Operação da Coelba combate ligações irregulares de energia em fazendas no norte baiano

0
(Foto: Reprodução)

Uma operação batizada de ‘Varredura’, realizada pela Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) fechou o cerco ao furto de energia. Os técnicos da distribuidora realizaram inspeções em fazendas produtoras de coco e banana, entre outras culturas, às margens do Rio São Francisco na região do Ibó, distrito de Abaré, norte do Estado. A companhia, com o apoio da Polícia Militar em Paulo Afonso, autuou 41 unidades por ligação irregular.

Neste ano foram realizadas mais de 2 mil inspeções em toda região de Paulo Afonso, sendo autuadas e desativadas 600 unidades de forma irregular. A energia recuperada nessas operações corresponde ao abastecimento do município de Abaré durante três meses.

O furto de energia é crime, sujeito às penalidades do artigo 155 do Código Penal Brasileiro, cuja pena pode alcançar até oito anos de reclusão. Além de representar riscos de acidentes graves à população, a energia furtada é paga por outros consumidores, através do repasse na tarifa de energia, conforme determina a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Como denunciar

Para reduzir os riscos e o furto de energia, a Coelba mantém um programa constante de inspeções. A empresa tem canais de denúncia para casos de fraudes e furtos, por meio dos quais é possível passar as informações anonimamente, como o telefone 116 ou o site da Companhia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome