Univasf abre inscrições para cursos gratuitos de Francês

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) está com inscrições abertas para cursos de Francês ofertados pelo programa Idiomas sem Fronteiras (IsF), por meio do Núcleo de Línguas (NucLi) e da Assessoria de Relações Internacionais (ARI). São ofertadas 75 vagas distribuídas entre três turmas: Básico I, Básico II e Intermediário I. As inscrições podem ser realizadas até este domingo (2/07), exclusivamente pela internet. Os cursos são gratuitos e abertos a toda a comunidade.

Para participar da seleção, é necessário preencher o formulário online (veja aqui). Os candidatos às turmas Básico II ou Intermediário I que já fizeram o nível anterior no NucLi-IsF têm vaga garantida se declararem interesse através do formulário eletrônico e apresentarem, na data indicada no formulário, o certificado de conclusão do nível. Os cursos têm duração de 40 horas.

Haverá teste de nivelamento para os candidatos selecionados que não tiverem participado de cursos de Francês pelo NucLi-IsF anteriormente. O teste será realizado no dia 5 de julho, às 16h e às 18h, na sala 11, do prédio de salas de aula, Campus Juazeiro. O resultado da seleção será divulgado por e-mail, no dia 7 de julho. As aulas serão realizadas no Campus Juazeiro, de 10 de julho a 15 de setembro, nas segundas e quartas-feiras, em horários que variam de acordo com a turma, conforme consta abaixo e no formulário de inscrição.

Os cursos de Francês são ofertados por meio de acordo entre a Univasf e o Serviço de Cooperação e Ação Cultural da Embaixada da França no Brasil para o Programa de Leitorado. As aulas serão ministradas pela professora e pesquisadora francesa Angéline Bourgoin, da Universidade Artois, na França.

As turmas são distruídas da segunte forma:

Básico 1 – Segundas e quartas-feiras, das 18h às 19h50;

Básico 2 – Segundas e quartas-feiras, das 20h às 21h50;

Intermediário 1 – Segundas e quartas-feiras, das 16h às 17h50.

Santa Filomena: Ex-prefeito é multado em mais de R$ 22 mil por não realizar reforma de escolas

O ex-prefeito de Santa Filomena (PE), no Sertão do Araripe, Pedro Gildevan Coelho Neto, foi condenado pela Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE) ao pagamento de uma multa no valor de R$ 22.909,50 por descumprimento parcial de um Termo de Ajuste de Gestão (TAG) celebrado com o TCE-PE em 2015 para reforma das escolas da rede municipal de ensino.

Monitoramento feito pelo Tribunal para verificar se a prefeitura havia honrado suas obrigações constatou que quatro foram descumpridas e seis cumpridas parcialmente. Gildevan alegou em sua defesa que só não cumpriu totalmente as 10 cláusulas do TAG devido às dificuldades financeiras em que a prefeitura se encontrava.

No entanto, segundo o conselheiro e relator do processo, Dirceu Rodolfo, questões como o aumento do piso salarial dos professores, reajuste do salário mínimo e queda da receita do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), alegadas pelo então prefeito em sua defesa, “afetaram todos os municípios” indistintamente, e não apenas Santa Filomena. “O que precisava ser feito era priorizar os compromissos assumidos, fato que, à luz das provas constantes nos autos, não foi feito”, acrescentou o conselheiro.

Descumprimento

De acordo com o relator, o então prefeito se comprometeu no TAG (processo TC nº 1506588-1), a realizar serviços de pintura em 17 escolas, mas apenas seis foram pintadas. Comprometeu-se também a providenciar a construção de um muro divisor em três escolas, mas em apenas uma instalou um portão.

Segundo ele, o descumprimento do TAG “caracteriza-se infração” à Lei Orgânica do TCE, passível de aplicação de multa. Cópia desta decisão será anexada à prestação de contas do município do exercício financeiro de 2015, assim como à Coordenadoria de Controle Externo para acompanhar o cumprimento das cláusulas do Termo que foram descumpridas. Com a palavra, o ex-prefeito. (Fonte/foto: TCE-PE)

Floresta: IF Sertão-PE oferece mais de 240 vagas em cursos gratuitos

O Campus do Instituto Federal do Sertão (IF Sertão-PE) em Floresta está oferecendo mais de 240 vagas distruídas em nove cursos na modalidade Formação Inicial e Continuada. As inscrições foram abertas hoje (27) e vão até esta quinta-feira (29), das 8h às 17h, na Secretaria de Controle Acadêmico do Campus, situado na Rua Projetada, s/nº, Caetano II. Os cursos são gratuitos.

Para participar o interessado deve ter mais de 15 anos e apresentar, no ato da inscrição, cópia e original do RG (Carteira de identidade) e CPF, bem como a ficha de inscrição devidamente preenchida. São oferecidos os cursos de Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) básica, produção de horta orgânica, desenvolvimento orientado em objetos com bancos de dados, história da educação e das tendências pedagógicas/desafios e possibilidades para a transformação da realidade local, oficinas sistemáticas de tênis de mesa, natação iniciante e avançado, vôlei de areia e atletismo.

O preenchimento das vagas será realizado por ordem de inscrição até o número de vagas ofertadas. As informações sobre os cursos e a ficha de inscrição podem ser acessadas nos editais de abertura, no site da instituição.

IFBA de Juazeiro abrirá inscrições de Processo Seletivo 2018 na próxima semana

As inscrições para o Processo Seletivo 2018 do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA)  terão início na próxima segunda-feira (3/07). O edital já foi lançado e pode ser conferido acessando no site da instituição.

O Campus Juazeiro está ofertando 240 vagas, sendo distribuídas da seguinte forma: 80 Técnico em Administração (Subsequente – Noturno), 80 para Técnico em Segurança do Trabalho (Subsequente – Noturno), 40 vagas para Técnico em Administração (Integrado ao Ensino Médio – Integral) e 40 para Técnico em Segurança do Trabalho (Integrado ao Ensino Médio – Integral).

No subsequente, o aluno faz somente o curso técnico. A duração média é de 2 anos. O candidato deve ter concluído o Ensino Médio ou concluí-lo até a data da matrícula. No integrado, o aluno faz o Ensino Médio e o curso técnico ao mesmo tempo. A duração média é de 3 ou 4 anos, a depender do curso. O candidato deve ter concluído o Ensino Fundamental ou concluí-lo até a data da matrícula.

A taxa de inscrição custa R$ 35,00, porém os candidatos podem solicitar isenção parcial e pagar apenas R$ 3,50. As provas acontecerão no dia 22 de outubro. Outras informações podem ser obtidas acessando aqui.

Exame para certificar conclusão de ensino médio será realizado em outubro

O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) será realizado no dia 8 de outubro em todo o país. Neste ano, a prova também será usada pelos alunos para obter o certificado de conclusão do ensino médio.

Até o ano passado, os estudantes com mais de 18 anos poderiam usar o desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para receber o diploma do ensino médio. Agora, a certificação será feita exclusivamente pelo Encceja, que atualmente é aplicado no Brasil e no exterior para a certificação de conclusão do ensino fundamental.

A inscrição para o Encceja será gratuita e deverá ser feita entre os dias 7 e 18 de agosto. A prova, que será elaborada e aplicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), terá 30 questões de múltipla escolha, com quatro alternativas de resposta. O aluno deverá atingir pelo menos 50% de acertos em cada prova, e pelo menos 5 pontos na redação. O custo estimado do Encceja é de R$ 40 por aluno.

Segundo o Inep, o Encceja é o instrumento mais adequado para avaliar as pessoas que não tiveram oportunidade de concluir os estudos em idade apropriada. “O Enem, na sua estrutura, não é um exame para a certificação do ensino médio. Ele se caracteriza muito mais para o acesso ao ensino superior. O Encceja é preparado para fazer esse tipo de avaliação, das pessoas que não tiveram acesso na idade certa”, disse a presidente do Inep, Maria Inês Fini. Menos de 10% das pessoas que fazem o Enem com o objetivo de certificação conseguem o diploma do ensino médio, informou.

Participação

O Encceja pode ser feito por pessoas com pelo menos 15 anos, no caso da certificação do ensino fundamental, e 18 anos para a certificação do ensino médio. O Inep espera que 222 mil alunos do ensino fundamental participem da prova e 815 mil, do ensino médio. O exame também será aplicado para presos e para brasileiros que moram no exterior. (fonte: Agência Brasil)

Centenário de conhecida professora de Juazeiro será comemorado hoje na Câmara de Vereadores

A Câmara de Vereadores de Juazeiro (BA) renderá homenagens a uma figura bastante conhecida na cidade – a professora Maria de Lourdes Duarte, que  completou 100 anos nesta segunda feira (26).

Uma placa alusiva à data foi afixada na residência dela, na tarde de ontem, e uma sessão especial será realizada nesta terça-feira (27), a partir das 19h, no Plenário da Casa Aprígio Duarte Filho. Professora Maria de Lourdes merece. (foto/divulgação)

Educação Ambiental será trabalhada durante execução do projeto Parque Fluvial em Juazeiro

As Secretarias de Educação e Juventude (Seduc) e de Obras e Desenvolvimento Urbano (Sedur) de Juazeiro (BA) irão trabalhar em parceria no Projeto Parque Fluvial Urbano, que vai promover a revitalização física e paisagística de toda a área considerada como degradada da Orla Fluvial do trecho entre a Marinha, na Orla II até o Bairro Angari. (mais…)

De férias da Europa, jogador Daniel Alves participa de projeto de estudantes em escola de Petrolina

De férias do time italiano da Juventus, onde conquistou o vice-campeonato da Champions League no mês passado, o lateral-direito da seleção brasileira, Daniel Alves, está aproveitando bastante a região desta vez. Ele foi visto no São João de Petrolina e no Juá Garden Shopping, esbanjando simpatia. Mas Daniel não se resumiu apenas à diversão.

O jogador, que é natural de Juazeiro (BA), participou na manhã desta segunda-feira (26) do Projeto ‘Teia de Sonhos’, realizado pela Escola Municipal São Domingos Sávio, em Petrolina. Ele foi entrevistado pelas crianças, falou sobre sua história e deixou uma mensagem de otimismo para os estudantes.

O projeto leva regularmente personalidades para conversar com as crianças e falar sobre as perspectivas para o futuro com base na educação. O prefeito Miguel Coelho foi o primeiro entrevistado na abertura. Daniel ainda gravou um depoimento para a ONG ‘Água Para Irmãos com Sede’, que você vai conferir pelas próximas horas.  (Foto/divulgação)

IFPE abre inscrições de processo seletivo para professores com vagas para Afogados da Ingazeira

Começam nesta segunda-feira (26) as inscrições para o processo seletivo de contratação de professores substitutos do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE). São oferecidas 15 vagas, em diversas áreas, e as inscrições podem ser feitas até o dia 6 de julho.

Os contratos serão de 40 horas semanais, com remuneração que pode variar entre R$ 3.117,22 a R$5.697,61, a depender da titulação do profissional. Os selecionados poderão atuar nos campi Afogados da Ingazeira (Sertão do Pajeú), Garanhuns, Ipojuca, Pesqueira e Recife. As inscrições devem ser feitas presencialmente, no IFPE/Campus Recife ou Pesqueira, ou via Sedex. Os candidatos devem apresentar os documentos listados no edital e o comprovante de pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 70.

Podem concorrer às vagas candidatos com formação em Licenciatura em Biologia, Licenciatura em Física, Licenciatura em Filosofia, Licenciatura em Letras (Habilitação em Língua Espanhola ou Inglesa), Licenciatura em Geografia, Tecnologia em Saneamento Ambiental, Engenharia Elétrica, Engenharia Sanitária, Engenharia Ambiental, Engenharia Mecânica, Engenharia Mecatrônica, Engenharia Eletrônica, Engenharia de Automação e Controle, Medicina, Enfermagem, Tecnologia em Radiologia ou Odontologia.

O processo seletivo se dará em duas etapas distintas. A primeira será uma análise classificatória de títulos e a segunda uma prova de conhecimentos práticos específicos, em que o candidato deverá ministrar uma aula, com avaliação da banca examinadora. O concurso validade de um ano, podendo ser prorrogado por mais um. O edital encontra-se disponível nos sites cvest.ifpe.ed.br. Em caso de dúvidas, os interessados devem entrar em contato com a Comissão de Vestibulares e Concurso (CVEST) pelo e-mail cvest@reitoria.ifpe.edu.br ou 2125-1724.

Programa de Alfabetização abrirá inscrições para seleção de voluntários com vagas para Sertão de PE

A Secretaria de Educação do Estado de Pernambuco, por meio do Programa Paulo Freire/Pernambuco Escolarizado, realizará chamada pública para o preenchimento de 1.195 vagas para voluntários alfabetizadores, coordenadores de turmas e alfabetizadores tradutores/intérpretes de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) com vistas a atuar nas ações de alfabetização do programa.

As inscrições, que acontecem de forma presencial de 26 a 28 de junho e 3 e 4 de julho, são gratuitas e podem ser realizadas nas Gerências Regionais de Educação (GREs) dos Sertões do São Francisco (Petrolina), do Pajeú (Afogados da Ingazeira), do Araripe (Araripina), Moxotó (Arcoverde), de Itaparica (Floresta) e Sertão Central (Salgueiro). Além das regionais, as inscrições podem ser feitas também nas Secretarias Municipais de Educação.

O resultado será divulgado até o dia 21 de julho. O candidato que desejar entrar com os recursos quanto ao resultado da análise da documentação de cadastro, deverá entregar de forma presencial o formulário específico para este fim disponível no edital do certame, não podendo anexar qualquer documentação a este formulário. Os resultados dos recursos serão divulgados até o dia 28 de julho e o resultado final dos selecionados, após a formação, está previsto para o dia 9 de setembro.

O resultado de cada etapa será divulgado nas 16 Gerências Regionais de Educação e no site da Secretaria de Educação do Estado (www.educacao.pe.gov.br). O voluntariado tem duração de oito meses. P processo seletivo será realizado em duas etapas: análise da documentação de cadastro e participação na formação inicial. As bolsas variam de R$ 400 a R$ 800, de acordo com a função do voluntário.

Candidatos podem apresentar recurso para gratuidade no Enem até domingo

Termina neste domingo (25) o prazo para que os candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) que tiveram a isenção do pagamento negada apresentem recurso. A documentação que comprova o atendimento dos critérios de gratuidade deve ser encaminhada até o meio-dia para o e-mail isencaoenem@inep.gov.br .

Pelas regras do exame, podem solicitar isenção do pagamento da taxa de R$ 82 os alunos que concluíram o ensino médio em escola pública ou em escola privada com bolsa de estudos integral e os que tenham renda igual ou inferior a um salário mínimo e meio por integrante da família.

Segundo o Ministério da Educação, a possibilidade de recurso é exclusiva dos candidatos que se equivocaram na escolha do ato legal que embasa a sua situação socioeconômica e, consequentemente, tiveram a Guia de Recolhimento da União (GRU) gerada. O participante deve decidir entre a Lei 12.799/2013, que dispõe sobre a desobrigação das taxas em processos seletivos de ingresso nos cursos das instituições federais de educação superior, e o Decreto 6.135/2007, que trata do Cadastro Único para Programas Sociais.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou que não foi registrado erro no sistema de inscrição do Enem em relação à concessão de isenções e que não houve alterações nas regras. Segundo o Inep, todos os participantes que se enquadram nos critérios de gratuidade das inscrições foram atendidos.

Pedidos negados

As isenções, segundo o Inep, foram concedidas ou negadas automaticamente pelo sistema de inscrição no Enem. Vários candidatos reclamaram nas redes sociais que preenchiam os requisitos, mas, mesmo assim, tiveram o pedido negado. Ao final, o sistema gerava a GRU para o pagamento da taxa de R$ 82 para fazer a prova. (fonte: Agência Brasil)

Soberana: Primeira Faculdade de Saúde de Petrolina abre inscrições para vestibular de Odontologia

A Faculdade de Saúde de Petrolina (Soberana) está com inscrições abertas para o vestibular de Odontologia, que será realizado no dia 16 de julho. As inscrições podem ser realizadas até o dia 14 de julho, através do site da instituição.

O novo curso de Odontologia em Petrolina já inicia com conceito 4 (excelência) pelo Ministério da Educação (MEC).  Apenas 12,8% de todas as instituições brasileiras avaliadas, entre públicas e privadas, totalizando 2633 unidades, possuem conceito igual ou superior à nossa.

O curso objetiva capacitar o profissional com uma formação adequada ao exercício da prática odontológica, prevenção e reabilitação da saúde. O corpo docente da Faculdade Soberana é constituído por professores altamente qualificados em sua maioria mestres e doutores, com relevante experiência clínica e acadêmica.

Serão ofertadas 80 vagas anuais (sendo 40 pelo Enem) para o curso de Odontologia. A direção da Soberana já estuda a abertura de novos cursos. A sede da Faculdade está localizada na Avenida Honorato Viana, nº 1.526, Bairro Gercino Coelho, zona leste da cidade. Outras informações pelo telefone (87) 3864-1668.

Comissão da Alepe aprova inclusão do Ensino Fundamental em modelo de educação integrada de PE

Na última reunião da Comissão de Administração Pública da Assembleia Legislativa de Pernambuco no primeiro semestre, realizada ontem (21), a qual foi presidida pelo deputado Lucas Ramos (PSB/foto), a Casa aprovou projeto de lei do Governo do Estado, que amplia o modelo de educação integral na rede pública de ensino. Pela proposta, o Ensino Fundamental também passará a ser englobado nesse formato. Atualmente, o modelo integral é aplicado apenas para o Ensino Médio.

“O projeto contribuirá para alavancar ainda mais a educação de Pernambuco, que já é referência nacional. O modelo de ensino integral transformou o Ensino Médio pernambucano no melhor do Brasil e as nossas escolas ocupam o primeiro lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB)“, lembrou Lucas. “Ao ampliar para o Ensino Fundamental, forneceremos uma formação ainda melhor para os alunos que terão mais tempo para as aulas e professores mais qualificados“, detalhou.

Ainda nessa área, a Comissão de Administração Pública aprovou outro Projeto de Lei (nº 1412/2017), instituindo o Programa de Educação Integrada, voltado para fortalecer as parcerias entre o Estado e os municípios pernambucanos. O foco é o desenvolvimento de ações de colaboração para melhorar os indicadores de qualidade da Educação Infantil e do Ensino Fundamental.

 No total, foram distribuídos 18 projetos de lei e discutidas outras 10 proposições. “Imprimimos um ritmo forte neste primeiro semestre na Comissão de Administração Pública e seguiremos nesta mesma intensidade de trabalho enquanto estivermos à frente do colegiado”, destacou Lucas Ramos. (Foto/Assessoria divulgação)

Diretor do Colégio Militar de Petrolina diz que alunos estão tranquilos: “Sentem-se seguros”

O diretor do Colégio da Polícia Militar (CPM) de Petrolina, tenente coronel Marcílio Amorim, disse a este Blog que o CPM mantém as aulas com normalidade e os alunos seguem a rotina de estudos  sem qualquer alteração.

“Os alunos estão bem, tranquilos. Sabem dos valores que ensinamos e vivenciamos aqui. Percebem que quando não está certo, o caminho precisa ser corrigido. Sentem-se seguros e buscam o aprendizado de referência que praticamos aqui. Agora é com a justiça”, afirmou.

O Blog conversou ainda com a mãe de uma das meninas que foram vítimas do assédio do professor e ela também se mostrou tranquila:

Confio totalmente na escola e na seriedade da direção. Houve o problema e tomaram as providências de maneira eficaz. O bom é que nada de mais grave aconteceu. Ela está bem, ciente de tudo que aconteceu, da gravidade do ato, mas tem uma boa cabeça”, assegurou.

Comissão conclui relatório sobre processo de implantação de campus da Univasf em Salgueiro

A Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), por meio de uma comissão interna instituída pela Portaria 266, apresentou ontem (20) ao Conselho Universitário (Conuni), o relatório final sobre projeto do Ministério da Educação (MEC) que visa à implantação do sétimo campus da Univasf. A proposta foi formalizada pelo MEC no dia 24 de março deste ano e, no dia 31, apresentada em sessão ordinária do Conuni. No mês seguinte, a Reitoria promoveu debates junto à comunidade acadêmica de todos os campi, entidades de base da instituição e instâncias consultivas, entre as quais Fórum dos Técnicos e o Fórum de Coordenadores, que agrega representantes dos Colegiados Acadêmicos. (mais…)

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br