Ministro da Agricultura cumprirá agenda em Petrolina nesta terça-feira e anunciará novidades

Quem estará amanhã (13) em Petrolina é o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Blairo Maggi. Na agenda que cumprirá na cidade, ele deverá anunciar novidades importantes.

Uma das principais é um convênio de pouco mais de R$ 1 milhão com a prefeitura municipal para a tão esperada reforma do matadouro, fechado há pouco mais de um ano. A informação foi adiantada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário, José Batista da Gama, ao Programa Opinião, da Grande Rio AM, nesta segunda-feira (12).

Zé Batista aproveitou ainda para revelar que o Centro de Convenções Senador Nilo Coelho foi definido pelo prefeito Miguel Coelho para abrigar o centro administrativo. (Foto/arquivo)

Confiram as vagas disponíveis nesta segunda-feira na Agência do Trabalho

A Agência do Trabalho divulgou sua lista com as vagas de empregos disponíveis para esta segunda-feira (12) em Petrolina. Há oportunidades, entre outras, para auxiliar de mecânico de autos, mecânico de máquinas pesadas e Trabalhador na operação de sistemas de irrigação por superfície e drenagem (esta última, vaga exclusiva para pessoa com deficiência).

O atendimento ao público é feito das 7h às 13h. A Agência do Trabalho fica localizada no Centro de Convenções Senador Nilo Coelho, área central da cidade. Vale lembrar que a lista está sujeita a alterações no decorrer do dia. Outras informações podem ser obtidas através do número (87) 3866-6540. A lista completa pode ser conferida acessando aqui.

Programação do São João de Petrolina é destaque em revista de companhia aérea

A programação oficial do São João 2017 de Petrolina ganhou as páginas da revista da Companhia Aérea Avianca. (mais…)

1ª Feirinha de Arte e Gastronomia do Loteamento Vale Dourado acontecerá neste sábado

O Loteamento Eduardo, em Petrolina, realizará pela primeira vez uma Feirinha de Arte e Gastronomia. O evento acontecerá neste sábado (10).

De acordo com a organização, serão expostos artesanatos, tecidos pintados e bordados, confecções, moda intima, semi joias, brechó, perfumaria, cosméticos e arranjos.

Quem for ao local também vai poder comer muitas delícias. São comidas típicas, hamburgueria, bolos, tortas doces e salgadas, verduras e frutas. Além disso, haverá um espaço para as crianças se divertirem.

A Feirinha acontecerá das as 17h às 21h, na entrada principal do Vale Dourado (Sentido Pedra Linda). O evento conta com o apoio da Prefeitura de Petrolina e Policia Militar.

Seminário em Serra Talhada discute fortalecimento da caprinocultura do leite

Um seminário realizado esta semana em Serra Talhada (PE), Sertão do Pajeú, abordou como um dos principais assuntos a caprinocultura de leite. O debate foi um dos destaques do 1º Seminário de Tecnologia e Empreendedorismo para o Semiárido Pernambucano (Setespe) e a 1ª Mostra de Tecnologias Adaptadas ao Semiárido, que aconteceram esta semana em Serra Talhada.

Os eventos difundiram técnicas que são desenvolvidas por instituições de fomento, pesquisa, ensino extensão, auxiliando no fortalecimento e desenvolvimento das micro e pequenas empresas no Sertão do Pajeú.

Realizado pelo Sebrae em Pernambuco, o evento aconteceu no Centro Tecnológico do Pajeú/ ITEP e é fruto do Projeto de Desenvolvimento e Inclusão Produtiva para o Semiárido, que vem sendo executado através de reuniões periódicas com o comitê gestor para discutir as ações voltadas para a região.

Foram parceiros para a realização do evento a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE); Embrapa Semiárido; Instituto Federal (IF Sertão-PE); Instituto Tecnológico de Pernambuco (ITEP); Secretarias de Agricultura, da Micro e Pequena Empresa, Empreendedorismo, Trabalho e Qualificação, de Ciência e Tecnologia e de Desenvolvimento Econômico do Estado; ADDiper;  Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA); Instituto do Semiárido (INSA);  Codevasf; Sudene;  produtores rurais da região; Programa Leite de Cabra da Cooperativa de Criadores de Leite de Cabra do Distrito de Jabitacá (CCODJA); e empresas de energia solar.(Foto/divulgação)

Ação especial de Dia dos Namorados no River Shopping oferecerá ‘mimo’ a casais

Uma ação especial desenvolvida pelo River Shopping para o Dia dos Namorados vai oferecer um ‘mimo’ aos casais. Quem for ao shopping, basta tirar uma foto instantânea com seu amor na Claclik para ganhar na hora uma almofada personalizada.

Nos próximos dias 10, 11 e 12 de junho, das 16h às 20h, os casais devem tirar suas fotos no painel montado junto ao estande da promoção, no próprio shopping. A campanha é gratuita e válida enquanto durar o estoque.

Afrânio: Expoleite 2107 será realizada na próxima semana

O município de Afrânio (PE), no Sertão do São Francisco, já está com tudo pronto para a Expoleite 2017, que acontecerá de 16 a 18 deste mês. Além de reunir criadores, o evento também é uma oportunidade para promover novas tecnologias, gerar novos negócios e aquecer a economia local

Idealizada pelo prefeito Rafael Cavalcanti, a Expoleite conta com a parceria de Sebrae, Univasf, IF Sertão-PE, IPA, Adagro – entre outras instituições.

Já na edição de estreia, a Expoleite irá distribuir R$ 45 mil em prêmios entre os participantes através de sorteios e competições de animais. Haverá também palestras, minicursos e exposições.

Inserida na programação, haverá ainda a Feira da Agricultura Familiar, com produção local orgânica e peças de artesanato produzidas pelas famílias das localidades rurais de Afrânio e região, além do Seminário da Pequena Produção Leiteira. No pátio de eventos a animação ficará pela apresentação de artistas. A programação completa pode ser conferida no seguinte link: Programação expoleite

 

Lagoa Grande ganhará Posto da Junta Comercial de Pernambuco

O município de Lagoa Grande (PE), no Sertão do São Francisco, ganhará um posto da Junta Comercial do Estado de Pernambuco (Jucepe)/RedeSIM. O serviço será implantando na Sala do Empreendedor da cidade. A parceria foi assinada ontem (7), pelo vice-prefeito Ítalo Ferreira  e a presidente da Jucepe, Taciana Coutinho, no seminário do Simples Nacional para Gestores, no Recife.

O convênio pretende beneficiar diretamente mais de 5 mil empreendedores (entre produtores rurais, artesãos, cabeleireiros, barbeiros, marceneiros, pedreiros, pintores, eletricistas, serralheiros, borracheiros, carpinteiros, bombeiros hidráulico, mototaxistas, açougueiros, costureiras etc) que desejarem regularizar suas atividades e expandir seus negócios. (foto/divulgação)

Greve dos vigilantes da Bahia termina e bancos voltam a funcionar nesta quinta

Depois de 15 dias em greve, os vigilantes fecharam um acordo com o sindicato patronal e voltarão ao trabalho a partir de quinta-feira (8). O reajuste salarial da categoria ficou em 6%, retroativo ao mês de maio, houve aumento de 6% também no ticket de alimentação e a contribuição do trabalhador, que era de 20%, passou para 15%. A greve começou no dia 24 de maio e provocou a suspensão dos serviços de agências bancárias, do INSS e de algumas escolas.

Segundo o Correio da Bahia, nem todos os pleitos da categoria foram atendidos. O reajuste ficou abaixo dos 7% pedidos pela categoria e acima do 1% oferecido, inicialmente, pelos patrões.  A categoria também manteve a data base em fevereiro. O ponto polêmico sobre a ampliação das horas extras não foi aprovado. O acordo foi firmado em uma reunião de negociação feita na quarta-feira (7), no Ministério Público do Trabalho (MPT), em Salvador. No total, estavam paralisados 32 mil vigilantes em toda a Bahia.

Comércio de Petrolina fechará as portas nos Dias de Corpus Christi e de São João, diz Sindilojas

Diante do grande número de ligações referentes a feriados municipais de Petrolina no mês de junho, o Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas) decidiu esclarecer o assunto.

Segundo a entidade, o comércio segue dois feriados, instituídos pela Lei 2.361/11: o Corpus Christi e o São João. “Portanto, lojas deverão estar fechadas nos próximos dias 15 e 24”, ressalta o Sindilojas.

Investidor do Juá Garden Shopping quer abrir em Petrolina duas empresas de renome internacional

Petrolina poderá ganhar dois novos empreendimentos com investimentos orçados em R$ 5,5 milhões: Burger King e Rihappy. As duas empresas, já existentes no Juá Garden Shopping, em Juazeiro (BA), deverão gerar 60 empregos diretos, segundo informou o empresário e investidor do centro de compras baiano, Carlos Alberto Campos, que se reuniu ontem (6) com o secretário de Desenvolvimento Econômico e Agrário de Petrolina, José Batista da Gama.

O interesse do empresário em investir em Petrolina se deve, em grande parte, ao crescimento que o Vale do São Francisco teve nos últimos anos. “Como eu tenho Petrolina e Juazeiro como duas cidades irmãs, que pra mim é uma cidade só, nada melhor que trazer esses empreendimentos“, ressaltou o empresário Carlos Alberto, que também informou que a construção e contratações para as duas lojas acontecerão ainda neste ano.

Segundo o secretário José Batista da Gama, a Prefeitura de Petrolina dará todo o apoio para atender, de acordo com as normas do município, a todos os empresários que desejam investir na cidade. “Estamos de portas abertas para firmar parceria no que for preciso. Agilizando a questão de licença ambiental, alvará de funcionamento, de forma que a Prefeitura, através da secretaria de Desenvolvimento Econômico e Agrário, estará à disposição para dar todo apoio logístico nessa alavancada do comércio e, quem sabe melhorar as condições de empregabilidade da nossa população“, adiantou o secretário. (foto/divulgação)

Sindicato dos Bancários de Juazeiro afirma que agências não podem funcionar sem vigilantes

greve dos vigilantes na Bahia completou 15 dias nesta quarta-feira (7), comprometendo serviços bancários e perícias do INSS em todo o Estado. Diante da situação, o Sindicato dos Bancários de Juazeiro emitiu nota afirmando que as agências não podem funcionar sem a presença desses profissionais. O sindicato diz, ainda, que vai denunciar junto ao Ministério Público do Trabalho (MPT), Polícia Federal e Polícia Militar qualquer atitude desrespeitosa. (mais…)

Prazo para saque do abono salarial 2015 encerra-se no próximo dia 30/06

O prazo para o saque do Abono Salarial Ano-Base 2015 terminará no próximo dia 30 de junho, mas até a última segunda-feira (5) mais de 1,8 milhão de trabalhadores ainda não retiraram o benefício. O número representa 7,58% dos 24,2 milhões de pessoas com direito ao saque e equivale a R$ 1,2 bilhão que ainda não foram retirados. “Quem tem direito ao saque tem que ficar atento para não perder o prazo, porque os recursos não ficam acumulados de um ano para o outro”, alerta o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. “E esse é mais um recurso que ajuda a impulsionar a economia do país, beneficiando principalmente os trabalhadores mais humildes“, completa.

Os trabalhadores podem fazer a consulta para saber se têm recursos disponíveis em uma nova página de serviço criada no site do Ministério do Trabalho (www.mte.gov.br). Basta acessar a opção Abono Salarial e na sequência clicar em Consulta Abono Salarial. Na página, deve-se informar o número de CPF ou do PIS e a data de nascimento.

O Abono Salarial 2015 está sendo pago a quem trabalhou com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano-base e teve remuneração média de até dois salários mínimos. Para retirar o dinheiro, o trabalhador deve estar inscrito no PIS/PASEP há pelo menos cinco anos e a empresa deve ter informado seus dados corretamente na Relação Anual de Informação Social (RAIS). (Fonte: Ascom MTE)

Acesso a Floresta recebe serviços de conservação


Serão concluídos na próxima sexta-feira (9), os serviços de conservação que estão sendo realizados no trecho de 2,5 quilômetros de extensão do principal acesso ao centro urbano de Floresta, Sertão do Itaparica.

A iniciativa, que atende o pleito da população, conta com recursos de R$ 1,6 milhão oriundos do Ministério dos Transportes.  A ação vai melhorar a trafegabilidade da via e reforçar a segurança dos usuários. O trecho beneficiado recebe fluxo intenso de veículos leves e pesados. A iniciativa  beneficiará mais de 32 mil sertanejos.

Durante a execução dos serviços, funcionários estão atuando no monitoramento e controle do fluxo de veículos, por meio do sistema pare-siga, com intervalo aproximado de cinco minutos na inversão do tráfego.

Artigo do leitor: “Para que servem os bancos, senão sugar o trabalhador?”

Aborrecido com a rotina caótica dos maus serviços oferecidos pelas agências bancárias da região, o jornalista e professor universitário Emanuel Andrade traduz com perfeição o sentimento dos “pobres” clientes dessas instituições.

Confiram:

Está cada dia mais difícil e insuportável a relação entre clientes e agências bancárias. Sim, aqueles clientes que dependem dos serviços dessas “empresas” cada vez mais bilionárias, sugando a alma do povo brasileiro, principalmente por parte das instituições oficiais como Banco do Brasil e Caixa Econômica. Mas refiro-me aqui especialmente os absurdos cometidos em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA).

A saga das filas e da longa espera se repete constantemente nos horários de atendimento. Quem faz uso dos caixas eletrônicos, cada vez piores, nem sempre tem sorte. É comum encontramos pessoas lamentando que o terminal específico para quem fez biometria não funciona. Às vezes não reconhece a leitura. E há quem reclame da falta dos caixas comuns. Outra reclamação muitas vezes são os valores determinados para saque.

O pior é que os empecilhos que causam indignação aos usuários não param por aí. Agora, imagine quando chega o final de semana e você precisa de dinheiro para suprir suas necessidades. Nem todo mundo é adepto do “famigerado” cartão de crédito, que golpeia o titular com altos juros que sustentam bancos e operadoras. Nem todo mundo que tem comércio também aceita pagamento com cartão. É certo que há os fanáticos que querem que tudo seja online. Ora ora, a vida não é online para muitas pessoas, que devem ser respeitadas. Não adianta querer impor modernidade a quem não se interessa nem um pouco por isso.

Agora falemos sobre os fatos que se repetem nos fins de semana, quase sempre. Na última sexta-feira, quem precisou de dinheiro a partir das 20h já se via de mãos atadas. Nem nos bancos oficiais BB e CEF. Muitos menos nos tais 24 horas. Quem precisou de um só Real pra salvar alguém, provavelmente saiu derrotado. Quando chegou o sábado e domingo, diria que o terrorismo sem armas foi pior. Foi grande o movimento de pessoas nas agências, entrando e saindo, indignadas, perguntando a quem encontrava no caminho se sabia onde havia caixa com dinheiro. Parecia que o mundo parou ali.

Liguei pro SAC do Banco do Brasil, ainda no sábado, e a moça despreparada que atendeu só me fez aumentar o estresse. Não consegui manter o diálogo. Tudo que eu falava ela repetia, fazendo divisão silábica como se estivesse na alfabetização, juntando letrinhas. Daí prometeu em 5 dias um comunicado. Não me interessa mais.

Desrespeito é palavra miúda para entender o que é o esquemão das instituições – leia-se banqueiros e seus gerentes incapazes de respeitar o cliente. Até os caixas 24 horas (adotados pelas agências oficiais como uma saída para suprir sua ineficiência) também foram de encontro aos usuários desses serviços que não fogem ao horizonte da agiotagem oficial, que são os bancos. Há uns terminais bem sujos na rodoviária, que no sábado exibiam papéis avisando sobre a falta de dinheiro. Qual o sentimento de usuários que pagam taxas absurdas, para abrir ou fechar contas e movimentá-las? Tudo não é pago, até mesmo o segundo extrato de papel dentro de uma semana?

E quais as respostas nunca concedidas ao cliente sobre essas e outras situações inusitadas? Obviamente, só nos causa sentimento de impotência como cidadãos sempre lesados. Os gerentes de bancos alegam que o problema é a questão da segurança. Estouros de caixas e assaltos. O que temos a ver com isso? Se o Estado não tem competência e a engenharia da Segurança Pública não funciona, o problema não é do cliente. Agora, é preciso que a sociedade se mobilize, porque isso só tende a piorar. O poder público esquálido não se pronuncia.

Nas cidades do Interior, os políticos – vereadores e prefeitos – em vez de estarem preocupados com o próximo pleito ou perdendo tempo com títulos patéticos de cidadão, deviam agir contra esse tipo de atitude que vai de encontro ao consumidor. Chamar a atenção dos gerentes ou acionar seus Procons/Prodecons. O povo está cansado de esperar e reclamar. Se a justiça servisse para alguma coisa e garantisse que valeria à pena mover processos que lhe causassem danos (aos bancos), talvez trouxesse algum resultado. As instituições financeiras sempre fecham o ano com bilhões de superávit.

Quer dizer então que perdemos para as quadrilhas? Se os superiores que comandam essas instituições se veem impossibilitados de adotar soluções, façam o favor de entrar no programa de demissão voluntária e busquem outra profissão. Em tempo: antes e depois da crise que assola o país partindo da corrupção, os que mandam continuarão a acumular riqueza. Nos esquemas de corrupção e refestança de propinas no país, com certeza os bancos – não interessa a origem – foram imediatos nas transferências. O brasileiro está cada vez mais dependente desses serviços para tocar sua vida, mas ao mesmo tempo está no fim do fundo do poço. Um país imoral, onde todos temos culpa.

Emanuel Andrade/Jornalista e Professor Universitário

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br