Nota de Direito no Enade coloca curso da Facape na média nacional

O curso de Direito da Faculdade de Ciências Aplicadas e Sociais de Petrolina (Facape) logrou êxito na última avaliação do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) realizado em 2015. Com nota 3, o curso agora está na média nacional, evidenciando a evolução no ensino da Instituição e no desempenho dos estudantes do curso.

A prova do Enade avalia o rendimento dos alunos de graduação, ingressantes e concluintes, em relação aos conteúdos programáticos dos cursos em que estão matriculados. Em novembro de 2015, 259 discentes dos três turnos do curso de Direto da Facape realizaram a prova indicada pelo Ministério da Educação (MEC).

O resultado foi comemorado pelo corpo de professores e alunos. Segundo o coordenador do curso, Carlos Romeiro a nota do último Enade melhorou “É importante perceber o esforço conjunto de todos, instituição, corpo docente e discente, sabemos que ainda precisamos melhorar. O resultado ainda não reflete a qualidade do curso de direito da Facape, sendo necessário que se observe o que precisa ser corrigido para que no próximo a nota do nosso curso seja a máxima”, declarou Romeiro.

A direção da Instituição, juntamente com o Colegiado de Direito, vem se empenhando para que os próximos resultados possam melhorar ainda mais “A nota deve ser encarada como algo provocativo. Todos querem a máxima, por isso o esforço deve ser em conjunto no sentido de melhorar o curso, inclusive na sua estrutura: mais laboratórios, maior acervo bibliográfico. Bom frisar que teremos um núcleo de prática melhor estruturado e que isso será um elemento importante para o curso e para o aluno e também para a comunidade”, concluiu o coordenador. A partir de agora o colegiado visa a intensificar os trabalhos voltados para o Enade, com aulas e resoluções das provas anteriores, além de debates sobre temáticas que poderão ser cobradas no próximo exame. A meta é alcançar a nota 5 no Exame, que é a avaliação máxima.

Enquanto isso…

Estudantes do Colégio da Polícia Militar em Petrolina participam de passeata pela paz

Estudantes do Colégio da Polícia Militar (CPM)/Anexo I em Petrolina colocaram em prática na manhã desta terça-feira (11) o Projeto ‘Caminhada pela Paz’, saindo às ruas do Centro da cidade.

As turmas contempladas pelo projeto são as do ensino fundamental. A iniciativa foi idealizada pela Gerência Regional de Educação (GRE) Sertão do São Francisco. Além da passeata, o projeto de conscientização inclui outras manifestações como arte e música.

Professores, coordenadores e alunos do CPM engajaram-se na campanha pela paz na cidade.

Escolas da rede municipal iniciam programação de lazer e cultura aos finais de semana em Petrolina

Diversão e aprendizado. Estes foram os ingredientes que animaram as escolas da rede municipal de Petrolina no último final de semana. Atrações culturais, jogos, brincadeiras, palestras, música e danças fizeram parte das atividades desenvolvidas pelos alunos no primeiro sábado letivo do calendário escolar. Para completar a carga horária, como preconiza o MEC, a rede incluiu ao longo do ano quatro sábados letivos.

De acordo com a Secretaria de Educação, a orientação é que as atividades nestes dias sejam lúdicas e que sirvam para pôr em prática os projetos interdisciplinares das unidades. No Centro Municipal de Educação Infantil Nossa Senhora Rainha dos Anjos (antigo Caic), os alunos participaram das apresentações do projeto circense. Na escola Nicolau Boscardin, no bairro Fernando Idalino Bezerra, a festa de aniversário da unidade contou com a participação das bandas Philarmonica 21 de Setembro e de Fernando Rêgo.

Os estudantes da comunidade do Mandacaru, da Escola Walter Gil, debateram a inclusão dos estudantes com autismo e o combate ao mosquito Aedes aegypti, através de uma feira que contou com palestras e atividades. Outro tema debatido, desta vez com os alunos da zona oeste da cidade, foi o bullying. Os estudantes da escola Ariano Suassuna receberam uma mesa redonda que contou com a participação da jornalista Calincka Crateús, que já sofreu com esse tipo de descriminação na escola, escreveu um livro e participou de programa de TV relatando como enfrentou o problema.

Na Escola Nossa Senhora Rainha dos Anjos o projeto Stop Bullying foi lançado com o objetivo de debater e reduzir a prática na unidade. (Foto: Ascom)

Reitor da UPE garante autorização de novo concurso público para técnicos administrativos; há vagas para Sertão

Após diversas negociações com Governo do Estado, o reitor da Universidade de Pernambuco (UPE), Professor Pedro Falcão, garantiu a realização de concurso público para o preenchimento de 270 vagas para servidores técnicos administrativos. O anúncio aconteceu na última quinta-feira (6), durante a inauguração de prédio com 16 salas de aula do campus da UPE em Garanhuns. O certame, segundo informações da assessoria, tem vagas para o Sertão – incluindo Petrolina (8 para nível superior e 8 para médio), Arcoverde (4 para superior e 4 para médio), Salgueiro (2 para superior e 3 para médio) e Serra Talhada (5 para superior e 3 para médio).

A decisão por um novo concurso foi tomada pelo governo com base em três principais fatores: a interiorização da UPE, que ampliou a quantidade de unidades de ensino e de cursos, gerando a necessidade de mais servidores para atuarem nas atividades de apoio; o preenchimento de vagas geradas por aposentadorias e falecimento de servidores; e devido ao número de servidores técnicos administrativos abaixo do preconizado pelo Ministério da Educação (MEC), o que interfere negativamente nos indicadores de educação.

Para o reitor da UPE, a autorização é um excelente sinal. “Tendo em vista a atual necessidade da Universidade, o número autorizado para nomeação ainda não é o suficiente, mas já sinaliza a intenção do governo em dar um encaminhamento positivo em solucionar a questão, mesmo diante do momento de crise que estamos enfrentando”, ressaltou.

A seleção terá 128 vagas para Analista em Gestão Universitária (nível superior), com salário base no valor de R$ 2.605,45, e 142 para o cargo de Assistente em Gestão (nível médio), com vencimento base no valor de R$ 1.157,98.

O certame fará a seleção para o provimento das seguintes funções: administrador, advogado, analista de sistemas, assistente social, bibliotecário, biomédico, contador, biólogo, engenheiro, fisioterapeuta, pedagogo, psicólogo, secretária executiva, terapeuta ocupacional e tradutor, todos para nível superior.

Já para o nível médio as funções são: assistente administrativo, técnico administrativo, técnico em contabilidade, técnico em arquivo, técnico em informática, técnico em saúde bucal, técnico de laboratório, técnico em secretariado, técnico de enfermagem, técnico em edificações, técnico em radiologia e atendente de clínica odontológica. O reitor da UPE, informou, ainda, que o edital deverá ser publicado em breve e que essa medida é um reforço para o funcionamento das atividades da Universidade.

Custo

A deliberação do concurso terá um custo anual, incluindo encargos, de mais de R$ 8 milhões para o Estado. O último concurso para servidores da UPE aconteceu em 2012, com apenas 50 vagas disponibilizadas apenas para as unidades de educação da Universidade no interior. (com informações da assessoria de imprensa da UPE)

Após críticas contra aumento de taxa do Enem, Inep se defende: “Não cobre nem um terço do custo”

O presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini, justificou o aumento da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que passou de R$ 68 para R$ 82. Segundo ela, o dinheiro arrecadado não cobre “nem um terço do custo do exame”.

“O MEC [Ministério da Educação] subsidia grande parte do exame e continuará fazendo isso. A taxa deste ano foi apenas corrigida em 14% de IPCA de anos anteriores que não foram aplicados e 6% deste ano”, diz Maria Inês.

Ela também menciona que “pouca gente que paga [a taxa de inscrição], a maioria se beneficia da isenção”. De acordo com o edital do Enem 2017, não precisarão pagar a taxa: estudantes de escolas públicas concluintes do ensino médio em 2017, candidatos com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio e pessoas que cursaram o ensino médio completo em escola da rede pública ou como bolsista integral de escola privada.

Neste ano, também passar a ser isentos aqueles que tiverem cadastro no CadÚnico (Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal), que reúne famílias em situação de pobreza e pobreza extrema. Para comprovar o dado, o candidato deverá informar, no ato da inscrição, o NIS (número de identificação social) – o sistema permitirá a busca automática.

Custo por aluno

No Enem 2016, o custo por aluno foi de R$ 92. Não há ainda estimativa sobre a atual edição do exame. “Estamos esperando propostas dos correios, dos consórcios e das gráficas”, diz a presidente do Inep. (fonte/arte: G1-RJ)

 

Juazeiro: Comunidade rural do Salitre recebe escola reformada

A comunidade de Campo dos Cavalos, localizada no Salitre, zona rural de Juazeiro, foi a nova beneficiada com a entrega de mais um estabelecimento de ensino. A inauguração da Escola Professora Edualdina Damásio aconteceu na noite da última sexta-feira (7), com a presença do atual prefeito Paulo Bomfim. (mais…)

Estudante de 4 anos morre atropelada na zona rural de Petrolina; em nota, Secretaria lamenta

A Secretaria de Educação (Seduc) de Petrolina lamentou, por meio de nota, a morte de uma criança de apenas 4 anos, ocorrida no dia de ontem (8) na comunidade de Lajedo, zona rural da cidade. A menina descia do transporte escolar e atravessava a pista para ir ao encontro da mãe, quando foi atingida por um veículo. O condutor fugiu sem prestar socorro à vítima.

De acordo com a Seduc, a Polícia Civil está investigando o fato. A Secretaria ressaltou que está dando todo o apoio à família da menina.

Universidade Federal no Sertão do Araripe perto de sair do papel

Está prestes a sair do papel a criação da Universidade Federal no Sertão do Araripe pernambucano, região extremamente carente de atuação de instituições educacionais federais. Um Projeto de Lei (PL), de autoria do deputado federal Kaio Maniçoba  (PMDB/foto) para implantar a universidade foi aprovado na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados.

A proposta contará com a relatoria do deputado Augusto Coutinho (PSB) e, agora, seguirá para as Comissões de Educação; Finanças e Tributação; Constituição e Justiça; e de Cidadania. A Universidade Federal do Araripe ministrará ensino superior, desenvolverá pesquisas nas diversas áreas do conhecimento e promoverá a extensão universitária beneficiando milhares de cidadãos dos municípios das mesorregiões do Sertão do Estado, do Sul cearense e do Sudeste piauiense.

Marcha Mundial pela Ciência terá atividades em Petrolina

A Marcha Mundial pela Ciência, evento internacional que já conta com a participação de mais de 425 atividades-satélites, distribuídas por todo o planeta e que ocorrerá no dia 22 de abril (Dia Internacional da Terra), terá atividades também em Petrolina.

As marchas que acontecerão nos diferentes países têm por objetivo demonstrar a importância da ciência na vida humana, saúde e ambiente. “A ação caracteriza a união de todos os cientistas junto à sociedade pela valorização de políticas públicas e o incentivo a soluções inovadoras e sustentáveis que melhorem a qualidade de vida da mulher e do homem no planeta. Esta marcha também tem por objetivo desfazer a barreira imaginária de que ciência é algo de difícil acesso e compreensão”, explica o professor Helinando Pequeno de Oliveira, do Colegiado de de Engenharia Elétrica da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).

O ato em Petrolina mobilizará pesquisadores de diferentes instituições de ensino e pesquisa do Vale do São Francisco. A marcha terá início às 9h, na Praça do Bambuzinho, Avenida Souza Filho, no Centro, de onde os participantes seguirão até a Praça 21 de Setembro, também na área central.  “A mulher e o homem sertanejos precisam de ciência e tecnologia para conviver com a seca e os grandes desafios do Sertão. Sigamos de mãos dadas neste ato de extrema simbologia, lutando pela produção de ciência e tecnologia no interior do Brasil”, finaliza Helinando.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br