Ruy Wanderley sai em defesa do governo: “Quando as coisas começam a entrar nos trilhos, muita gente fica incomodada”

8

Assim que tomou conhecimento da nota crítica divulgada nesta terça-feira (17) pelo líder da bancada de oposição na Casa Plínio Amorim, Paulo Valgueiro (PMDB), contra a gestão de Miguel Coelho (PSB), o líder governista Ruy Wanderley (PSC) saiu em defesa do atual prefeito de Petrolina. Mas utilizou um tom moderado para rebater Valgueiro.

Segundo Ruy, a população acreditou nas promessas de campanha do socialista. Por isso o elegeu para governar Petrolina pelos próximos. “Não foi nenhum presente de papai. Foi a vontade popular, que escolheu Miguel Coelho como prefeito de Petrolina”, devolveu o líder governista.

Ruy argumentou que em nenhum momento o atual prefeito está deixando de governar e reclamar dos erros do seu antecessor, mas ressaltou que em certos momentos é inevitável fazer comparações.

Ele frisou ainda que Miguel, nestes dez primeiro meses de mandato, vem fazendo exatamente o que fez na campanha. “Miguel já fez um levantamento do que ele pode fazer e das dificuldades que iria encontrar, e está procurando governar da melhor forma possível, ouvindo a população. Como ele fez na campanha”, ponderou.

Desespero

Perguntado se os adversários já estariam começando a se desesperar, Ruy minimizou. Ele preferiu dizer que na medida em que o prefeito está conseguindo viabilizar recursos para obras importantes que deveriam ter sido tiradas do papel por gestões anteriores, como a duplicação da Avenida Sete de Setembro e a construção de viadutos urbanos, “muita gente começa a ficar incomodada”.

Sabemos que as coisas precisam melhorar, mas quando começam a andar bem, a entrar nos trilhos, a gente vê esse tipo de crítica”, completou o governista.

Ruy também refutou declarações de alguns líderes comunitários, que tacham Miguel de “prefeito das ordens de serviço”, já que ainda não viram nenhuma ação do gestor, na prática – a exemplo da ciclovia da orla, que está parada. “A obra está em andamento, mas claro que você não consegue fazer uma obra de um dia para outro. Mesmo com o dinheiro já garantido pelo gestor, ainda tem a licitação”, justificou o governista, acrescentando que Miguel deixará no município a marca de grandes realizações da sua administração.

8 COMENTÁRIOS

  1. Seja mais claro. Que coisas entraram nos trilhos? Até onde sei, quem entrou nos trilhos foi você com seus cargos comissionados. Fazia tempo que você não tinha acesso a um trilho desses. Afinal de contas, sem mandato ninguém tem valor.

  2. Eu acho incrível, se o funcionário público deixa de cumprir obrigações do seu cargo é prevaricação, já o político que ganha inclusive muito bem pra trabalhar pelo povo, quando faz alguma coisa! é como se fosse um ato excepcional. Não está cumprindo nada a mais do que as obrigações do cargo ao qual foi eleito.

  3. Concordo que tanto Paulo ‘Babeiro’ quanto esse Ruy ai sao muito babões, agora, temos que admitir que a cidade ficou PARADA na epoca de Lossio, e Miguel está sim trabalhando, menos do que eu imaginava quando resolvi dar meu voto de confiança nele, mas está sim. Veremos se em 3 anos ele será digno do meu voto novamente, pois em Lossio só votei uma vez, para nunca mais!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome