Um reencontro de ‘duas feras’ dos anos dourados do futebol de Petrolina

O futebol de Petrolina viveu anos dourados nas décadas de 70-80. Muitos craques desfilaram vistoso futebol nas tardes e noites do velho estádio da Associação Rural, hoje chamado de Paulo Coelho. Um encontro neste domingo, 13, reuniu dois grandes expoentes desse tempo que não volta mais: O craque Carlyle e o grande goleiro Godofredo.

Dois excelentes profissionais que tratavam a bola com todo cuidado. Valeu o encontro e as várias histórias.

Apresentação de Miúcha trará para Juazeiro o clima dos anos dourados da Bossa Nova

miucha

A cantora Heloísa Maria Buarque de Hollanda, a ‘Miúcha’, disse que está ansiosa para o show que realizará em Juazeiro (BA) no encerramento do Festival Edésio Santos da Canção (Fesc), no próximo dia 24, na Orla II.

Estou ansiosa por esse retorno a Juazeiro, um lugar que me traz lembranças maravilhosas de quando aí estive com Bebel ainda criança, na casa de sua tia Vivinha. Foi uma alegria sem tamanho e até hoje sinto saudades”, disse, recordando visita na década de 1970 à irmã de João Gilberto, que permanece residindo na cidade.

Sobre a apresentação para os juazeirenses, Miúcha ressaltou tratar-se do mesmo espetáculo que tem feito no Rio de Janeiro, em São Paulo e na Europa, recheado de composições de Tom Jobim e Vinicius de Moraes, como também do irmão Chico Buarque. “São canções que estão nos meus dois últimos discos. Mas claro, também abriremos uma janela no show para homenagear João através de composições de autoria dele e outras eternizadas por sua incomparável interpretação”, revelou.

Miúcha promete transportar o público para os anos dourados da Bossa Nova, mediante um repertório de amores e boemias traduzidas em versos íntimos e arranjos maravilhosos sob o sofisticado acompanhamento de quarteto formado pelos renomados músicos Jamil Joanes – baixista que fez sucesso com a banda Black Rio e atualmente se apresenta na Vitória Régia, tocando sucessos de Tim Maia; o violonista João Lyra, que já tocou com Nana Caymmi e recentemente lançou CD solo no Japão; o baterista Ricardo Costa, fundador do grupo Terra Trio, que acompanhou Maria Bethânia por 15 anos e atualmente, além de Miúcha, também acompanha Paulinho Viola; e na direção musical, regência e piano acústico, o maestro Cristóvão Bastos – que fez parcerias de sucesso com Chico Buarque e Aldir Blanc, como também o tema de abertura da minissérie Hilda Furacão, na voz de Nana Caymmi.

Inauguração

Em Juazeiro, a artista carioca ainda participará da inauguração da escultura de João Gilberto, com quem foi casada e da união nasceu a também cantora Bebel Gilberto. (foto/divulgação)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br