Com baixa presença de público e de vereadores, audiência pública debate na Casa Plínio Amorim tempo em filas bancárias de Petrolina

2
Crédito da foto: Jean Brito/CMP divulgação

Uma audiência pública na Casa Plínio Amorim, realizada na manhã de hoje (11), debateu a questão do tempo de permanências em filas bancárias e/ou estabelecimentos de crédito. A proposta foi do vereador e 1º vice-presidente da Mesa Diretora, Ronaldo Cancão (PTB).

Em sua justificativa, Cancão alega que a Casa tem recebido denúncias recorrentes ao descumprimento da lei, sancionada em 2005 pelo então prefeito Fernando Bezerra Coelho – a qual nasceu de um projeto de autoria do ex-vereador Sargento Quirino.

Representantes de agências bancárias de Petrolina atenderam ao chamamento do Legislativo para o debate. É pena que o público e a maioria dos vereadores não seguiram o exemplo. O plenário ficou praticamente vazio para a audiência. Além do autor da proposta, apenas a vereadora Cristina Costa (PT) e seus colegas Professor Gilmar Santos (PT), Paulo Valgueiro (MDB), Gabriel Menezes (PSL) e o governista Rodrigo Araújo (PSC) marcaram presença.

2 COMENTÁRIOS

  1. Para diminuir as filas nos bancos tem que colocar no minimo uns 50 caixas em cada banco e isto não irá acontecer nunca,então estas reuniões e nada é a mesma coisa,já não existe uma lei que eles mesmo aprovaram então,fiscalizem e entrem na justiça,toda vez que se a próxima as políticas vem a mesma conversinha pra enganar os bestas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome