Ronaldo Cancão de alma lavada

5
Foto: Blog do Carlos Britto

O vereador e 1º vice-presidente da Casa Plínio Amorim, Ronaldo Cancão (PTB), está se sentindo de alma lavada. Ele foi execrado pelo então prefeito de Petrolina, Julio Lossio (PSD), quando há oito anos começou a apurar fortes indícios de irregularidades nos festejos juninos da cidade.

Nesta semana, Cancão viu a 17ª Vara Federal transformar Lossio e uma dezena de integrantes de sua equipe em réus, por constatar fraudes em licitações do São João do Vale nos anos de 2012 e 2013. E o vereador desabafou: “Fui o primeiro vereador na história de Petrolina a entrar com um processo contra um prefeito e ganhar”.

5 COMENTÁRIOS

  1. Oxe, já condenaram o homem por acaso? Essa história ainda vai longe, já estão contando com o ovo no orifício da galinha como fizeram da cassação de Lóssio, e acabaram perdendo?

  2. Vereador é pra ser um representante do Povo independentemente de partido político, mas como no Brasil Partido político é mais do que isso, fazem conchavos até com PCC, CV, ASFARCetc.etc., o vereador se ver obrigado a defender os ditames dessas organizações chamadas de partidos políticos, tanto é, que não vemos nenhum expoente da sociedade ser Vereador, apenas paus mandados.

  3. Esse agora quer se promover com essa conversa mole. Esqueceu que é uma decisão de 1 instância. Acha que Lossio ficou de mais atadas. Procure outro caminho para justificar a renovação do teu mandato, pois pelo caminho não deixaste nada que o venha justificar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome