Médica do Posto de Saúde do Loteamento Recife sai de férias e marcação de consultas é suspensa; prefeitura esclarece

Os moradores do Loteamento Recife, zona norte de Petrolina, se depararam com um aviso afixado no portão do posto de saúde da comunidade, informando que a marcação de consultas médicas está suspensa até o próximo dia 15 de fevereiro. O motivo, conforme o cartaz, é porque a médica da unidade está de férias.

Em nota, a Secretaria de Saúde justificou que a “a doutora Rosilene Rodrigues Fundora, lotada na Unidade Básica, é do quadro do Programa Mais Médicos, do Governo Federal. A programação de férias desses profissionais é feita diretamente pelo programa, o que no caso da referida médica aconteceu em setembro de 2016.”

Ainda conforme a Secretaria de Saúde, “a gestão anterior  não comunicou o afastamento e, portanto, a Secretaria de Saúde ficou impossibilitada de programar uma substituição”, finalizou a nota, sem informar quando outro profissional substituirá a médica. (foto/divulgação)

Unidades de Saúde de Petrolina recebem reforço de 3 mil doses de vacina contra caxumba

Três mil doses da vacina tríplice viral, que imuniza crianças e adultos contra caxumba, sarampo e rubéola, já estão reforçando as Unidades de Saúde de Petrolina. A Secretaria Municipal de Saúde recebeu o lote em janeiro deste ano. As crianças recebem a vacina tríplice viral com 1 ano de vida, e a segunda dose com 1 ano e 3 meses, conforme o calendário vacinal.

De acordo com o Ministério da Saúde, o público prioritário para imunização é de crianças a partir de 2 anos até adultos de 29 anos, com vacinação em duas doses e intervalo de 30 dias. Outro público, com vacinação em dose única, está na faixa etária de 30 a 49 anos. Em 2016, 1.468 pessoas receberam a vacina tríplice viral nas unidades básicas de saúde do município.

Os casos de caxumba só começaram a ser notificados no município no fim de 2016, sendo dois casos em outubro. A caxumba é uma doença que atinge principalmente a população infantil, mas pode atingir adultos em qualquer faixa etária. “É importante os pais manterem atualizado o cartão de vacinação. Quem ainda não se vacinou contra caxumba, deve procurar uma unidade de saúde o quanto antes, porque a única forma de prevenir a doença é vacinando”, alerta a diretora técnica de Saúde, Ana Caroline Freire.

Serviço

Os postos de saúde da sede funcionam de segunda à sexta-feira, das 8h às 17h. Já os da zona rural, das 8h às 13h. (foto: Ascom SMS/divulgação)

Secretaria de Saúde de Juazeiro divulga lista de inscritos em processo seletivo

A Secretaria de Saúde de Juazeiro (BA) divulgou, na noite de segunda-feira (16), a lista de inscritos no Processo Seletivo Simplificado para vagas de cadastro reserva para os cargos de nível fundamental, médio, técnico e superior. De acordo com o edital, os salários previstos variam de R$ 888,00 a R$ 8.314,00.

No total, 2.422 candidatos foram inscritos. A classificação final será a soma dos pontos da avaliação curricular de títulos, com os de experiência curricular, compondo uma escala de 0 a 20 pontos. Conforme edital, o resultado do processo seletivo está previsto para o dia 24 de fevereiro de 2017. A lista pode ser conferida acessando aqui.

Perigo: Pneus acumulados em terreno próximo a hospital de Petrolina podem virar criatório do Aedes

Nas imediações do Hospital Geral e Urgência (HGU), em Petrolina, esconde-se um perigo à saúde pública. Além do lixo, os pneus jogados no terreno baldio podem servir de ambiente ideal para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, o transmissor da dengue e de moléstias mais recentes como chicungunya e zika – sobretudo quando as chuvas começarem a cair na cidade.

O problema localiza-se na segunda rua atrás do HGU. Segundo a leitora Teresa Leonel, que fez a foto, o cenário está assim pelo menos desde novembro do ano passado.

Hospital da Mulher em Salvador começa a receber pacientes do interior

 

As primeiras pacientes do Hospital da Mulher em Salvador (BA) começam a ser atendidas a partir desta segunda-feira (16), encaminhadas pelas Secretarias Municipais de Saúde, após atendimento inicial em uma unidade básica de saúde na cidade de origem. Até o momento, 145 pacientes de 27 cidades baianas já estão com consulta agendada no novo hospital do Governo do Estado, procedimento que pode ser feito apenas com a intermediação das prefeituras.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, ressalta que o agendamento dos procedimentos ambulatoriais é simples, mas cabe às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ou às pastas municipais. “O Estado desenvolveu um sistema chamado Lista Única, na qual concentra a demanda dos 417 municípios por um serviço especializado. Todos os procedimentos são agendados pelos gestores municipais, o que significa que as mulheres não precisam se dirigir ao hospital para marcar consultas e exames”, esclareceu o secretário.

As eventuais dúvidas sobre os serviços ofertados no hospital podem ser esclarecidas pelo telefone 0800-071-4000, que atende de segunda a sexta, das 8h às 18h. “Uma novidade é que as pacientes serão avisadas por SMS do agendamento da sua consulta ou procedimento, a fim de que compareçam ao dia e horário marcado”, acrescenta Vilas-Boas.

Estrutura e especialidades

A unidade, que foi inaugurada nesta semana pelo governador Rui Costa (PT), recebeu investimento superior a R$ 40 milhões entre obras e equipamentos, sendo o maior hospital especializado no atendimento à saúde da mulher do Norte-Nordeste e considerado um centro de referência estadual. A unidade possui dez salas cirúrgicas e 136 leitos – 97 destinados à internação, 10 para terapia intensiva (UTI) e 29 leitos para hospital-dia. O centro de diagnóstico está equipado com tomógrafo computadorizado, mamógrafo, ultrassom, doppler scan, raio-X e laboratório 24 horas.

O hospital tem capacidade para realizar 9 mil consultas e mil procedimentos cirúrgicos mensais e prestará assistência nas áreas de ginecologia e mastologia, além do atendimento na área de reprodução humana, oncologia e situações relacionadas à violência sexual. A unidade também dispõe de um serviço de urgência e emergência ginecológica, com funcionamento 24 horas. (Foto: Mateus Pereira/divulgação)

Vacinação contra a febre aftosa em Pernambuco fica acima da meta do Ministério da Agricultura

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária de Pernambuco (Adagro) alcançou 94,4% de cobertura, na segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, realizada no mês de novembro do ano passado. O percentual é acima do mínimo de 90% exigido pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA).

Nessa segunda fase foram imunizados 1.787.661 bovídeos, de um rebanho correspondente a 1.893.393 animais. “Intensificamos a orientação sobre a importância da vacinação para a pecuária pernambucana e esse trabalho tem proporcionado resultados satisfatórios, sempre superiores ao percentual recomendado pelo MAPA”, explicou o secretário de Agricultura e Reforma Agrária, Nilton Mota.

Pernambuco é reconhecido internacionalmente como área livre de febre aftosa com vacinação desde 2014.  “Os dados comprovam que os produtores estão comprometidos com a sanidade animal do nosso Estado, imunizando seu rebanho e declarando nos escritórios da Adagro“, pontuou a presidente da Adagro, Erivânia Camelo.

A Campanha é realizada duas vezes por ano, nos meses de maio e novembro, em quase todos os estados da federação, como determina o calendário anual do Ministério da Agricultura. A febre aftosa é uma doença altamente contagiosa, que atinge bois, búfalos, cabras, ovelhas e porcos, mas apenas os bovinos e bubalinos podem ser vacinados. O vírus causa febre, ferimentos na boca, garganta e na pele ao redor dos cascos. Os animais ficam bastante debilitados, produzindo muita saliva, parando de andar e comer. (fonte: Ascom SARA/foto arquivo divulgação)

Comunidade do Rio Corrente critica problemas em antigo posto de saúde; Secretaria de Saúde rebate

O antigo posto de saúde do Bairro Rio Corrente, zona oeste de Petrolina, virou motivo de algumas reclamações por parte da comunidade local. De acordo com o morador Weslei Alves, os problemas são vários. “O vazamento de água limpa é constante, sem falar no lixo. Nós, moradores, esperamos providências urgentes da prefeitura”, desabafou.

A reportagem obteve da assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde a informação de que o posto está desativado desde dezembro. Segundo o setor de Atenção Básica da pasta, existe a intenção de colocá-lo em funcionamento novamente. Mas por enquanto os atendimentos à população do Rio Corrente são feitos na unidade da Cohab Massangano, também na zona oeste.

Sobre o vazamento e o lixo no antigo posto, a assessoria rebateu as reclamações. Em relação à primeira demanda, a pasta disse que o vazamento é na tubulação da Compesa, na mesma rua, e não no posto. Mesmo assim, o órgão municipal irá cobrar uma solução junto à Companhia. Quanto ao lixo, a equipe de Atenção Básica disse não ter identificado esse problema no local.

Após alerta do governo de PE contra surto de caxumba, HDM/Imip adverte sobre os riscos da doença

Esta semana a Secretaria de Saúde de Pernambuco divulgou um boletim reforçando a importância da vacina tríplice viral como medida preventiva contra a caxumba – uma infecção viral aguda que afeta as glândulas parótidas, responsáveis pela produção da saliva e que ficam localizadas abaixo dos lóbulos das orelhas. Desde 2015 vêm sendo observados em todo o país surtos da doença, com os primeiros registros em Pernambuco datados do mês de maio do ano passado. Ao longo de 2016 foram notificados 76 surtos envolvendo 836 casos no estado.

De acordo com o setor de Doenças e Agravos da Secretaria Estadual, quanto mais rápida a comunicação, mais efetivas serão as medidas adotadas pelos municípios. Por isso, o setor de Pediatria do Hospital Dom Malan (HDM/Imip), em Petrolina, se antecipou e começou a informar à população as principais características da doença, visando a contribuir com a prevenção. “Às vezes o que as pessoas precisam é de informação, e nós não vamos pecar por essa falta de esclarecimento, até porque fazemos parte de uma rede de saúde e todos nós somos parceiros nesse sentido”, ressalta a pediatra, Dr.ª Fernanda Patrícia Novaes.

Considerada uma doença típica da infância, a caxumba também pode atingir pessoas de qualquer idade e evoluir com complicações graves como orquite (inflamação dos testículos), inflamação nos ovários, meningite viral e até encefalite (inflamação no cérebro). “Ela é mais comum na infância porque o sistema imunológico da criança ainda está em formação, mas ela pode acometer qualquer faixa etária. Geralmente, a caxumba provoca um aumento de volume bem característico próximo à mandíbula e ao ouvido, febre e dificuldade para mastigar. Nos casos leves e moderados, o paciente também pode apresentar dores no corpo, fadiga e perda de apetite”, acrescenta a pediatra.

Tratamento

Segundo Fernanda, o tratamento é sintomático (não havendo uma medicação específica). Aos primeiros sinais da doença a pessoa infectada deve procurar o posto de saúde, tendo que ficar em isolamento domiciliar para não disseminar o vírus. “Em geral, os sintomas são brandos e tratados com antitérmicos e analgésicos, devendo ser evitado o AAS. Repouso, hidratação e boa alimentação também são importantes aliados”, destaca. A contaminação da caxumba ocorre através de gotículas de saliva do doente, que se espalham pelo ar alcançando as vias aéreas de pessoas próximas. A única prevenção eficaz continua sendo a vacina, cuja primeira dose no calendário brasileiro está indicada aos 12 meses, com reforço aos 15 meses na forma da vacina tetraviral.

Uma vez infectada, a pessoa pode contaminar outras no período entre seis dias antes do início dos sintomas até cerca de 15 dias após. O período de incubação pode ser de 14 a 25 dias. “O momento não é de alarme, mas sim de atenção e reforço sobre a importância da vacinação. Estamos sempre atentos às doenças sazonais e ao surgimento de epidemias”, garante a médica.

Juazeiro: Moradores do Jardim Primavera aguardam ampliação de Posto de Saúde, mas querem atenidimento estendido

Os moradores do bairro mais afastado do centro de Juazeiro (BA), o Jardim Primavera, estão satisfeitos com a ampliação da Unidade Básica de Saúde da comunidade, mas querem também a ampliação do atendimento ao público.

Com a obra avançada, eles aguardam um novo espaço melhor para o atendimento médico. Mas eles também querem que o atendimento seja estendido até às 17h. Hoje, conforme os moradores, só funciona até 12h. Um direito deles, que a prefeitura deveria atender. (foto/divulgação)

Cerest Petrolina convoca conselheiros para primeira reunião do ano

A Coordenação Geral do Conselho Gestor de Saúde do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador/Regional Petrolina-PE (CGS-Cerest), está convocando seus conselheiros para a primeira reunião extraordinária do ano. Conforme o edital de convocação, o encontro acontecerá dia 27 deste mês, a partir 9h, na Sala de reunião do CGS-Cerest, na sede da entidade, que fica na Rua Mar Bering, s/nº, Bairro Antonio Cassimiro.

Além de tratar da renovação da composição do Conselho, a reunião discutirá também o plano de ação do Cerest para 2017, entre outros temas. (Ilustração/Reprodução/Internet)

 

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br