Fruticultura irrigada de Petrolina levanta bandeira brasileira no 7 de Setembro para reforçar campanha em prol do agronegócio

0
Foto: divulgação

A troca de e-mails, de mensagens de WhatsApp e a publicação de fotografias destacando a bandeira nacional nas redes sociais e nas fazendas produtoras de frutas do Vale do São Francisco, marcaram do Dia da Independência do Brasil (7 de Setembro) este ano em Petrolina. Vestindo as cores verde e amarelo e hasteando a bandeira na porta das propriedades e em meio aos pomares, os produtores começaram a mobilização logo no início da Semana da Pátria.

À frente da campanha, o Sindicato dos Produtores Rurais de Petrolina (SPR), estima uma participação em torno de 85% dos 3 mil produtores de frutas em atividade no município. “Tivemos uma participação efetiva, tanto das lideranças como das equipes de trabalho nas fazendas. O entusiasmo e a vontade de mostrar a união do setor fez dessa semana uma demonstração de força e da capacidade de mobilização do agronegócio brasileiro”, ressaltou o presidente da entidade, Jailson Lira.

Segundo a produtora de uva de mesa, Georgia Deon, a oportunidade  também foi importante para dar visibilidade ao dia a dia da agropecuária brasileira. “Somos um segmento que trabalha de sol a sol, geramos renda, empregos e uma parcela significativa do desenvolvimento do Vale do São Francisco e do Brasil. Merecemos respeito”, asseverou.

A fruticultura é considerada uma das atividades mais dinâmicas da economia brasileira com uma produção de aproximadamente 40 milhões de toneladas anuais e uma área plantada em torno de 2,5 milhões de hectares, movimentando mais de 10 bilhões de reais e gerando em torno de 5 milhões de empregos diretos.

 Ideia

A campanha de hasteamento da bandeira nacional na porta das fazendas foi idealizada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA),  a partir de um chamamento da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que convocou em vídeo: “Vamos mostrar para o mundo que o agronegócio brasileiro é unido, que a nossa agricultura é pujante e sustentável”. Ainda segundo informações do SPR,  o sindicato continua registrando as participações durante todo o final de semana e, na próxima segunda-feira (9), fará uma reunião de avaliação com a diretoria. (Fonte: CLAS Comunicação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome