Gerente regional da Compesa volta a falar em “insegurança jurídica” para justificar falta de grandes investimentos em Petrolina

7
João Raphael Queiroz, gerente regional da Compesa em Petrolina. (Foto: Blog do Carlos Britto)

O gerente regional da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), João Raphael Queiroz, voltou a falar em “insegurança jurídica” e citou a minuta do edital para selecionar uma nova concessionária de água e esgoto em Petrolina, apresentada esta semana pelo prefeito Miguel Coelho e que será submetida ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-PE).

Diante dessa insegurança a gente fica preso, sem conseguir fazer investimentos a longo prazo, que o é o que Petrolina precisa. No início do ano apresentamos à Prefeitura uma proposta, com novo plano de metas, e a prefeitura pediu que a gente ajustasse para aumentar os investimentos. Fizemos isso, para um curto prazo de cinco a sete anos, estávamos discutindo isso ainda, mas o prefeito decidiu montar um edital de licitação e colocar na rua. A gente respeita a posição dele, mas, por outro lado, a gente não consegue, como Compesa, fazer os investimentos que Petrolina precisa”, afirmou João Rapahel, em entrevista ao Programa Carlos Britto, na Rural FM.

Vamos tocando os investimentos que a gente já vinha planejando e que são de curto prazo, como por exemplo a obra para sanear a região da rodoviária e Corpo de Bombeiros, quase no centro de Petrolina, além de pequenas obras. Concluímos a obra do esgotamento sanitário do bairro Universitário, Alto do Cocar, pequenas extensões no Rio Corrente, entre outras áreas. Infelizmente, investimento a longo prazo não conseguimos fazer com essa insegurança jurídica, com essa decisão da Prefeitura”, justificou.

Segundo o gerente regional, a Compesa investiu mais de R$ 200 milhões nos últimos 12 anos em Petrolina.

Mais de 200 milhões foram investidos [em Petrolina] de 2007 até o momento. Isso quando a gente teve alinhamento, trouxemos investimentos de fora. Agora, grandes investimentos que a gente precisa fazer, que o caixa de Petrolina não é suficiente, a gente precisa captar recursos. Estamos aí com R$ 38 milhões, prestes a perder esta captação. Em dezembro passado acabou o prazo para fazer desembolso, renovamos por mais um ano, mas dependemos desse empréstimo, desse recurso da concessão, que a gente não tem. Então, grandes investimentos a gente não consegue trazer. Fora isso, a gente tem investimentos de R$ 34 milhões que a gente faz para reduzir perdas. No último ano conseguimos mais de mil casos de ligações clandestinas, arrecadamos quase R$ 800 mil em multas”, finalizou João Raphael.

7 COMENTÁRIOS

  1. vc é mandado do governador, e a ordem dele todos nós já sabemos. Aproveite a oportunidade e vá, aproveite a crise institucional a qual vcs estão passando e vá , Miguel tem resolvidos todos os problemas de infraestrutura, segurança, saúde e educação, muita coisa de competência também do ESTAD

  2. Em 2010 comprei uma casa no bairro Vila Mocó, uns dois anos depois começaram a construir vários prédios, casas e foi daí que começaram nossos problemas, a cada 15 dias um esgoto transbordava fazem um rio de lama na minha porta, já fiz diversas reclamações e nada foi feito pela Compesa. Na reeleição de Julio Lossio o diretório do partido foi no prédio que hoje funciona o Curso Grau Técnico e mesmo com o esgoto passando na porta do QG nada foi feito. Uma vez me viram tirando fotos e fazendo filmagem e logo depois funcionários da Compesa apareceram por lá para desobstruir o esgoto, mas isso é só um paliativo que vem sendo feito desde então. Na semana passada foram 3 vezes que tivemos que informar a Compesa da obstrução e essa semana já é a segunda vez e hoje é apenas quarta feira. Os moradores já fizeram um abaixo assinado, mas temos mesmo é que ir no ministério público para abrimos um processo contra a Compesa. Não dá mais para viver assim. Estou com fotos, como posso enviar?

  3. A compesa só quer arrecadar,não sei que lei é essa,que a prefeitura é que tem que fazer a obra de saneamento e a compesa é que arrecada a taxa de saneamento todo mês e ainda presta um mal serviço de desobstrução de esgotos.O bairro santa luzia e bairros adjacentes à mais de 10 anos que os moradores esperam a conclusão do saneameto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome