Para protestar contra alta dos combustíveis, vereadores de Juazeiro vão a sessão da Câmara de carroça e bicicletas

4
Fotos: Ascom CMJ/divulgação

Os consecutivos reajustes no preço dos combustíveis levaram os vereadores de Juazeiro (BA), Joseílson Marcelino (PTB), Aníbal (PTC), Bené Marques (PSDB) e Domingão da Aliança (PRTB), a usarem a irreverência para protestar. Eles decidiram ir à sessão plenária da Câmara Municipal, na segunda-feira (21), de forma inusitada, utilizando-se de carroça e bicicletas como meio de transporte. Isso mesmo.

Joseílson Marcelino foi o primeiro chegar. Ele veio numa carroça, acompanhado de assessores e soltando fogos de artifícios. O parlamentar não poupou críticas à nova política de reajustes de combustíveis no Brasil.

Em Lagoa Grande a gasolina é mais barata que Juazeiro e Petrolina; em Casa Nova também, em Massaroca a mesma coisa. Então, essa foi a forma que eu encontrei para sensibilizar a sociedade juazeirense, as autoridades, os vereadores para que a gente possa encabeçar um movimento que baixe o preço do combustível“, disse Joseilson.

Pelo que estou vendo até chegar ao fim do ano vamos estar pagando R$ 10,00 no litro. Vai ser o presente de Natal e Ano Novo que teremos. E não se explica também o aumento do álcool. O álcool faz parte do petróleo? Ele faz parte de outra fonte energética. É isso que se questiona“, pontuou.

Bené Marques, que foi de bicicleta, completou: “Se eu não fosse vereador, eu ia encostar meu carro. Na minha visão, o culpado maior é a presidência da república, são os deputados federais, senadores, porque eles poderiam modificar isso. Então, nós temos que chamar a atenção e fazemos esse apelo. Juazeiro tem a gasolina mais cara, não tem concorrência, praticamente é um preço só“.

Indignação

Aníbal reforçou que a Câmara está do mesmo lado do povo. “Eu me juntei aos colegas vereadores e acho importante essa manifestação. Nós nos juntamos ao povo e estamos dizendo que não concordamos com esses aumentos do combustível. Os vereadores estão de parabéns. É uma maneira da Câmara de chamar a atenção e dizer não a tanto aumento”, salientou. O vereador Domingão da Aliança acompanhou o discurso dos colegas. “Esse foi só o primeiro passo. Nós vamos convocar os demais vereadores para que entrem nessa luta e possamos reduzir esse preço absurdo dos combustíveis”, concluiu. As informações são da assessoria da CMJ.

4 COMENTÁRIOS

  1. Mas cadê que vão protestar contra a imbecil estatização do petróleo e o monopólio da Petrobrás? Não adianta nada atacar os postos de combustíveis e não atacar a raiz do mal que é o monopólio do estado sobre o setor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome