Morte de grávida de 15 anos no HDM repercute na Casa Plinio Amorim e até criação de CPI é cogitada

8

A morte da adolescente Miliam Carvalho da Silva, de 15 anos, grávida de cinco meses, ocorrida na manhã de ontem (2) no Hospital Dom Malan (HDM)/Imip, ecoou forte na Casa Plínio Amorim durante a sessão plenária desta quinta-feira (3).

Vários vereadores se manifestaram veementemente contra o hospital, sugerindo ter havido “negligência médica” no atendimento à jovem. Revoltada, a vereadora Maria Elena disse que essa nova tragédia na unidade médica é caso de cair toda a diretoria do HDM.

O presidente da Comissão de Finanças da Casa, vereador Gilberto Melo (PR), reforçou dizendo que essa não é a primeira vez que fatos dessa natureza acontecem no HDM, mas a diretoria se limita apenas a enviar notas à imprensa. Já Ronaldo Cancão (PTB) sugeriu até uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar a situação no hospital.

8 COMENTÁRIOS

  1. Bando sanguessuga, quantos casos não acontecem ou aconteceram no Dom Malam, só aparecem por conta de ter sido veiculado na mídia, só assim fingem mexerem-se, foram que em ano de eleição todos querem “dizer” se preocupam, estão a maioria deles preocupados com seus projetos de tornarem-se deputados, estão “se lixando” para população, não é de hoje que o Dom Malam e o Traumas vive situações de calamidade e de puro desrespeito, mas esse representantes que só representa a eles, seus grupos e seus projetos pessoais.

  2. Essa proposta de CPI é por que o vereador em questão passou a ser oposição ao governo do estado! Há anos que mães e filhos morrem por negligência neste hospital e estes senhores nunca foram até o governo aliado cobrar explicações. Bando de abutres oportunistas!

  3. tem que desafogar o hospital!!! não adianta criticar o estado tem tomar uma providencia fazer mais hospitais nesse nivel, vão pra lá passem um noite no Dom Malam , o chega hambulancia de todo lugar , são mais de 50 municipios
    Vamos apurar os fatos pra depois sair falando ,
    O hospital tambem tem que se pronunciar sobre o caso , a jovem vinha fazendo os acompanhamento , o pre natal , vinham seguindo de acordo com o cronograma.

    NINQUEM VAI QUERER PREJUDICAR UMA FAMILIA!!!

  4. em vez de culpar os medicos do d.malan,que tal construir uma maternidade de baixo risco para desafogar o hospital em questão,e realmente se enterar da história desta menina.

  5. NÃO IMPORTA SE O HOSPITAL É DO ESTADO OU FEDERAL O QUE OS VEREADORES REALMENTE DEVERIAM EM SE PREOCUPAR É LUTAR PARA UMA CONSTRUÇÃO DE UM HOSPITAL DA MULHER EM PETROLINA PELA PREFEITURA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome