Uneb prorroga prazo de matrícula para calouros de 2009

A Universidade do Estado da Bahia (UNEB) prorrogou o prazo para a realização de matrícula, em primeira chamada, dos candidatos aprovados no Vestibular 2009. Os 5.045 candidatos selecionados devem dirigir-se até às 12h do desta sexta (20) ao local (departamento/campus) de funcionamento do curso de sua opção.

As demais datas e prazos do edital de convocação, publicado do Diário Oficial do Estado (DOE) no dia 10 de março, seguem inalterados. Caso o estudante não compareça ao local, data e horários estabelecidos para a realização de sua matrícula, ou não apresente a documentação exigida, implicará na perda do direito à vaga.

De acordo com o calendário de matrícula, o edital de convocação para os aprovados em 2ª chamada, válido ainda para o 1° semestre, será publicado no próximo dia 24 de março, sendo a matrícula realizada nos dias 30 e 31 do mesmo mês.

Fonte: Correio da Bahia

Exu: Parque Asa Branca vai ser tombado

O Parque Asa Branca, em Exu, no Sertão Pernambucano, deve ser tombado como Patrimônio Imaterial. O espaço foi criado por Luiz Gonzaga para servir de memorial dos ritmos nordestinos. A decisão foi tomada durante reunião realizada pelo Ministério Público Federal (MPF) em Serra Talhada (PE), presidida pelo procurador da República Alfredo Carlos Gonzaga Falcão Júnior.

Participaram representantes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e da organização não-governamental Parque Asa Branca, responsável pela administração do lugar.

Foi acordado que a Fundarpe vai enviar ao Iphan, até o dia 30 deste mês, os documentos referentes ao inventariado dos bens imóveis do Parque Asa Branca, resultantes do processo de tombamento já instaurado pelo órgão estadual. O Iphan irá concluir o inventário dos bens móveis e imóveis herdados por Luiz Gonzaga e consultar o Departamento de Patrimônio Imaterial do órgão, em Brasília, sobre a possibilidade de registrar a obra e vida de Luiz Gonzaga como patrimônio imaterial.

Parque Asa Branca

O Parque Asa Branca situa-se na zona rural do município de Exu, a cerca de 630 quilômetros do Recife. É considerado um dos mais significativos locais de preservação da memória do Rei do Baião. A propriedade, comprada pelo próprio Luiz Gonzaga e com cerca de 15 mil metros quadrados, conta com museu, palcos para apresentações artísticas, além do mausoléu do cantor

vereador de Lagoa Grande sai em defesa de Eduardo

O ex governador Mendonça Finho perdeu a oportunidade de ficar calado quando criticou a segurança do estado. ou ele não lembra que na epoca do governo Jarbas, Mendonça os assaltos nas estradas eram constantes, não tinha viaturas os condigentes de policiais muito resumido.

Somente na estrada de da uva aqui em Lagoa Grande era uma media de 04 assaltos por dia, hoje este indice se resumiram praticamente a zero. Graças aos investimentos do governador Eduardo Campos.

Carlinhos Ramos- vereador de Lagoa Grande

Mendonça Filho: “Ciro terá respaldo do partido mesmo que não acompanhe Guilherme”

O ex-governador de Pernambuco, Mendonça Filho, visitou o blog. Nome forte do seu partido, o DEM, para disputar uma cadeira na Câmara de Deputados, Mendoncinha fez uma avaliação positiva da agenda estratégica que seu partido fez no sertão passando por sete cidades.

Ressaltou que a idéia foi de detectar necessidades do povo sertanejo e de levar as propostas do DEM, disse que o governador Eduardo Campos “faz aposta” com suas promessas de campanha e falou sobre a rebeldia do deputado estadual Ciro Coelho. Confira.

Carlos Britto – O senhor tem dito em suas entrevistas em toda a região que em visto muito oba-oba e pouca ação do Governo do Estado. O que o senhor tem visto no sentimento das pessoas para que isso não seja um sentimento só do político?

Mendonça Filho – Na verdade quando eu digo isso não estou falando só de uma avaliação pessoal, mas uma contestação do que eu percebi do diálogo debito com a população nos quatro dias que passei no Vale do São Francisco e nas sete cidades do sertão. Infelizmente o quadro que posso pintar para você é esse. Não há nada de relevante feito pelo atual Governo (do Estado) que possamos destacar. Existe uma certa aposta do atual Governo. O quadro é de frustração. E as ações que são federais e que o atual Governo poderia intervir para que elas funcionassem estão abandonadas, como o Projeto Pontal, que esta aí paralisado há cerca de sete anos.

Carlos Britto – Mas o senhor, na época em que foi governador, fez essa cobrança ao governo federal?

Mendonça Filho – Não só fiz a cobrança, como apoiamos. Além do Projeto Pontal, financiamos um estudo inicial do Canal do sertão. Fomos procurados na época pelo então deputado Osvaldo Coelho, que colocou a visão dele sobre o projeto e as necessidades de investimentos, e que até então só tinha um estudo preliminar por parte da Codevasf. Como a Codevasf não tinha recursos suficientes para bancar pelo governo federal os estudos do projeto executivo e básico, nós investimentos à época no projeto mais importante e transformador da realidade do São Francisco. Para mim é um projeto redentor e que tem tudo a ver com o futuro da região.

Carlos Britto – O senhor acredita na Ferrovia Transnordestina e nas obras do PAC como um todo?

Mendonça Filho – No ritmo do atual governo não acredito, infelizmente, porque eu participei do lançamento da pedra fundamental das obras da Transnordestina na cidade de Missão Velha (CE). Eu era governador do Estado e fui ao sertão do Ceará acompanhando os governadores do Nordeste e com a presença do presidente Lula. Na época foi lançada como uma das prioridades do PAC e hoje anda a passos extremamente lentos. E dentro do pedaço pernambucano, a gente não vê execução. Muito pelo contrário. Vê apenas oba-oba dentro daquilo que acabei de mencionar. Dentro do ponto de vista prático, não é uma obra que estará concluída nessa atual gestão (de Lula), mas somente a partir de 2011 com um novo governo, que esperamos seja o de José Serra.

Carlos Britto – e a Transposição?

Mendonça Filho – é a mesma coisa. Quem tem experiência com obra pública como eu tenho modéstia á parte, pode chegar facilmente à conclusão de que esta obra está longe de ser concluída e que o atual governo não vai levá-la muito adiante. Ou seja, será mais uma obra que estará a caminha de ser executada pela gestão que suceder o presidente Lula, que espero como já disse que seja José Serra.

Carlos Britto – o senhor disse que quer fazer dez deputados estaduais e sete federais. Acredita neste objetivo?

Mendonça Filho – Acredito sim. Pela tradição do nosso partido, os Democratas, e a avaliação do papel histórico que o antigo PFL cumpriu, é perfeitamente possível. Nós temos hoje a maior bancada de deputados estaduais na assembléia Legislativa. São sete deputados estaduais. Dos sete, pelo menos seis são candidatos à reeleição. A eleição de mais três ou quatro deputados estaduais é perfeitamente possível numa coligação ampla envolvendo os outros partidos da base oposicionista a exemplo do PMDB e PSDB, principalmente. No que se refere à Câmara Federal, nós temos candidatos representativos, novos nomes lançados, como é o caso do ex-prefeito Guilherme Coelho, que estará ocupando o espaço deixado pelo deputado Osvaldo Coelho, que foi extremamente atuante e que é um grande transformador da realidade econômica e social da região a partir principalmente dos projetos de irrigação e dos pólos educacionais aqui instalados.

Carlos Britto – o senhor acha que o DEM perdeu a força, esse é um trabalho de resgate, ou partido conterá forte?

Mendonça Filho – o processo político se modifica. Muitas vezes você está no poder, e outras vezes você é oposição. Tivemos mais força dentro do ponto de vista político-eleitoral do que temos hoje. Mas isso não quer dizer que você não possa se fortalecer e renascer politicamente mais fortes. E é o que nós estamos construindo. Agora, eu só acredito que é possível você construir um processo como esse se porventura sair dos gabinetes, ir para as ruas, ter contato direto com o povo, discutir os problemas da população e estabelecer prioridades básicas que interessem à população no seu dia a dia: educação, saúde, segurança pública, infra-estrutura, geração de oportunidades de trabalho. Fazemos isso hoje em Pernambuco através de projetos como o Democratas nas Ruas, que é a busca da discussão com a sociedade, ampliando o leque de filiados e simpatizantes dos Democratas, ao mesmo tempo identificando nomes que possam figurar como candidatos a deputado federal e estadual. Aí a gente vai colher os frutos desse trabalho na eleição de 2010.

Carlos Britto – Não é contraditório o senhor defender a força do seu partido e, como presidente do DEM, mais uma vez apontar o senador Jarbas Vasconcelos, do PMDB, o senador Sérgio Guerra, do PSDB, para disputar o Governo, quando o senhor poderia ser esse nome pelo respaldo que o senhor tem no estado?

Mendonça Filho – Não, não é uma coisa que você possa restringir ao raciocínio partidário. A gente tem de racionar do ponto de vista da frente política, de amplitude da base oposicionista. Eu não tenho nenhuma dificuldade de discutir nesses termos porque eu já fui candidato a governador com respaldo de uma aliança ampla. Já apoiei um candidato a governador com respaldo de uma aliança ampla e, inclusive, fui apoiado e eleito duas vezes vice-governador de Pernambuco nesse contexto. Também já disputei eleição sozinho com o meu partido no Recife. Então, já vivi todos os quadros possíveis nesse contexto. A eleição de governo estadual requer a base ampliada para que você possa ter sustentação e viabilidade no processo final dessa eleição. Temos como prioridade a reeleição do senador Marco Maciel, e temos abertura para discutirmos as opções que os três principais partidos oposicionistas têm para disputar o Governo do Estado.

Carlos Britto – E quanto ao deputado Ciro Coelho? É notória a insatisfação dele com o partido e também o incômodo dele com a gestão do prefeito Júlio Lóssio, que não é do seu partido. Como o senhor avalia o deputado nesse processo?

Mendonça Filho – Da relação dele com o prefeito Júlio Lóssio, fica difícil pra eu fazer uma avaliação mais precisa porque estou num ambiente político distante, no Recife, muito embora eu entenda que o prefeito é uma pessoa habilidosa e agregadora. Quando eu falei com Júlio e veio á tona o nome de Ciro sempre foi relatado o respeito pelo papel político que ele cumpre e a contribuição que ele ofereceu ao processo político eleitoral para eleger Júlio. Quanto ao aspecto mais relativo à relação de Ciro com o DEM, o partido sempre o respeitou e o teve entre os deputados mais destacados, sempre com voz ativa nas reuniões da executiva estadual. E foi numa dessas reuniões que deflagramos a iniciativa (Democratas nas Ruas), onde na ocasião estava presente não só Ciro, como o ex-deputado Osvaldo Coelho. Ele assinou, conforme consta em ata, e logo depois foi comunicado com antecedência da vinda do partido para Petrolina.

Carlos Britto – O senhor entende como ato de insubordinação ou infidelidade partidária o fato do deputado Ciro Coelho não marchar com Guilherme em Petrolina?

Mendonça Filho – De forma alguma. Acho que Ciro tem condições de avaliar qual o melhor caminho do ponto de vista político e estratégico para sua eleição. É importante que ele seja reeleito para o partido?

Carlos Britto – Ele terá respaldo do partido?

Mendonça Filho -Terá. É isso que eu posso dizer, independente da opção que ele faça como dobradinha aqui no município.

Livro de Padre Belmiro será lançado hoje

Padre Belmiro Humberto lança daqui a pouco o livro: “Um casamento feliz, um padre realizado”.

O evento vai acontecer no auditório Florêncio Barros no Centro de Convenções de Petrolina às 08 da noite.

Vai ser com certeza um belo evento. carismático e muito divertido, Padre Belmiro traz nesse livro toda a qualidade de sua veia literária.

Um trabalho de muito bom gosto e que todos devem conhecer. Imperdível.

Prefeito cassado vai recorer em Serrita

O prefeito de Serrita, Carlos Cecílio do PMDM está nesse momento reunido com os seus advogados para traçar sua estratégia de defesa para recorrer de decição da justiça.

Ele foi cassado no início desta tarde pela juíza Ana Cecília Toscano por motivo de abuso de poder econômico e compra de votos nas últimas eleições.

Vereadores não mandaram a lista

Pessoal cansei de esperar. Nenhum vereador me mandou a lista com a relação das pessoas que trabalham em seus gabinetes. Não vou mais pedir. Acho que fiz o meu papel social pois cobrei repetidas vezes.

Se alguém desejar enviar publicarei imediatamente. Os companheiros aqui dos comentários podem ficar a vontade para continuar cobrando.

Vereadora elogia iniciativa do batalhão de Petrolina

Caro Carlos Britto,

O 5º Batalhão de Policia Militar de Petrolina, através do seu Comandante Major Carlos, esta no caminho certo quando além de outras medidas preventivas adotadas para coibir o índice de violência no nosso Município e seu entorno;

Muito boa esta nova campanha educativa de transito com o tema: No transito eu ando legal e você. Embora eu não tenha gostado do nome, porque por principio, temos todos que andar legal, e não só no transito, mas… pelo Santo se beija o altar: e devemos todos influir e contribuir para que os objetivos sejam alcançados e possa este arrojado comandante continuar desenvolvendo ações desta e de outras envergaduras.

Sem deixar de reconhecer que os índices de violência têm dado sinais de melhora não só em Petrolina como no Estado dentro desse Plano do Governo Pacto pela vida.

Aproveito para sugerir que o 5º Batalhão pense em uma ação preventiva para educar e enquadrar Motociclistas e Moto Taxistas a conduzirem suas motos, respeitando a sua e a vida dos (as) outros (as), pois em cada 10 atendimentos traumáticos que dão entrada no Hospital de Traumas, de 07 a 08 são provenientes de acidentes com motos.

Suape terá aeroporto e sede da Infraero virá para Pernambuco, diz FBC

Em entrevista na manhã desta sexta-feira (20) ao programa Primeira Página, da Rádio Jornal, o Secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado e presidente do Porto de Suape, Fernando Bezerra Coelho, afirmou que existe um estudo em andamento para a construção de um aeroporto no Complexo Portuário de Suape. Falou ainda que a sede da Infraero deverá voltar para Pernambuco, porque o Estado reune “os aspectos técnicos que melhor atendem os interesses da empresa”.

Fonte: Blog do Jamildo

Conheça a programação da Semana das Artes Cênicas em Petrolina

A Semana das Artes Cênicas é um evento anual realizado pela Associação dos Artistas e Técnicos de Teatro e Dança de Petrolina desde 2004 em parceria com o Sesc-Petrolina e a Prefeitura Municipal. O Festival tem como concepção oferecer uma semana intensa de atividades artísticas como forma de fomentar o desenvolvimento artístico local e difundir a apreciação pelo teatro e dança na região por meio de ações que promovam a valorização dos profissionais da cidade e o intercâmbio com artistas/profissionais de outras localidades do Nordeste.

23/03 – Segunda-feira

15h às 19h-Oficina de Concepção de Figurino (Gedson Moreno), Teatro do SESC

20h-Abertura Oficial    Salão de Festas do SESC.

24/03- Terça-feira

10h-Espetáculo “A bruxa Dragão”, Ciranda de Bonecos, Escola Municipal Paulo Freire,

São Gonçalo- Entrada franca.

15h às 19h- Oficina de Concepção de Figurino (Gedson Moreno),     no Teatro do SESC.

25/03 –  Quarta-feira

10h- Espetáculo “Maria Minhoca”, da Cia Biruta, na Escola Municipal José Joaquim José e Maria – Entrada franca.

15h às 19h-Oficina de Maquiagem Artística, Módulo II (Gedson Moreno),no Teatro do SESC.

19h-Mesa Redonda – A arte na escola, na Biblioteca do SESC.

26/03 – Quinta-feira

15h às 19h-Oficina de Maquiagem Artística- Módulo II (Gedson Moreno), no Teatro do SESC.

27/03 – Sexta-feira

17h- Celebração da Cultura Popular, “Frever” (Cia Balançarte) / “Fuá na Casa de Zé Mane” (Cia de Dança do Sesc-Petrolina), no Pátio da Feira  do João de Deus, Aberto ao público.

28/03- Sábado

20h –    Espetáculo “A Pena e a Lei”,TPA, no Teatro do SESC ,R$ 4,00 (inteira) / R$ 2,00 (meia).

29/03 – Domingo

17h- Espetáculo “Fabulosas Histórias do Rio São Francisco” Trup Errante, Salão de Festa do SESC, R$ 4,00 (inteira) / R$ 2,00 (meia).

20h- Espetáculo “Percurso”, Núcleo de Dança do SESC, no Teatro do SESC, R$ 4,00 (inteira) / R$ 2,00 (meia).

21h-      Show com a banda “Nu Mundo”, no Salão de festas do SESC- Entrada franca.

(c) 2015 Blog do Carlos Britto | produzido por proximavenda.com.br