Pernambuco imuniza mais de 95% dos bovinos contra a febre aftosa e produtores podem buscar novos mercados

0

A Agência de Defesa e Fiscalização Agropecuária do Estado de Pernambuco (Adagro), órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Agrário, divulgou o índice de cobertura vacinal referente a segunda etapa da campanha de vacinação contra febre aftosa, realizada entre os dia 1º e 30 de novembro de 2018. 95,21% do rebanho bovino e bubalino com até dois anos de idade que foram imunizados.

Pernambuco tem um rebanho de 1.843.033 animais, mas só estavam em idade vacinal 511.782, destes 487.714 receberam a dose da vacina, fazendo com que a meta do Estado ficasse acima da recomendada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que é de 90%.

O alcance da meta permite que Pernambuco continue com o estatus internacional de área livre de febre aftosa com vacinação, concedido pela Organização Internacional de Epizootias (OIE) em 2014. “Estamos trabalhando para que em 2021, o Estado se torne área livre de febre aftosa sem vacinação, para isso o Governo vem garantindo uma maior eficiência do sistema de defesa agropecuária, seja por meio das campanhas de vacinação, ou por meio dos investimentos no setor”, explicou o presidente da Adagro, Paulo Roberto Lima.

Novos mercados

Com a conquista deste novo status sanitário, os produtores pernambucanos podem buscar novos mercados que pagam mais pela qualidade da carne ou pela genética do animal. Apesar da espécie vacinada contra a febre aftosa ser a bovina e bubalina, os impactos se refletirão em todos os segmentos do setor agroprodutivo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome