Mesmo com números alarmantes da violência em Pernambuco, secretário diz que Pacto Pela Vida ainda é “a saída”

Embora o número de homicídios na Área Integrada de Segurança 26 (AIS-26), que abrange os municípios de Petrolina, Dormentes e Afrânio – no Sertão do São Francisco – tenha reduzido, os resultados do Pacto Pela Vida no restante do Estado de Pernambuco em 2016 são os piores desde a criação do programa pelo então governador Eduardo Campos, há quase dez anos. Mas para o atual secretário de Defesa Social, Ângelo Gioia, o Pacto ainda continua sendo “a saída” para diminuir a criminalidade.

A afirmação foi dada por Gioia ao comunicador Geraldo Freire, da Rádio Jornal, nesta quarta-feira (18). “O Pacto é a saída que nós temos para a redução da criminalidade, ainda que, por diversas vezes, o cenário hoje não seja o ideal que gostaríamos de estar vivendo. Mas estamos trabalhando duramente para atingir metas para dar tranquilidade à população de Pernambuco”, pontuou.

Gioia também comentou sobre o protesto de policiais na Praia de Boa Viagem, que afixaram cruzes na faixa de areia, em memória às vítimas da violência no Estado. O ato simbólico serviu para marcar, segundo a categoria, o ‘sepultamento’ do Pacto. “Cada um faz, na verdade, o sepultamento daquilo que entende que deva fazer”, declarou Gioia. (foto: Rádio Jornal/reprodução)

Alvo do “Bandido da Lanterna”, clínica médica de Petrolina faz apelo em redes sociais

Alvo do “Bandido da Lanterna”, elemento que vem arrombando vários estabelecimentos comerciais em Petrolina nos últimos meses, a Climede – clínica médica localizada no Jardim Amazonas, zona oeste da cidade – está usando as redes socais para fazer um apelo às autoridades e à população.

Por que ninguém toma providências diante de tantos crimes cometidos por ele?”, questiona a direção da unidade, através de sua página oficial no Facebook. “Toda semana ele ataca um comércio. Um terror”, acrescenta.

Quem souber do paradeiro do “Bandido da Lanterna” pode entrar em contato diretamente com o 5º Batalhão de Polícia Militar (BPM), através do telefone 190, e passar as informações. O sigilo é garantido. O cidadão ainda pode ir pessoalmente a uma delegacia e passar detalhes sobre o suspeito. A identidade do denunciante também será preservada. (foto/reprodução)

Forças Armadas irão reforçar segurança em presídios

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse nesta quarta (18) que o governo federal vai liberar pelo menos mil homens do Exército, da Marinha e Aeronáutica para atuar nos presídios de todo o país. As forças estarão prontas para entrar em ação em no máximo oito dias e o efetivo poderá ser ampliado conforme a demanda dos estados. Serão empregados militares que já atuaram em operações de varredura e segurança realizadas durante a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos, sempre que possível deslocados de outras unidades da federação, para garantir a segurança das equipes e evitar a “contaminação” da operação.

Inicialmente, o Ministério da Defesa destinará R$ 10 milhões para custear a operação, mas esse montante também vai variar conforme a necessidade. De acordo com o ministro, os militares só entrarão nos estabelecimentos prisionais após as forças policiais locais garantirem que não há risco. Os militares não terão contato com os presos, que deverão ser retirados das celas e demais dependências durante a inspeção em busca de armas, drogas e aparelhos celulares.

“Nosso pessoal atuará pontualmente e, depois, deixará o local. As Forças Armadas têm qualificação para isso. Nas Olimpíadas, fizemos varreduras em quase todos os imóveis dos Jogos. Temos pessoal muito bem treinado para dar conta desse tipo de tarefa”, afirmou Jungmann, explicando que, embora assumam o controle da operação de varredura na unidade prisional, as Forças Armadas não vão operar e controlar presídios e penitenciárias, não vão substituir policiais e agentes penitenciários estaduais nem atuarão sozinhas.

O ministro disse que o apoio das Forças Armadas aos estados, entretanto, não vai impedir novas rebeliões ou mortes em presídios, mas tende a diminuir as ocorrências e a letalidade da ação de presos amotinados. (fonte: Agência Brasil/foto reprodução)

Vândalos destroem novamente equipamentos do Clube do Bairro no Santa Luzia

Uma estrutura pública feita para o lazer e a prática de atividades físicas no Bairro Santa Luzia, zona norte de Petrolina, vem sendo alvo constante dos vândalos. Pela segunda vez em menos de um ano, todos os equipamentos do Clube do Bairro Tácio Ítalo viraram alvos de desocupados. Segundo o presidente do Centro Comunitário do Santa Luzia, o servidor público Francisco Luiz de Souza, em março do ano passado o espaço tinha sofrido com ação de vandalismo nos aparelhos, que têm ajudado especialmente os idosos em sua atividades diárias.

“Reitero minha reclamação. Ano passado conseguimos recuperar os equipamentos destruídos com o apoio do então vereador Paraíba, mas novamente a praça foi alvo dos vândalos. Só não acabaram com os alambrados porque moradores impediram. Peço uma ação de imediato da prefeitura para recuperar os equipamentos e também o apoio e Guarda Municipal para manter a ordem naquela área. Esperamos que as autoridades nos ouçam”, apelou Francisco.

 

 

Cremepe vai apurar morte de mulher após lipoaspiração em Petrolina

O Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe) decidiu abrir uma sindicância para apurar a morte da esteticista Uilma Fontes, de 37 anos. Ela veio a óbito em Petrolina, no último dia 10, após ser submetida a uma cirurgia de lipoaspiração.

Independentemente do laudo do exame, um inquérito já foi instaurado pelo Cremepe para verificar se o hospital era habilitado para cirurgia plástica e se o médico responsável pelo procedimento era capacitado. (com informações da Rádio Jornal)

 

Bancada de oposição na Alepe ‘pega no pé’ de Paulo Câmara sobre homicídios no Estado: “Criminalidade crescente”

O governador Paulo Câmara (PSB) não está conseguindo nenhum momento de trégua na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) quando o assunto é violência. O líder da bancada de oposição, Silvio Costa Filho (PRB), fez mais um discurso contundente sobre o número de homicídios no Estado, que segundo ele cresceu 30% desde o início da gestão. No ano passado foram registrados 4.458 assassinatos até o dia 30 de dezembro – o pior resultado desde 2008, quando foram notificados 4.528 casos.

“Desde 2008 e 2009 não eram registrados mais de 4 mil mortes no Estado, o que infelizmente voltou a acontecer em 2016 por causa da falta de comando do Governo”, avalia o deputado Silvio Costa Filho (PRB), líder da Bancada de Oposição na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

A Bancada vem chamando a atenção, desde 2015, para a necessidade de rediscutir o Pacto pela Vida. Silvio lembra, inclusive, que os parlamentares da oposição estão à disposição do Governo e da presidência da Alepe, caso seja necessário votar o projeto para policiais e bombeiros militares antes da volta do recesso. Além dos homicídios, os índices de criminalidade aumentam também em outras áreas. Em 2016 foram cometidos 1.916 assaltos a ônibus, segundo o Sindicato dos Rodoviários do Estado; e até o mês de novembro foram registradas 13 assaltos a bancos, cinco sequestros, 28 explosões e 13 arrombamentos de agências bancárias, além de 128 explosões de caixas eletrônicos e cinco ataques a carros-fortes.

A oposição na Alepe vem intensificando o diálogo com a sociedade, entidades e representantes dos demais poderes do Estado, como o presidente da OAB de Pernambuco, Ronnie Duarte, e o presidente do TJPE, Leopoldo Raposo. “Nas próximas semanas devemos agendar uma visita ao novo procurador-geral de Justiça do Estado, Francisco Barros, para discutir como reduzir a criminalidade. Na volta do recesso parlamentar vamos agendar uma audiência pública para fazer um amplo debate com a sociedade sobre o tema”, reforçou o parlamentar. (foto:Rinaldo Marques/divulgação)

Detentos no Rio Grande do Norte voltam a se rebelar

Presos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, voltaram a se rebelar nesta terça-feira (17). A informação foi confirmada pelo Comando da Guarda da unidade prisional. Os presos dos pavilhões 1, 2, 3 e 4 tentam invadir o pavilhão 5. Eles estão armados com paus, barras de ferro, pedras e facas. A PM tenta conter a situação com bombas de efeito moral e tiros de arma não letal. “A situação é muito tensa“, disse o major Wellington Camilo, do Comando da Guarda Penitenciária.

A Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) confirmou que há um novo confronto na unidade. Há gritaria e os presos do Sindicato do Crime e do PCC montaram barricadas. Viaturas da Força Nacional fazem o patrulhamento dos arredores do presídio para tentar impedir fugas.

Por volta das 11h55 foram ouvidos muito tiros dentro da unidade. Ainda não se sabe se foram tiros com munição não letal. Às 12h40 os presos levaram outros quatro detentos, provavelmente feridos, com carrinhos de mão para a área administrativa do presídio.

Facções

As duas facções estão divididas no espaço que liga os pavilhões. Do lado esquerdo, perto do pavilhão 4, estão os integrantes do Sindicato do RN e do lado direito, os do PCC. Eles montaram barricadas com grades, chapas de ferro dos portões, armários e colchões.

No último fim de semana uma rebelião de mais de 14 horas em Alcaçuz deixou 26 mortos. Cinco presos identificados como chefes da facção que comandou o massacre do fim de semana foram retirados de Alcaçuz para prestar depoimento e serão transferidos para outros presídios. Nesta terça (17) o governador Robinson Faria disse, em Brasília, que a situação estava sob controle. (fonte/foto: G1-RN)

Petrolina sediará em março Fórum Municipal de Segurança Pública

Petrolina vai sediar no próximo dia 10 de março um Fórum Municipal de Segurança Pública e Cidadania. O evento acontecerá no auditório do Instituto de Gestão Previdenciária do município (Igeprev), das 8h às 17h. Um das presenças já confirmadas, segundo a organização, é a do secretário de Segurança Urbana da Prefeitura do Recife, Murilo Cavalcanti.

Os demais convidados ainda estão em análise de suas agendas, inclusive o atual secretário de Defesa Social de Pernambuco, Ângelo Gioia.

O fórum terá a palestra sobre o Programa Pacto dos Municípios pela Segurança Pública, do Ministério Público de Pernambuco. Também haverá mesas redondas que debaterão temas como Violência contra a Mulher e Efetividade de Políticas de Segurança Pública, com uma socióloga da Univasf e um representante da OAB, a confirmar; Exclusão e Desigualdade Social no Vale do São Francisco, com o padre e diretor do Colégio Dom Bosco, Antônio Moreno; e Drogas: Um Problema de Saúde ou de Segurança Pública?, com o secretário Murilo Cavalcanti e uma psicóloga da Univasf (a confirmar).

“Vamos chamar os municípios para debater esse assunto, que tem preocupado por exemplo Petrolina e Juazeiro (BA)”, ressalta o líder comunitário e presidente da Central Única de Bairros de Petrolina (Cubape), Pedro Caldas. Durante o evento serão eleitos os membros da sociedade civil que farão parte do Conselho Municipal de Segurança Pública na cidade.

Corpo de Bombeiros de Juazeiro comemora redução no número de ocorrências neste início de ano

O Corpo de Bombeiros de Juazeiro (BA) comemora a redução no número de ocorrências neste início de ano. Sem divulgar números, a assessoria do 9º Grupamento informou que a “Operação Verão” tem a cada final de semana intensificado as suas ações de prevenção e orientação para garantir a segurança de banhistas que frequentam áreas de lazer no Rio São Francisco. A ação, do Comando do Corpo de Bombeiros da Bahia, é desenvolvida na região pelo 9° Grupamento, comandado pelo major Tarcisio Ribeiro do Vale.

Nos finais de semana, a equipe em terra e na água realiza abordagens aos turistas e nativos nas embarcações que fazem a travessia para as ilhas da região e também ao longo do leito do rio. Iniciativa inédita, os bombeiros estão fazendo panfletagem e orientação através de megafone aos banhistas da Ilha do Rodeadouro e da ‘Prainha da Marinha”, como é conhecido um local na Orla IIda cidade.

Para os banhistas, as orientações e dicas de segurança são muito importantes para se prevenir e evitar afogamentos. “As ações da ‘Operação Verão’ têm se traduzido em números, desde o começo do ano tem decrescido o número de afogamentos e princípios de afogamentos nas áreas de banho da nossa cidade, em relação aos anos anteriores“, destaca o 9º GBM, em nota. (foto/divulgação)

TJPE pretende investir na agilização processual de presos provisórios no Estado

Investir na proposta de agilização processual para julgamentos de réus presos, com um plano de ação que envolve audiências pendentes e julgamentos dos detentos provisórios. Esse foi o resultado da segunda reunião da Comissão de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, realizada nesta segunda-feira (16), no Palácio da Justiça. O presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), desembargador Leopoldo Raposo, anunciou que ainda esta semana estará em funcionamento a ação, começando pela Central de Agilização da Capital e, posteriormente, na de Caruaru. “A central de agilização processual irá receber os processos de réus presos para julgamento, deixando as varas com maior liberdade para instruir os processos em andamento. Queremos cada vez mais julgar os processos de presos provisórios“, enfatizou.

O magistrado explicou que a Central de Agilização vem dando bons resultados ao TJPE. Ele exemplifica que no Interior, do final de junho até dezembro do ano passado, 26 novos juízes proferiram 10.002 sentenças, 5.370 despachos e 773 decisões, somando mais de 16 mil atos processuais, tanto cíveis como criminais. Já na Capital, oito juízes da Central julgaram aproximadamente 10. 273 ações cíveis no período de 24 meses.

Leopoldo Raposo reforçou que Pernambuco vem agindo de acordo com as orientações do Supremo Tribunal de Justiça (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para minimizar a crise penitenciária, inclusive no que se refere às audiências de custódia. Nesse caso, há o comparecimento do preso perante à autoridade judiciária em até 24 horas contadas do momento da prisão. No Estado, as audiências de custódia foram iniciadas em agosto de 2015 e até dezembro de 2016 somam 7.464.

Estiveram presentes na reunião, o corregedor-geral do TJPE, desembargador Antônio de Melo e Lima; o gestor do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário (GMF), desembargador Mauro Alencar; além do juiz da execução penal Roberto Bivar e dos juízes auxiliares da Presidência e da Corregedoria-Geral de Justiça. As informações são da assessoria do TJPE. (foto: Assis Lima/divulgação)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br