Obra parada da PE-630 não terá emenda de bancada, informa coordenador do CPP

3

Paralisadas desde o início da década de 80, as obras de pavimentação da PE-630 não terão emendas da bancada pernambucana no Congresso Nacional para o ano que vem. A informação é do coordenador geral do Conselho Popular de Petrolina (CPP), Rosalvo Antônio.

Numa justificativa enviada à Comissão Permanente ‘Todos pela PE-630’, o gabinete do senador Fernando Bezerra Coelho (MDB) explicou que, numa reunião realizada com os integrantes da bancada pernambucana, ficou decidido que as emendas conjuntas dos parlamentares vão priorizar as obras em andamento no Estado.

A justificativa rendeu uma ironia de Rosalvo Antônio. “Se for as que estão em andamento, a PE-630 paralisou em 1982. Então, estaremos contemplados”. Existe a expectativa, segundo ele, de uma reunião articulada pelo senador com representantes da comissão permanente e do Ministério da Integração Nacional ou o das Cidades.

Enquanto isso, uma reunião promovida pela comissão sobre a PE-630 acontecerá em Petrolina nesta quinta (8), às 19h, no Centro Holístico Madre Paulina, Bairro Ouro Preto, zona oeste da cidade. O encontro deverá discutir as novas articulações do movimento em prol da pavimentação da rodovia estadual, que corta seis municípios entre os Sertões do São Francisco e do Araripe.

3 COMENTÁRIOS

  1. Eu acho é pouco! Paulo Câmara teve maioria em todas essas cidades!
    Eles (políticos) não tem o menor interesse em pavimentar essa rodovia, que eles entendem que é uma estrada morta.
    BANDO DE COVARDES! pelo menos façam a manutenção periódica na estrada, deixem 02 (DUAS) MÁQUINAS MOTONIVELADORA (PATROL) à disposição dos principais trechos, isso não custa caro! até entendo que o valor para pavimentar a rodovia é elevado não cabe no orçamento do estado! o governo federal tá saqueado, contudo fazer melhoria na PE-630 é obrigação de vcs, pelo amor de Deus quanta incompetência generalizada…

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome