porque o órgão federal aguarda dotação orçamentária.

Paulo Câmara dá ‘chá de cadeira’ em trabalhadores rurais no lançamento do programa Chapéu de Palha em Petrolina

Um chá literalmente de cadeira levaram do governador Paulo Câmara (PSB) os quase dois mil trabalhadores rurais de Petrolina que compareceram na manhã desta segunda-feira, 23, para o lançamento do programa Chapéu de Palha da Fruticultura Irrigada versão 2017. Gente que acorda cedo, que nas segundas-feiras vem da zona rural para a cidade para tratar de problemas e resolver a vida cotidiana, por trabalhar no campo e não ter tempo durante a semana.

Pois esse pessoal não pôde cumprir com essa rotina nesta segunda, por ter de estar às 9h30 no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho para participar do evento comandado pelo governador. Mas não se sabe por que e nem como, Paulo Câmara – que daria uma entrevista coletiva à imprensa regional após o lançamento do programa – resolveu conceder entrevista apenas a um veículo de comunicação da cidade.

Paulo veio aparecer mais de 11h no Centro de Convenções e iniciou o evento somente por volta das 11h30, ou seja, com duas horas de atraso. Ficou até parecendo que o único com compromissos no dia era o governador. E só ele. (foto: Ivaldo Reges/divulgação)

Professores de Petrolina reforçam cobrança de bônus em atraso do Fundeb

 

Os professores da rede municipal de ensino de Petrolina-PE reforçam cobrança do pagamento da bonificação do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), atrasada desde dezembro. O pagamento foi prometido pela atual administração municipal para esta semana. O anúncio foi até divulgado pelo prefeito Miguel Coelho (PSB) no começo da semana, mas, os professores garantem que não entrou nada nas contas deles até esta quinta-feira, 12.

O valor já esta até nos contracheques de dezembro da categoria, conforme informado pelos professores, que  questionam o atraso à Secretaria de Educação do município (Seduc) e lamentam que sempre recebem a resposta da quitação do bônus, mas sem dizer quando. A reportagem do Blog entrou em contato com a assessoria de comunicação da secretaria, que ficou de enviar uma resposta sobre o assunto.

Dormentes: Geomarco Coelho diz que cenário atual da prefeitura remete a 1993 e promete pagar salários em dia

Mais um prefeito retrata um cenário desolador recebido dos ex-gestores. Desta vez o personagem da vez é o prefeito de Dormentes (PE), no Sertão do São Francisco, Geomarco Coelho (PSB) que assumiu no lugar de Roniere Reis (PMDB). Descrevendo a situação encontrada na prefeitura, Geomarco contou que o cenário remete a 1993, quando foi prefeito pela primeira vez da ‘capital da caprinovinocultura’ de Pernambuco.

Não encontramos nada. Na minha saída para a posse do ex-gestor, deixamos tudo em ordem, documentos, contas. Fizemos uma transição tranquila. Agora, só encontramos dificuldades, sem nenhum histórico de como anda a situação da administração, todos os computadores zerados, sem nenhum arquivo. Me senti quando assumi em 1993. Acredito que comportamento assim de um gestor, não cabe mais nos dias atuais”, declarou.

Atraso folha

Geomarco Coelho garantiu colocar em dia todos os pagamentos da folha em atraso. De antemão, adiantou que a folha de janeiro será paga dentro do mês e que as pendências herdadas serão colocadas em dia de acordo com o levantamento que sua equipe de finanças vem fazendo.

Vamos pagar em dia na nossa gestão, de preferência dentro do mês, e programar o que está em atraso. Garantimos a todos os servidores que tudo será colocado em dia”, concluiu o prefeito.

Terceirizados do IF Sertão-PE reclamam de atraso de salários

campus IF Sertão -PE PetrolinaFuncionários terceirizados do IF Sertão-PE/Campus Petrolina, no Bairro João de Deus, estão preocupados com o atraso de salários que atinge cerca de 17 trabalhadores. Em contato com o Blog, um trabalhador – que pediu para não ser identificado – denunciou que além do atraso de salários, os terceirizados também estariam com outras pendências nos direitos trabalhistas.

Estamos com muita dificuldade em receber nossos salários. Todos os meses é assim, mas agora já estamos com 50 dias de atraso. A empresa pagou apenas 30% do líquido, fora o FGTS, que só pagou o primeiro mês. A empresa tem histórico ruim e estamos com medo”,desabafou o funcionário.

Ainda segundo o terceirizado, o problema afeta cozinheiros, pedreiros, eletricistas, pintor, motorista e auxiliares contratados através da empresa Newtec – repsonsável pelo pagamento. O Blog entrou em contato com a assessoria de comunicação do IF Sertão-PE no final da manhã desta quinta-feira (22) para tentar esclarecer a situação.

Após suspensão de atendimentos, Miguel Coelho diz que Governo de PE já autorizou pagamento de R$ 4 milhões ao Imip

hospital-dom-malan-hdmDepois de anunciar a suspensão temporária dos internamentos de obstetrícia e pediatria por falta de recursos, o Hospital Dom Malan (HDM/Imip) deve receber um novo aporte do Governo de Pernambuco.

A informação foi confirmada ontem (15) pelo prefeito eleito de Petrolina, Miguel Coelho (PSB), durante coletiva de imprensa na qual anunciou seu secretariado.

Segundo Miguel, o valor autorizado é de R$ 4 milhões. “Agora mesmo o Imip divulgou uma nota dizendo que ia encerrar o atendimento em algumas áreas. Ainda na quarta-feira (14) fui atrás do governador e ele já autorizou o pagamento de R$ 4 milhões para que o Imip não feche e não abandone a população”, disse Miguel.

Vice-presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), o deputado estadual veio a Petrolina ainda na noite de quarta-feira (14), com a assessoria especial do secretário estadual de Saúde, Iran Costa, e reforçou que parte dos atrasos destinado ao HDM/Imip seria paga ainda ontem (15), segundo informou a assessoria do deputado. A unidade, que é referência em atendimento materno-infantil em 53 cidades de três Estados suspendeu atendimento na quarta, alegando falta de recursos devido ao atraso dos repasses do governo estadual, que mantém convênio com o Imip para gerir o HDM.

Problemas na rede municipal de ensino em Casa Nova levam APLB/Sindicato a dar ultimato a prefeito

Professores e servidores da rede municipal de educação em Casa Nova, no norte da Bahia, não escondem a insatisfação com os constantes atrasos nos salários. De acordo com a APLB/Sindicato, que representa a categoria, o problema vem ocorrendo, apesar de não haver atrasos nos repasses do Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização do Magistério (Fundeb).
A entidade garante que isso se tornou ainda mais frequente após a derrota do atual prefeito Wilson Cota (PMDB) nas eleições municipais.
Segundo a APLB, no mês de outubro alguns professores receberam no final do mês, outros até o quinto dia útil e os funcionários apenas dia 10. No mês de novembro, alguns receberam dia 30, outros somente ontem (7), e muitos professores e funcionários ainda não receberam. Em outros casos, alguns educadores que possuem regime de 40 horas – até aqueles que possuem dois concursos públicos – receberam apenas por 20 horas semanais.
“É importante ressaltar que há também os atrasos nos pagamentos do transporte escolar, além da falta de merenda escolar, mesmo tendo entrado os recursos no montante de R$ 92.400.000,00 dos precatórios do Fundef e os repasses referentes à repatriação, e mesmo assim a prefeitura argumenta que não há recursos”, lamenta a APLB.
Calendário
A entidade informou também que há alunos que pagaram R$ 15,00 por semana para chegar às escolas, mesmo o Calendário Letivo não ter sido cumprido devido aos problemas elencados, que aliás foram denunciados ao Ministério Público pelo sindicato. Ainda assim, nada foi feito para a resolução do problema.
Depois de enviar à administração diversos ofícios que não tiveram resposta, a direção da APLB decidiu encaminhar mais uma vez documentos ao prefeito e aos secretários de Educação e de Finanças, alertando-os que, caso não nos seja dada uma resposta urgente, irá solicitar o bloqueio dos recursos até a próxima segunda-feira (12). “Se a prefeitura não consegue pagar uma folha, não há como pagar três, que são o salário de novembro, de dezembro e décimo terceiro salário, além do terço férias, que deverá ser pago até o início de janeiro”, frisou a APLB. Com a palavra, a prefeitura.

Contratados da Secretaria de Saúde de Petrolina reclamam de atraso nos salários

secretaria saude petrolina_532x355Os servidores contratados pela Secretaria de Saúde de Petrolina andam preocupados. O motivo é que, até o momento, ainda não receberam o salário do último mês.

A informação repassada pelo Blog por uma funcionária é de que a Secretaria não dá um posicionamento concreto sobre a questão. “O que o pessoal da Secretaria de Saúde diz é que não sabe se o salário será pago”, afirmou a funcionária, em reserva.

O Blog já entrou em contato com a Secretaria sobre o assunto.

3ª SR Codevasf esclarece atraso nos salários de funcionários terceirizados

fachada codevasfA 3ª Superintendência Regional (SR) da Codevasf em Petrolina esclareceu, por meio de nota de sua assessoria, a denúncia de funcionários terceirizados da Empresa JM, que criticam o atraso no pagamento dos seus salários.

“A JM é contratada pela Codevasf para execução dos serviços de apoio técnico e fiscalização de contratos e convênios das obras e ações sociais do Programa Água para Todos. Devido a restrições financeiras, o instrumento foi paralisado desde junho deste ano. Todos os empregados que nos procuraram foram informados desses detalhes e a Codevasf está aguardando a liberação dos recursos para pagamentos das faturas em atraso. Após a retomada do contrato serão feitos os aditivos de prazos e repactuação”, ressaltou o órgão federal.

Servidores da Prefeitura de Santa Cruz da Baixa Verde criticam atraso em salários

santa cruz da baixa verdeServidores municipais de Santa Cruz da Baixa Verde (PE), no Sertão do Pajeú, são as ‘vítimas’ da vez em relação a salários atrasados. Segundo informações repassadas ao Blog, a categoria não recebeu seus vencimentos referentes a agosto, que deveriam ser pagos no último dia 10 de setembro.

“Não existe nenhuma explicação, muito menos previsão”, relata um servidor, em reserva. Segundo ele, o setor da saúde pública é o que mais sofre com o problema. “Os funcionários encontram-se indignados e não podem nem reclamar, pois possuem medo de perseguição política. É um absurdo”, desabafa. Com a palavra, a administração municipal.

Cappellaro muda a cor em Lagoa Grande e mira atraso

Vilmar Cappellaro1

É difícil a situação em Lagoa Grande (PE), Sertão do São Francisco. Enquanto a chapa do atual prefeito Dhoni Amorim (PSB) não apresenta nada de novo para a cidade, o seu maior opositor, Vilmar Cappellaro (PMDB), ao invés de oferecer uma proposta de futuro, anda para trás.

Antes Capellaro adotava o verde como sua cor de campanha. Agora mudou e colocou o vermelho em homenagem, e para fazer lembrar ao eleitorado do ex-prefeito Jorge Garziera, que representa o que há de mais atrasado para a cidade.

Capellaro deveria romper com um atraso e propor um novo caminho. Ao que parece, prefere os atalhos já rejeitados pela população.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br