HDM/Imip esclarece situação envolvendo gestante epilética que retornou três vezes da unidade

3
Hospital Dom Malan. (Foto: Duda Oliveira/ Blog do Carlos Britto)

O Hospital Dom Malan (HDM)/Imip, em Petrolina, enviou uma nota esclarecendo a situação envolvendo a gestante Bruna Rafaela dos Santos, de 19 anos, que tem epilepsia e disse ter dado entrada três vezes nas unidade com encaminhamentos para realizar o parto, mas foi orientada a voltar para casa todas as vezes. A jovem – que mora no bairro João de Deus, zona oeste – disse que uma das vezes,inclusive, deu entrada no hospital com crise convulsiva.

Acompanhe a nota, na íntegra:

O Hospital Dom Malan/Imip de Petrolina informa que Bruna Rafaela dos Santos trata-se de uma paciente epilética de longa data, que suspendeu a medicação por conta própria, mas que teve a doença estabilizada no HDM, através do uso de farmacológicos durante o internamento no serviço.

Após isso, a paciente não apresentou mais crise convulsiva e realizou todos os exames necessários, comprovando o bem estar materno e fetal satisfatório.

Para estes casos, o protocolo do serviço recomenda aguardar a gestante entrar em trabalho de parto espontaneamente até as 41 semanas. Caso não ocorra, a paciente deve (não havendo contraindicação) ser internada para indução.

Vale ressaltar que a paciente foi orientada a procurar novamente o serviço para avaliação caso houvesse alguma alteração no quadro.

Ascom/HDM-Imip

3 COMENTÁRIOS

  1. E preciso avaliar a situação do imip pois mes passado tive aí com meu filho de 7 anos que tem PC e o neuro pediatra doutor Pedro de Holanda marcou a consulta para as 13 horas e o médico só chegou a o imip as 15 horas e só nos atendeu as 18 horas

  2. A conduta médica nesse caso está adequada. O que chama a atenção nessa nota são erros de português. Principalmente erros de concordância. É de se esperar que um assessor de imprensa saiba escrever bem. A nota está ridícula.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome