Filha de idoso assassinado na Vila Mocó desmente versão de autores do crime

1

Cinco dias após o assassinato de um idoso na Vila Mocó, área central de Petrolina, a filha dele entrou em contato com este Blog para desmentir a versão dada à polícia pelos dois autores confessos do crime que revoltou a comunidade.

Em reserva, ela contou que seu pai, Lourival Pinto, 77 anos, não estava num bar com a dupla, como foi relatado. “Meu pai dormia em seu quarto, quando foi abordado e assassinado. Depois roubaram os pertences do meu pai”, afirmou a filha da vítima.

Ela assegura que os dois mentiram ao afirmar que o pai teria saído do bar para sua residência, acompanhado pelos assassinos, e lá se desentendido com ambos. “Esses bandidos querem se livrar de um latrocínio”, desabafa.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome