Secretaria de Saúde já notificou até o momento 457 casos de sarampo de Pernambuco

0
Foto: Alexandre Justino/PMP divulgação

Até a última sexta-feira (6) foram notificados 457 casos suspeitos de sarampo em Pernambuco. A informação é da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Desse total, 86 já foram descartados, 357 estão em investigação e 14 foram confirmados após análise laboratorial realizada pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Pernambuco (Lacen-PE) e a Fiocruz RJ. Dos casos confirmados, 3 são moradores do Recife, 3 de Caruaru, 1 de Frei Miguelinho, 1 de Santa Cruz do Capibaribe, 5 de Taquaritinga do Norte (incluso 1 óbito) e 1 de Vertentes.

O Programa Estadual de Imunização reforça que o Estado está abastecido da vacina tríplice viral, que, além do sarampo, protege contra rubéola e caxumba e é uma das maneiras mais eficazes de evitar o adoecimento. Desde janeiro, já foram distribuídas mais de 685 mil doses do imunizante para os municípios.

O Programa destaca, ainda, que, desde a segunda quinzena de agosto, ficou instituída, em todo o país, a vacinação de crianças entre 6 meses e 11 meses. Todos os meninos e meninas dessa faixa etária, que totalizam 68 mil em Pernambuco, devem tomar uma dose da tríplice viral. Importante lembrar, ainda, que essa será considerada a “dose zero”, sendo necessário seguir com o esquema básico de vacinação normalmente a partir dos 12 meses, com mais uma dose, finalizando com um reforço aos 15 meses.

Reforçamos que a distribuição de vacina está sendo feita normalmente para os municípios, de acordo com a necessidade de cada um. Mas precisamos lembrar à população que as doses são indicadas para quem ainda não está com o esquema vacinal completo. O público entre 6 meses até os 49 anos tem direito à imunização, mas convocamos, principalmente, os pais e responsáveis a levarem as crianças aos postos de saúde. Esse é o público que possui mais risco de agravamento do quadro, por isso a importância de manter os meninos e meninas devidamente protegidos“, diz o secretário estadual de Saúde, André Longo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome