Em reunião com familiares de Carlos Augusto, Miguel garante apoio para 46ª Jecana do Capim

8

O prefeito de Petrolina, Miguel Coelho, encerrou as expetativas em torno da 46ª edição da Jecana do Capim e ratificou o apoio ao evento. O gestor reuniu-se nesta sexta-feira (19) com familiares de Carlos Augusto Amariz (o idealizador da Jecana), que passaram a organizar a tradicional corrida de jegues após a morte do radialista, em 2015.

Miguel assegurou o apoio à realização da Jecana, garantindo a inclusão do evento festejo no circuito junino 2017. A administração custeará parte das atividades, que incluem a corrida de jegues e apresentações culturais.

Segundo o prefeito, a Jecana, por toda a carga cultural e histórica, é prioridade da gestão e será ampliada neste ano. “É um evento tradicional da cidade, história viva de Carlos Augusto e de tantas outras pessoas que fizeram essa tradição ficar mais forte. Assim como o São João, vamos fazer a Jecana maior e melhor”, assegurou Miguel Coelho. (Foto: divulgação/Ascom PMP)

8 COMENTÁRIOS

  1. Já passou da hora dos organizadores se tornarem independentes de dinheiro público e profissionalizarem essa festa. Tudo bem que a Prefeitura patrocine, mas tudo não.

  2. agora que a prefeitura esta meio perdida nessas organizacoes de eventos esta, porque a festa do capim sempre era antes do sao joao, como o prefeito nao tinha a intenção de apoiar e voltou atras agora ficou pra depois do são joao. vamos se organizar mais

  3. Se fosse por mim nem tinha isto,acha que vou sair de minha casa pra ver um bando de besta correndo no jumento,um sol de rachar a cabeça fora a poeira,e os cachaceiros chatos,nem me pagando vou ai.

  4. Quem ganha com isso é a cultura e o povo sertanejo… Parabéns Miguel , Francisquinha e Maira…..Parabéns Petrolina.Parabéns em memoria do idealizador que sonhou e se fez realidade a essa grandeosa festa sertaneja….Carlos Augusto Amaris.

  5. Cansei!
    Cansei de ver pessoas (particulares) fazerem festas privadas com dinheiro público.
    Tudo que vão fazer….tem que ter dinheiro público.
    Concordo demais com Maria.
    Tá na hora de dar um basta neste tipo de gasto. Chega de farra com o dinheiro público enquanto os hospitais não estão tendo nem remédio nem leito para os doentes.
    Chega! Basta!

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome