Ministério do Trabalho: Pernambuco continua atrás de Ceará e Bahia em número de carteiras assinadas

0

De Estado que cresceu mais do que o Nordeste e o país na gestão do ex-governador Eduardo Campos, Pernambuco continua amargando uma desvantagem em relação à Bahia e ao Ceará na atual gestão socialista. Prova disso é o número divulgado pelo Ministério do Trabalho, referente à emissão de carteiras assinadas no primeiro semestre de 2018.

De janeiro a junho, o estado de Pernambuco registrou 99.188 contratos formais de trabalho, ante os 107.430 do Ceará e os 163.541 da Bahia. No ano passado, nesse mesmo período, o cenário não foi diferente: Pernambuco teve 103.796 carteiras assinadas; Ceará,110.942; e Bahia, 165.062.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome