Secretário vistoria área de implantação do parque fluvial de Juazeiro

O secretário de Obras e Desenvolvimento Urbano (SEDUR) de Juazeiro/BA, Anderson Alves, acompanhado da equipe técnica da secretaria, visitou nesta segunda-feira (17) a área da Orla que receberá o Projeto Parque Fluvial. Na vistoria, Anderson já pontuou alguns serviços que precisam ser realizados antes do início da obra.

“Estivemos em reunião com as secretarias municipais envolvidas no projeto, SAAE, SESP e SEDIS, e hoje estamos percorrendo a área para um levantamento dos serviços que ainda estão pendentes para que a obra possa ser iniciada”, explica o secretário, revelando que a licitação da obra já foi concluída e que a Caixa Econômica já aprovou o projeto.

“Em breve o prefeito Paulo Bonfim dará a  ordem de serviço para o início da intervenção”, destaca Alves.

De acordo com o Superintendente de Planejamento da SEDUR, João Pedro Neto, o projeto é fruto de uma parceria do Fundo Nacional de Meio Ambiente (FNMA) do Ministério do Meio Ambiente e do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal (CEF). “A Prefeitura de Juazeiro concorreu com outros 12 municípios localizados a margem do Rio São Francisco onde somente 4 foram selecionados: Juazeiro, Petrolina, Pirapora e Januária”, explica Pedro Neto.

Projeto 

O projeto do Parque Fluvial de Juazeiro vai promover a revitalização física e paisagística de toda a área considerada como degradada da orla fluvial do trecho entre o muro da Marinha e o bairro do Angari. A intervenção prevê a implantação de academias da saúde, parques infantis, pista de Cooper e ciclovia em toda a extensão do parque; recuperação do campo de esportes, das quadras poliesportivas e de areia, estruturação e ordenamento do mirante e criação de um atracadouro náutico; reaproveitamento da cobertura do espaço onde estão localizados os bares para a criação de um terminal hidroviário.

As barracas que hoje ficam próximo a Marinha, serão retiradas da margem do rio por questões ambientais e ordenadas e padronizadas na área da calçada. Com isso, Juazeiro terá uma nova área de lazer, um novo cartão postal para suas famílias. (Foto: Ascom)

Ednaldo Lima garante que área onde se localiza Matadouro de Petrolina não será vendida e servirá para novas moradias

ednaldo limaO líder governista Ednaldo Lima (PMDB) assegurou a este Blog que a administração municipal não pretende vender a área onde se localiza o Matadouro de Petrolina, na Pedra do Bode, região central da cidade.

Com o matadouro desativado desde fevereiro deste ano, a ideia – segundo Ednaldo – é desenvolver a função social da área, a partir da construção de novas moradias populares.

Segundo o líder, a área entraria como “contrapartida” nos investimentos feitos pela administração. Ele garantiu também que o prefeito Julio Lossio (PMDB) pensa em fazer o mesmo em relação a outros imóveis pertencentes ao município. O vereador revelou que a ideia do gestor não está só no papel. “Já existe um projeto de engenharia e de arquitetura, e a Secretaria de Habitação está atualizando o cadastro das famílias e cadastrando mais”, informou.

Transeuntes reclamam de falta de iluminação em área nas imediações da Rodoviária de Petrolina

terreno rodoviária petrolina

A área da foto acima fica localizada nas imediações da Rodoviária de Petrolina, área central da cidade. Se de dia o cenário já é esquisito, à noite então tira o sossego de quem tem coragem de passar por ali.

As reclamações recaem sobre a falta de iluminação no local, que facilita a ação de marginais e outros tipos de práticas ilícitas na área. Cadê as autoridades?

Cancão diz que área apontada para permuta pela prefeitura “está equivocada”

ronaldo cancãoAutor de uma emenda supressiva ao projeto 032/15 referente à regularização fundiária, enviado pelo prefeito Julio Lossio (PMDB) à Casa Plínio Amorim, o vereador Ronaldo Cancão negou que uma área de 35 mil metros quadrados (m²) nas imediações de um condomínio de luxo de Petrolina, citada pela sua colega Cristina Costa (PT), já esteja ocupada por moradias. A informação, segundo a vereadora, partiu de José Batista da Gama (PDT)

Mas Cancão garantiu a área enviada pelo Executivo à Casa está errada. Ele disse que do lado esquerdo da área está o Caminho das Águas, e do lado direito o Portal das Águas. “A área que eu coloquei a emenda está do lado direito, que tem construído um campo society, área de lazer, praça e tudo. Do lado esquerdo do Caminho das Águas é a lagoa. Por isso que eu tirei (a emenda), porque está equivocada a indicação da prefeitura”, explicou.

Cancão disse que apesar de haver um condomínio no local, as áreas são públicas e, pela lei, 35% do espaço onde qualquer condomínio for construído em Petrolina tem de ficar reservado à construção de área verde, praças, quadras de esportes e arruamento. A lei, nº 6766/79 artigos 22 e 28), também foi citada por Dr.Pérsio Antunes (PMDB). Segundo Dr.Pérsio, a prefeitura quer vender a área por R$ 4,5 milhões, quando na verdade vale quase cinco vezes mais, sem falar que a prefeitura não teria ouvido os moradores do condomínio.

Cancão assegurou que entrará com requerimento solicitando da prefeitura quais são as áreas de todos os condomínios construídos na gestão de Lossio, quer sejam na região ribeirinha ou no perímetro urbano. Ele também garantiu que a supressão da sua emenda, retirando a área do projeto, vai beneficiar somente o município, já que vale mais de R$ 18 milhões – bem acima da proposta do Executivo.

Velho problema, novo perigo

centro convenções água empoçada

Um velho problema em plena área central de Petrolina voltou à tona com as intensas chuvas na cidade.

Uma área localizada por trás do Centro de Convenções Senador Nilo Coelho sempre acumula grande quantidade de água, transformando-se no cenário perfeito para a proliferação do mosquito Aedes aegypti (o transmissor da dengue, febre chikungunya e zika).

Este Blog já divulgou o fato em outras ocasiões, mas as providências não aparecem. A população também não colabora e continua despejando lixo no local. As consequências para tanto desleixo podem ser fatais.

Após críticas de comunitário, limpeza de área no Parque Massangano é realizada

área parque massaganoApós as críticas do comunitário Marcos Ribeiro, divulgadas na semana passada por este Blog, quanto à sujeira numa área do Parque Massangano, zona oeste de Petrolina, o serviço de limpeza do local foi realizado pela prefeitura.

Satisfeito, o comunitário fez questão de registrar seu agradecimento pelas redes sociais. “Vamos à luta, que tem muito mais coisas aqui que precisam de ajuda”, escreveu o comunitário. Em relação à área, vale sempre registrar que não adianta apenas atribuir culpa ao poder público. Os cidadãos também precisam fazer sua parte. É isso.

Área no Distrito Industrial de Petrolina pode abrigar novo Ceape

planta novo ceapeComo já havia dito à imprensa nesta segunda-feira (20), o vereador Adalberto Filho ‘Betão’ (PSL) enviou ao Blog a planta de uma área no Distrito Industrial de Petrolina, onde poderá ser construído o novo Ceape.

O local foi reivindicado pelo deputado estadual Miguel Coelho (PSB) junto à ADdiper. O gestor do órgão estadual, Jenner Guimarães, já deu o sinal verde para o projeto.

Ocupação irregular na Vila Vitória é destruída por equipes da Ordem Pública

DesapropriaçãoUma área pública no bairro Vila Vitória, em Petrolina, foi desapropriada esta semana por equipes do Núcleo de Operações da Secretaria Executiva de Ordem Pública. Segundo a assessoria de comunicação da pasta, o local havia sido demarcado irregularmente.

Na área já haviam sido construídas sapatas que foram demolidas, dispostas cercas, estacas de cimento e piquetes, que também foram removidos e apreendidos pela equipe. De acordo com o secretário de Ordem Pública e Segurança Cidadã, Jenivaldo Santos, o local será destinado à construção de um equipamento público.

“Esse tipo de ação é muito importante, já que a área ocupada, além de ser pública, será destinada para a construção de equipamento público a fim de melhorar a qualidade de vida da população de Petrolina”, explicou.

A ocupação ilegal foi percebida pelos fiscais de postura da Secretaria da Cidade em suas rondas de fiscalização. O terreno fica localizado atrás da Escola municipal Miguel Arraes. (Foto: Ascom PMP)

Secretário garante que prefeitura vai ajudar a agilizar solução para acabar impasse dos terrenos em área do antigo aeroporto

marcelo cavalcanti_640x360O secretário municipal da Cidade, Marcelo Cavalcanti, mostrou-se otimista pelo fim do impasse judicial envolvendo 54 imóveis localizados na área do antigo aeroporto de Petrolina.

Numa declaração dada à imprensa após reunião com a secretária do Patrimônio da União (SPU), Cassandra Nunes, com o deputado estadual Odacy Amorim e os representantes das entidades e instituições localizadas na área, na última sexta-feira (19), Marcelo aprovou a decisão da representante do governo federal em suspender por 90 dias todos os processos em trâmite referentes à reintegração de posse dos terrenos. O acordo temporário vai evitar a demolição de cinco templos religiosos localizados nessa área, que foram o estopim da celeuma.

Segundo o secretário, o prazo deve evitar que o fato ganhe contornos políticos que, segundo ele, não existem, mas acabaram vinculados devido à campanha eleitoral deste ano.

Marcelo disse, ao avaliar as discussões, que a Secretaria do Patrimônio Público (SPU) quer o mesmo que o município, na atual gestão, sempre quis. “Buscamos regularizar as ocupações de todos os imóveis na antiga área do aeroporto”, ressaltou, acrescentando que esse problema – ao contrário do que muitos pensam – data desde a década de 40.

O secretário disse ainda que a prefeitura vai facilitar o trabalho da comissão, formada durante a reunião de sexta, enviando dados de todos os lotes com os respectivos números de suas escrituras. O shopping e um hotel de luxo, também construídos na área, deverão ter seus contratos revistos. Apenas uma concessionária de veículos importados (a Nissan) não entrará nos trabalhos da comissão, já que não está na lista dos imóveis da União que constavam na reintegração de posse. A ação referente à concessionária será discutida na justiça.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por agencialaguz.com.br