Duplicação da BR-428 em Petrolina está prevista para o segundo semestre de 2020

10
(Foto: Ascom PMP/Divulgação)

Representantes da Prefeitura de Petrolina e da empresa responsável pelo projeto de duplicação da Rodovia Senador Nilo Coelho/BR-428 se reuniram, na quinta-feira (24), para debater o cronograma e etapas das obras. A duplicação da rodovia será realizada pelo governo federal, através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), e contará com o apoio da prefeitura. O alargamento da via está previsto, caso não ocorra nenhum impedimento durante o processo, no segundo semestre de 2020.

O projeto prevê duplicação da rodovia em cerca de 5 quilômetros, com a inclusão de uma ciclovia ao longo de todo o trajeto. A pista para ciclistas deve iniciar na Avenida Cardoso de Sá e seguir até o fim da duplicação.

Esse nosso primeiro contato foi para estreitarmos a relação e também para darmos as contribuições no projeto. A empresa responsável por desenvolver o plano é a Beck de Souza Engenharia, de Porto Alegre, e tem até março para entregar o projeto. Posteriormente, o DNIT irá avaliar e colocar em licitação. Essa duplicação é resultado da força política que temos aqui em Petrolina. A cidade está sendo preparada desafogar os problemas atuais e prepará-la para os próximos 10 anos“, afirma o secretário de Infraestrutura, Mobilidade e Serviços Públicos, Fred Machado.

10 COMENTÁRIOS

  1. Importantíssimo projeto estrutural para o Município. Apenas deve-se atentar para elaboração de um projeto melhor que o dá Av. 7 setembro, pois acho que o mesmo foi infeliz não contemplando realmente o que na prática é a verdadeira mobilidade urbana ( Veículos+motocicletas+pedestres) sem contar na parte estética, pois ficou horrível o modo escohlido para proteção entre vias.

  2. Parabéns prefeito e equipe,por essa grandiosa obra para nossa cidade.Espero que seja instalado um semáforo próximo ao posto Raul Lins para dar acesso ao Bairro José e Maria(acesso centro-bairro),e assim melhorar a acessibilidade ao bairro e bairros adjacentes.

  3. O apoio da prefeitura é só da boca para fora? Por que a Sete de Setembro é um desserviço à mobilidade da cidade, ninguém venha me dizer que a prefeitura participou da elaboração do projeto, por que não participou:

    A via não tem segurança, não tem acostamento, não tem passarelas nem ciclovias para os pedestres e ciclistas, o acesso ao comércio ficou difícil, e bairros ficaram isolados, com os moradores tendo que dar voltas quilométricas para fazer um simples retorno. Aliás até os retornos que fizeram são confusos, com vários acidentes já ocorridos.

    Novo tempo da incompetência e da enganação.

    • Concordo que o projeto não ficou nada bom, mas quanto a retornos, os moradores têm que entender que a cidade cresceu e não tem mais como entrar exatamente na rua que quero. Tem que ter locais definidos de retornos ou rotatórias.

    • Prioridade, Vc não anda por essa br não é? A pessoal do Loteamento recife em horários de pico, não consegue sair do Bairro. Na Honorato ainda tem outras opções de caminho e a paralela já vai ser duplicada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome