Buracos em rodovia que liga Dormentes a Afrânio continuam preocupando autoridades

PE 635 descaso3_639x480A presidente da Câmara de Vereadores de Dormentes (PE), Sertão do São Francisco, Maria do Rosário, a ‘Rosarinha’, está descontente com a falta de iniciativa do Governo do Estado para resolver os problemas da PE-635, que liga o município a Afrânio (PE), na mesma região.

A buraqueira na estrada já ceifou várias vidas, acidentes acontecem constantemente e isso tem preocupado não apenas a vereadora, mas também a população local.

Para cobrar os devidos reparos da rodovia, Rosarinha reforçou o apelo ao governador Paulo Câmara e aos deputados Adalberto Cavalcanti, Fernando Filho, Gonzaga Patriota, Odacy Amorim, Lucas Ramos e Miguel Coelho – representantes da região na Câmara Federal e Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe).

No documento (que pode ser conferido acessando aqui) enviado ao governo, ela destaca o pedido de reparos na PE-635. “Essa é a principal porta de entrada do município, sendo de vital importância sua conservação, para que possa permitir o escoamento da produção agrícola, além do próprio desenvolvimento do comércio local”, ponderou a vereadora.

Depois de encontrar lençol e tapetes em poços de visitas, Compesa pede conscientização da comunidade

IMG-20150415-WA0005Os serviços da Compesa são alvo constante de reclamações em Petrolina, mas por outro lado a população também precisa fazer a sua parte. Em nota enviada ao Blog, a Companhia informa que lixo, sacos plásticos, garrafas, latas e até sofá têm sido encontrados diariamente pelos técnicos durante  serviços de manutenção dos poços de visita espalhados pela cidade.

Nesta quarta-feira (15), por exemplo, um lençol e tapetes foram retirados do emissário do bairro João de Deus, zona oeste da cidade, localizado na Rua do Mato. Segundo a Companhia, o material estava impedindo a passagem do esgoto recolhido no bairro e provocando obstruções constantes na rede. De acordo com os técnicos, fatos como este têm acontecido com frequência na comunidade.

Das 20 desobstruções, em média, executadas na área, diariamente, cerca de 90% dos problemas de esgoto são resultado do descarte indevido de objetos nas tubulações.

Este, porém, não é um problema isolado do João de Deus. Em praticamente todos os bairros da cidade, os moradores têm despejado na rede objetos que causam prejuízos não só à Compesa, mas à própria população. Segundo o gerente regional da Compesa em Petrolina, João Raphael de Queiroz, atitudes como estas provocam grandes obstruções e chegam a danificar as redes.  A Companhia ressalta que em casos de dúvidas ou reclamações sobre vazamentos ou extravasamentos, os clientes devem registrar as suas solicitações através do telefone 0800-081-0185.

Líder comunitário acredita que “já passou da hora” de melhorias na Transnordestina e crê em resultados de audiência nesta quinta

pedro caldasO representante da Central Única de Bairros de Petrolina (Cubape), Pedro Caldas, vê com boas expectativas a audiência pública que discutirá, na tarde desta quinta-feira (16), a partir das 15h na Casa Plínio Amorim, a Rodovia Perimetral Transnordestina.

O cenário de tragédias na rodovia, com vários acidentes e mortes, levou lideranças comunitárias da cidade a cobrar por melhorias estruturais no local.

Segundo Caldas, no Seminário ‘Pernambuco Para Todos’, que trouxe o governador Paulo Câmara a Petrolina, em março deste ano, o gestor recebeu um documento mostrando a situação da Perimetral.

Atendendo a pedidos das lideranças, o deputado estadual Lucas Ramos (PSB) decidiu, então, promover a audiência pública na cidade, por intermédio da Comissão de Desenvolvimento Econômico e de Turismo da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), presidida pelo deputado Aluísio Lessa (PSB).

As principais reivindicações são a duplicação da rodovia, além de iluminação, construção de ciclovias e a sinalização de toda a extensão da Perimetral – que é de apenas 8 quilômetros. “Acreditamos que o governo do estado, em parceria com o município, possa resolver esse problema”, afirmou. Caldas ressalta que “já passou da hora” das autoridades cuidarem daquele local. “Muitas vidas já foram ceifadas ali, e outras estão mutiladas. Hoje a Perimetral é uma questão de saúde pública, porque o número de acidentes que acontecem na Perimetral vem a acarretar o Hospital de Traumas (Universitário)”, enfatizou.

Após desembargador decidir por ilegalidade da greve, Governo de PE apela a professores para encerrar movimento

Professores Greve SintepeO Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Pernambuco (Sintepe) ainda não se posicionou acerca da decisão do desembargador Jovaldo Nunes, da Côrte Especial do Tribunal de Justiça (TJPE), o qual acatou pedido do estado pela ilegalidade da greve dos professores.

A decisão de Nunes aconteceu ontem (15).

Assim que soube do fato, o governo enviou nota à imprensa solicitando o retorno dos grevistas às atividades.

O Governo do Estado reitera o firme propósito de retomar o diálogo com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe), via mesa de negociação, com vistas a encontrar solução negociada para o acordo coletivo dos profissionais da educação da Rede Estadual de Ensino, e para tanto solicita que retomem às suas atividades para normalização das aulas, considerando a decisão da Justiça de decretar ilegal a greve deflagrada no dia 10 de abril. A Secretaria de Educação recomenda aos pais de alunos e responsáveis que encaminhem os estudantes para a suas escolas a fim de voltarem à normalidade das aulas”, diz a nota. (foto/arquivo reprodução)

TCU afirma que Governo Dilma cometeu crime de responsabilidade fiscal

dilma-rousseff_presidenteO Tribunal de Contas da União (TCU) declarou não haver mais nenhuma dúvida de que o governo Dilma Rousseff incorreu, de fato, em crime de responsabilidade fiscal, ao utilizar recursos de bancos públicos para inflar artificialmente seus resultados e melhorar as contas da União. As operações, que contrariam frontalmente a Lei de Responsabilidade Fiscal, passaram a ser conhecidas como “pedaladas fiscais“.

“Não tenha dúvida. Há um descumprimento de lei. Um banco público não pode emprestar dinheiro para o governo. É como se você estivesse devendo no seu cheque especial, e o governo não pode ter esse cheque especial”, disse o relator do processo do TCU, José Múcio. “Faltou dinheiro e a conta foi paga por terceiros”. Nos cálculos do TCU, mais de R$ 40 bilhões foram sacados pelo governo das contas do Banco do Brasil, Caixa e BNDES, para engordar a contabilidade fiscal e se aproximar da meta de superávit primário, a economia feita para o pagamento dos juros da dívida pública.

Na prática, a decisão do plenário do TCU sobre as “pedaladas fiscais” pode fortalecer a intenção da oposição, que analisa um possível pedido de impeachment de Dilma por “crime de responsabilidade“. Após as manifestações do dia 12, o PSDB pediu ao ex-ministro da Justiça Miguel Reale Júnior que avaliasse a possibilidade. Ao Estado, Reale Júnior disse que o seu parecer não se refere, na prática, ao impeachment, mas sim à avaliação se houve um crime comum para a solicitação de uma eventual ação penal. “O ponto nuclear é a análise das ‘pedaladas fiscais’ detectadas no TCU“, disse.

O tema impeachment foi levantado em uma reunião da bancada de deputados com o presidente nacional da sigla, senador Aécio Neves (MG). No final do encontro, Aécio pediu para que deputados que defendiam a proposta se manifestassem. Praticamente todos os presentes levantaram a mão a favor. O principal defensor da ideia na Câmara é o líder da minoria, Bruno Araújo (PE), que conta com o apoio do líder da bancada, Carlos Sampaio (SP).

Explicações

Em decisão tomada nesta quarta-feira, 15, pelo plenário do TCU, 17 autoridades do Governo Dilma terão de explicar essas operações. O ministro José Múcio Monteiro deu 30 dias de prazo improrrogável, para que todos prestem informações sobre as irregularidades nas contas. Caso sejam condenadas, as autoridades podem ser alvos de multas e processos por crime de responsabilidade. O TCU tenta identificar quem deu a ordem para as “pedaladas”. Perguntado se a presidente Dilma poderia ser chamada a dar explicações, José Múcio disse que essa possibilidade “não é avaliada”. (fonte: Estadão/foto reprodução)

Em entrevista ao Blog, advogado reformula denúncias contra representante da Armup

As denúncias feitas pelo advogado Erik Mentor da Ponte contra o atual diretor-presidente da Agência Reguladora de Petrolina (Armup), Antonio Alves de Melo Junior (foto), ganharam mais um capítulo. Dessa vez, após Melo Junior rebater as denúncias, o advogado reformulou a denúncia e disse que os indícios continuam sendo “de crime de improbidade administrativa”.

De acordo com Erik Mentor, Melo Junior estaria cometendo ato de improbidade administrativa ao alugar um veículo à administração municipal – o que é vedado pela lei – e assim conseguir vantagens indevidas.

No rebate feito por Melo Junior, a administração municipal alegou que as denúncias feitas por Mentor “são improcedentes e a veracidade dos fatos é contestada através de provas documentais robustas, e que a empresa Valle Serviços Ltda ME (de propriedade de Melo Junior e sua esposa) prestou serviços, de locação de veículo, para a Prefeitura de Petrolina no período de dezembro de 2011 a janeiro de 2012, momento que Melo Junior não compunha o quadro funcional da gestão municipal, tendo sido exonerado do cargo de diretor-presidente da Armup em outubro de 2011 e retornado para a administração municipal, na mesma função, apenas em fevereiro de 2014.”

No entanto, o advogado disse que tudo que alegou contra Melo Junior pode ser comprovado através de documentos. “Tudo que falei e aleguei eu comprovo com papeis, com documentos. Agora, após a denúncia formulada por mim, ele rebateu e está querendo tirar o foco da improbidade e se agarrar em cima de alguma vingança contra mim”, disse Mentor, em entrevista ao Blog.

Erik Mentor disse que tudo pode ser comprovado em uma visita rápida ao site da Prefeitura (no Portal da Transparência do município). “Qualquer um que entrar no Portal da Transparência vai ver que vários são os comprovantes de despesas com o veículo citado”, ressaltou o advogado, dizendo que no site da Transparência pode ser conferida “uma fatura mensal de R$ 53 mil pelo aluguel de um carro, que hoje está valendo cerca de R$ 60 mil”.

Sobre esse caso, ele já ofereceu a denúncia ao Ministério Público de Pernambuco (MPPE), Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Controladoria Geral do Município, que devem apurar a suposta irregularidade.

A reportagem do Blog já entrou em contato novamente com a assessoria de comunicação da prefeitura, e aguarda um novo posicionamento.

Dormentes: A verdade que Josimara não revelou

JosimaraA ex-vereadora e líder da oposição em Dormentes (PE), Josimara Cavalcanti (PTB), negou a este Blog que tivesse conversado com o ex-prefeito Geomarco Coelho (PSB) sobre uma eventual aliança política para derrotar o atual prefeito, Roniere Reis (PSB).

Mas Josimara não falou tudo. Esqueceu de comentar que Geomarco esteve em seu apartamento na última terça feira (14) por aproximadamente uma hora e quarenta minutos, em uma conversa muito particular.

Nessa conversa aconteceu mesmo a proposta a Geomarco para uma união de forças. O que Geomarco respondeu ainda é um mistério do tamanho de sua vontade de voltar a prefeitura.

Como ainda não há nenhum acordo, os vereadores mais próximos a Josimara votaram contra a rejeição das contas do ex-prefeito (ex-inimigo figadal) – inclusive o vereador Fernando, marido de Josimara. Nas próximas eleições, talvez, quem votou contra possa votar a favor.

Governo propõe mínimo de R$ 854 no ano que vem

dinheiroO salário mínimo no próximo ano será de R$ 854, valor que consta do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2016, enviado hoje (15) pelo governo ao Congresso Nacional.

Pela proposta, o salário mínimo terá aumento de 8,37% a partir de 1º de janeiro. O Ministério do Planejamento, responsável pela elaboração da LDO, ainda não explicou como foi calculado o reajuste.

Desde 2011, o salário mínimo é reajustado pela inflação do ano anterior, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no país) de dois anos antes. A fórmula, no entanto, só vale até este ano.

O governo, até hoje, não enviou projeto de lei fixando o cálculo dos reajustes do mínimo de 2016 a 2020. Sem uma nova lei sobre o tema, o salário mínimo passa a ser definido exclusivamente pela LDO e pelo Orçamento Geral da União, mas os valores precisam ser negociados com o Congresso Nacional ano a ano.

No início do ano, o ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, tinha dito que a política de reajustes para o salário mínimo precisaria ser alterada a partir de 2016 para refletir as condições atuais da economia. No dia seguinte, no entanto, o ministério emitiu nota oficial e negou que o governo pretendia mudar a regra. (fonte: Agência Brasil)

Depois de doze anos de “guerra” Justiça decidirá preço das passagens de ônibus em Petrolina

onibus joalina_640x480Um antigo problema em Petrolina parece que vai sair do improviso e entrar  em um novo tempo. Após doze anos de quebra-de-braço entre a Prefeitura de Petrolina e empresas de ônibus – pelo menos cinco passaram pela cidade desde então – a caixa-preta das passagens pode enfim ser aberta.

Sem acordo entre prefeitura e empresas, a discussão sobre o transporte coletivo vinha se arrastando nos tribunais, numa “guerra de liminares” que fazia o preço do transporte ora subir, ora descer. Apenas nos últimos 18 meses a passagem subiu duas vezes e baixou duas vezes, sem que, efetivamente, fosse conhecido o verdadeiro custo do serviço.

Agora, finalmente, a novela parece perto de acabar. É que a justiça determinou, a pedido do Ministério Público, que fossem periciadas as contas das empresas e da EPTTC para saber, afinal, quanto deve custar a passagem de ônibus em Petrolina. Os últimos reajustes consideravam apenas a inflação medida pelo IPCA – o que era contestado pela prefeitura, que defendia valores menores, e pelas empresas, que queriam, lógico, valores mais altos.

Os resultados da perícia devem ser conhecidos nos próximos dias. Informações obtidas pelo Blog revelam que o trabalho foi bastante minucioso e que até a quantidade de combustível abastecida em cada ônibus foi verificada.

Comédia ‘Professoras Alucinadas’ será apresentada neste final de semana no Teatro Dona Amélia

O Teatro Dona Amélia, no Sesc Petrolina, receberá a comédia ‘Professoras Alucinadas’. O espetáculo será encenado nos dias 18 e 19 (sábado e domingo), às 20h. A comédia é baseada nos textos de Roberto Athayde e Luís Fernando Veríssimo.

Tendo como personagens as professoras Margarida e Girassol, representadas pelos atores Nilton Miranda e Ricardo Mattos, elas fazem da sala de aula um palco para questionar o sentido da vida e a realidade do ensino público brasileiro.

Discutindo de forma hilária e ácida, revelando o dia a dia da escola e seus métodos de ensino que transitam do autoritarismo do professor, o excesso de teorias e da falta de compromisso com a educação, o espetáculo traz o humor e a ironia como recursos dramáticos para questionar o modelo de educação do país.

‘Professoras Alucinadas’ é uma realização da “Cia do Riso” e tem classificação indicativa livre para todos os públicos.

Os ingressos custam R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira). Outras informações podem ser obtidas através dos telefones (74) 8816-6264 / (74) 8815-1337 / (74) 9919-0355. (foto/divulgação)

Quarta edição do projeto ‘Queimando a Língua’ acontecerá nesta sexta em Petrolina

queimando  a línguaA quarta edição do projeto ‘Queimando a Língua’ será realizada em Petrolina nesta sexta-feira (17), na SBS Livraria/ Vanilla Caffé, na Avenida da Integração, às 19h. Desta vez o evento vem com o tema ‘Cultura e Diversidade Cultural no Vale do São Francisco’. Estarão presentes como convidados Celso Carvalho, Ademir Santana, Ângelo Roncali, Paulo Soares e Jocélio Bello.

A edição do evento vai contar com transmissão ao vivo pela rádio web Ride FM (www.ridefm.com.br).

Inspirado no formato do ‘Café Filosófico’, o ‘Queimando a Língua’ foi criado para ser um espaço de discussão sobre temas relevantes para o Vale e conta com especialistas dos temas debatidos em cada edição. Cria um local de provocações nas mais diversas áreas como arte, saúde, educação, sociedade (entre outras).

Os especialistas e o público são reunidos em um espaço entre o café e a livraria. O nome do projeto (‘Queimando a Língua’) foi uma sugestão do escritor Lupeu Lacerda, a partir de uma associação com debate que vai estar exercitando a língua com a oratória e a degustação de café. (foto/divulgação)

Servidores dos Juizados de Juazeiro aderem a paralisação contra projeto dos terceirizados

servidores juizados juazeiroServidores da 1ª e 2ª Varas do Sistema dos Juizados de Juazeiro decidiram aderir à paralisação nacional contra o Projeto de Lei 4330/04, que trata dos serviços de terceirização. As atividades estão suspensas durante toda esta quarta-feira (15).

Em paralelo, o grupo iniciou também está apoiando o movimento de parte dos servidores que não fazem jus, sem nenhum critério objetivo da administração, à Vantagem Pessoal por Eficiência (VPE). (foto/divulgação)

Estudante de Petrolina clama a Lossio por melhorias em estradas da zona rural

chuvas em petrolina Indignada com o cenário das estradas da zona rural de Petrolina, a estudante Laís Eduarda faz um desabafo comovente ao prefeito Julio Lossio. Alô prefeito!

Confiram:

Senhor prefeito Júlio Lossio, venho através deste blog apresentar minha indignação em relação às estradas do interior de Petrolina-PE, pois estão numa situação precária.

As estradas em geral estão todas esburacadas, onde muitos cidadãos precisam passar por elas, pra muitas coisas…Quando chove o ônibus não passa, prejudicando assim os que dependem desse transporte para trabalhar e estudar.

Não dependo muito desses transportes, mas minha revolta é que vejo meus amigos de sala perdendo o primeiro horário de aula por conta das estradas esburacadas, porque não tem condição dos ônibus chegarem no horário certo da escola.

“ALÔ” prefeito!  A minha manifestação é no sentido de que a prefeitura Municipal possa tomar providências “urgentes” para esse local. (Caititu, Atalho, Cruz de Salinas e Uruás).

Eu, Laís Eduarda, estudante da Escola Malaquias Mendes da Silva/Atalho, ao me deparar com essa situação, me senti obrigada a pedir que o senhor envie algum responsável da área para que tome uma providência cabível.

Laís Eduarda/Estudante

Distrito Industrial de Juazeiro pode ser o primeiro da Bahia a adotar modelo de gestão compartilhada

reunião zó e isaac na sudicCom o objetivo de discutir melhorias para o Distrito Industrial de Juazeiro, o deputado estadual Zó (PCdoB) participou na tarde desta terça-feira (14) de uma reunião com o diretor-presidente da Superintendência de Desenvolvimento Industrial e Comercial (Sudic), Jairo Pinto Vaz. O encontro ainda contou com a presença do prefeito de Juazeiro, Isaac Carvalho (PCdoB), e do secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo também de Juazeiro, Carlos Neiva.

Durante a reunião, foram abordadas questões e apresentados projetos para o desenvolvimento do Distrito Industrial. Caso aprovados, o local passará por reformulações, adotando um modelo de gestão compartilhada, o primeiro do estado.  Pelo projeto, o distrito passará a ser administrado pela Associação das Indústrias de Juazeiro, transformando em um condomínio privado.  Adotado com sucesso em outras regiões brasileiras, o modelo faz parte das prioridades do Governo da Bahia para acelerar a interiorização industrial.

De acordo com Zó, esta ação é extremamente importante para a região de Juazeiro, uma vez que poderá gerar mais empregos e contribuições para melhorar a renda e a economia. “Com um polo industrial mais organizado, empresas de fora poderão investir em nossa cidade, contribuindo com o crescimento econômico”, afirmou.

Nos dias 24 e 25 deste mês, acompanhado de técnicos da Sudic, o secretário Jairo Pinto Vaz fará uma visita a Juazeiro, onde se reunirá com empresários e autoridades da região. Ainda nessa oportunidade, será discutido o plano de ação necessário para a viabilização do novo modelo de gestão. (foto: Assessoria/divulgação)

Alegando motivos pessoais, juiz desiste de julgar ação contra Mesa Diretora da Alepe

Alepe_Folha de PEO juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Évio Marques da Silva, se averbou suspeito para julgar a Ação Civil Pública promovida pela OAB-PE em face da reeleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). Em seu despacho, o magistrado alegou que “prudência é uma máxima que deve nortear todos os provimentos judiciais. Assim, averbo-me suspeito, por motivo de foro íntimo, para julgar presente feito, de sorte a evitar qualquer dúvida quanto à necessária imparcialidade do julgador da causa“.

Ainda de acordo com ele, a motivação de tal decisão será paralelamente objeto de comunicação confidencial ao Egrégio Conselho da Magistratura. Agora, com o afastamento do juiz Évio do caso, os autos do processo serão encaminhados para a 3ª Vara da Fazenda Pública da Capital, que tem a juíza Mariza Borges como titular.

O processo da OAB-PE, distribuído em fevereiro último para a 2ª Vara da Fazenda Pública Estadual, e tombado sob o nº 0008758-92.2015.8.17.0001, visa impugnar a eleição da Mesa Diretora da Alepe, que reconduziu ao cargo de presidente, pela quinta vez consecutiva, o deputado Guilherme Uchoa (PDT), e ao cargo de 4º secretário, pela terceira vez, o deputado Eriberto Medeiros (PTC).

Com esta ação, a OAB-PE pretende anular os atos de homologação das candidaturas e, consequentemente, as eleições dos aludidos deputados, por vício de inconstitucionalidade. O ato traz pedido de liminar para que sejam, desde já, sustados os efeitos dos atos impugnados e, por consequência, afastados os réus dos cargos de presidente e 4º secretário da Alepe, até julgamento final da ação.

A decisão do magistrado há de ser respeitada, pois fundada em razões de foro íntimo. Normalmente quando isso acontece no curso do processo é sinal que interferências externas vieram a comprometer a isenção do juiz para atuar com a independência e imparcialidade devidos“, destacou o presidente da OAB-PE, Pedro Henrique Reynaldo Alves. As informações são da assessoria.

Brinquedos quebrados em praça expõem crianças ao perigo e deixa pais apreensivos no Jardim Amazonas

Moradores do bairro Jardim Amazonas, zona oeste de Petrolina, reclamam do abandono em que se encontra a praça localizada entre as ruas 15 e 16 da comunidade. Segundo relatos enviados ao Blog, todos os brinquedos do parquinho estão quebrados, oferecendo risco às crianças.

De acordo com relatos do líder comunitário Julio Andrade, algumas crianças já se machucaram quando brincavam no local, o que tem deixado os pais ainda mais apreensivos quanto ao risco de acidentes.

De acordo com o líder comunitário, os moradores já entraram em contato com a Secretaria de Infraestrutura, mas até o momento ninguém teria ido ao local para fazer a manutenção nos equipamentos.

Sobre o assunto, a reportagem do Blog já entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura e aguarda um posicionamento. (fotos/divulgação)

Salgueiro: Programa de arborização da prefeitura garantirá mil novas espécies neste ano

Salgueiro3Tamboris, trapiás, arapiracas e catingueiras. Essas esses vão passar a fazer parte do cenário paisagístico de Salgueiro (PE), no Sertão Central, através do programa de arborização desenvolvido pela prefeitura. O trabalho é fruto dos esforços das Secretarias de Serviços Públicos, de Planejamento e Meio Ambiente e de Desenvolvimento Rural.

Cento e cinquenta mudas já foram plantadas e, até o mês de setembro, serão, ao todo, mil novas árvores.

Nesta primeira etapa do programa, serão priorizadas as áreas das margens de canais, riachos e açudes.

A Avenida Beira Canal já foi finalizada e os serviços seguem para os açudes Velho e Novo.

De acordo com o diretor de Gestão Ambiental, Gustavo Marques, as mudas têm o tamanho mínimo de 1,8 metros. Inicialmente têm o objetivo de recompor a mata ciliar, protegendo os espelhos d’águas com a redução da evaporação, além do melhoramento das condições climáticas e da criação de áreas sombreadas para os pedestres.

Numa segunda etapa, que deve ser cumprida até o fim de 2016, mais quatro mil árvores embelezarão a sede e os distritos do município, promovendo a qualidade do ar e a diminuição da temperatura.

Espaços públicos como parques, praças, canteiros centrais e principais entradas da cidade receberão mudas de ipês amarelo, roxo e branco, oitizeiros e salgueiros.

Neste último caso, a árvore símbolo do município está sendo produzida pela técnica conhecida como estaquia, que utiliza partes da planta matriz para obter outras iguais, no Parque de Exposição, onde funciona a Secretaria de Desenvolvimento Rural.

Bioma

Os demais vegetais são adaptados ao bioma semiárido e seguiram a determinados critérios para a sua escolha. “Para trabalhar calçadas e canteiros, o diâmetro do caule não pode ser muito grosso. Selecionamos, portanto, plantas de médio porte e com flores, o que vai trazer mais beleza à paisagem. Além disso, são árvores resistentes ao regime hídrico do semiárido”, explicou Gustavo Marques. As informações são da assessoria.