Mesmo majoritário em Petrolina, Odacy Amorim precisa ficar ‘visível’ para pensar em 2020

1
Foto: João Quesado/divulgação

É assunto recorrente nos bastidores políticos de Petrolina o bom desempenho do deputado estadual Odacy Amorim (PT) nas eleições deste ano. Mesmo não tendo conseguido sua vaga à Câmara Federal, o petista foi majoritário em Petrolina com 30.158 votos, e ainda ajudou a eleger sua esposa, Dulcicleide Amorim (PT), para a Alepe. Esse fato, em tese, poderia alçá-lo a principal voz de oposição na cidade. Correto? Nem tanto.

Mesmo com a boa votação, que em todo o Estado ultrapassou 40 mil votos, Odacy ficou sem mandato a partir de 2019. E um majoritário sem mandato não adianta muita coisa.

Como o petista ainda sonha em voltar a administrar a prefeitura da maior cidade do Sertão, é muito provável que o governador reeleito Paulo Câmara (PSB) dê a visibilidade que Odacy precisa, abrigando-o em sua próxima gestão. É aguardar.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome