Pernambuco poderá ter varas especializadas no combate ao crime organizado

0

Pernambuco pode ter varas especializadas no combate ao crime organizado. A proposta é do deputado estadual Rodrigo Novaes, que apresentou a sugestão durante sessão plenária na Assembleia Legislativa (Alepe) na segunda-feira (19).

Segundo o parlamentar, a iniciativa trará mais isenção e efetividade na tramitação das condenações e nas investigações dos crimes. A indicação seguirá para o Poder Judiciário, a quem cabe a criação destas varas, e ao governo do Estado.

O tráfico de drogas e armas, assaltos a bancos e grupos de extermínios são graves ameaças à segurança nacional e devem ser combatidos com a máxima energia por parte do Estado“, destacou Novaes. O parlamentar explicou que o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio de uma norma em 2006, já havia recomendado aos sistemas judiciários federais e estaduais a criação de tais varas especializadas. “Os estados do Maranhão, Ceará, Mato Grosso, Alagoas, Pará, Bahia, Roraima e Santa Catarina já criaram suas, e cabe a Pernambuco ser também protagonista nas ações de combate ao crime organizado”, relatou.

Rio

Novaes lembrou, na ocasião, o atual cenário visto na cidade do Rio de Janeiro. “Não se pode pensar em segurança pública somente imaginando o batedor de carteira e pequenos roubos. O Rio de Janeiro está aí servindo de exemplo negativo para todo o país. É preciso expertises e polícia preparada para todo tipo de crime”, disse.

Com a implantação das varas especializadas, espera-se uma maior integração com outros órgãos, a exemplo da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (Deco), do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) e do Ministério Público Estadual (MPPE). O vice-líder do governo ressaltou ainda que, nesta terça (20), irá reiterar esse pedido ao governador Paulo Câmara. As informações são da assessoria do deputado. (Foto/arquivo: Blog do Carlos Britto)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome