Final de semana em Pernambuco tem saldo trágico de cinco mulheres assassinadas

0
(Foto: Reprodução)

O fim de semana foi marcado pela violência em Pernambuco, com cinco mulheres assassinadas. No Cabo de Santo Agostinho, Região Metropolitana do Recife (RMR), duas mulheres foram mortas a tiros dentro de casa, no domingo (17). Gildenice Maria da Silva Souza, de 36 anos, e Dávila Lúcia Lobão Sales de Farias, de 20 anos, estavam na residência que foi invadida pelos assassinos.

Os moradores do bairro do Malaquias ouviram os tiros e ficaram assustados. De acordo com a perícia do Instituto de Criminalística (IC), uma das vítimas estava sentada quando foi morta. A outra saía do banheiro quando foi surpreendida pelos tiros. A polícia suspeita que elas tenham tido envolvimento com o tráfico de drogas. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando o crime.

Outro homicídio que também chocou a população cabense foi o de Sandra Cavalcanti Brito, de 46 anos, que foi morta a tiros no bairro de São Francisco. A mulher atuava como gerente de uma equipe que prestava serviço de segurança a comerciantes do bairro. Ela começou a atuar como gerente dessa equipe após o marido ter sido assassinado há oito meses.

O quarto crime foi registrado no município de Barreiros, na Mata Sul de Pernambuco. Uma mulher foi morta a facadas pelo companheiro na madrugada, também no domingo (17). De acordo com a polícia, Selânia Félix da Silva, de 25 anos, foi esfaqueada dentro da residência onde morava com o suspeito, no bairro de Santa Gorete. Eles moravam juntos há seis meses. A polícia está em busca do homem, que está foragido.

Petrolina

Em Petrolina uma mulher identificada por Edilene Maria de Fátima Pereira, de 25 anos, foi encontrada morta na Rua 42 do Bairro João de Deus. Uma equipe do Instituto de Criminalística (IC) esteve no local e recolheu uma faca peixeira suja de sangue, uma camisa, uma cueca e um boné para perícia. Durante a investigação foram intimados a depor a mãe e o cunhando da vítima. Não há informações de quem teria cometido o homicídio. Com informações da Rádio Jornal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome