Entidade dedicada a autistas em Petrolina cobra na Casa Plínio Amorim cumprimento de lei do diagnóstico precoce

Representantes da Associação dos Amigos dos Autistas do Vale do São Francisco (Amavasf) compareceram à Câmara de Petrolina nesta quinta-feira, 20, para pedir apoio aos vereadores apoio à causa dos autistas e também que as políticas públicas voltadas para esse público e suas famílias ou cuidadores, sejam de fato, efetivadas no município. Uma das principais cobranças da entidade é que o diagnóstico seja feito com a criança até os dois anos de idade.

“Toda criança autista precisa de um acompanhamento e atenção no desenvolvimento infantil, principalmente nos primeiros anos, mas infelizmente a saúde é precária. Então acaba sendo negligenciado pela saúde porque a criança não tem um diganóstico precoce, e isso compromete todo o desenvolvimento dela”, afirmou Janille Costa, coordenadora regional da Amavasf, que foi à Casa Plínio Amorim mostrar a importância do tema no mês dedicado ao autismo.

“Viemos cobrar a lei que já está aprovada aqui nesta Casa e que faça ela ser exercida. A lei aponta o atendimento precoce, além da educação, suporte multidisciplinar que inclui psicóloga, fonoaudióloga. Isso  hoje o município de Petrolina está desassistido. Só oferece a educação, mas temos que ter esse diagnóstico que garante diretos como aposentadoria, um dinheiro que garante levar para um tratamento, a compra de medicamentos. Se eu não tenho esse dignóstico, eu não tenho auxiliar na sala de aula, não tenho aposentadoria e isso causa uma desestrutura familiar“, alertou a coordenadora.

Conforme Janille, a bandeira da entidade é dar uma a vida digna a crianças, adultos e idosos autistas na região. Um trabalho com os cuidadores é outro foco importante da Amavasf, que promove encontros como o ‘Te Acolhe’, quando famílias e cuidadores trocam experiências, sofrimentos e alegrias de conviver com o autismo. Ela pede que as famílias entrem no movimento para fortalecer a causa para que mais políticas sejam efetivadas para as famílias com autistas em casa. “Que a família guarde o preconceito, a vergonha e venha para o movimento para fortalecer esse trabalho. Vista a camisa azul e venha”, disse Janille, informando que atende 30 famílias na Amavasf. “Estamos sempre nos encontrando através do Te Acolhe, com especialistas orientando a todos“, concluiu.

Mutirão de cirurgias ortopédicas tem sua segunda edição em Petrolina

A segunda edição do mutirão de cirurgias ortopédicas em Petrolina está agendada para este sábado, 22. A ação é realizada através de uma parceria entre a Secretaria de Saúde e o Hospital Universitário (HU). A iniciativa ajudará a reduzir a lista de espera que, desde o ano passado, conta com 105 pacientes. Nessa segunda edição, o mutirão atenderá 20 pacientes.

De acordo com a diretora técnica em saúde, Ana Carolina Freire, os procedimentos ortopédicos, principalmente na região, ficam entre as principais demandas, já que existe um alto índice de acidentes com motociclistas.

“Realizamos o primeiro mutirão há duas semanas, com 20 procedimentos, e a nossa proposta é aumentar o número de cirurgias semanalmente. O município está disponibilizando a equipe médica e instrumentadores. Em parceria com o HU, estamos trabalhando para resolver essa demanda ortopédica com celeridade, porém com muito profissionalismo e competência”, explicou.

A secretária municipal de Saúde, Magnilde Albuquerque, reforça que a realização de mutirões é a forma mais rápida de eliminar as diversas filas do município. “Recebemos o município com vários procedimentos parados e muitas pessoas sofrendo há vários meses, a ortopedia é uma das nossas demandas mais urgentes. Eliminar essas filas está sendo uma das prioridades da Secretaria de Saúde”, concluiu. (Foto: Ascom)

Vereador cobra instalação de reservatório na AME do Ouro Preto; prefeitura já resolveu problema

É fruto de uma indicação do vereador Professor Gilmar Santos (PT), da bancada de oposição, a cobrança para que a Prefeitura de Petrolina, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, instale uma caixa d’água destinada à AME do bairro Ouro Preto, zona oeste. O serviço se faz necessário para que o equipamento possa funcionar adequadamente.

Segundo Professor Gilmar, a unidade atende também a população de bairros como Jardim Maravilha e Vale do Grande Rio, mas não está atendendo porque falta o reservatório – que, conforme população local, aguarda desde janeiro.

“Recebemos algumas reclamações de pacientes da região. Todos nos informaram que estavam sem o os atendimentos da unidade, simplesmente porque o espaço necessita apenas que alguém faça essa instalação. Por isso encaminhamos essa demanda à secretária Magnilde Albuquerque”, comentou.

A falta d’água, apurou o vereador em relatos da comunidade, inviabiliza o funcionamento de 10 consultórios instalados na AME do bairro, que oferecem serviços odontológicos e exames preventivos ginecológicos, serviços que deixaram de ser oferecidos aguardando a colocação da caixa d´água. Em contato com a assessoria de comunicação da secretaria municipal de Saúde, o Blog foi informado que o problema foi resolvido nesta manhã de quarta-feira, 19. O órgão informou ainda que apenas os serviços odontológicos não estavam sendo feitos.

Lagoa Grande: Professores das redes pública e privada são incluídos na Campanha de Vacinação contra Gripe

A Secretaria de Saúde de Lagoa Grande (PE), no Sertão do São Francisco, deu início à campanha nacional de vacinação contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circulam no país: A/H1N1; A/H3N2 e influenza B. A novidade deste ano é que foram incluídos também como prioritários os professores da rede pública e privada – além dos profissionais da saúde das duas redes.

No dia 13 de maio (sábado) em todo o Brasil o ‘Dia D’ da Vacinação.

Além dos professores e profissionais da saúde, o público-alvo da campanha continua sendo crianças de 6 meses a quatro anos, 11 meses e 29 dias; gestantes; puérperas (mulheres que estão no período de até 45 dias após o parto); idosos a partir de 60 anos; e em alguns casos, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (independente de idade). O atendimento é das 8h às 14h.

Os trabalhadores da agricultura e do comércio que se enquadram no público-alvo, mas não podem comparecer nos horários, deverão procurar o PSF mais próximo de sua residência no próximo dia 27, das 17h às 21h (como já acontece toda última quinta do mês).

Prefeitura de Juazeiro rebate críticas de leitora sobre problemas na saúde pública

Em nota enviada a este Blog por meio da assessoria, a Prefeitura de Juazeiro rebateu as críticas da leitora Maria das Grotas Sena Araújo, postadas na última segunda-feira (17), acerca dos problemas que ainda persistem na saúde pública do município baiano.

De acordo com a atual gestão, várias ações no setor estão sendo realizadas. Confiram:

A Secretaria de Saúde de Juazeiro esclarece que a pasta vem sendo tratada como prioridade desde o primeiro dia da gestão do prefeito Paulo Bomfim, conforme prometido durante a campanha eleitoral. Para isso, o governo está trabalhando com foco em melhorar a qualidade da Atenção Básica e para isso criou o programa ‘Atender Melhor’, humanizando ainda mais o atendimento ao usuário de saúde da rede municipal.

Este ano já foram realizadas 14 edições da Caravana da Saúde, dando celeridade ao cumprimento de mais de duas mil guias na sede e no interior, assim reduzindo as demandas reprimidas dos Postos de Saúde, inclusive, a vice-prefeita e cardiologista, Drª Dulce Ribeiro, é uma das médicas especialistas que atende a população na Caravana, além de fazer o seu papel de gestora, ouvindo a comunidade.

Com relação à infraestrutura, o prefeito Paulo Bomfim inaugurou a Unidade Básica de Saúde do bairro Jardim Primavera. Um equipamento público novo, completamente equipado e abastecido com todos os insumos necessários.

Ainda este ano, o município, em parceria com o Governo do Estado, realizou um mutirão de cirurgias, pelo qual foram ofertados os procedimentos de histerectomia e hérnias (umbilical, inguinal e epigástrica), para os pacientes que já estavam na fila de espera. Cerca de 380 agendamentos para o procedimento cirúrgico foram realizados.

Também em parceria com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), foi realizado o mutirão de glaucoma para pacientes já cadastrados. Na ocasião, mais de 600 atendimentos foram realizados e mais de 2700 colírios foram entregues para os usuários.

A Secretaria ainda esclarece que não há engavetamentos de guias, como sugeriu a leitora. Infelizmente, em âmbito nacional, a saúde pública enfrenta o desafio de ter maior procura do que oferta do serviço. Por esse motivo, existe uma fila de prioridades para atender os casos mais urgentes. As demais demandas serão atendidas de acordo com a disponibilidade de vagas e a lista de espera.

Secretaria de Saúde/PMP Ascom

Parceria entre Coelba e Secretaria de Saúde da Bahia ajuda a mapear focos de dengue no Estado

Mais de 21 mil possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti foram identificados por leituristas da Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, na capital e interior da Bahia. Completando, neste mês, um ano de parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria de Saúde (Sesab), a Coelba já totaliza 325 municípios mapeados, com os possíveis criadouros identificados e informados às autoridades sanitárias. Na liderança das cidades com maior número de focos identificados estão Salvador (1.801), Paripiranga (1.197) e Buritirama (958).

A estratégia de cooperação da Coelba é simples: utilizar os mais de 1,5 mil leituristas que, diariamente, coletam consumo mensal de energia elétrica dos mais de 5,8 milhões de clientes, para identificar focos do mosquito e informar as autoridades sanitárias sobre potenciais criadouros. As anotações e indicações dos locais sob risco são feitas através dos equipamentos utilizados para a coleta de leitura.

As informações – endereço e coordenadas geográficas – são disponibilizadas diariamente para as secretarias de saúde municipais de todo o Estado, além da disponibilização destas informações no aplicativo para celular ‘Caça Mosquito’, do governo estadual.

A intenção é dar mais agilidade ao mapeamento dos focos de reprodução e auxiliar na eliminação do mosquito que transmite doenças como a dengue, zika, chicungunha e febre amarela. As informações são da Coelba.

 

Salgueiro: Prefeito Clebel Cordeiro define nome do novo secretário de Saúde

Em Salgueiro (PE), o prefeito Clebel Cordeiro (PMDB) agiu rápido para aplacar a insatisfação da base aliada, provocada pela saída do secretário de Saúde, Edilton Carvalho, quando o gestor chegava aos 100 dias de governo. O escolhido foi Felipe Sampaio.

Apesar de jovem, Felipe já tem uma boa experiência na área. Atualmente ele era responsável técnico de uma grande empresa do setor na cidade.

A indicação de Felipe para a Pasta já repercute nos meios de comunicação de Salgueiro. Nos bastidores, comenta-se que pela vontade dele em trabalhar, provavelmente vai conseguir dar continuidade ao trabalho deixado por Carvalho, que vinha sendo bastante elogiado. (Foto/reprodução Blog do Alvinho Patriota)

Artigo do Leitor: “Cadê a vice-prefeita de Juazeiro?”

A leitora do Blog, Maria das Grotas Sena Araújo, enviou artigo reclamando da saúde do governo Paulo Bomfim). Ela cobra a presença da vice-prefeita do município, a médica Dulce Ribeiro, para que cumpra “o que foi prometido durante a campanha”.

Acompanhe:

Estamos em abril, são quatro meses que o novo gestor assumiu a cidade. Na área da saúde foi prometido que o governo anterior fez muito, mas que este novo governo faria muito mais! Ops, já são quatro meses. O secretário de Governo, usando de palavras bonitas e vazias, explicou semana passada em nota, nesse Blog, vários números estatísticos de construções de prédios e inaugurações, uma lamentável nota, pois existem pessoas aqui em Juazeiro que não estão em busca de estatísticas. Isso serve para você, senhor secretário, para massagear seu ego.

O que a sociedade juazeirense precisa é de cuidado. Isso Dra. Dulce prometeu, mas há quatro meses não fez! Sou prova disso. O indivíduo procura a UBS, o médico passa uma requisição de exames, os exames mostram colesterol elevadíssimo e distúrbios nas taxas de funções do fígado, e daí para frente nada é feito, sabe por que? Porque quando o médico emite uma requisição para especialista na Policlínica, essas guias são engavetadas e lá mesmo ficam, e o indivíduo agrava a cada mês, podendo morrer.

Desde setembro de 2016 tenho duas guias na UBS do meu bairro (uma para otorrino e outra para hepatologista). Esse ano, já na gestão atual, recebi outra guia do médico da UBS encaminhando para uma geriatra na Policlínica. Fui à Policlínica e a recepção me informou que a fila é grande e que eu estivesse ciente que vai demorar muito. Eu pergunto, muito até quando?

Dra. Dulce disse que ia resolver isso! Procurei a Ouvidoria da saúde e registrei tudo isso. Sabe qual foi a resposta? Disseram que as guias demoram porque são disponibilizadas para as prioridades, os casos mais urgentes!!!!  Mas desde setembro do ano passado Secretaria? Desde janeiro desse ano?  Qualquer leigo saberia que tem algo travando nesse processo aí. Não queira nos fazer de idiotas, lamentável ter vocês como gestores do meu município.

Não era um governo de continuidade? para quê tanto tempo para realizar? Não estou entendendo. E assim, não consigo passar por um especialista no município de Juazeiro! Estou preparando um dinheiro para pagar uma consulta particular com uma geriatra, porque a saúde pública não está me dando esse direito. SUS? Os exames, fiz particular, não porque poderia ter pagado, não podia. Retirei de outro compromisso, mas paguei porque na UBS seriam 15 dias para fazer e mais 10 para receber resultado. Isso laboratório, porque minha USG de abdômen seria 60 dias para fazer! Que pena, não!

A saúde continua como no governo Isaac. Nada mudou. Juazeiro doente. Cuidado com o idoso, Juazeiro clama. Amanhã serão vocês que podem adoecer gestores, mesmo com dinheiro de reserva, nem sempre o dinheiro compra a saúde, mas as obas obras e a consciência limpa compram um futuro em paz.

Queremos UBS ativas (funcionando a todo vapor). Queremos uma Policlínica de qualidade (não com um único especialista, porque não dá conta). Queremos exames feitos em tempo hábil (diagnósticos precisam aparecer. Queremos ser saudáveis Sr. Secretário de Saúde!

Maria das Grotas Sena Araújo/Leitora

Enfermeiros concursados de PE ganham ação na justiça contra o governo

Uma ação Civil Pública apresentada pelo SEEPE (Sindicatos do Enfermeiros do Estado de Pernambuco), através de sua assessoria jurídica, foi julgada procedente e determina ao Governo do Estado que “uma vez recuperado o equilíbrio orçamentário ameaçado com o excesso de despesa de pessoal dentro do prazo de validade do concurso, proceda com a nomeação dos candidatos aprovados dentro das vagas ofertadas no edital, assim como daqueles que estejam no cadastro reserva, até a posição equivalente ao quantitativo de contratados de forma precária que se encontram no desempenho das atividades típicas do cargo efetivo disputado, sem levar em consideração os ocupantes de cargos comissionados “ .

O juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Évio Marques da Silva, entendeu que a contratação precária de enfermeiros através de contratos temporários não impede de reconhecer o efeito de preterição dos candidatos aprovados no concurso da Secretaria Estadual de Saúde(SES), mas que não poderia declarar a nulidade dos contratos temporários neste momento, e apenas se permitiu a concessão do direito subjetivo dos aprovados à nomeação.

Segundo ficou estabelecida na sentença, a nomeação imediata vem se demonstrando impossível, diante da situação financeira difícil em que se encontram as contas da administração estadual, por haver incorrido em excesso de despesa com pessoal. Mas o SEEPE defende que as nomeações devem ser imediatas e que o Estado deve iniciar as convocações dos aprovados a partir desta decisão.

Ainda cabe recurso para o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). “O Jurídico do SEEPE está estudando a sentença para garantir a mais rápida efetividade do que foi decidido. Este foi o primeiro passo para concretizar a nomeação de todos os aprovados no concurso”, salientou o advogado do sindicato, Murilo Braz. (Foto: Ascom)

Irecê: Jovem diagnosticada com leucemia dá lição de fé e otimismo

Diagnosticada com leucemia, Jaciara Dourado, uma jovem universitária de Irecê, município do Norte baiano, compartilha sua experiência nas redes sociais e destaca importância da solidariedade. Na sua página oficial do Facebook, Jaciara incentiva ressalta a importância de doar sangue e explica como doar medula óssea. Otimismo é sua marca registrada.

“Será se beleza está somente no sorriso, na pele, no externo? Eu há um tempo atrás achei que sim! Mas aí, Deus veio me mostrando que além de tudo isso, existia algo ainda mais fascinante… O Amor, o cuidado que as pessoas que a gente gosta e também gostam da gente, tem por nós”, diz um dos posts da jovem.

Jaciara Dourado tem 26 anos. Ela foi diagnosticada com Leucemia Linfoide Aguda (LLA), um tipo de câncer que atinge os leucócitos (células brancas do sangue) e que começa na medula óssea.

“Tudo começou com um cansaço inexplicável, muito sono… O cansaço chegava a doer. Logo depois surgiram umas manchinhas vermelhas nas pernas, Depois umas manchas grandes roxas parecendo pancadas”, relembra Jaciara. Os primeiros sintomas surgiram em janeiro deste ano, quando ela chegou a ser internada no Hospital Regional de Irecê, onde recebeu “oito bolsas de sangue e 14 de plaquetas”. Ainda sem diagnóstico, foi transferida para o Hospital Roberto Santos, em Salvador, onde obteve a confirmação definitiva da LLA.

O tratamento teve início logo em seguida, com sessões de quimioterapia. A expectativa é de que ela seja submetida a quatro ciclos para destruir as células malignas. “Estou confiante que não precise de transplante de medula. Espero reagir bem, assim como no primeiro ciclo, que não tive reações”, conta a universitária.

Internada há cerca de 60 dias, Jaciara Dourado tem usado bastante o Facebook para compartilhar informações sobre o tratamento e para incentivar as pessoas a doarem sangue e medula óssea. Além disso, ela também quer mostrar a outras pessoas que lutam contra o câncer que a coragem e o amor são elementos essenciais na luta pela vida. “Todos nós estamos vulneráveis, mas, temos que enfrentar isso”, afirma a jovem, com lucidez e ternura que após concluir o tratamento e ficar completamente curada, pretende ser voluntária em hospital que trate de crianças com câncer. “Quero ajudar de alguma forma”, conclui.

Como doar

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, estar em boas condições de saúde e pesar acima de 50 kg: homens podem doar até 4 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 60 dias; mulheres podem doar até 3 vezes a cada 12 meses, com intervalo mínimo de 90 dias. De acordo com informativo publicado no site do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer (GRAACC), “qualquer pessoa com idade entre 18 e 55 anos e boa saúde poderá doar medula óssea. Ela é retirada do interior dos ossos da bacia, através de punções, e se recompõe em apenas 15 dias”. A doação é um procedimento que se faz em centro cirúrgico e requer internação por, no mínimo, 24 horas. Normalmente, os doadores retornam às atividades habituais depois da primeira semana (Fonte/foto: Blog Sertão Baiano)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br