Coluna do Blog

2
Prefeitura de Petrolina. (Foto: Duda Oliveira/Blog do Carlos Britto)

Petrolina terá segundo turno e jogo da sucessão começa a ganhar um charme extra

Agora é caminho sem volta. Petrolina será a nova cidade pernambucana que terá segundo turno na eleição municipal de 2020. Ao menos é o que diz o TRE-PE, que mostra que a mais importante cidade do Sertão está com 200.025 eleitores – 25 votos a mais do teto previsto.

Isso já era esperado. A única forma do segundo turno não se realizar seria, somente, se houvesse um desmembramento e Rajada ou Izacolândia virasse cidade, como sonham alguns. Mas hoje seria improvável.

Com o segundo turno, se depender dos números atuais, o prefeito Miguel Coelho (PSB) iria para o segundo turno com o segundo colocado. Já acenam seus nomes contra o prefeito o deputado estadual Lucas Ramos (PSB), o ex-prefeito e ex-deputado Odacy Amorim (PT) e outro ex-prefeito, Julio Lossio.

Correndo por fora tem ainda os vereadores Gabriel Menezes (PSL), Cristina Costa (PT), o federal reeleito Gonzaga Patriota (PSB), o ex-deputado Adalberto Cavalcanti e um candidato do PSOL que sempre se apresenta. E o número de candidatos pode aumentar.

O desafio de Miguel é enorme. Vai correr para tentar vencer e liquidar a fatura no primeiro turno, já que hoje é provável que todos os outros se juntem no segundo turno contra ele. Claro que isso não é uma ciência exata e a acidez do pleito eleitoral pode não confirmar essa tendência.

Também não é absurdo dizer que no grupo do senador Fernando Bezerra Coelho há uma habilidade política enorme de construir pontes e uma adesão entre esses postulantes não seria algo impossível. Mas esse é um jogo que ainda vai começar a ser jogado. Mas não agora.

Suzana pode ser aposta da oposição

A ex-vereadora Suzana Ramos (PSDB) pode ser a aposta da oposição em Juazeiro (BA) para 2020. O nome dela vem sendo ventilado nos bastidores da política local e dizem que pode haver um consenso no grupo para formar uma chapa para bater de frente com o time do ex-prefeito Isaac Carvalho (PCdoB).

Leonardo Bandeira cogitado

Por falar em Suzana, também corre à boca pequena, na principal cidade do norte baiano, que o também ex-vereador Leonardo Bandeira (filho do ex-prefeito Joseph Bandeira) seria o nome mais indicado para compor a vice.  Além de boa avaliação quando foi vereador, o sobrenome de Leonardo pesa bastante. O fato é que, segundo informações, Joseph, que vem tendo uma sequência de derrotas, estaria disposto a tentar alavancar o filho. Será?

Lula Cabral solto

A notícia política de maior destaque neste final de semana em Pernambuco foi a soltura do prefeito do Cabo de Santo Agostinho, Lula Cabral. Supostamente acusado de desviar recursos da previdência dos funcionários municipais, Cabral teve a prisão preventiva revogada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, por meio de liminar. Mas Toffoli determinou que a preventiva do prefeito seja substituída por medidas cautelares, que devem ser julgadas pela relatoria do processo.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Comentar
Seu nome